10/07
21:59

Conselhos Superiores da UFS definem listão para encaminhar ao MEC

O professor Angelo Roberto Antoniolli, atual vice-reitor, submeteu ontem o seu nome ao  Colégio Eleitoral, formado pelos Conselhos Diretor (CD), Superior Universitário (CONSU)  e ao do Ensino e da Pesquisa (CONEP) e obteve a aprovação com  53 votos. Os professores  Ponciano Bezerra e Jonathas Mernezes obtiveram 1 voto cada. Os conselheiros foram consultados para votar na escolha do vice-reitor e  votaram  em André Maurício 45: Claudio Macedo, (2) e em Antônio Paixão (2). O resultado dos  conselhos será levado ao Ministériuo da Educação para que o ministro Mercadante aponte o  escolhido para o aprove-se da presidente Dilma Roussef. O listão será encaminahdo até o  início da próxima semana, conforme os conselheiros.Há quase dois meses Angelo teve o seu nome aprovado por 92% dos professores, estudantes e servidores técnico-administrativos da UFS em eleições diretas.


Política
Com.: 0
Por Eugênio Nascimento
10/07
17:49

Prêmio Sílvio Romero tem inscrições abertas

Está aberto o Concurso Silvio Romero para o "Prêmio Silvio Romero de Monografias sobre Folclore e Cultura Popular" oferecido pelo IPHAN para trabalhos relacionados entre os inscritos até 31 de julho.

Os prêmios, nos valores de R$ 13.000,00 e R$ 10.000,00 serão concedidos, respectivamente, ao primeiro e ao segundo lugar.

As monografias deverão ter por objeto temas sobre cultura popular e folclore brasileiros e deverão ser entregues ao Centro Nacional de Folclore e Cultura Popular, na Rua do Catete, nº 179 - Catete, RJ - CEP: 22220-000.

Este ano o Concurso homenageia o folclorista Edison Carneiro que foi diretor do Centro Nacional de Folclore e Cultura Popular entre 1961 e 1964, então Campanha de Defesa do Folclore Brasileiro.

Informações pelo endereço: www.cnfcp.gov.br.  (Da assessoria)



Variedades
Com.: 0
Por Eugênio Nascimento
10/07
17:31

Justiça condena quatro por propaganda antecipada em Barra dos Coqueiros

A Justiça Eleitoral condenou quatro pessoas a pagamento de multa por propaganda eleitoral antecipada no município de Barra dos Coqueiros, depois de representações do Ministério Público Eleitoral. Os réus são o ex-prefeito do município, Airton Martins, os deputados estaduais Francisco Gualberto e Garibalde Mendonça e Valéria Souza Ferreira, conhecida como Valéria Xuamba. As multas aplicadas somam R$ 29 mil.

Airton Martins, Francisco Gualberto e Garibalde Mendonça foram representados pela promotora eleitoral Juliana Carballal, depois de diligência da Procuradoria Regional Eleitoral em Sergipe (PRE/SE), que registrou, em 27 de abril deste ano, um comício para promover a candidatura de Airton Martins à prefeitura da cidade, com participação de diversas lideranças políticas. Luiz Garibalde e Francisco Gualberto, que participaram do comício, foram condenados a pagar multa de R$ 7 mil cada um. Já Airton deverá pagar multa de R$ 10 mil.

Adesivo
? A quarta condenada é Valéria Souza Ferreira, foi flagrada em diligência da PRE/SE que circulou pelo município com o carro adesivado com os dizeres ?Vem aí Valéria Xuamba ? Seriedade com o Povo ? Barra dos Coqueiros?. A representada alegou que o adesivo era de divulgação pessoal, já que exerce atividade profissional no município, mas a juíza Simone Fraga considerou que o texto, anunciando sua ?vinda?, configurava propaganda eleitoral antecipada. A multa foi estipulada em R$ 5 mil. (Da assessoria)


Política
Com.: 0
Por Eugênio Nascimento
10/07
07:07

Candidatos de Aracaju têm experiências eleitorais

João, Valadares, Almeida, Vera e Reynaldo já disputaram várias eleições


Os nomes já foram definidos, as cartas já estão na mesa e os jogadores são João Alves  Filho (DEM), Valadares Filho (PSB), Almeida Lima (PPS), Vera Lúcia (PSTU) e Reynaldo  Nunes (PV);. Eleitoralmente, todos eles poderiam ser classificados como experientes  políticos, embora bem sucedidos nas urnas somente os três primeiros.


