15/07
18:41

Federação Sergipana de Futebol divulga tabela do Campeonato Sergipano da Série A2

Primeira fase será composta por 18 clubes divididos nos grupos A e B

O Departamento de Competições da Federação Sergipana de Futebol (FSF) divulgou na tarde desta segunda-feira (15) a tabela da primeira fase do Campeonato Sergipano da Série A2. A competição terá início no dia 25 de agosto e segue até 26 de outubro, totalizando 79 partidas.

A primeira fase será composta por 18 clubes divididos nos grupos A e B. Nesta fase serão realizados 72 jogos. A Série A2 é dívida em quatro fases (primeira, quartas de final, semifinais e final).

Confira a primeira rodada do Campeonato Sergipano da Série A2:

Grupo A

24/08 (sábado)

15h: Estanciano x Botafogo, estádio Augusto Franco, em Estância; Boquinhese x Amadense, estádio do Sesi, em Boquim; Aracaju x América de Pedrinhas, a definir estádio e município; Socorro x Barra, a definir estádio e município.

Grupo B

25/08 (domingo)

15h: Atlético Gloriense x Rosário Central, estádio Editon Oliveira, em N. Sra da Glória; América de Propriá x Maruinense, estádio Durval Feitosa, em Propriá; Canindé x Propriá, estádio André Avelino, em Canindé do São Francisco; Coritiba x Força Jovem de Aquidabã, estádio Etelvino Mendonça, em Itabaiana.

Fonte e foto: FSF


Esportes
Com.: 0
Por Redação
15/07
18:21

OAB/SE e CAASE realizam campanha para ajudar desabrigados em Sergipe

Doações podem ser feitas até o final do mês

Até o último sábado (13), mais de 900 pessoas estavam desabrigadas em Sergipe, segundo a Defesa Civil do Estado, por causa das fortes chuvas. Para ajudar essa população, a Comissão de Direitos Humanos Ordem dos Advogados do Brasil (OAB/SE) e a Caixa de Assistência dos Advogados de Sergipe (CAASE) estão realizando a campanha ‘OAB & CAASE – Solidárias’.

A campanha começou na sexta-feira (12) arrecadando alimentos, agasalhos e roupas para a população que está desabrigada. No final de semana, o grupo visitou a comunidade do Aloque, na Grande Aracaju, para entregar as primeiras doações. As doações podem ser feitas até o final do mês.

Pontos de entrega

Sede da OAB/SE – Av. Ivo do Prado, em Aracaju;
Sede da CAASE – Travessa Martinho Garcez, Aracaju, no fundo do Museu da Gente Sergipana;
Itabaiana e Lagarto – sede das regionais da OAB/CAASE;
Estância e Propriá – sala da OAB nos fóruns;
Nossa Senhora da Glória – Tiririca Som – Av. Floriano Peixoto, 33 – Centro.

Fonte e foto: OAB-SE


Variedades
Com.: 0
Por Redação
15/07
17:38

Confira o resultado preliminar da 1ª fase do XXIX Exame de Ordem

Examinandos terão três dias para a interposição de recursos contra o resultado

Candidatos e candidatas já podem conferir o resultado preliminar da 1ª fase (prova objetiva). O resultado foi divulgado nesta segunda-feira (15). Os examinandos terão três dias para a interposição de recursos contra o resultado preliminar da 1ª fase. O prazo começa às 12h do dia 15 de julho de 2019 e vai até 12h do dia 18 de julho de 2019, observado o horário oficial de Brasília (DF).

Para recorrer, os candidatos deverão utilizar exclusivamente o Sistema Eletrônico de Interposição de Recursos, que fica no site da Fundação Getúlio Vargas (FGV). As decisões dos recursos e o resultado final será divulgado no dia 26 de julho de 2019.

A aprovação no Exame de Ordem é requisito necessário para a inscrição nos quadros da OAB como advogado. O Exame de Ordem pode ser prestado por bacharel em Direito, ainda que pendente apenas a sua colação de grau, formado em instituição regularmente credenciada. Poderão realizá-lo os estudantes de Direito do último ano do curso de graduação em Direito ou dos dois últimos semestres.

Para ver o resultado, clique aqui.

Fonte e foto: OAB-SE


Variedades
Com.: 0
Por Redação
15/07
17:16

Mourão defende reforma política após a conclusão da Previdência

Ele defende o sistema político com voto distrital, que, para ele, seria também uma forma de baratear as eleições.

O vice-presidente Hamilton Mourão defendeu hoje (15), que, após aprovação da reforma da Previdência, o próximo passo do Congresso deve ser a reforma política. De acordo com Mourão, o Brasil não tem um sistema político e isso é difícil de conceber tal a fragmentação partidária.

