14/03
11:08

Bancada federal discutirá terça-feira os cargos da União em Sergipe

Atendendo a um apelo do filho João Alves Neto, a senadora Maria do Carmo Alves (DEM) está indicando o engenheiro Valmor Barbosa, ex-secretário de Estado da Infraestrutura (Seinfra) para assumir o comando da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba) em Sergipe. A iniciativa da senadora tem o apoio de alguns membros da bancada federal. O currículo de Valmor está em processo de avaliação no Governo Bolsonaro. Mas a senadora Maria do Carmo informou que não existe qualquer definição e que na próxima terça-feira a bancada se reúne e avalia todos os cargos federais no Estado e  possíveis indicações.



Política
Com.: 0
Por Eugênio Nascimento
14/03
09:27

Vamos todos à matança?

ataque a tiros desta quarta-feira (13) na Escola Estadual Raul Brasil, de Suzano (SP), não é caso único na história do país. No interior de SP, os dois atiradores mataram oito e depois um disparou e matou o parceiro de crime e suicidou. Esse tipo de crime é um problema cada vez mais frequente nos Estados Unidos. No Brasil,  já aconteceu pelo menos outras oito vezes.

Estaria o brasileiro, esse americano do Sul, se norte-americanizando? Nos Estados Unidos, aqueles que foram e perderam a guerra do Vietnã de vez em quando saem de melhadora em punho matando quem conhece e quem não conhece. Invadem escolas, bares, casas, igrejas e matam também nas ruas e praças. Há também vários outros tipos de matadores soltos e armados por lá. Os cidadãos dos EUA têm direito a posse de arma e isso alimenta a indústria armamentista que destrói os cidadãos.

Esse processo de conceder direito de posse de arma para autodefesa, muito usado nos Estados Unidos, levaria os brasileiros a conviver cada vez mais com esse tipo de tragédia ocorrida na Escola Estadual Raul Brasil? Todos os opositores do presidente Jair Bolsonaro diriam que sim. Os aliados, sem medo de errar, já suspeitam que os opositores estão certos, embora publicamente digam que esse foi mais um caso isolado.

Crimes similares aconteceram em 2018, 2017, 2012, 2011, 2003 e 2002.

Veja os casos

Medianeira (2018)

O episódio mais recente aconteceu em setembro do ano passado, no Colégio Estadual João Manoel Mondrone, em Medianeira, no oeste do Paraná, a 60 km de Foz do Iguaçu.

Um adolescente de 15 anos entrou armado e atirou contra colegas de classe. Dois alunos, um de 15 e outro de 18 anos, ficaram feridos. Dois adolescentes foram apreendidos. Um deles disse à polícia que sofria bullying na escola e tinha como alvos ao menos nove colegas. Ele contou que saiu de casa decidido a praticar o ataque, planejado por dois meses.

Janaúba (2017)

Segurança de creche ateia fogo em crianças e depois no próprio corpo em MG

Jornal Hoje Oito crianças e uma professora morreram após um segurança colocar fogo em uma creche em Janaúba, no Norte de Minas Gerais, em outubro de 2017. O vigia do Centro Municipal de Educação Infantil Gente Inocente jogou álcool em crianças e nele mesmo. Em seguida, ateou fogo. No horário havia 75 crianças e 17 funcionários na escola. O agressor, Damião Soares dos Santos, de 50 anos, chegou a ser internado, mas morreu horas depois. Ele era funcionário do lugar desde 2008 e estava de licença médica. No dia do ataque, disse que iria à creche para entregar um atestado médico.

Goiânia (2017)

Um estudante de 14 anos atirou dentro do Colégio Goyases, escola particular de ensino infantil e fundamental, em Goiânia. Dois estudantes morreram e outros quatro ficaram feridos. O caso aconteceu em outubro de 2017. Testemunhas relataram que o autor do ataque, filho de policiais militares, estava dentro da sala de aula e, no intervalo, tirou da mochila uma pistola e efetuou os disparos. Em seguida, quando ele se preparava para recarregar o revólver, foi convencido pela coordenadora a travar a arma.