Todos os  cinco candidatos a prefeito de Aracaju já foram testados nas urnas. Obteve  sucesso em três investidas e fracassou em outras três, Almeida obteve a rejeição popular  na disputa da Prefeitura de Aracaju, Valadares Filho até agora só conta com experiências  positivas, mas na esfera do Legislativo, Vera Lúcia disputa a Prefeitura da capital em  204 e o governo de Sergipe em 2008 e não se saiu bem e Reynaldo Nunes foi para duas disputas como vice-prefeito , uma deputados estadual e uma vereador sem obter sucesso.



Por conta desses dados é que toda e qualquer avaliação aponta  João, Valadares e Almeida como os políticos que podem ser eleitos em outubro próximo.


Quem são eles?

João Alves começou a  sua carreira pública assumindo a prefeitura de Aracaju (1975-1979)  como prefeito biônico durante  a ditadura militar. No cargo, ele começou a obra de  saneamento básico toda a cidade e abriu algumas avenidas de Aracaju.  É formado em  engenharia civil.  Foi eleito governador em 1982 e nomeado Ministro de Estado do Interior pelo Presidente   José Sarney em 1987. Em 1990, foi candidato ao governo de Sergipe e venceu com 364.819  votos. Em 1998, concorreu  novamente ao governo de Sergipe, mas foi derrotado, ficou apenas em segundo lugar  perdendo para o seu ex-aliado Albano Franco.


Disputou o pleito ao governo do estado em 2002, obteve sucesso, derrotando o então senador José Eduardo Dutra. Em 2006, não obteve êxito na disputa pela reeleição, quando  partia para o quarto mandato,  e perdeu com uma diferença de sete pontos percentuais para  o ex-prefeito Marcelo Déda. Em 2010 candidatou-se novamente ao governo do Estado de  Sergipe, não obtendo êxito, onde  o então Governador Marcelo Déda foi reeleito.


Valadares e Almeida


Antônio Carlos Valadares  é filho do senador  Valadares.  Ele é  formado em Administração  e filiado ao PSB desde 1999. Em 2006 é eleito deputado federal por Sergipe. Ele foi  escolhido numa disputa interna da coligação que dá apoio ao governador Marcelo Déda e tem  uma atuação política em Brasília muito voltada para os interesses de Sergipe. José Almeida Lima  é formado em Direito pela Universidade Federal de Sergipe, foi filiado  primeiramente no antigo MDB. Candidatou-se pela primeira vez a Deputado estadual em 1986  obtendo a suplência, mas em 1990, já filiado ao PDT, seria eleito de fato ao referido  cargo. Eleito vice-prefeito de Aracaju em 1992, assumiu o cargo de 1994 até o fim do  mandato em 1996, após a renúncia do prefeito e primo Jackson Barreto para concorrer ao  governo de Sergipe.


Concorreu ao Senado em 1998 mas obteve somente 3,8% dos votos válidos e, em seguida, a prefeitura de Aracaju em 2000, obtendo 22,4% dos votos válidos. Em 2002 é eleito senador. Em dezembro de 2004 filiou-se ao PSDB mas desligou-se em agosto de 2005 para filiar-se ao PMDB, onde se encontra até o presente. Concorreu mais uma vez a prefeitura de Aracaju em 2008 mas obteve a terceira colocação, com 17,7% dos votos válidos.


Não disputou a reeleição ao Senado, tendo se lançado a uma vaga na Câmara dos Deputados. Foi eleito, pelo PMDB, com 75.082 votos.  Em 2011, mudou novamente de partido, agora  filiado ao PPS. (Com dados do wikipédia)


Política
Com.: 0
Por Eugênio Nascimento
10/07
07:01

Edvaldo quer obras até último dia do mandato

O prefeito de Aracaju, Edvaldo Nogueira, realizou na manhã de ontem uma reunião com o secretariado para orientar a equipe sobre a necessidade de se atentar para as vedações impostas pela legislação eleitoral, sem que isso implique na queda do desempenho administrativo. “Não vamos paralisar as ações administrativas, ao contrário. Quero que a administração realize obras até o último dia do mandato. Não vai haver uso da máquina administrativa, mas temos que encontrar a justa medida entre o respeito à legislação e a continuidade das ações em prol dos aracajuanos”, recomendou.