“Hoje, lá dentro do Congresso, na Câmara dos Deputados, temos 26 partidos representados, apenas dois partidos têm mais de 50 deputados, em torno de sete têm entre 30 e 40 e o restante são partidos com dez ou oito deputados, então, é extremamente fragmentado o nosso Congresso, não é fácil lidar com isso aí. Os partidos deixaram de representar o pensamento da sociedade como um todo. Acho que todos aqui entendem perfeitamente que o ideal é que tivéssemos cinco partidos, quando muito sete, que representassem as diferentes espécies de pensamento que temos dentro da nossa sociedade”, disse ao participar da abertura do II Rio Money Forum, na Fundação Getulio Vargas (FGV).

O vice-presidente defende o sistema político com voto distrital, que, para ele, seria também uma forma de baratear as eleições. “É a minha opinião para a eleição ficar mais barata”.

Fonte: Agência Brasil
Foto: Tomaz Silva/Agência Brasil


Política
Com.: 0
Por Redação
15/07
16:54

Sergipe é o segundo estado com maior redução no número de homicídios dolosos no país

A redução também continua sendo registrada nos primeiros dias do 2º semestre; levantamento é do Monitor de Violência do G1

As constantes reduções no número de homicídios registrados em Sergipe continuam sendo destaque nacionalmente. Em matéria publicada pelo G1, o estado aparece com uma redução maior a 30% em comparativo entre os cinco primeiros meses do ano passado e de 2019. O índice de redução é maior do que o dado nacional, que foi de uma queda de 22% na incidência desse crime.

A redução foi publicada na seção Monitor de Violência, uma parceria entre o portal de notícias com o Núcleo de Estudos da Violência da Universidade de São Paulo (NEV/USP) e o Fórum Brasileiro de Segurança Pública. Nele, Sergipe e Ceará aparecem como os estados de maior redução na incidência desse crime.

O secretário da Segurança Pública de Sergipe, João Eloy, destacou que a integração entre as instituições que formam a SSP é fundamental para essa redução, que além do levantamento feito pelo G1 referente aos cinco primeiros meses deste ano, prosseguiu também para junho e continuou em julho. Além disso, o secretário de Justiça e Defesa do Consumidor, Cristiano Barreto, afirmou que o foco no controle do sistema prisional também contribuiu na redução nos casos de homicídios. 

Fonte: ASN
Foto: SSP-SE 


Variedades
Com.: 0
Por Redação
15/07
16:51

Assaltos a ônibus reduzem mais de 80% na capital e Região Metropolitana

Levantamento foi feito pelo Setransp e é um comparativo com o ano de 2016

O número de assaltos nos ônibus do transporte coletivo da capital e Região Metropolitana registrou uma queda de mais de 80% em comparativo entre os seis primeiros meses de 2016 e os de 2019. Os dados são do Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros de Aracaju (Setransp).

De acordo com o levantamento feito pelo Setransp, de janeiro a julho de 2016 foram contabilizados 973 roubos nos ônibus que fazem o transporte coletivo. Enquanto que no mesmo período deste ano, foram registradas 165 investidas criminosas. Os dados representam uma queda de 83,04% na incidência de roubos dentro dos ônibus que fazem o transporte coletivo em Aracaju e nas outras três cidades da Região Metropolitana.

Fonte: ASN/SSP-SE
Foto: SSP-SE


Variedades
Com.: 0
Por Redação
15/07
16:37

Presidente da Confederação Brasileira de Handebol é denunciado pelo MPF por desvio de recursos públicos

Irregularidades ocorreram na contratação de segurança patrimonial para o XX Campeonato Mundial de Handebol Feminino, em 2011, em São Paulo

O Ministério Público Federal em Sergipe denunciou o presidente da Confederação Brasileira de Handebol (CBHb), Manoel Luiz Oliveira, e os empresários Fabiano Redondo e Genivaldo Nobre, por desvio de R$ 301 mil em recursos públicos. O desfalque foi realizado em um contrato fraudulento de segurança patrimonial intermediado por Redondo para a empresa de Nobre. Os serviços de segurança foram prestados no XX Campeonato Mundial de Handebol Feminino, realizado em 2011 em São Paulo, mas a contratação foi feita através de fraude em licitação e a empresa cumpriu apenas parte do contrato, recebendo por serviços que não foram prestados. A sede da CBHb, entidade responsável pelo campeonato, é localizada em Aracaju (SE).

Em 2011, a Confederação Brasileira de Handebol se preparava para a realização do  XX Campeonato Mundial de Handebol Feminino, em diversas cidades do Estado de São Paulo. De acordo com os depoimentos de Manoel Oliveira, Fabiano Redondo foi nomeado Diretor Executivo da entidade para assumir a organização do evento. O financiamento do campeonato foi feito através de convênio com o Ministério dos Esportes, no valor total de R$ 6 milhões, sendo R$ 5.910.000 em repasses da União e R$ 90 mil em contrapartida da confederação. 

Mas o convênio só foi firmado em 02 de dezembro de 2011, data do início do campeonato e, a partir daí, as irregularidades na aplicação dos recursos públicos se acumularam. A Confederação Brasileira da Handebol agendou para o dia seguinte, 03 de dezembro, já com o campeonato em andamento, a abertura dos envelopes de propostas e habilitação de 41 empresas que prestariam serviços durante o evento. 

