06/12
19:25

Sergipe e Confiança abrem o Campeonato Sergipano

O presidente da Federação Sergipana de Futebol (FSF), José Carivaldo de Souza, aproveitou a visita formal, recebida na tarde desta segunda-feira 6, dos novos presidente do Sergipe e do Confiança, para dar boas notícias sobre o Campeonato Sergipano de Futebol Profissional, o “Sergipão 2011”.

A principal notícia foi sobre a abertura da competição. Sergipe e Confiança, o maior clássico do futebol sergipano é o jogo da abertura da competição, no dia 6 de fevereiro. O jogo acontece no Batistão. Itabaiana e River Plate fazem o outro clássico da abertura, no Presidente Médici.

A notícia foi muito bem recebida pelos novos dirigentes do Sergipe e do Confiança. “Mas não será apenas mais um clássico. Será um clássico motivado, com festa na abertura e promoções especiais para o torcedor. O nosso objetivo é levar o maior número de torcedores ao Batistão e ao Presidente Médici”, lembrou Carivaldo Souza.

Antes porém, algumas ações de marketing servirão como impulso para a rodada de abertura e para toda a competição. No dia 27 de janeiro a FSF e os clubes pretendem fazer a festa de abertura do campeonato, com apresentação das equipes, histórico da competição, lançamento da marca e apresentação do plano de marketing, tudo isso com a participação efetiva dos dirigentes das principais equipes.

Visita
Uma visita formal da nova diretoria do Sergipe e do Confiança serviu para todas essas revelações. O Sergipe foi representado pelo presidente eleito, o médico Carlos Alberto Mendonça, o vice-presidente Laílson Melo, Djalmir Brandão e Edson Barros.

Pelo Confiança, além do novo presidente Luis Roberto, contou com a presença do atual presidente Milton Dantas. Quem também participou da reunião foi o presidente do River Plate, Ernando Rodrigues, que falou sobre algumas novidades quer a equipe apresentará a partir do dia 20 de dezembro.

O presidente eleito do Sergipe, Carlos Alberto Mendonça elogiou a reunião, gostou das novidades anunciadas e até deu sugestões, para que se tenha uma competição bastante motivada com as equipes investindo, promovendo o retorno dos torcedores aos estádios e levando bons.

Luis Roberto, presidente eleito do Confiança elogiou as novidades apresentadas e disse que era um bom momento, para se promover a união entre os clubes sergipanos. “Temos que brigar pelos interesses da equipe dentro de campo. Fora de campo, as diretorias devem se unir, sugerir modificações e fazer tudo para esse futebol cresça, pois quem lucrará com isso será o torcedor”, concluiu o presidente proletário.

Segundo o vice-presidente eleito, Lailson Melo, o encontro serviu como uma apresentação da diretoria que vai comandar o clube nos próximos quatro anos. “Estivemos discutindo assuntos relacionados ao Campeonato Sergipano do próximo ano, como: definição do arbitral, onde não tivemos a oportunidade de participar, e quanto à distribuição de ingressos, discordamos da forma administrada no passado", ressaltou.



Esportes
Com.: 0
Por Kleber Santos
06/12
15:39

Comitiva do TRF da 1ª Região conhece o Projeto Conscientizar para Economizar do TJSE

O Tribunal de Justiça de Sergipe - TJSE recebeu, nesta segunda-feira, 06, a visita de membros do Tribunal Regional Federal da 1ª Região, que tem como área de jurisdição o Distrito Federal. O objetivo do encontro foi a troca de experiências e a busca de informações sobre a metodologia de rateio de custos do processo, materializado pelo Projeto Conscientizar para Economizar, através do Sistema de Planejamento e Auditoria de Custos - SPAC, desenvolvido pelo TJSE.