O prefeito fez um breve balanço da gestão, ressaltando os avanços observados em Aracaju desde 2001, quando o hoje governador Marcelo Déda e ele chegaram à prefeitura. “Desde então, invertemos prioridades e transformamos a nossa cidade. Mas, enquanto entes públicos, jamais usaremos o bem público em nenhum benefício que não seja do povo de Aracaju, embora torçamos para que o nosso projeto avance cada vez mais e não sofra retrocesso”.

“Aracaju nunca viveu um período mais produtivo, como nesses quase 12 anos, de alavancagem da economia, na distribuição de renda, na melhoria da infraestrutura urbana, na construção de praças, ruas e avenidas, na desfavelização e na política habitacional inédita, voltada para aqueles que não tinham onde morar”, lembrou o prefeito Edvaldo Nogueira.

 

Em toda a cidade

A Prefeitura de Aracaju mantém o cronograma de obras em toda a cidade, com recursos do PAC, convênios e recursos próprios, num total de quase R$ 180 milhões investidos. Na última sexta-feira, entregou a infraestrutura dos loteamentos Bahamas e São José, no Santos Dumont, antiga reivindicação daquelas comunidades e um investimento de quase R$ 6 milhões que beneficiou 3 mil pessoas.

Neste momento, a PMA realiza a infraestutura do Coqueiral e recuperação da pavimentação da Avenida Euclides Figueiredo (investimento superior a R$ 10 milhões); recuperação e reconstrução do Canal entre a Avenida Hildete Falcão e a Maré do Apicum (mais de R$ 5 milhões) e construção do Canal Costa do Sol (R$ 5 milhões); infraestrutura da Invasão Santa Maria e Complexo Habitacional Terra Dura (mais de R$ 2 milhões), dos Conjuntos Padre Pedro e Governador Valadares (R$ 9,5 milhões) e macrodrenagem do Conjunto Padre Pedro, no Santa Maria (R$ 1,2 milhão); infraestrutura e construção de 410 casas (R$ 19,5 milhões) e infraestrutura das comunidades Ponta da Asa I e II (R$ 4,6 milhões), além do esgotamento sanitário da Ponta da Asa I e II, no Lamarão (R$ 1,3 milhão); infraestrutura e construção de 150 casas (R$ 2,1 milhões) e mais 58 casas e urbanização da Praça 4, no bairro 17 de Março (R$ 1,8 milhão); construção do viaduto da Avenida Tancredo Neves (R$ 26,8 milhões); infraestrutura da ligação viária Engenho Novo-Alto da Jaqueira (R$ 2 milhões); infraestrutura do Loteamento Nova Liberdade I (R$ 6,4 milhões) e Nova Liberdade II, no Jardim Centenário (R$ 10,3 milhões); reforma do antigo prédio da Alfândega (R$ 2,8 milhões); reforma e/ou reconstrução de escolas nos bairros Olaria, Mosqueiro, América, 17 de Março, Siqueira Campos, Getúlio Vargas, dentre outras obras.



Política
Com.: 0
Por Eugênio Nascimento
09/07
22:32

Eleições: Aracaju é a primeira capital a usar o PJe-JT

A cidade de Aracaju foi a primeira capital do País a instalar o Processo Judicial Eletrônico da Justiça do Trabalho (PJe-JT). O sistema, criado para trazer mais agilidade à tramitação dos processos, entrou em operação, na manhã da sexta-feira (06/07), em quatro Varas do Trabalho da capital sergipana e no Tribunal Regional do Trabalho da 20ª Região (SE).
 
Na cerimônia de instalação, o presidente do Tribunal Superior do Trabalho (TST) e do Conselho Superior da Justiça do Trabalho (CSJT), ministro João Oreste Dalazen, enfatizou que o uso do sistema em Aracaju traz novos desafios. "De um lado, a movimentação processual mais acentuada que caracteriza, em regra, as Varas do Trabalho situadas em capital. De outro lado, se trata de uma nova prova de fogo do módulo de distribuição do PJe-JT. Posso assegurar, todavia, que nenhum desses desafios nos causa receio porque o sistema de distribuição foi suficientemente testado e aprovado. E, portanto, estamos muito confiantes na continuidade do êxito dessa implantação", afirmou.
 