João Pessoa (2012)

Dois adolescentes, de 16 e 13 anos, foram apreendidos após um tiroteio na escola estadual Enéas Carvalho no Centro de Santa Rita, na Grande João Pessoa, em abril de 2012. Um deles fez seis disparos, ferindo três alunos. De acordo com a polícia, o alvo da dupla era um adolescente de 15 anos. As outras duas vítimas foram atingidas por estarem próximas ao garoto.

São Caetano do Sul (2011)

Um aluno de dez anos atirou contra uma professora na Escola Municipal Alcina Dantas Feijão, em São Caetano do Sul (SP). em setembro de 2011. Em seguida, ele atirou contra a própria cabeça e morreu no hospital. O estudante, filho de um guarda-civil municipal, usou um revólver calibre 38 no ataque. A professora, de 38 anos, sobreviveu.

Realengo, Rio de Janeiro (2011)

Um homem de 23 anos atirou contra alunos em salas de aula lotadas na Escola Municipal Tasso da Silveira, no bairro de Realengo, Zona Oeste do Rio. O crime aconteceu em abril de 2011. Doze crianças morreram e 13 ficaram feridas, todas com idades entre 12 e 14 anos. O atirador, Wellington Menezes de Oliveira, usou dois revólveres, que chegou a recarregar várias vezes. Em seguida, ele foi atingido por um policial e se suicidou. Wellington era ex-aluno da instituição. Segundo testemunhas, ele entrou no colégio dizendo que faria uma palestra. Antes do crime, o autor do ataque deixou uma carta com informações desconexas, em que manifestava a determinação de se suicidar depois da tragédia.

Taiúva (2003)

Um ex-aluno também foi responsável pelo ataque a tiros à Escola Estadual Coronel Benedito Ortiz, em Taiúva (SP), em janeiro de 2003. Cinco alunos, o caseiro, a zeladora e uma professora da instituição ficaram feridos. Um dos estudantes, atingido por um tiro na coluna, ficou paraplégico. Não houve vítimas fatais. O atirador, Edmar Aparecido Freitas, tinha 18 anos na época do crime. Ele invadiu o local armado com um revólver calibre 38 e um punhal, fez os disparos e se suicidou em seguida. Segundo a polícia, o jovem era vítima de bullying escolar.

Salvador (2002)

Em 2002, um aluno de 17 anos matou a tiros duas colegas da escola particular Sigma, do bairro de Jaguaribe, em Salvador. O adolescente atirou contra as duas dentro de uma sala de aula. Em seguida, se entregou à polícia ainda dentro da escola.


(Dados sobre antigos registros são do G1)



Variedades
Com.: 0
Por Eugênio Nascimento
13/03
18:25

Lançado Fórum Estadual da Rede de Enfrentamento e Prevenção à violência contra a mulher

Lançamento ocorreu na manhã de hoje

Durante a programação da XIII Semana da Justiça pela Paz em Casa, foi lançado na manhã de hoje, 13/03, no Tribunal de Justiça de Sergipe (TJSE), o Fórum Estadual da Rede de Enfrentamento e Prevenção à Violência Doméstica e Familiar Contra a Mulher. Na ocasião, a professora Grasielle Borges, doutora em Direito, ministrou uma palestra sobre ‘Grupos Reflexivos para os autores de violência doméstica: responsabilização e restauração’. Foram convidados a compor o Fórum representantes do Ministério Público, Defensoria Pública, Ordem dos Advogados do Brasil (OAB/SE), Conselhos Estadual e Municipais dos Direitos da Mulher, Secretaria de Segurança Pública (SSP), Casas Abrigo, Guarda Municipal e outros órgãos estaduais e municipais que promovem políticas públicas relacionadas à mulher.

“A palestra está relacionada ao livro que publiquei em agosto do ano passado, fruto da minha tese de doutorado em Direito. Fiz um mapeamento nacional dos locais onde já existem os grupos reflexivos e de que forma podemos dialogar com a rede para tentar instalar também outros grupos reflexivos aqui em Sergipe”, explicou a professora Grasielle Borges, lembrando que a reincidência entre homens que participam dos grupos, em média, é de 0% a 2%. Já em locais onde não há grupos reflexivos fica entre 50% e 60%.

