11/11
12:54

População não apoia a proposta de anexar Jandaíra (Manque Seco) e Rio Real a Sergipe


Para os internautas do Blog Primeira Mão, a população não deve apoiar a proposta do deputado federal Márcio Macedo de anexar Jandaíra (Manque Seco) e Rio Real, hoje da BA, a Sergipe. Pelo menos, foi o que ficou constatado na enquete realizada pelo blog.

A enquete contou com 2121 votos, dos quais 907 optaram pelo NÃO (42,76%), 848 votam em SIM (39,98%) e 366 tinha dúvida sobre o assunto.
 


Variedades
Com.: 0
Por Kleber Santos
10/11
22:46

Nitinho vê contradição entre a tese da qualidade de vida e os serviços prestados por Edvaldo Nogueira

O líder da oposição, vereador Nitinho (DEM), fez pronunciamento na Câmara Municipal de Aracaju (CMA), na manhã desta quinta-feira, 10/11, cobrando maior cobertura do SAMU para a população da Zona de Expansão. "É necessário que se disponibilize pelo menos duas viaturas do SAMU para atender a população da Zona de Expansão", defendeu o vereador, apontando a necessidade de assistência prioritária aos idosos.



Política
Com.: 0
Por Eugênio Nascimento
10/11
22:42

Danilo confirma sanção de PL que autoriza publicidade nos táxis

O  vereador Danilo Segundo (PSB) usou a tribuna  da Câmara de Aracaju ontem e informou que o prefeito Edvaldo Nogueira (PCdoB) sancionou o requerimento que prevê a regulamentação das publicidades nos táxis. “Hoje o Legislativo e os taxistas tem muito a comemorar. Através de um requerimento dos vereadores da base, ao qual solicitava a aprovação do projeto que permitia a publicidade dos táxis, foi que obtivemos êxito em atender este pleito antigo da categoria”, disse.



Política
Com.: 0
Por Eugênio Nascimento
10/11
22:26

SE encerra participação na conferên cia de APLs sendo destaque em Brasília

Uma oportunidade de discussão e incentivo do espaço produtivo, em especial no que tange ao desenvolvimento sustentado, à inovação constante, à facilitação da atividade empreendedora e a geração de bons negócios. É dessa forma que Sergipe, através da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, da Ciência e Tecnologia (Sedetec/SE), finaliza a sua participação na 5ª Conferência Brasileira sobre Arranjo Produtivos Locais (APLs), em Brasília. O evento, que foi organizada pelo Grupo de Trabalho Permanente para Arranjos Produtivos Locais (GTP APL), coordenado pelo Ministério de Desenvolvimento Indústria e Comércio Exterior (MDIC), iniciou na última terça-feira, 8, e terminou nesta quinta-feira, 10.

A proposta da Conferência foi criar um ambiente dinâmico de debate voltado à compreensão das perspectivas e das possibilidades de aprimoramento da atuação das instituições relacionadas com o tema, na construção participativa de uma Política Nacional de Apoio a Arranjos Produtivos Locais, respeitando-se as características e a estrutura dos diferentes espaços produtivos. Ou seja, avançar na construção participativa da 2ª Geração de Políticas para APLs, com instrumentos e ações voltados para o Arranjo que contemplem o avanço das políticas públicas para APLs no Brasil, visando ao alinhamento de suas estruturas organizacionais.

Para o secretário Zeca da Silva, da Sedetec, a 5ª Conferência Brasileira proporcionou identificar os desafios e as oportunidades estratégicas para Sergipe executar a sua 2ª Geração de Políticas para APLs. “Nós temos consciência do muito que já realizamos em termos de apoio e desenvolvimento dos APLs sergipanos. E agora viveremos um novo momento, em que os nossos acertos serão amplificados e também buscaremos corrigir as situações que mereçam um novo enfoque. O certo é que estamos no caminho correto, pois nossos APLs, de maneira geral, são ativos e produtivos”.

Durante os três dias de evento, Sergipe se destacou com a sua política de apoio aos APLs. De acordo com o diretor do Departamento de Indústrias Intensivas de Mão de Obra e Recursos Naturais do MDIC, Marcos Otávio Bezerra Prates, a participação dos estados na Conferência foi de grande valia. “O protagonismo local é fundamental. A presença de Sergipe aqui demonstra o interesse e a responsabilidade que o Estado tem com os seus Arranjos Produtivos Locais. A Sedetec está de parabéns com o trabalho que vem desenvolvendo”, afirmou.

