12/09
21:23

Eleições 2018 - Emerson Ferreira reduzirá os gastos públicos para superar crise

Se eleito governador de Sergipe, o candidato do REDE, Emerson Ferreira, pretende estabelecer uma política de desenvolvimento econômico centrada nas vocações regionais e na redução do custo Sergipe, como prioridade para o aumento da receita; reduzir os gastos públicos com austeridade, combate à corrupção e à sonegação fiscal, corte de privilégios e redução dos cargos comissionados. Tudo isso para tentar tirar o Estado da crise em que se encontra. Mas, ele ainda deseja,  para aumentar a receita, adotar como prioridade o desenvolvimento econômico. “Revisaremos a política tributária considerando as atividades exercidas dentro dos projetos prioritários para o Estado, através da concessão de maiores dimensões benefícios.  Com uma política tributária justa, vamos fortalecer o combate à sonegação fiscal. A pactuação da dívida das empresas será contemplada. A política de benefícios fiscais será instituída considerando essa realidade, mas com a realização de contrapartidas”, concluiu.




Política
Com.: 0
Por Eugênio Nascimento
12/09
14:46

Eduardo Amorim defende valorização da mulher em sabatina na OAB / SE

O candidato a governador da coligação “Coragem Pra Mudar”, Eduardo Amorim (PSDB), participou de sabatina promovida pela Ordem dos Advogados do Brasil em Sergipe (OAB Sergipe). Eduardo foi o primeiro dos nove candidatos a apresentar suas propostas de governo e responder às questões levantadas pelas comissões temáticas da OAB. A sabatina aconteceu na terça-feira, 11, e  candidato a vice, Ivan Leite, prestigiou o evento político.


“Apresento aqui na OAB o meu Plano de Governo, onde não constam promessas. Aqui estão compromissos para superarmos esse momento difícil e promover um Sergipe muito melhor. Tenho ressaltado sempre que esse plano está aberto a sugestões, pois prezo pelo diálogo. Esse será um dos pilares do meu governo”, afirmou Eduardo. 


O candidato assegurou que fará um governo transparente, que respeito e moralize do que é público. Ainda segundo ele, será feita uma reorganização administrativa com a redução do número de secretarias, que passarão a atuar de forma integrada. 


“Isso vai facilitar o diálogo permanente para elaborar políticas públicas eficazes para a população. Serei um governador presente e contarei com a ajuda Ivan Leite para administrar. O nosso Estado tem jeito, só precisa de bons condutores”, ressaltou.


Perguntas temáticas


Após a exposição de suas propostas, Eduardo Amorim respondeu às perguntas elaboradas pelas comissões da OAB sobre Educação inclusiva, direitos da pessoa com deficiência, políticas públicas para as mulheres, Segurança Pública, gastos públicos, entre outros temas.


“O Centro de Referência da Pessoa Portadora de Deficiência será entregue. Se possível, vamos descentralizar para outras regiões, porque não é só na capital que têm pessoas que precisam. Muitas crianças têm dificuldade de estudar e precisam de uma atenção especial. Vamos elaborar políticas públicas voltadas para as pessoas com deficiência”, pontuou o candidato.  


Eduardo disse que a política de Segurança do seu governo vai investir fortemente na prevenção. “Especialmente para nossos jovens. Investiremos em Educação, que tem o poder de transformar vidas, e na geração de emprego. Dessa forma, conseguiremos evitar que entrem no mundo do crime”, salientou.


Sobre gastos públicos, Eduardo Amorim destacou que, dentro do orçamento, seu governo vai priorizar a Saúde, Segurança, Educação e o respeito ao servidor público. “Também investiremos em outras áreas importantes, a exemplo da infraestrutura. Não admitirei obra inacabada, pois isso é um desrespeito ao contribuinte”, assegurou.


Valorização da Mulher


Ao final da sabatina, o candidato a governador recebeu das mãos da presidente da Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher, professora Adélia Moreira, um documento com propostas para serem analisadas e acrescentadas ao Plano de Governo. Segundo a presidente, as propostas foram retiradas de conferências e eventos promovidos pela OAB. “Gostaríamos que elas fossem concretizadas caso o senhor chegue ao Governo de Sergipe”, solicitou a presidente, que também entregou um laço branco que simboliza a campanha “Homens pelo fim da violência contra a mulher”.