Em Sergipe, a ferramenta será utilizada inicialmente nas 6ª, 7ª, 8ª e 9ª varas de Aracaju, tendo sido as duas últimas instaladas também nesta sexta-feira (06/07). Enquanto as duas primeiras passarão a utilizar o processo eletrônico apenas em novas ações trabalhistas, as varas recém-instaladas nem chegarão a ter autos em papel. As quatro unidades têm jurisdição também sobre os municípios de São Cristóvão, Nossa Senhora do Socorro, Itaporanga e Barra dos Coqueiros. Os litígios mais frequentes envolvem rodoviários, trabalhadores da construção civil e bancários.
 
O PJe-JT já é utilizado plenamente por outras dez Varas do Trabalho em diferentes regiões do País (Navegantes-SC, Caucaia-CE, Arujá-SP, Várzea Grande-MT, Maracanaú-CE, com duas varas, Gama-DF, Santo Amaro da Purificação-BA, Luziânia-GO e Três Rios-RJ). O módulo de 2º grau também já é utilizado pelos respectivos Tribunais Regionais do Trabalho. A meta, em 2012, é instalar o PJe-JT em pelo menos 10% das varas dos 24 TRTs.


Colunas
Com.: 0
Por Kleber Santos
09/07
22:10

Comunicação da CMA faz balanço do semestre

Visando melhor informar os cidadãos aracajuanos sobre os acontecimentos da Câmara Municipal de Aracaju (CMA), a equipe da Assessoria de Imprensa da Casa Parlamentar, em conjunto com os assessores de imprensa dos vereadores, tem feito a cobertura de diversos eventos que tem ligação com o Poder Legislativo e seus parlamentares. Somente no primeiro semestre de trabalho da Casa, foram produzidas 704 matérias, além da criação do espaço Notas de rádio.

Durante os seis primeiros meses de 2012, toda a equipe da Câmara Municipal de Aracaju produziu 629 matérias referentes aos pronunciamentos feitos pelos vereadores durante as Sessões Plenárias, bem como relativas à cobertura jornalística de reuniões das comissões temátics da Casa, encontros, debates, visitas feitas ao Poder Legislativo e ao gabinete do presidente Emmanuel Nascimento (PT). A cobertura de eventos ligados ao Legislativo e seus legisladores também foi feita fora da CMA, quando parlamentares estiveram representando o Legislativo, e também nas comunidades.


Comunicação
Além do site, a Câmara Municipal de Aracaju possui a "Câmara em Ação Rádio Web", que fica 24 horas no ar, com músicas, spots sobre os vereadores e sobre os pontos turísticos da capital sergipana, dentre outros. A CMA também está presente nas principais redes sociais, a exemplo do twitter - onde é publicado trechos dos discursos dos parlamentares em tempo real, durante as sessões, além dos links das matérias dos site, links de notinhas e os vídeos; no Facebook, onde a CMA possui dois perfís e cerca de 6,4 mil amigos; um canal no YouTube, onde os internautas pode assistir o programa Câmara em Ação, caso tenha perdido sua exibição na TV Atalaia ou na TV Alese.

A CMA mantém ainda um blog e perfis no Flickr e Orkut. "Estamos em fase de implantação do Podcast. Já fizemos alguns testes e estamos fazendo algumas correções. A proposta e disponibilizar entrevistas curtas com os vereadores, sobre o tema abordados por eles ao utilizarem a tribuna da Casa, para que as emissoras de rádio em geral possam baixar e utilizar", explica Alexandra Brito, destacando que todo esse trabalho é feito graças ao trabalho de toda equipe.

Da assessoria



Política
Com.: 0
Por Kleber Santos
09/07
21:46

ARACAJU - Veja quanto cada candidato pretende gastar na campanha

Os cinco candidatos a prefeito de Aracaju encaminharam à Justiça Eleitoral, junto com o requerimento de registro de candidaturas, uma previsão dos gastos que poderão ter durante a campanha deste ano.

Os valores máximos definidos pelos candidatos, partidos e coligações majoritárias foram os seguintes:


João Alves Filho (DEM): R$ 12 milhões;
Valadares Filho (PSB): R$ 5 milhões;
José Almeida Lima (PPS): R$ 2 milhões;
Reinaldo Nunes (PV) : R$ 3 milhões;
e
Vera Lúcia (PSTU): R$ 200 mil



Política
Com.: 0
Por Eugênio Nascimento
Primeira « Anterior « 1832 1833 1834 1835 1836 1837 1838 1839 1840 1841 1842 » Próxima » Última

Enquete


Categorias

Arquivos