Conforme a Juíza Rosa Geane, o tema da palestra foi escolhido porque os grupos reflexivos ainda precisam ser melhor trabalhados na rede de atendimento. “Ainda não temos um Centro de Atendimento ao Agressor. Temos somente três cidades que possuem os grupos reflexivos, Aracaju, Nossa Senhora do Socorro e Lagarto, que implantaram a partir de convênios. Mas é uma responsabilidade do Poder Executivo criar os Centros”, alertou a Juíza Rosa Geane. O artigo 35 da Lei Maria da Penha, em seu inciso V, prevê que a União, Estados e Municípios poderão criar e promover, no limite das respectivas competências, entre outras políticas, Centros de Educação e de Reabilitação para os Agressores.

Fonte e foto: Agência de Notícias TJSE


Variedades
Com.: 0
Por Redação
13/03
18:17

Juíza Dauquíria de Melo Ferreira despede-se do TRE-SE

A magistrada atuou no Tribunal durante o biênio 2017-2019

A sessão plenária de julgamentos do Tribunal Regional Eleitoral de Sergipe (TRE-SE) desta quarta-feira (13) marcou a despedida da juíza Dauquíria de Melo Ferreira. A magistrada atuou no Tribunal durante o biênio 2017-2019 e ocupava uma das cadeiras destinadas a categoria de Juiz de Direito. A homenageada ressaltou que foi uma experiência ímpar o convívio com a Corte, não só com os vários colegas que já passaram pela Casa quanto com os que fazem parte da atual composição.

Em 2017, no seu primeiro ano como juíza membro do Tribunal, Dra. Dauquíria exerceu o cargo de Ouvidora Eleitoral de Sergipe e, no final do mesmo ano, assumiu a diretoria da Escola Judiciária Eleitoral. Durante sua gestão a frente da Escola Judiciária Eleitoral (EJE), alavancou o Projeto Eleitor do Futuro, que tem por objetivo despertar o exercício da cidadania e o voto consciente nos futuros eleitores. A EJE tem por finalidade a formação, atualização e a especialização continuada ou eventual de magistrados e servidores da Justiça Eleitoral e de interessados em Direito Eleitoral, indicados por órgãos públicos e entidades públicas e privadas.

No mesmo ano, o Projeto Eleitor do Futuro atendeu 18 instituições de ensino e 4.695 jovens, com foco nos colégios com maior índice de evasão escolar e violência. No ano de 2018 foram atendidas 20 instituições de ensino, alcançando mais de 5.000 jovens. Em 2018, a magistrada teve participação ativa na condução das eleições gerais. Com sua celeridade, objetividade e senso de justiça apurado, colaborou com a Corte Eleitoral sergipana a manter a excelência no quesito prestação jurisdicional.

Fonte e foto: TRE-SE


Variedades
Com.: 0
Por Redação
13/03
18:06

Conselheira firma TAG com município de Dores para assegurar melhorias na área da saúde

Reunião aconteceu nesta terça-feira, 13

A conselheira Angélica Guimarães recebeu em seu gabinete o prefeito de Nossa Senhora das Dores, Thiago de Souza Santos?, para assinatura de um Termo de Ajustamento de Gestão (TAG), com o objetivo de corrigir problemas na execução do Programa de Atenção Básica em Saúde. A reunião aconteceu nesta terça-feira, 13, e teve a participação do Ministério Público de Contas (MPC), na pessoa do procurador-geral, João Augusto Bandeira de Mello.

As inconformidades apresentadas ao prefeito foram identificadas em auditoria operacional na área, efetuada em 2016. Dentre os problemas encontrados, destacam-se questões relacionadas à vacinação, frequência de profissionais de saúde, armazenamento de medicamentos e prevenção de câncer de colo do útero. De acordo com Angélica, os TAGs contribuem muito para a melhoria do serviço público e, neste caso, na gestão de saúde básica ofertada à população.

