13/05
08:35

Coluna Primeira Mão

Deso vira feudo

A Deso virou mesmo feudo do ex-prefeito de Nossa Senhora do Socorro e sua esposa a deputada estadual Sílvia Fontes (PDT). O Governador Belivaldo Chagas exonerou o diretor-presidente Carlos Melo, e nomeou o Gabriel Almeida de Campos, ambos funcionário de carreira da companhia. O ex-prefeito vinha sendo sondado pelo grupo de oposição para compor a chapa majoritária ao governo do estado. Esse episódio expõe a certeza de que a Deso virou moeda de troca política para atender aos interesses eleitorais. O comentário é de funcionários da estatal.

Dificuldade

A nomeação nas diretorias de Operação e de Meio Ambiente e Engenharia tem se tornado um problema. Os quadros mais experientes têm recusados em meio ao receio de responder processos juntos aos órgãos de controle e fiscalização. A solução buscada carrega uma série de equívocos, seja pelo despreparo e até por questões éticas. Comenta-se até na possibilidade de mudança no estatuto da companhia para possibilitar o preenchimento do cargo até por quem é citado num processo que tramita na 1ª Vara Cível e Criminal de Nossa Senhora da Glória que envolve a comercialização de água em carros-pipa por funcionários daquela companhia.


Veto ao veto


Tempos atrás, os vereadores de Aracaju decidiram que o aumento das tarifas de ônibus é problema do prefeito e não deles. Pois bem, agora eles derrubaram o veto do prefeito impedindo a extensão do direito a transporte livre também às pessoas com 60 anos e não apenas a partir de 65 anos. E isso partiu da base aliada. O que acontecerá agora? Os empresários do transporte público dirão que vão repassar essa gratuidade aos usuários de ônibus. Como ficará Edvaldo com mais esse pepino?



Cabeças que rolaram



O "embaixador" Heleno Silva, representante do escritório do governo estadual em Brasília, foi o primeiro nome de peso a perder o CC. Ele fazia pressão sobre Belivaldo Chagas para compor a chapa majoritária do bloco governista na condição de candidato a senador. Caiu e com ele foi o presidente da Adema, Francisco Dantas. Isso aconteceu na segunda-feira passada, 07. Três dias depois, na quinta-feira, 09, Belivaldo chama o secretário de Estado da Saúde, Almeida Lima, para uma conversa no Palácio de Despachos e dele se desfaz. Eram os principais problemas na equipe. Agora inicia-se o período de calmaria.


Questão de antipatia?


Qual pode ser o futuro de Almeida Lima? A sua demissão, feita por Belivaldo Chagas, é o fim da carreira política? Ninguém sabe. Almeida é hoje um político muito desgastado, inclusive entre aqueles que compõem a equipe de primeiro e segundo escalões do Governo do Estado, conforme comentários de dois secretários de Estado.


Lançamento em Brasília


O ex-governador Albano Franco tomou gosto com o fato de ter se tornado imortal, ou seja, membro da Academia Sergipana de Letras. De repente, descobriu que publicou muita coisa ao longo de sua carreira de empresário e de político. Na semana que passou lançou o livro “Artigos globais e outros textos esparsos” em Brasília. O mesmo que já lançou em Sergipe. Em Brasília, o ato contou com as presenças do presidente Michel Temer, ministros, deputados, senadores e lideranças empresariais. E que ninguém se surpreenda se logo mais um outro rebento venha ser lançado na praça.


Ela


Finalmente, governador Belivaldo Chagas abriu o jogo: quer Eliane Aquino como sua vice e Rogério Carvalho, ambos do PT, como senador na sua chapa. Agora os petistas se acalmam.


Sempre ela


E por falar em Eliane Aquino, o nome dela está à disposição do bloco político aliado ao Governo Belivaldo Chagas para ser vice, senadora ou deputada federal. O grupo avalia que ela tem boa aceitação nos três segmentos.


