23/08
06:56

João Alves é reconduzido ao comando do DEM

Com a presença do ex-governador João Alves Filho, da Senadora Maria do Carmo Alves, deputados federais e estaduais, além de lideranças políticas estaduais e municipais do partido, o Democratas realizou no último sábado, 20 de agosto, durante todo o dia, a convenção estadual que resultou na eleição do novo diretório regional da agremiação para o próximo biênio.

Na ocasião João Alves foi reconduzido à presidência do partido em Sergipe, ficando o restante da diretoria regional do DEM assim constituída: vice-presidente de Assuntos Sociais: Pedro Almeida Valadares Neto, vice-Presidente de Assuntos Econômicos: José de Araújo Mendonça Sobrinho, vice-presidente de Assuntos Relacionados com as Direções Municipais: José Carlos Machado,  Secretário Geral: Augusto Bezerra de Assis Filho, Tesoureiro: Nicodemos Correia Falcão
Presidente do Democratas Mulher: Josilda Alice da Graça Monteiro, Presidente da Juventude Democratas: Vinicius Porto Menezes, Lider do Democratas na Assembléia Legislativa/SE: Deputado Augusto Bezerra.

Durante o evento o ex-governador falou a jornalistas quando confirmou que o DEM tem bons nomes para concorrer à prefeitura da capital sergipana, ressaltando que no momento oportuno o partido se reunirá para escolher como candidato ao executivo municipal de Aracaju o nome que melhor reunir as condições para disputar o pleito.

De antemão ele lembrou que vários nomes do partido estão encabeçando as listas das pesquisas eleitorais, assegurando que este fato se deve à constatação de que o eleitorado está inconformado com o desempenho dos executivos estadual e municipal, buscando mudanças, assegurando, ainda, que o partido tem alternativas para a atual situação nas administrações públicas.(Da assessoria)



Política
Com.: 0
Por Eugênio Nascimento
22/08
21:05

Indústria de processamento de leite de Albano Franco será uma das maiores do NE




Indústria é propriedade do ex-governador de Sergipe Albano Franco, está localizada na cidade de Muribeca, terá capacidade para processar 330 mil litros de leite por dia e estão sendo realizados investimentos de R$ 80 milhões

Foto: Vieira Neto/Sedetec

 

Constituído por empresas de diversos ramos, o parque industrial de Sergipe não para de se expandir. Localizados em municípios de Norte a Sul do estado, os empreendimentos representam a geração de renda e empregos nas regiões atendidas. Uma dessas indústrias, a Sabe Alimentos Ltda, prevê o início de suas atividades em outubro próximo, prometendo ser referência no mercado de processamento de leite no Brasil. Empresa do Grupo Albano Franco, a indústria de laticínios localizada no município de Muribeca está em fase final de construção para abrigar a maior fábrica do ramo no estado e uma das maiores da região Nordeste.

Na indústria, localizada na cidade de Muribeca (a 72 km de Aracaju) e que terá capacidade para processar 330 mil litros de leite por dia, estão sendo realizados investimentos de R$ 80 milhões. De acordo com o diretor executivo da Sabe Alimentos, Albérgio Gomes, na unidade industrial serão fabricados inicialmente leite UHT, creme de leite, leite condensado e bebidas lácteas, como achocolatados e leites aromatizados no sabor morango, entre outros. ?Em termos de tecnologia seremos a maior empresa do ramo em toda a América Latina, para isso trabalhamos com a maior fornecedora de equipamentos para indústrias de laticínios do mundo, a alemã GEA Engenharia de Processos?, ressalta o executivo.

Beneficiada com incentivos fiscais previstos no Programa Sergipano de Desenvolvimento Industrial (PSDI) - sob a tutela da Codise e Secretaria do Desenvolvimento Econômico e da Ciência e Tecnologia (Sedetec) ? a Sabe Alimentos deverá gerar 200 empregos diretos na região. ?Nosso esforço maior é para contratar o pessoal do município e regiões adjacentes. Nesse sentido, já realizamos uma qualificação prévia na área industrial e estamos com cerca de 60 pessoas preparadas para as funções?, observou Albérgio.

Segundo ele, além dos novos postos de trabalho, a fábrica vai movimentar toda a cadeia produtiva de leite de Sergipe. ?Há mais de um ano e meio estamos trabalhando no campo, selecionando fornecedores de todo o Estado, pois vamos comprar diretamente do produtor, através de um rígido controle da matéria-prima?, disse ao destacar que a empresa já distribuiu 135 tanques para o resfriamento do leite nas propriedades rurais que irão fornecer o produto. ?Vamos atender inicialmente o mercado nordestino e num segundo momento, além dos itens já citados, também vamos produzir iogurte e queijo?, divulga o diretor executivo da empresa.