Cerâmica

A política de apoio aos Arranjos Produtivos Locais em Sergipe está articulada à política federal e objetiva convergir esforços para que essas atividades cresçam e se desenvolvam de forma sustentável, envolvendo todas as suas dimensões: produção, mercado, gestão e capital social. O APL de Cerâmica Vermelha do Estado foi a principal vitrine durante a Conferência. A Sedetec apresentou, no segundo dia do evento, os avanços e as estratégias utilizadas pelo Núcleo Estadual de Arranjos Produtivos Locais (APL-SE). A palestra foi realizada pela diretora técnica da Sedetec, Sudanês Barbosa Pereira, e pelo presidente do Instituto Pró-Cerâmica, Mehujael Colaço Rodrigues. 

Segundo Sudanês, bons contatos foram feitos durante o evento, que reuniu empresários e associações de classe empresariais, governanças e gestores de APLs, Governo Federal, Estaduais e Municipais, gestores técnicos governamentais, agentes financeiros, parceiros dos Núcleos Estaduais de Apoio aos APLs, acadêmicos e parlamentares. “A mesa que Sergipe participou mostrando a sua experiência com o APL de Cerâmica Vermelha, destacando a importância da governança, ou seja, setor público e privado, construindo junto a política pública para essa atividade produtiva, tem servido de exemplo para os outros estados que também possuem APLs de base mineral”, ressaltou.

A diretora técnica enfatizou a participação de Sergipe na ‘Sala de Oportunidades’, que é um espaço onde os estados colocam as suas demandas dos APLs para negociar com os ministérios e órgãos que compõem o Grupo de Trabalho Permanente APL/MDIC. “Trouxemos as demandas dos Arranjos Produtivos Locais de Tecnologia da Informação; Ovinocaprinocultura; Apicultura e Piscicultura, além de ter oportunidades de conversar com outros membros do GTP sobre demandas de outros arranjos”, disse.

Sergipe ainda se destacou com a participação do economista, professor da Universidade Federal de Sergipe (UFS) e assessor do Governo de Sergipe, Ricardo Lacerda. O doutor em Política Econômica pelo Instituto de Economia da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) e autor de diversos livros e artigos científicos sobre economia sergipana, acredita que Sergipe se encontra no pelotão de frente da política dos APLs. “É um instrumento importante para ter um desenvolvimento mais equilibrado territorialmente e, inclusive, socialmente”, finalizou.(Da acessoria)



Economia
Com.: 0
Por Eugênio Nascimento
10/11
22:14

Biometria em Aracaju - Câmara promete ajudar a Justiça Eleitoral

Servidores do TRE-SE procuraram a Câmara Municipal de Aracaju para pedir ajuda para o recadastramento




representantes do Tribunal Regional Eleitoral de Sergipe (TRE), estiveram presentes no gabinete da presidência da Câmara Municipal de Aracaju (CMA). A visita foi para solicitar ajuda da Casa Legislativa no que diz respeito ao recadastramento biométrico do título eleitoral.

Na ocasião foram discutidas formas para conscientizar, mobilizar e mostrar a população à importância do recadastramento biométrico. Os representantes do TRE solicitaram que os vereadores façam uma mobilização, divulguem e disponibilizem transportes para os eleitores se deslocarem até os postos de recadastramento e aumentar o fluxo de eleitores nos postos.

O presidente da CMA, Emmanuel Nascimento (PT) deixou claro que dará apoio ao TRE para que aumente o número de pessoas recadastrando seus títulos. “O Tribunal Regional Eleitoral propôs uma parceria com os vereadores de Aracaju, para que nós façamos uma mobilização da população juntamente com o povo , colocando nossos instrumentos a disposição, nosso meios de comunicação ,site, Rádio Web, Programa Câmara em Ação, para que possamos levar um número maior de pessoas para fazer esse recadastramento , e nós iremos ajudar” afirmou o parlamentar.

Representando a diretoria geral do TRE, o secretário de tecnologias de informação do Tribunal, José Carvalho Peixoto explicou que a estrutura montada para o recadastramento está preparada para receber em torno de 3.800 pessoas  por dia e somente a minoria da população esta comparecendo, lembrou que faltam apenas 38 dias para a finalização do prazo para recadastrar, destacou que o agendamento via internet é somente até o dia 30 de novembro deste ano, após o prazo o eleitor terá que ir aos postos correndo o risco de enfrentar grandes filas.

“Nós iremos voltar aqui para conversar com todos os vereadores, para que cada um possa fazer a divulgação e o transporte de eleitores, auxiliando  para que o recadastramento gere frutos”, ressaltou. José Carvalho afirmou ainda que os postos cadastrais estão funcionando também aos sábados, domingos e feriados.

Fonte: Câmara Municipal de Aracaju




Política
Com.: 0
Por Eugênio Nascimento
10/11
21:55

ACESE participa de sanção da Lei do Simples

Lideranças empresariais de todo o país foram recebidas pela presidente Dilma, ontem, em Brasília