Comércio de votos


O candidato a governador Dr. Emerson não faz muito tempo disse que a compra e venda de votos diminuiu muito em Sergipe. Não disse em que estava se baseando. Ele esqueceu de dizer que as causas que levam o comércio de voto não acabaram e podem ser buscadas na pobreza, no desemprego, baixa escolaridade, entre outras mais e que, em tempos de crise econômica, essas práticas só tendem a aumentar no país. Os seus poucos eleitores podem não vender os votos.


Decisão acertada


Equilibrada e acertada a decisão da juíza de direito que atendeu o pedido de reintegração de posse do terreno da Prefeitura de Aracaju, ocupado por militantes do Movimento de Trabalhadores Sem-Teto. Sabendo que seus colegas juízes recebem auxílio-moradia, recomendou medidas do tipo aluguel social para os ocupantes.


Medicina em crise


A Medicina deixou de ser unicamente uma profissão liberal. Hoje, médicos também são trabalhadores assalariados, que vivem correndo de um emprego para outro, que pode ser público e privado ou privado e privado. Muitos desses profissionais não lembram, todavia, que os horários de consultas precisam ser respeitados. Não basta fazer suas secretárias dizerem que eles, quando atrasados, estão "chegando". Isso não faz parte das leis do mercado privado.


Crescerão com Lula?


Sabendo ser grande o apoio da população sergipana a Lula, candidato ou não à eleição para presidente, deverá ser importante o número de candidatos aos mais diversos mandatos políticos a resgatar a imagem do ex-presidente, separando-a de Dilma Roussef e de outros petistas.


SE sem academia


Nos meios policiais há uma velha reclamação: Sergipe não tem uma academia de polícia militar para formar os seus oficiais. Ainda hoje, sergipanos precisam deslocar para outros estados para fazer treinamento, depois dos concursos. Estados nordestinos com territórios e populações do nível de Sergipe têm. Isso, por aqui, se chama descaso?


Do tempo da ditadura


Caiu como uma bomba a liberação de documentos da CIA, agência de espionagem no exterior dos EUA, de acordo com os quais o general Ernesto Geisel teria autorizado graves violações dos direitos humanos (execuções inclusive) ocorressem. A imagem histórica do general luterano ficou muito arranhada.


Vivendo de favor


Interessante a declaração de integrante da ocupação de terreno da prefeitura na Coroa do Meio: "Nossa luta não é por auxílio-moradia. Nós queremos a moradia, uma casa ou apartamento. Essas pessoas aqui estavam vivendo de favor".


Club dos 11


Todas as sextas-feiras os 11 empresários mais antigos do comércio aracajuano se reúnem para almoçar em restaurantes da capital (a cada semana um novo estabelecimento). Lembram dos tempos em que Aracaju vivia à base da violência zero ou bem perto disso e todo o comércio local abrigada em sua quase totalidade lojistas sergipanos.


Domínio


Mas os dia, meses e anos passaram e hoje os comerciantes daqui predominam somente na faixa da rua José do Prado Franco, do antigo Hotel Palace até o G.Barbosa, na região dos mercados.


Ironia do destino


Há pouco mais 35 anos os aracajuanos chamavam de ‘Coreia’ a parte dos mercados centrais que vendia carnes de bois, porcos e carneiros velhos e cheios de pelancas e sebos em bancas imundas de madeiras. Os comerciantes e os compradores eram pessoas muito pobres e a Coreia, lá na Ásia, pensava-se, seria assim também. Hoje, os coreanos tomaram conta do Centro Comercial da cidade de Aracaju e nela vendem, brinquedos, roupas e alimentos (haja pastel!). Dominam o comércio fora dos shoppings.



Coluna Eugênio Nascimento
Com.: 0
Por Eugênio Nascimento
13/05
08:05

Almeida Lima se dispõe a ir à Assembleia e à Câmara para provar a farsa da "humilhação"

A propósito dos discursos do deputado Gilmar Carvalho e da vereadora Emília Correia, acusando o ex secretário da saúde Almeida Lima de ter humilhado uma paciente oncológica, este encaminhou ofício às respectivas casas legislativas propondo comparecer ao plenário para mostrar os fatos e as provas de que tudo não passou de uma farsa, inclusive com a exibição das imagens do fato. O ex-secretário afirmou que aguarda apenas a comunicação com a data e a hora para comparecer.