O supervisor da área de financeira do TRF 1ª Região, Márcio Albuquerque, afirmou que a visita tem como finalidade principal a busca de conhecimento para a implantação de uma metodologia a ser utilizada pelo Tribunal Regional Federal para a análise de custos operacionais. "Estávamos pesquisando sobre o tema e tivemos conhecimento deste caso de sucesso desenvolvido pelo TJSE. O SPAC é realmente uma ótima ferramenta para concretizar a sistemática de custos no Judiciário", explicou o supervisor.

O diretor de Planejamento e Gestor do Planejamento Estratégico do TJSE, Erick Andrade,destacou que o SPAC foi premiado, neste ano, na X Mostra de Qualidade do Judiciário e ganhou uma ênfase maior com aprovação da Meta 06/2010 do Conselho Nacional de Justiça - CNJ, fazendo com que outros tribunais visitassem o TJSE para conhecer tal ferramenta.

"Foi o SPAC que permitiu ao TJSE alterar o horário de funcionamento do Fórum Gumersindo Bessa, subsidiou a estipulação do teto para as execuções fiscais municipais e criou uma cultura de que todos os membros do Judiciário sergipano são responsáveis pelo controle e análise de custos do processo judicial", comemorou Andrade.

Fonte: Da assessoria



Política
Com.: 0
Por Eugênio Nascimento
06/12
15:38

Ana Cristina passa a responder pela Seplan

Ana Cristina, que vinha atuando como secretária adjunta do Planejamento do Estado, passou a responder pela pasta.

Ela substitui provisoriamente Lúcia Falcón, que deixou a Secretaria na sexta-feira passada para retomar as suas atividades docentes na Universidade Federal de Sergipe (UFS).




Política
Com.: 0
Por Eugênio Nascimento
06/12
15:37

Especulações- Carlos Cauê e Genival Nunes devem continuar no Governo Marcelo Déda

Embora não se trate de informação oficial, mas apenas de especulação tem-se como certa a continuidade de Carlos Cauê como secretário de Comunicação.

Também fala-se à boca miúda que Genival Nunes, da Secretaria do Meio Ambiente, ficará na  pasta.

Também bem cotado para a Secretaria do Planejamento o economista Guilherme Rebouças, que foi adjunto de Lúcia Falcón e que está atualmente na Sudene, em Recife (PE).



Política
Com.: 0
Por Eugênio Nascimento
06/12
15:36

Jogo sujo: Prefeitos aplicam golpe da emenda

"Saidinha de emenda  -  A Polícia Federal está de olho num golpe praticado em vários municípios. Prefeitos de pequenas cidades sacam pessoalmente o dinheiro de emendas parlamentares destinadas a obras.

Em seguida, simulam um roubo na saída do banco e registram o boletim de ocorrência".

Fonte: Brasil Confidencial, da revista IstoÉ desta semana



Política
Com.: 0
Por Eugênio Nascimento
06/12
15:35

Brasileiro já não lembra em quem votou em outubro

Um estudo realizado pelo Instituto Sensus mostra que 23% dos eleitores brasileiros já não lembram em quem votaram  para deputado estadual. Isso dois meses depois do último pleito.

21,7% dos eleitores  não lembram a quem deram o voto para deputado federal e outros 20,6% já esqueceram em quem votaram para o Senado. 


Política
Com.: 0
Por Eugênio Nascimento
06/12
14:05

*Danilo Segundo retorna as atividades na Câmara Municipal de Aracaju*


 Na sessão de hoje, 06/11, o vereador Danilo Segundo (PSB) usou a tribuna
para fazer um discurso sobre o seu retorno às atividades legislativas. O
parlamentar aproveitou a oportunidade para explicar o motivo da sua licença
e parabenizar seu suplente, Bertulino Menezes (PSB).

Danilo relatou que se afastou durante 122 dias, sem remuneração, das
atividades devido a uma solicitação do Partido Socialista Brasileiro (PSB),
do qual faz parte, para coordenar a campanha do deputado federal reeleito,
Valadares Filho (PSB), bem como ajudar na campanha do senador Antonio Carlos
Valadares (PSB). "Nunca na minha vida 122 dias demorou tanto para passar"
desabafou o vereador.