Eduardo Amorim disse que vai estudar as propostas para acrescentar ao seu plano e garantiu que as mulheres terão atenção especial em seu governo. “Uma das nossas prioridades será a criação da secretaria da Mulher e muitas dessas prerrogativas, que a professora Adélia nos passou, serão efetivadas para que a gente possa respeitar, valorizar e reconhecer a importância da mulher e da família”, garantiu o candidato.

 



Política
Com.: 0
Por Eugênio Nascimento
12/09
12:06

Prefeita parabeniza vereadores pela eleição do novo presidente da câmara

A Prefeita de Japaratuba, Lara Moura, parabeniza vereadores pela união, respeito e democracia na eleição do novo presidente da casa.

“Precisamos continuar assim, unidos em prol da nossa cidade. Todos nós moramos aqui e queremos desenvolvimento, saúde e educação. Parabéns, ao amigo Pedro da Cultura, mas principalmente, aos vereadores que demonstraram uma união para com o processo”, disse Lara.

A prefeita destacou também o papel e postura do atual presidente, Ronaldo da Sapucaia. “Ronaldo além de amigo é um aliado político. Completamente louvável a postura que ele adotou, abrindo espaço para outro vereador assumir a presidência. Ele ainda apoiou a candidatura de Pedro. União, compromisso e seriedade! Como sempre falo juntos somos mais fortes”, finalizou Lara.
 


Política
Com.: 0
Por Kleber Santos
12/09
10:30

Belivaldo define 7 desafios para viabilizar o desenvolvimento de SE

Em seu programa de governo, Belivaldo Chagas, candidato à reeleição pelo PSD, define os sete desafios que terá que enfrentar para garantir o desenvolvimento de Sergipe. Conforme Chagas, o primeiro seria sanear as finanças e depois aumentar a efetividade das políticas públicas e promover a elevação da qualidade de vida dos sergipanos, promover a segurança pública e construir uma cultura de paz, valorizar a identidade cultural e o desenvolvimento dos esportes, promover um novo ciclo de desenvolvimento econômico com a geração de empregos, retomar a capacidade de investimentos e infraestrutura parta o desenvolvimento econômico e social e, por fim viabilizar a sustentabilidade dos recursos naturais – responsabilidade com a atual e futuras gerações.



Política
Com.: 0
Por Eugênio Nascimento
11/09
21:27

PM e Ibama flagram plantação com 150 pés de maconha em Santa Luzia do Itanhy

Nesta terça-feira, 11, militares do Pelotão de Polícia Ambiental (PPAmb), em operação conjunta com agentes do Ibama flagraram uma plantação com 150 pés de maconha, na área de uma fazenda do município de Santa Luzia do Itanhy.

 

A apreensão ocorreu durante ação de combate ao desmatamento na Região Sul do estado. No momento do flagrante, os policiais do PPAmb apreenderam uma arma de fogo e prenderam o responsável pela plantação ilegal, um senhor de 69 anos.

 

Segundo informações do Pelotão Ambiental, o suspeito não é o dono da fazenda. O acusado invadiu parte da propriedade que fica numa reserva de Mata Atlântica, com a finalidade de cultivar a droga.

 

O caso foi registrado na Delegacia de Santa Luzia.



Política
Com.: 0
Por Eugênio Nascimento
11/09
21:22

Vinícius Porto faz alerta sobre falência do ensino médio e sugere inovação em sala de aula para conquistar estudantes

O Brasil é um dos países com o maior número de pessoas sem diploma do ensino médio: mais da metade dos adultos (52%) com idade entre 25 e 64 anos não atingiram esse nível de formação. O alerta foi feito pelo vereador Vinícius Porto tendo como parâmetro pesquisa realizada pela Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE). De acordo com o parlamentar, o problema tem origem na adolescência, quando jovens entre 15 e 17 anos, que deveriam cursar o Ensino Médio, simplesmente abandonam a sala de aula. “A evasão escolar é alarmante e preocupante”, afirma ele.

Para Vinícius Porto, um dos principais motivos para a evasão está na falta de interesse dos alunos pela escola e as aulas. “É preciso fazer com que o ensino seja mais atrativo para os estudantes e que eles encontrem na sala de aula prazer pelo aprendizado e conhecimento. É importante encontrar outras formas, outras linguagens para incentivar a participação e interação dos alunos e reverter o atual quadro”, sugere o parlamentar.

