09/11
16:03

SERGIPE - Produção de milho é destaque em "O Globo"


A coluna Negócios do Caderno de Economia do jornal O Globo, aponta que a produção de milho de Sergipe cresceu 50% entre os anos de 2009 e 2010 e passa de um milhão de toneladas. A coluna aponta que o estado, que detinha 2,9% da produção nordestina em 2000, tem agora 23,7%. “A renda do grão ultrapassou as de laranja e cana-de-açúcar, que já foram as principais lavouras locais. O crescente mercado de ração para avicultura no Nordeste explica o salto.”


PS - Adicione-se a isso o compromisso de compra da produção assumido por alguns empresários do Tocantins e Goiás com os produtores sergipano. Por causa disso, Carira, por exemplo, reduziu muito o gado leiteiro para usar a terra na produção de milho.



Economia
Com.: 0
Por Eugênio Nascimento
09/11
09:29

Agenda esportiva em Sergipe

Jiu-Jitsu – Pro – Olímpica
12 e 13 DE NOVEMBRO, às 10h
Ginásio Constâncio Vieira

Shotokan – Copa Brasil de Clubes
12 de novembro, às 8h30
Ginásio do Colégio Patrocínio São José

Copa Nordeste de Kart
11 a 13 de novembro, às 8h
HORÁRIO    8:00 horas
Kartódromo Emerson Fittipaldi

50ª Campeonato Norte e Nordeste da Classe Snipe
12 a 15 de novembro
A partir do dia 12 às 13:00 horas
Estuário do Rio Vaza Barris

Copa Governador do Estado de Taekwondo
12 de novembro, às 14h
Ginásio do Colégio Brasília

1º Campeonato Sergipano de Kick Boxing
15 de novembro, às 8h
Quadra Poli Esportiva Geraldo Oliveira


Colunas
Com.: 0
Por Kleber Santos
09/11
07:54

Bancada federal de SE entrega 150 mil assinaturas de apoio ao HC a ministro

A concretude para implantação do Hospital do Câncer em Sergipe parece estar mais próxima, na tarde da terça-feira, 8, o senador Eduardo Amorim (PSC-SE) deu um passo considerável ao entregar ao ministro da Saúde, Alexandre Padilha, mais de 150 mil assinaturas, colhidas nos 75 municípios do Estado. Na semana anterior o ministro garantiu a liberação do recurso orçamentário da ordem de R$ 18 milhões, que garantirá a primeira etapa do Hospital.

"A ideia ficou clara na maneira voluntária e solidária com a qual as pessoas se uniram, em todos os cantos do estado. Sergipe mostra ao país a necessidade em possuir um hospital especializado no atendimento ao paciente oncológico", informou Amorim que completou "forças políticas diferentes são capazes de se agregar em seu entorno e se colocarem acima de interesses individuais ou partidários", disse.

As presenças dos deputados federais André Moura (PSC-SE), Almeida Lima (PPS-SE), Laércio Oliveira (PR-SE), Valadares Filho (PSB-SE) e do senador Antônio Carlos Valadares (PSB-SE) dos deputados estaduais Antônio dos Santos (PSC-SE), Gilson Andrade (PTC-SE), Gilmar Carvalho (PR-SE) e Gorethi Reis (DEM-SE) e dos prefeitos Antônio Fonseca Dória (Poço Verde), Ailton Nascimento (São Francisco), César Mandarino (Itaporanga D´Ajuda), Jairton Santos (Cedro de São João), José Carlos Santos (Feira Nova), José Antônio Silva (Pedrinhas), Sarina Moreira (Malhador) deram força e mostra a conscientização das autoridades para essa implantação.

Em volta das autoridades o ministro foi solicito e ouviu o primeiro depoimento franqueado ao deputado Gilmar Carvalho. "Eu tenho certeza que o senhor não fará com que a edificação do Hospital do Câncer seja um pesadelo da sua história", disse Gilmar afirmando ainda que "a presidente Dilma e o ex-presidente Lula no campo da Saúde vem desempenhando um excelente trabalho, principalmente, com sua participação". Gilmar relatou ao ministro Padilha a integração entre os partidos, que no momento da entrega fizeram-se presentes "aqui observamos todos os partidos, inclusive o PT, participam desse movimento", disse Gilmar.

O secretário Adjunto de Estado da Saúde, Jorge Viana, enalteceu o senador Eduardo Amorim pelo movimento. "Eduardo é um conhecedor dessa realidade em Sergipe e por isso faz justiça com essa mobilização. O Governo do Estado se compromete com a contrapartida, que segundo Viana, será um compromisso do Governo Marcelo Déda", informou.

O presidente da Sociedade Médica de Sergipe (SOMESE), Petrônio Gomes, que representou a classe médica, informou que o Hospital não irá atender apenas a população sergipana, como também, usuários de Alagoas, Bahia e Pernambuco.

A presidente do Conselho Regional de Enfermagem, Irene Alves, destacou que "o Hospital não é só um desejo é um necessidade. Em nome dos quase 13.000 enfermeiros vinhemos solicitar esse pedido de urgência ao senhor", disse Alves.

O deputado federal André Moura lembrou as palavras do senador Amorim, ao se pronunciar ao ministro, "o pai é o sofrimento e a mãe é a necessidade. Essas assinaturas representam um anseio de mais de 60 anos na saúde sergipana. Apesar dos profissionais abnegados do Centro de Oncologia do Hospital de Urgências a demanda não é suportável.

"Posso passar um depoimento próximo a mim. Na minha família tenho duas pessoas que foram vítimas dessa doença terrível, que quando não é adequadamente curada a pessoa não consegue sobreviver", lamentou Valadares que se comprometeu em manter a bancada unida para alocar novos recursos em união com Amorim para as próximas etapas do Hospital do Câncer.

Da assessoria


Política
Com.: 0
Por Eugênio Nascimento
08/11
21:14

Déda entrega a 57ª Clínica de Saúde da Família em Itabaiana

Marcelo Déda, Maria Mendonça e Luciano Bispo tiveram dia de bons companheiros, sem grosserias


FOTOS: MARCOS RODRIGUES/ASN