Durante a assinatura do Termo, foram estabelecidos alguns prazos, como: 15 dias para apresentação de planos voltados a ações como saúde bucal, vacinação, combate ao Aedes aegypti e capacitação de equipes de saúde; 45 dias para controle eficiente de frequência dos profissionais de saúde; 60 dias para disponibilização de equipamentos básicos nas unidades de saúde, prestação de serviços odontológicos das Unidades de Saúde, destinação e manejo regular de lixo infectante, ações de prevenção e tratamento do câncer do colo do útero. O prefeito entende a assinatura do Termo como uma busca por melhorias para a população do seu município. Bandeira de Mello explicou que estas iniciativas resultam em maior eficácia e celeridade na obtenção de melhorias.

Para mais detalhes, clique aqui.

Fonte e foto: DICOM/TCE


Política
Com.: 0
Por Redação
13/03
17:58

Governo se reúne com lideranças para discutir impasse sobre ocupações

Ficou acordado que nova reunião vai ocorrer na próxima quinta-feira (21), para a discussão de alternativas relacionadas à realização de obras de habitação de interesse social

Após se reunirem na tarde desta quarta-feira (13), com o secretário geral de Governo, José Carlos Felizola, e a secretária da Inclusão, da Assistência Social e do Trabalho (Seit), Lêda Couto, as lideranças de seis ocupações aceitaram retirar as famílias que se instalaram na sede da Seit nesta manhã. Ficou acordado que nova reunião vai ocorrer na próxima quinta-feira (21), para a discussão de alternativas relacionadas à realização de obras de habitação de interesse social. O encontro ocorreu no Palácio de Despachos. 

O secretário José Felizola afirmou que o governador Belivaldo Chagas está aberto ao diálogo e tem o compromisso de contribuir com a redução do déficit habitacional do Estado. Ele destacou que a próxima reunião será com a participação do secretário de Desenvolvimento Urbano (Sedurbs), Ubirajara Barreto, que explicará os encaminhamentos já realizados pelo governo para construção das moradias populares. Felizola lembrou que dois chamamentos públicos abertos pela Seinfra para construção de unidades habitacionais no 17 de Março, na região conhecida como Cabo do Revólver, deram desertas. 

Na ocasião, as lideranças agradeceram ao governo por estar honrando o pagamento em dia do aluguel social desde novembro passado, quando ocorreu uma reunião com Felizola e eles fizeram essa reivindicação. Os dirigentes dos movimentos por moradia representavam famílias provenientes das ocupações dos bairros Santa Maria (Terra Prometida, 17 de Dezembro, Nasce uma Esperança e Vitória); Siqueira Campos (Clínica Santa Maria); e Centro (Dandara). 

Pela manhã, na sede da Seit, a secretária Lêda Couto recebeu os dirigentes das ocupações para ouvir e encaminhar as tratativas para resolução. O grupo questionou as visitas de assistentes sociais da secretaria para elaboração de relatório social sobre o aluguel social. Lêda Couto esclareceu que as visitas fazem parte da regularização legal dos ocupantes para continuarem a ter acesso ao aluguel, e afirmou que, nenhum integrante das ocupações será retirado do benefício até o relatório ser finalizado e discutido com as lideranças presentes na reunião. 

Fonte: ASN
Foto: Pritty Reis


Política
Com.: 0
Por Redação
13/03
17:47

PM revida à ação de suspeitos e apreende duas armas de fogo em Maruim e Laranjeiras

Dois revólveres calibre 38 foram tirados de circulação

Militares do Batalhão de Polícia de Radiopatrulha (BPRp) efetuaram, no final da noite de terça-feira, 12, a apreensão de duas armas de fogo, uma no município de Maruim e a outra em Laranjeiras. Os armamentos foram tirados de circulação durante intervenção policial e confronto entre suspeitos e policiais.

A primeira ocorrência foi registrada em Laranjeiras, no povoado Pau Ferro, próximo a um posto de combustíveis, quando militares do BPRp receberam a informação que na região estava ocorrendo uma onda de assaltos e ações delituosas. Diante do alerta, os militares realizaram abordagens na região, bem como buscas em suspeitos. Durante deslocamento na BR-101, os PMs ouviram disparos de arma de fogo, seguidos de gritos de socorro. Os radiopatrulheiros avistaram dois indivíduos correndo com armas, que, ao avistar a viatura policial, atiraram diversas vezes na direção dos policiais, que revidaram e alvejaram um dos indivíduos. Com este infrator foi apreendido um revólver calibre 38, com seis munições, enquanto o segundo envolvido conseguiu empreender fuga. Os primeiros socorros foram prestados ao homem alvejado e ainda não identificado e ele foi conduzido ao Hospital de Urgência de Sergipe (Huse), onde veio a óbito. A vítima do assalto, em estado de choque, foi encontrada pelos policiais, que a acalmaram e deram todo suporte para que ela pudesse registrar o boletim de ocorrência e as demais medidas legais.