Ainda com base na pesquisa, Vinícius Porto destaca que outros países latino-americanos têm melhor desempenho que o Brasil. Na Argentina, 39% dos adultos na faixa de 25 a 64 anos não concluíram o ensino médio, no Chile, o percentual é de 35% e, na Colômbia, de 46%. “Segundo a OCDE, apesar do Brasil investir uma fatia importante de seu PIB na Educação, os gastos por aluno, sobretudo no ensino básico, são baixos. O Brasil investe uma parte relativamente alta tanto de seu produto interno bruto (PIB) quanto do total de gastos públicos na educação. Porém, o gasto por aluno ainda está atrás da maior parte dos países parceiros e da OCDE", relata o parlamentar.

“Investir em educação é saudável para o Brasil”, reforça Vinícius Porto ao destacar que a educação traz desenvolvimento econômico e social, além de gerar habilidades para o indivíduo, as quais são benéficas tanto por ele quanto por outros ao seu redor.


Política
Com.: 0
Por Kleber Santos
11/09
21:20

Jackson sancionou lei de cotas para negros em concursos e lutará por igualdade no Senado

O histórico de militância por igualdade social sempre esteve presente nas ações do candidato ao Senado, Jackson Barreto. Em Brasília, como senador, Jackson poderá legislar em favor de minorias e por inclusão social, como ampliação de cotas raciais em universidades públicas. No governo do Estado, ele sancionou a lei de número 199/2017, a qual estabelece a cota de 10% para negros em concursos públicos para provimento de cargos efetivos na administração pública estadual, das autarquias, das fundações públicas e das sociedades de economia mista controladas pelo Estado.

 

 

A lei 199/2017 prevê que os candidatos negros concorrerão concomitantemente às vagas a eles reservadas e às vagas destinadas à ampla concorrência. Ele mira-se na Lei Federal nº12.990, de 09 de junho de 2014, que estabelece preceitos de destinação de vagas para cotas raciais em concursos públicos em nível federal.

 

O texto sancionado determina que podem concorrer às vagas reservadas a candidatos afrodescendentes aqueles que se autodeclararem pretos ou pardos no ato da inscrição no concurso público, vedada a declaração em momento posterior, conforme o quesito cor ou raça utilizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 

 

“O que nós buscamos com essa lei foi promover inclusão e igualdade de oportunidades. Todos nós somos afrodescendentes e esse País não seria tão belo sem a miscigenação. Eu tenho muito orgulho do meu País e espero que essa lei seja um marco contra qualquer iniciativa de preconceito. Tenho certeza que foi um avanço para Sergipe e que poderei lutar por mais inclusão no Senado”, afirmou o governador.

 

Para Irivan de Assis, coordenador Estadual do Fórum Sergipano das Religiões de Matriz Africana e coordenador da Caminhada para Oxalá, a lei beneficia a comunidade negra e traz mais equidade. “Isso é de suma importância para as novas gerações, para a comunidade negra em si, que é uma reivindicação histórica do movimento negro, para que a gente possa equiparar, já que desde a pós-abolição houve uma exclusão da comunidade negra do mercado de trabalho, dentro da educação, na saúde, na valorização da sua cultura.  Teremos uma participação maior no mercado de trabalho. Não tenho dúvida que o mandato de Jackson no Senado será voltado para inclusão social. Eu apoio e voto nele”, enfatizou.



Política
Com.: 0
Por Eugênio Nascimento
11/09
21:09

Esmeraldo Leal quer defender reforma agrária e educação libertadora

O ex-secretário de Estado da Agricultura e militante do MST de Sergipe, Esmeraldo Leal, é candidato a deputado estadual. Caso seja eleito, pretende ter como principal causa a luta em defesa da reforma agrária e do desenvolvimento sustentável. Mas ele também tem compromisso, conforme afirmou para o blog, com o combate à intolerância religiosa, ampliação de direitos para a juventude e para as mulheres, uma educação libertadora, que garanta oportunidades iguais para todos e todas, uma segurança pública integrada às comunidades, uma cultura que potencialize e promova a criatividade de nossa gente, defesa da agroecologia, do consumo consciente e do cuidado com a natureza e com os animais, respeito à diversidade sexual e identidade de gênero, fortalecimento da cooperação, do desenvolvimento territorial e da economia solidária, preservação dos recursos hídricos e por uma matriz energética sustentável, apoio à agricultura familiar, às comunidades quilombolas e indígenas, fortalecimento de instrumentos alternativos de comunicação e defesa do SUS e da estruturação e qualificação da saúde pública, entre outras coisas.



Política
Com.: 0
Por Eugênio Nascimento
Primeira « Anterior « 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 » Próxima » Última

Enquete


Categorias

Arquivos