Além da preocupação e controle de qualidade dos produtos, a indústria que está sendo erguida numa área de 10.700 m² - dos quais 6 mil m² se destinam ao galpão industrial ? conta com uma planta de melhor conceito no projeto ambiental, realizado junto à Administração Estadual do Meio Ambiente (Adema). ?Contamos com o que há de mais moderno em sustentabilidade. No local, dispomos de uma estação de tratamento de efluentes, que permite a reutilização da água na fábrica. (Da assessoria)




Economia
Com.: 9
Por Eugênio Nascimento
22/08
20:59

Samuel destaca passeata pelo desarmamento

O deputado estadual Capitão Samuel (PSL), ocupou a tribuna para parabenizar o secretário de Estado de Direitos Humanos e Cidadania, Luís Eduardo Oliva, pela iniciativa em prol da Segurança do Estado.

Segundo Samuel Barreto a caminhada pelo Desarmamento em Favor da Vida realizada no último sábado, 20, na Orla da Atalaia é uma forma de conscientizar a população e também de incentivar a redução dos índices de violência no Estado. "Quando você tira da sociedade uma arma, seja de um homem de bem ou de um bandido você reduz a possibilidade de acontecer um homicídio. A Polícia tem a obrigação de desarmar o bandido, mas não é armando o homem de bem que vamos melhorar a Segurança Pública", afirmou o parlamentar.

Samuel Barreto disse ainda que grandes projetos como, por exemplo, o da FIFA - Federação Internacional de Futebol Associado, a segurança dos jogos é realizada pela iniciativa privada e que ninguém dentro do campo utiliza de arma letal e mesmo assim a segurança é garantida. (Da assessoria)



Política
Com.: 0
Por Eugênio Nascimento
22/08
18:28

Sergipe vive bom momento para empregos


A edição nº 692 da revista Época, publicada no último sábado, 20, veiculou uma reportagem acerca das oportunidades de emprego nas áreas economicamente mais promissoras do país. Destacando que o aumento do PIB no estado de Sergipe - além da Bahia, Maranhão, Ceará, Piauí e Pernambuco - deverá ultrapassar os 5%, superior aos 3,9% do crescimento nacional, a reportagem enfatizou a “demanda generalizada” para os profissionais desses estados nos setores da indústria, comércio, engenharia, finanças e administração. (Da assessoria)


Economia
Com.: 0
Por Eugênio Nascimento
22/08
08:51

40 municípios de Sergipe podem ficar sem repasses federais

Decreto pode deixar mais de 2.600 municípios sem ter agência bancária para receber repasses federais


Se nenhuma providencia for adotada até o dia 29 de agosto, dos 5.563 Municípios, um total de 2.642
(47%) que não possuem agências de bancos federais terão dificuldades
para receber repasses financeiros do governo federal. O alerta está
sendo lançado pelo presidente da Confederação Nacional de Municípios
(CNM), Paulo Ziulkoski e tem como base o Decreto 7.507/2011 publicado no
dia 28 de junho pela Presidência da República. Dos 75 Municípios do
Estado de Sergipe, 40 não contam com agência bancária federal.

Ao analisar o impacto que pode acarretar nos Municípios brasileiros a
edição do Decreto nº 7.507/2011 que regulamenta todas as transferências
de recursos da União para os Estados e Municípios, Ziulkoski afirma que
"o texto obriga que toda a movimentação financeira seja feita via
intermediação bancária e através dos bancos oficiais federais", destaca.
Levantamento da CNM mostra que em um grande número de Municípios não
sxiste um banco federal.

A legislação que trata dos bancos federais
são as Leis 6.404/76 e a 4.595/64 e a enciclopedia do Ministério do
Planejamento informa que hoje em dia os bancos federais comerciais são:
BNDES, Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal, Banco da Amazônia e
Banco do Nordeste do Brasil, sendo que o BNDES não tem atuação direta ao
público.

O Banco do Brasil é o que possuí a maior quantidade de
Municípios atendidos por suas agências. São, ao todo, 2.886 (52%),
seguido da Caixa Econômica Federal (CEF) que possui agências em 1.108
(20%) municípios; o Banco do Nordeste do Brasil com agências em 172 (3%)
e, o Banco da Amazônia, em 98 (2%) dos Municípios.