Em Laranjeiras, os radiopatrulheiros, que realizavam ações de prevenção na cidade, receberam informação de populares sobre um suspeito conhecido como Eric, vulgo “Feinho”, que conseguiu empreender fuga, um pouco antes, do município de Maruim e estaria deslocando-se pela rua Maruim, no Povoado Bom Jesus, com uma arma de fogo empunhada. Imediatamente, os militares foram até o endereço, onde avistaram o indivíduo, que disparou algumas vezes na direção da equipe policial, quando recebeu voz de parada e entrou numa residência correndo. Durante a ação, houve troca de tiros entre os policiais e Eric, que foi atingido, recebendo logo em seguida os primeiros socorros e sendo conduzido ao Huse, onde não resistiu ao ferimento e veio a óbito. Com ele, foi apreendido um revólver calibre 38, com seis munições. As duas ocorrências foram registradas na Delegacia Plantonista Norte.

Fonte e foto: SSP-SE


Variedades
Com.: 0
Por Redação
13/03
17:45

Cope prende suspeito por tentativa de latrocínio praticado no Santa Lúcia

Imagens do circuito interno de TV foram fundamentais para localizar suspeito e identificar comparsa

Nesta terça-feira, 12, policiais civis do Centro de Operações Especiais (Cope) prenderam um suspeito por tentativa de latrocínio no Bairro Rosa Elze. O crime aconteceu na manhã do mesmo dia, quando dois suspeitos tentaram assaltar a vítima em uma moto, e logo em seguida, um dos suspeitos atirou contra a vítima, mas não a atingiu. O crime aconteceu na porta de uma academia do Bairro Santa Lúcia e foi flagrado por uma câmera do circuito interno de TV. 

A ação foi filmada pelas câmeras de segurança e as buscas pelos suspeitos iniciaram após a denúncia da tentativa de latrocínio pelo proprietário da academia. Ainda de acordo com as informações, a equipe, ao chegar na localização indicada como Invasão do Barreiro no Bairro Rosa Elze, avistou a moto utilizada no crime e quatro indivíduos. Durante a abordagem, a equipe policial identificou o proprietário da moto como Deison Santos de Jesus, 19, que havia acabado de sair da Unidade Socioeducativa de Internação Provisória (Usip), por roubo de celular. Ao ser questionado sobre a tentativa de latrocínio ocorrida pela manhã e sobre a localização da arma utilizada no crime, o Deison negou toda a ação. Porém, segundo as informações, a equipe ao entrar na residência do suspeito, encontrou um capacete e uma camisa idênticos aos que foram utilizados no crime, confirmando assim a participação de Deison na tentativa de latrocínio. 

Os policiais ainda contam que o comparsa da ação foi identificado como primo do Deison, o suspeito José Daniel Ribeiro dos Santos, 20, também regresso do sistema prisional há quatro meses, por porte ilegal de arma de fogo. “Entretanto, o José Daniel continua foragido, provavelmente portando a arma utilizada no crime e objetos extraídos em possíveis outras ações criminosas nesta mesma manhã”, explicou investigadores do Cope. A polícia ressalta que se outras vítimas que tenham sidos abordadas por esses suspeitos o reconhecerem, se dirijam ao Cope e procurem o delegado Nélio Bicalho, que é responsável pela operação. Deison Santos de Jesus está à disposição da Justiça para a adoção das medidas cabíveis, enquanto haverá um mandado de busca e apreensão para que ocorra a prisão do José Daniel Ribeiro de dos Santos.

Fonte e foto: SSP-SE


Variedades
Com.: 0
Por Redação
Primeira « Anterior « 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 » Próxima » Última

Enquete


Categorias

Arquivos