A ata de habilitação e julgamento das propostas no processo que permitiu que a Nobre Segurança Patrimonial Ltda firmasse contrato com a confederação foi assinada apenas por Manoel Luiz Oliveira e pelos membros da comissão de licitação, sem qualquer registro da presença ou participação das empresas envolvidas. Além disso, o próprio Manoel Oliveira admitiu, em depoimento, que na data de 03 de dezembro se encontrava em São Paulo, acompanhando o campeonato, e não em Aracaju, na sede da confederação, onde ocorreu a habilitação da empresa. 

Durante a investigação do caso, que contou com a participação do MPF, da Controladoria Geral da União e da Polícia Federal, ficou constatado que a cotação de preços para serviços de segurança patrimonial usada na licitação foi forjada. E durante buscas e apreensões autorizadas pela justiça na sede da empresa Nobre Segurança Patrimonial, em Santo André (SP), foi localizado um contrato assinado em setembro de 2011 para prestação do serviço no Campeonato de Handebol. Ou seja, a empresa já havia sido escolhida e contratada, e o processo licitatório realizado em dezembro foi apenas fachada para garantir o pagamento da empresa. 

Além da fraude na licitação, a empresa recebeu pagamento por serviços que não foram prestados. O contrato firmado entre a Nobre e a Confederação Brasileira de Handebol previa o serviço de segurança em 13 dias de jogos para 04 sedes do interior e de 18 dias de jogos para São Paulo, mas só houve partidas efetivamente em 6 dias no interior e 11 dias na capital. A diferença entre o preço do contrato e os dias de serviço não prestado pela empresa é de R$ 301 mil, pagos indevidamente a Genivaldo Nobre Alves.

Na ação penal, o MPF denuncia Manoel Luiz Oliveira, Fabiano Redondo e Genivaldo Nobre Alves pelo crime de peculato (desvio de recursos ou bens públicos), que tem pena de reclusão de dois a doze anos e multa. 

Na mesma ação, Fabiano Redondo e Genivaldo Nobre Alves também foram denunciados pelo crime de fraude em licitação, que tem pena de detenção de dois a quatro anos e multa. Manoel Oliveira não foi denunciado por este crime porque a legislação penal reduz pela metade o prazo de prescrição de crimes para pessoas maiores de 70 anos. 

Na denúncia, o MPF informa que os relatórios e investigações relativas ao XX Campeonato Mundial de Handebol Feminino apresentam diversas irregularidades e ilícitos em investigação, e que a denúncia relativa ao contrato de segurança patrimonial foi destacada em uma ação penal única para acelerar a tramitação do caso.

Fonte e foto: MPF-SE


Política
Com.: 0
Por Redação
15/07
15:44

Organização criminosa que remetia milhões de reais em drogas e armas para vários Estados é desmantelada

Facção criminosa fornece para Sergipe e outros Estados do Nordeste grandes quantidades de substâncias entorpecentes e armas de fogo e munições para criminosos, que utilizavam nos crimes de roubo a banco, de carga e na execução de homicídios

A Polícia Civil de Sergipe, através do Departamento de Narcóticos (Denarc) e a Divisão de Inteligência (Dipol), com apoio da Polícia Civil de Goiás, desencadeou nas primeiras horas da manhã desta segunda-feira, 15, uma operação para desmantelar a linha de fornecedores de uma organização criminosa armada interestadual que remetia milhões de reais em drogas e armas para Sergipe e outros Estados da região Nordeste. A organização é liderada por integrantes remanescentes da Operação Valquíria, que foram presos no ano de 2013, mas ganharam liberdade e voltaram a reestruturar a grupo criminoso.

A organização utilizava o Estado de Goiás como base e era comandada pelos irmãos sergipanos Aduilson Góis Oliveira, conhecido como “Galego”, e Ademir Góis Oliveira, o “Demir” ou “Galeguinho”. Sob a liderança deles, a organização criminosa comete graves delitos em todo o país, especialmente tráfico de entorpecentes e o comércio ilícito de armas de fogo. Os irmãos foram presos na cidade de Senador Canedo no início da manhã de hoje. Também foi preso Lucivaldo Fernandes da Silva, considerado pela polícia como o operador de logística da Organização Criminosa no Estado de Goiás.

Segundo o delegado Osvaldo Resende, que participa da operação em GO, a facção criminosa fornece para Sergipe e outros Estados do Nordeste grandes quantidades de substâncias entorpecentes e armas de fogo e munições para criminosos, que utilizavam nos crimes de roubo a banco, de carga e na execução de homicídios. Aduilson e Ademir têm mandado de prisão preventiva e temporária em aberto expedidos pelo Poder Judiciário sergipano. Juntos os dois respondem a 13 processos por homicídio, associação crimininosa, tráfico de drogas e porte ilegal de arma de fogo.

Para mais detalhes, clique aqui.

Fonte e foto: SSP-SE


Variedades
Com.: 0
Por Redação
Primeira « Anterior « 1 2 3 4 5 6 7 8 9 » Próxima » Última

Enquete


Categorias

Arquivos