O parlamentar falou também que, de fora da CMA durante esse período, pode
perceber a importância da imprensa com relação à divulgação do trabalho dos
vereadores. Segundo o parlamentar, Bertulino realizou um bom trabalho.
"Quando pedi licença desta Casa, tive a tranquilidade de saber que deixaria
um substituto de responsabilidade, Bertulino também tem compromisso com o
nosso partido e com o povo de Aracaju" relatou Danilo. (Da assessoria)

Foto: Alberto Dutra 


Política
Com.: 0
Por Eugênio Nascimento
06/12
14:04

* A especialização relativa da economia sergipana (3)*

Ricardo Lacerda*

Sergipe conta com uma estrutura industrial relativamente diversificada, na
qual a indústria extrativa mineral e a indústria de transformação repartem,
com peso similar, a geração do valor de transformação. Na indústria
extrativa se destacam a exploração de petróleo e gás natural e a de minerais
não-metálicos. Essas atividades de extração das riquezas minerais são as
bases das cadeias produtivas de petróleo & gás e de fertilizantes no Estado.
Tais atividades, como se sabe, ganharam expressão em Sergipe entre o final
da década de setenta e o início dos anos oitenta, a partir de investimentos
de empresas estatais.

Na indústria de transformação, as atividades mais importantes, em termos de
Valor da Transformação Industrial (VTI), são as indústrias de alimentos e
bebidas; a produção de minerais não metálicos, em que se destacam a produção
de cimento e produtos cerâmicos; têxteis e confecção; calçados e couros; e a
fabricação de produtos químicos, incluindo a produção de fertilizantes,
cosméticos e de álcool.

Esse perfil diversificado da indústria de transformação inclui desde
empreendimentos muito tradicionais, como os de fabricação de tecidos e de
açúcar, aos de fabricação de concentrados de sucos, implantados nos anos
setenta, a indústria de confecção, até outros segmentos, relativamente mais
recentes, como os de torrefação de café, fabricação de calçados e a
indústria de etanol. Atividades ainda mais recentes são a fabricação de
materiais elétricos, de cosméticos, produtos metalúrgicos, máquinas e
equipamentos e linhas variadas de produção de alimentos.

*Estrutura Industrial*

A Pesquisa Industrial Anual (PIA), do IBGE, informa que o Valor da
Transformação Industrial da Indústria Geral de Sergipe, abrangendo a
indústria de transformação e a indústria extrativa, alcançou o montante de
R$ 3,5 bilhões, em 2008, repartidos em 50% para cada uma das atividades. O
VTI da indústria de transformação somou R$ 1,74 bilhão e o da Indústria
Extrativa, R$ 1,72 bilhão.
Na indústria de transformação, destacam-se a produção de alimentos e a do
setor de minerais não metálicos cujos VTIs alcançaram em 2008,
respectivamente, R$ 392 milhões e R$ 387 milhões. No patamar seguinte
encontravam-se a produção têxtil com R$ 218 milhões, e a de bebidas, com R$
194 milhões. No terceiro pelotão, as atividades de produção de calçados e
couros, produtos químicos e vestuário que registraram, em 2008, VTI acima de
R$ 80 milhões e inferior a R$ 100 milhões. Entre as atividades de maior
peso, caberia ainda destacar os segmentos de produção de máquinas e
equipamentos, de material elétrico e o de fabricação de plásticos e
borracha, cujos VTIs se situaram entre R$ 40 milhões e R$ 60 milhões.
**
*Veja o artigo na íntegra em*


http://cenariosdesenvolvimento.blogspot.com/2010/12/especializacao-relativa-da-economia.html

Economia
Com.: 0
Por Eugênio Nascimento
Primeira « Anterior « 2256 2257 2258 2259 2260 2261 2262 2263 2264 2265 2266 » Próxima » Última

Enquete


Categorias

Arquivos