Política
Com.: 0
Por Eugênio Nascimento
11/05
00:36

Edvaldo e Belivaldo assinam ordem de serviço para revitalização da Orla Por do Sol

O prefeito Edvaldo Nogueira e o governador Belivaldo Chagas assinaram, nesta quinta-feira, 10, a ordem de serviço para reforma e recuperação da Orla Por do Sol Cleomar Brandi. Iniciativa da administração estadual, com recursos do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), a obra revitalizará um dos mais importantes pontos turísticos de Aracaju, que foi construído na gestão anterior de Edvaldo. O investimento é de R$ 1,8 milhão. A previsão de realização da obra é de seis meses.

“Esta orla tem o pôr do sol mais bonito do Brasil e foi feita em minha gestão, no ano de 2010. Uma obra que mudou a face do bairro, que trouxe turismo, desenvolvimento, abriu uma nova fronteira turística para a cidade, mas que, infelizmente, passou quatro anos abandonada, o que levou à deterioração. Agora, vamos revitaliza-la, devolvendo a qualidade que esse ponto turístico merece. Fico muito feliz pela realização desta obra”, enfatizou.

Em seu discurso, o prefeito anunciou que, após a conclusão da reforma, instalará uma estátua do jornalista Cleomar Brandi, que dá nome ao espaço de lazer. “Esta obra é uma parceria entre governo do Estado e a prefeitura de Aracaju, algo que considero muito importante, principalmente no momento de crise de recursos que vivemos. Esta estátua que me comprometo a instalar aqui será uma colaboração para tornar a nossa Orla ainda mais bonita e especial”, reforçou. 

O governador Belivaldo Chagas disse que a reforma vai ampliar a quantidade de píeres colocados à disposição das embarcações, além de outras intervenções. Para ele, a orla é uma obra bonita por si só, e, tendo a garantia da sua manutenção e conservação, vai atrair automaticamente uma quantidade maior de turistas. “Trata-se de uma obra inaugurada em 2010 e que já precisava passar por uma reforma. Vamos fazer os investimentos para melhor receber a população da região do Mosqueiro, de Sergipe, da capital e, principalmente, os turistas que para aqui se dirigem”, disse.

Foto: Marco Vieira


Variedades
Com.: 0
Por Kleber Santos
11/05
00:34

Sejesp reúne presidentes de federações para debater proposta de lei de incentivo ao esporte

Promover a qualidade de vida através do esporte é um dos objetivos da atual gestão. O secretário municipal da Juventude e do Esporte, Jorge Araujo Filho,  na tarde desta quinta-feira, 10, se reuniu com 16 presidentes de federações para debater o desporto aracajuano, e a criação de um possível Projeto de Lei municipal de incentivo ao esporte.

"Estamos aqui para estreitar ainda mais o diálogo com as federações. Dentro do nosso planejamento, estamos discutindo a possibilidade de fazer uma lei municipal de incentivo ao esporte. Incluímos esse tema no planejamento estratégico da Prefeitura, e temos algumas etapas para cumprir. Estamos na fase de elaborar uma minuta, e hoje trocamos ideias e criamos um grupo de trabalho para elaborar essa minuta, que será composta por três representantes das federações e três integrantes da secretaria", pontuou o secretário.

O resultado final do encontro foi uma grande troca de conhecimento. "Esse tipo de projeto é fundamental, pois infelizmente tudo que envolve é caro, e toda essa ajuda é positiva. Esse passo que está sendo dado pela secretaria junto a todos os presidentes de federações, é um passo muito grande rumo a um futuro promissor no esporte", disse o presidente da Federação Aquática de Sergipe, Antônio Aragão.

