23/01
08:27

Goretti revela R$ 52 milhões em dívidas da Saúde

Mais de R$ 52 milhões em dívidas e 11 toneladas de materiais e medicamentos vencidos encontrados no estoque, acumulados em várias gestões. Estes foram os principais dados apresentados pela secretária municipal de Saúde, Goretti Reis, durante entrevista coletiva realizada nesta terça-feira, 22. Acompanhada pelo secretário adjunto, Petrônio Gomes, e por coordenadores, Goretti ressaltou que os dados também são preocupantes na Coordenação de Assistência Farmacêutica, diante da falta de medicamentos para a população.

Segundo Goretti, que iniciou a administração no mês de janeiro, foram encontrados mais de R$ 52 milhões em dívidas, sendo R$ 30.877.950,47 em restos a pagar e cerca de R$ 21.863.091,96 de despesas do exercício anterior. "Precisamos quitar o débito com prestadores, honrar compromissos com o cidadão e, mesmo diante dos problemas, buscar medidas de emergência para a implantação de novas propostas, projetos e soluções", destacou.

Quanto às 11 toneladas de medicamentos e materiais, Goretti explicou que a incineração destes produtos significa altos custos para a Prefeitura de Aracaju, pois cada quilo a ser queimado custa em média R$ 13. Para ela, faltou cuidado e planejamento das gestões anteriores.

Sobre a dívida do Governo do Estado com a SMS, Goretti não descarta a possibilidade de ingressar com uma ação na Justiça para que seja feito o repasse pendente, que é de mais de R$ 23 milhões. "O Governo vem tentando parcelar o pagamento em 12 meses, mas o prazo oferecido é muito longo para uma secretaria com tantos débitos", destacou.

Durante a coletiva, a secretária apresentou dados preocupantes obtidos na Coordenação de Assistência Farmacêutica. Dos 305 itens padronizados na tabela do SUS, desde o dia 1º de janeiro, 76 medicações estão em falta no estoque da SMS, o que corresponde a 25% dos itens padronizados. "Já iniciamos compra emergencial para itens em situação crítica, mas existem medicações pendentes, sem ação ou com desacertos em pregões anteriores", afirmou Goretti.

Estrutura

A necessidade de reformas e adequações nas Unidades de Saúde da Família (UBS), Urgências e Centros de Atenção Psicossocial também foram discutidas. Dos planos para a construção de 12 novas UBS, existem pendências em 60% dos projetos arquitetônicos, como a falta de planilhas orçamentárias, recursos e definição de terreno para aquisição do município.

"Temos ainda questões pendentes, como prédios desestruturados e até mesmo sucateados, como é o caso do Centro de Controle de Zoonoses. São problemas sérios que comprometem a qualidade no atendimento à população, bem como a atuação dos profissionais da SMS", afirmou a secretária de Saúde.

Danos ao patrimônio em setores como a Divisão de Transporte da SMS também foram apresentados. Da frota, composta de 61 carros próprios da Secretaria Municipal de Saúde, apenas 38 veículos estão funcionando. Existem 12 veículos parados no pátio da SMS, sendo viável o conserto de apenas um. "Outros 11 carros estão em oficinas sendo viável o conserto de apenas três. Até donos de oficina se recusam a fazer conserto e relatam que a SMS possui dívidas anteriores", observou a secretária.

A secretária informou prioridades e propostas da gestão, como diminuir a discrepância na relação oferta/demanda dos procedimentos médicos. "Buscaremos otimizar os recursos disponíveis e buscar novas alternativas de financiamento junto ao Ministério da Saúde (MS) e Secretaria do Estado da Saúde (SES). Além disso, planejamos ampliar as equipes de especialidades e reestruturar a política de Atenção da Rede Hospitalar, reestruturar o espaço físico, além da manutenção e aquisição de alguns equipamentos das Unidades de Urgência, reestruturação do Núcleo de Controle, Auditoria, Avaliação e Regulação (NUCAAR) e rever as funções do Serviço de Reabilitação Física e Motora (Serfismo)," finalizou.