Em muitos Municípios existem mais de uma agência das redes destes dos bancos. O
resultado é que somente 2.921 (53%) possuem agências das referidas
instituições e, 2.642 (47%) não possuem agências de bancos federais.

Da Assessoria











Política
Com.: 0
Por Eugênio Nascimento
22/08
08:41

Confira a rodada de estreia da Segundona do Estadual

Em Tobias Barreto
Sete de Junho 5 X 1 Riachuelo

Em Estância
Boca Junho 1 X 0 Boquinhense

Em Canindé
Canindé 0 X 4 Neópolis

Em Lagarto
Lagartense 4 X 1 Amadense

Em Maruim
Maruinense 1 X 2 Gloriense

Em Aquidabã
Aquidabã 0 X 1 Laranjeiras

Próximos jogos
Amadense X Boca Júnior
Propriá X Aquidabã 
Neópolis X Maruinense 
Boquinhense X Sete de Junho 
Riachuelo X Lagarto 
Laranjeiras X Canindé


Esportes
Com.: 0
Por Kleber Santos
22/08
06:59

Agricultura - Quem pegou empréstimo de R$ 28 mil deve hoje R$ 280 mil

O deputado Federal Heleno Silva convidou o senador Eduardo Amorim para uma audiência com a ministra Gleise Roffman, no sentido de levar ao conhecimento dela o que está acontecendo com os produtores rurais em todo o nordeste brasileiro. Falou-se, em especial, sobre os 3.912 produtores rurais de Sergipe que estão para ter suas terras leiloadas por não conseguirem pagar seus débitos com o Banco do Nordeste e o do Brasil.

O deputado e o senador contaram o drama que alguns produtores estão vivendo. Muitos têm recebido cartas de execução afirmando que, ou eles pagam suas dívidas, ou perderão suas propriedades. "A situação é muito difícil. Tem caso de agricultor que já morreu por este problema, e de outros que baixaram hospital", declarou Heleno após a reunião.

Heleno Silva e Amorim levaram uma carta do Movimento dos Agricultores Endividados do Nordeste com diversos pontos, entre eless cédulas hipotecárias que mostram que o produtor que contraiu R$ 28.000,00, hoje deve R$ 280.000,00. Segundo os parlamentares esta situação pode causar um caos social em todo o nordeste.

A ministra solicitou à sua asssessoria agendar um encontro com o ministro da Fazenda, que detém todos os dados das dívidas do nordeste, para solucionar o problema, como também,  prometeu levar o assunto à presidenta Dilma. Ficou marcado que nos próximos dias o deputado e o senador se reunirão com a equipe técnica do Ministério da Fazenda e da Casa Civil para traçar estratégias que resolvam este grave problema.


Economia
Com.: 0
Por Eugênio Nascimento
22/08
06:35

A UFS quer continuar crescendo, diz reitor

"Acredito que ainda temos condições de recebermos novos campi. Nossa Senhora da Gloria foi considerada, talvez precisamos de maior ênfase nas questões do território da cidadania e do arranjo produtivo do alto sertão sergipano. O projeto de um campus voltado para as engenharias em Estancia tem o grande apelo do estrangulamento em nível nacional da oferta deste tipo de mão de obra qualificada e crucial para o desenvolvimento econômico". A deeclaração é do reitor da Universidade Federal de Sergipe, professor Josué Modesto dos Passos Subrinho e publicada originalmente na edição de domingo do Jornal da Cidade.

Josué Modesto disse ainda achar que Sergipe deu um grande exemplo de mobilização e eficácia política no caso da criação do Campus de Itabaiana, o qual, recordemos não foi anunciado no primeiro momento, mas apenas depois da mobilização popular na região do Agreste, a ação política da bancada federal e a interferência junto ao Presidente Lula, do então prefeito de Aracaju, Marcelo Deda. "A população e lideranças políticas do alto sertão tem mantido a mobilizacao, ilustrada pela recente marcha. No meu entender, e preciso que sejam oferecidos, ao lado da mobilizacao popular alguns gestos objetivos, como por exemplo, oferecer ao MEC terrenos ou imóveis capazes de permitir a implantação de um campus universitário, acho que as pessoas presentes na solenidade de anuncio da nova expansão devem ter notado o recado do Ministro da Educação acerca da importância deste item para começar negociações produtivas", lembrou.


Política
Com.: 0
Por Eugênio Nascimento
Primeira « Anterior « 1832 1833 1834 1835 1836 1837 1838 1839 1840 1841 1842 » Próxima » Última

Enquete


Categorias

Arquivos