O presidente da Federação Sergipana de Tênis, Augusto Maynard, avaliou a discussão como mais um ponto positivo da gestão. "É de extrema valia debates como esse, onde há uma troca de ideias para que possamos captar recursos para que os atletas continuem evoluindo e tendo o incentivo que necessitam para prática das respectivas modalidades. Com a presença de todos os presidentes junto ao secretário da Sejesp, discutimos também as dificuldades, e o secretário sempre vem mostrando a vontade de ajudar de acordo com as possibilidades", afirmou.

De acordo com o presidente da Federação de Beach Soccer, Fábio Dantas, o esporte aracajuano a cada dia conquista seu espaço nacionalmente, e através de um projeto de lei como esse, podem alavancar o esporte na capital. "Aqui é um grande seleiro de atletas, no beach soccer temos atletas da seleção brasileira, mas muitas vezes não podemos disputar campeonatos nacionais em outros estados. Através desse trabalho da sejesp para incentivar os atletas, quem sabe possam surgir novas oportunidades".

Foto - Ascom Sejesp


Esportes
Com.: 0
Por Kleber Santos
11/05
00:33

Museu da Gente Sergipana abre 16ª Semana Nacional de Museus em Sergipe

Evento deste ano conta com uma homenagem ao colecionador José Augusto Garcez e lançamento da marca do SIEM-SE

Entre os dias 14 e 20 de maio acontece em museus de todo Brasil a 16ª Semana Nacional de Museus. Em Sergipe, a abertura oficial será sediada no Museu da Gente Sergipana Gov. Marcelo Déda no dia 15, tendo continuidade no dia 16. Este ano o tema a nível nacional será “Museus Hiperconectados: novas abordagens, novos públicos”. 

A programação de abertura, no dia 15, terça-feira, às 09h, inicia com a ação educativa ‘Museus Hiperconectados’, seguida da apresentação do tema da Semana de Museus, com a museóloga Ludmilla Silva de Oliveira; lançamento da Marca do Sistema Estadual de Museus – Sergipe; além da apresentação do processo de construção do Largo da Gente Sergipana, com o diretor superintendente do Instituto Banese, Ezio Déda; encerrando o primeiro dia de atividades com uma visita guiada ao largo. 

No segundo dia, 16, às 08h30, ocorrerá o Simpósio ‘Cem anos de José Augusto Garcez: do colecionismo à museologia’. Da mesa ‘Colecionismo’ farão parte a professora Suely Cerávolo, da Universidade Federal da Bahia; e Sergio Lacerda, do Museu Histórico de Sergipe, com a mediação de João Francisco dos Santos, diretor de Programas e Projetos do Instituto Banese. Às 11h30 haverá a abertura da exposição temporária ‘O Museu de José Augusto Garcez’. O simpósio continuará às 14h com a mesa ‘Transição: do Colecionismo à Museologia’, da qual participarão a professora Janaína Melo, da Universidade Federal de Sergipe; e a professora Verônica Consuêlo, do Museu Afro, tendo como mediador o professor Cleber Santana, da Universidade Federal de Sergipe. Os participantes do Simpósio receberão certificado de participação no final das atividades. 

A Semana Nacional de Museus é uma ação desenvolvida pelo Instituto Brasileiro de Museus (IBRAM) em comemoração ao Dia Internacional do Museu. Ao redor do país, os museus brasileiros criam agendas para exaltar, divulgar e estreitar a relação da sociedade com a cultura e a história retratada nas instituições museais. No Museu da Gente Sergipana, a Semana de Museus é uma realização do Instituto Banese, através do Museu da Gente Sergipana, em parceria com o Sistema Estadual de Museus e com a Academia de Letras de Aracaju. A entrada é gratuita em todas as atividades e para obter mais informações é só entrar em contato com o Instituto Banese através do número (79) 3218-1551.   