(Da assessoria)



Política
Com.: 0
Por Eugênio Nascimento
23/01
07:41

Entidades reacedem a polêmica sobre o local do Pré-Caju

A cada ano, nos dias que antecedem e nos dias imediatamente após a realização do Pré-caju, é reacesa a discussão sobre o local do percurso da prévia carnavalesca.

Há os que defendem a manutenção do cortejo na Avenida Beira Mar e há os que pregam a mudança do local.

Os que defendem a manutenção no mesmo local tem os seus argumentos, entre eles o que a interdição da via é por apenas quatro dias e que em outras cidades, como Salvador a população adere aos festejos sem maiores reclamações. Outro argumento dos que querem a manutenção do Pré-Caju na Av. Beira Mar é que anteriormente já se tentou mudar para a área dos mercados, porém foi um fracasso.

Os que querem a mudança de local põem a mobilidade urbana em primeiro plano e dizem que os transtornos nos dias do evento, com a interdição total da Av. Beira Mar são muito grandes, mas que além disso nos trinta dias que antecedem e nos trinta dias depois a montagem e desmontagem também causam estrangulamento nas vias. Além da pista de rolamento, os passeios, pontos de ônibus e as ciclovias são totalmente interditados por dois meses.

Para retirar a prévia do local atual os argumentos contrários se multiplicam. Outra razão é o fato de o trânsito ficar congestionado em praticamente todas as principais avenidas de Aracaju.

O Fórum em Defesa da Grande Aracaju, composto por entidades e pessoas dos movimentos sociais pretende intensificar o debate em torno do assunto.

Eles realizarão reunião na próxima quinta-feira, 24, na sede da CUT para dar os últimos retoques nas propostas vão protocolar junto aos órgãos competentes para pleitear a mudança do local do Pré-Caju.

Garantem que não são contra a festa, mas que o local não aconselhável. A mobilidade e a acessibilidade estão sendo gravemente feridas com a prévia sendo ali.

Sobre a comparação com Salvador os integrantes do Fórum dizem que é um bom exemplo de que eles (do fórum) estão certos. Explicam que Aracaju tem 178KM² enquanto que Salvador tem 508KM², por isso o carnaval de Salvador na Orla e no bairro da Graça não incomoda tanto quanto o Pré-Caju na Av. Beira Mar, assim as vias e os bairros ocupados pelo carnaval dos soteropolitanos não são logradouros fundamentais para o escoamento do trânsito. Completam dizendo que os baianos não fariam o carnaval na Paralela, na AV. ACM ou no Bonocô, que são importantes avenidas da capital baiana. Dizem os integrantes do fórum que é também na orla marítima, como assim o é na capital da Bahia, que o Pré-Caju deve ser realizado.

Os membros do Fórum em Defesa da Grande Aracaju afirmam que não pretendem discutir sobre outros aspectos do Pré-Caju, como o uso de recursos públicos (da União, do Estado e do Município); segurança; ponto facultativo; emendas parlamentares e o crime de contravenção, com a perturbação do sossego. O foco é o local que, segundo o fórum, não pode ser mais na Avenida Beira Mar.


LIZALDO VIEIRA

JOSÉ FIRMO

JOSEILTON NERY

(Coordenação) 



Variedades
Com.: 0
Por Eugênio Nascimento
23/01
07:27

FEIRA DE SERGIPE - Oito associações presentes no estande da economia criativa

Mais de 200 artesãos divulgam seus trabalhos no espaço.
 
Um dos locais que mais chama a atenção das pessoas que visitam a Feira de Sergipe é o estande da Economia Criativa, projeto desenvolvido pelo Sebrae com foco em estimular o empreendedorismo cultural. No espaço é possível encontrar todo tipo de artesanato e manualidades, como bordados em renda irlandesa e ponto cruz, ponto patchwork, crochê, peças feitas com palha, cerâmica, madeira, porcelana fria, cabaças, tecidos, mandalas, óleo sobre tela, além de suvenir em geral.
 