Exposição ‘O Museu de José Augusto Garcez’

A exposição apresenta um apanhado das peças colecionadas pelo sergipano José Augusto Garcez (1918-1992), que no final dos anos quarenta, manteve com recursos próprios o ‘Museu Sergipano de Arte e Tradição’ em funcionamento na sua própria residência. As peças foram coletadas por ele ao longo de suas viagens aos municípios de Sergipe. Garcez fundou o ‘movimento cultural sergipano’ nos anos sessenta, alavancando a literatura sergipana, e é considerado ainda o percussor da museologia no estado de Sergipe. Este ano comemora-se o seu centenário, motivo pelo qual foi criada a exposição com peças do colecionador cedidas pelos Museus Histórico e Afro-Brasileiro de Sergipe, detentores da guarda das peças do ‘museu’ idealizado por José Augusto Garcez. A exposição ficará aberta para visitação no átrio do Museu da Gente Sergipana de 16 a 31 de maio, de terça a sexta, das 10h às 16h. Entrada franca.
 


Coluna Afonso Nascimento
Com.: 0
Por Kleber Santos
11/05
00:31

Governo de Sergipe disponibiliza atendimento instantâneo no Portal da Matrícula Online da Rede Estadual de Ensino

Para o cidadão que necessitar de ajuda para matricular seu filho em uma escola estadual, a Seed oferece também a estrutura das secretarias de todas as suas unidades escolares e atendimento por ligação telefônica gratuita, por meio de um canal 0800

Até a próxima sexta-feira, dia 11, a Secretaria de Estado da Educação (Seed) intensifica as ações da campanha Lugar de Criança e Adolescente é na Escola!, uma iniciativa do Governo do Estado que visa assegurar que os cidadãos em idade escolar, na faixa etária dos seis aos 17 anos, estejam matriculados e estudando, em cumprimento obrigatório a metas estabelecidos pelo Plano Estadual de Educação (Lei Estadual Nº8.025/2015).

A campanha busca fazer com o que os pais ou responsáveis legais de alunos, cujos filhos estão fora da escola, se dirijam a uma unidade de ensino da rede estadual e efetuem a matrícula do estudante, procedimento este que deve ser feito no Portal da Matrícula Online da Rede Estadual.

Em funcionamento diário no ambiente virtual da internet, das 8 às 22 horas, o Portal da Matrícula Online é a ferramenta por meio da qual o Governo de Sergipe torna iguais, a todos os cidadãos, as condições de acesso ao sistema de solicitação de matrícula em qualquer uma das 355 escolas estaduais.

O Portal da Matrícula Online é um conjunto de serviços, elaborados e desenvolvidos pela Coordenadoria de Informática (Codin) da Seed, que tem como objetivo principal oferecer maior comodidade aos alunos que desejam ingressar ou permanecer na rede pública estadual de ensino.

De acordo com o secretário de Estado da Educação, professor Josué Modesto, para o cidadão que necessitar de ajuda para matricular seu filho em uma escola pública estadual, a Seed oferece um atendimento virtual instantâneo (chat), no Portal da Matrícula Online, a estrutura das secretarias das suas 355 unidades escolares e também atendimento por ligação telefônica gratuita, por meio de um canal 0800.

Foto: Eugênio Barreto/Seed


Variedades
Com.: 0
Por Kleber Santos
11/05
00:29

Adema divulga relatório da qualidade das águas das praias de Aracaju e Barra dos Coqueiros

Ao todo, 10 praias foram analisadas — sendo que, a de Atalaia Nova, em Barra dos Coqueiros, possui dois pontos de coletas distintos, um nas proximidades do antigo Terminal Hidroviário e outro em frente ao farol

A Administração Estadual do Meio Ambiente (Adema) informa que, nas últimas semanas, os 12 pontos de coletas da capital e do município de Barra dos Coqueiros não ultrapassaram o limite permitido pela legislação ambiental no nível de coliformes termotolerantes — também chamado de coliformes fecais —  nas águas das praias.

Ao todo, 10 praias foram analisadas — sendo que, a de Atalaia Nova, em Barra dos Coqueiros, possui dois pontos de coletas distintos, um nas proximidades do antigo Terminal Hidroviário e outro em frente ao farol.

A análise tem base na Resolução 357/2005, do Conselho Nacional do Meio Ambiente (CONAMA) que “dispõe sobre a classificação dos corpos de água e diretrizes ambientais para o seu enquadramento, bem como estabelece as condições e padrões de lançamento de efluentes, e dá outras providências”.

De acordo com a resolução, a medição estabelece que, cada ponto de coleta, não pode ultrapassar o número de mil unidades de colônia de coliformes em três semanas de análise. Se durante as cinco semanas, a quantidade superar o limite estabelecido, a praia é considerada imprópria. Fator que, graças ao trabalho rotineiro das equipes da Adema, não foi percebido em nenhuma das praias analisadas.

Na praia de Atalaia Nova, no trecho do farol, por exemplo, a média encontrada nas cinco semanas foi de 23,6 unidades formadoras de colônias por 100ml de água (ufc/ml). Já no trecho do terminal hidroviário, a média foi de 256ufc/ml durante toda a análise.

A Adema informa, também, que nenhuma praia da capital apresentou média superior a 150ufc/ml no período analisado.


Variedades
Com.: 0
Por Kleber Santos
10/05
11:10

Laércio lança sua candidatura à presidente da CNC em discurso na Câmara dos Deputados

O deputado federal Laércio Oliveira discursou no Plenário da Câmara, nesta quarta-feira, 9, para lançar sua candidatura à Presidência da CNC (Confederação Nacional do Comercio, de Bens, Serviços e Turismo), SESC e SENAC. “Em 2018, teremos eleição para a presidência da CNC e, após 38 anos de gestão, o presidente Antônio Oliveira Santos deixará o cargo. Sem dúvida, este é um momento de renovação”, disse Laércio.

O parlamentar disse que além de ações para ampliar a transparência e a divulgação de ações, tem entre as suas propostas a delimitação do mandato de quatro anos e direito a apenas uma reeleição na CNC.

Laércio relembrou no discurso a sua atuação em defesa de um melhor ambiente de negócios no Brasil. “Tivemos temáticas difíceis, a exemplo da trabalhista, para as quais nós parlamentares sabemos o elevado custo pessoal e político. Mas tudo vale a pena, se a direção e a intenção são as corretas”, disse.

“Para defender empregos e empresas, também atuamos fortemente na área tributária. Coordenamos junto com colegas parlamentares uma ampla mobilização nacional contra a proposta de reforma do PIS/COFINS, que trazia embutida forte aumento de impostos. Com essa ação, evitamos que graves prejuízos atingissem os setores mais intensivos em mão de obra. Com o apoio decisivo e visão do nosso presidente Rodrigo Maia, salvamos milhares de empresas e empregos”, lembrou.

O parlamentar destacou ainda a importância do papel do SESC e SENAC. “No ano de 1977, fui aluno do SENAC de Sergipe, aprendizado que foi fundamental para minha vida. A partir do curso, fui aprovado no serviço público federal e passei a conquistar uma melhor condição de vida”, lembrou.

O deputado chamou a atenção ainda para o que considera o maior desafio do país: a educação para o trabalho no novo mundo digital. “Qualquer um de nós fica maravilhado, e até assustado, quando paramos para conhecer um pouco sobre os efeitos das novas tecnologias no mundo do trabalho. A inteligência artificial, a automação e outras mudanças têm efeitos transformadores que exigirão respostas rápidas da nossa sociedade. Assim, nossa proposta mais estruturante é o modelo quatro ponto zero (4.0) para o SENAC e o SESC. Vamos revisar toda a nossa estrutura e plataformas de ensino para atualizar rapidamente nossas instituições para essa nova realidade. Vamos atender às necessidades de nossas empresas e de nossos trabalhadores, ao tempo em que vamos ajudar também o próprio setor público neste processo, levando novas metodologias e apoio neste processo”, propôs.


Política
Com.: 0
Por Kleber Santos
Primeira « Anterior « 1 2 3 4 5 6 7 8 9 » Próxima » Última

Enquete


Categorias

Arquivos