Segundo Katia dos Anjos, colaboradora do Sebrae e coordenadora do estande, são mais de nove mil peças expostas no espaço, que representa o trabalho de 250 artesãos de nove associações. “Esse ano temos algumas novidades, a exposição de selas feitas por artesãos de Lagarto, o trabalho em patchwork do povoado Pedra Branca, Laranjeiras, além de toda linha de suvenir que retrata figuras típicas do folclore e religiosidade de Sergipe”, explica.
 
Os trabalhos expostos são de artesãos de Lagarto, Pacatuba, Barra dos Coqueiros, Itabaianinha, Pirambu e Riachão do Dantas. As peças ficam sob a responsabilidade do Sebrae, que repassa para as associações o lucro das vendas.
 
“Cuidamos de toda a logística, desde o armazenamento, transporte, embalagem, comercialização e divulgação. A proposta é facilitar a vida do artesão, que só tem que se preocupar em produzir, o resto fica sob a responsabilidade do Sebrae”, destaca o superintendente Lauro Vasconcelos.
 
As associações presentes no estande são assistidas pelos projetos do Sebrae nas áreas de artesanato e economia criativa. Informações na Unidade de Atendimento Coletivo Comércio e Serviços, telefones (79) 2106-7720 e 2106-7700.

(Da assessoria)


Economia
Com.: 0
Por Eugênio Nascimento
23/01
07:20

Fórum para gestão do lixo reúne prefeitos do Agreste Central de Sergipe

Mais um fórum sobre a atualização dos Consórcios Públicos de Saneamento Básico do Estado de Sergipe, criados pelas prefeituras municipais, foi realizado na manhã desta terça-feira, 22, em Itabaiana, na Câmara Municipal de Vereadores. Desta vez o fórum regional, organizado com apoio integral da Secretaria de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (Semarh), foi destinado ao Consórcio Público dos municípios do Agreste Central, composto por 20 prefeituras.

 

Sendo o primeiro criado no Estado, o consórcio público de Saneamento Básico do Agreste Central, formatado em março de 2011, continua tendo a força da gestão pública municipal para a gestão do lixo na região com a participação efetiva de 15 prefeitos no fórum. O evento permitiu a atualização de informações, parâmetros, objetivos, avanços e consolidações de compromissos que buscam atender a instituição da Lei nº 12.305, de agosto de 2010, que trata da Política Nacional de Resíduos Sólidos.

 

Representando o secretário de Estado do Meio Ambiente no fórum, Genival Nunes, a secretária-adjunta da Semarh, Marisa Ramos, destacou a importância da reafirmação dos novos prefeitos eleitos em outubro de 2012 frente ao fortalecimento do consórcio público.

 

“O Governo de Sergipe, através da Semarh, atendendo as metas definidas na Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS), a qual tem por premissa o fim dos lixões a céu aberto no país, sendo somente em Sergipe o total de 129 lixões, vem desenvolvendo ações continuadas para o fortalecimento e estruturação dos Consórcios Públicos Intermunicipais de Saneamento Básico de Resíduos Sólidos no Estado. A realização desse fórum é apenas parte de todo um corpo dessas ações e o que muito me alegra é ver o comparecimento dos prefeitos e vereadores presentes, motivados pela finalidade de  tema, a qual, pela sua extensão, agrega valores a uma classe tão sofrida, que é dos catadores de lixo”, destaca Marisa Ramos.

 

Segundo breve diagnóstico fornecido pelo consórcio do Agreste Central, o total de catadores registrados nos municípios que compõem o consórcio é de 152 pessoas. Atualmente o número de catadores nos consórcios públicos criados em Sergipe é de 373 participantes. Embora preliminar, o total de catadores cadastrados ainda irá ter acréscimo no somatório, por ainda ser acrescentado no montante o total de catadores do Consórcio público da Grande Aracaju.

 

Fórum

No fórum, a superintendente de Educação Ambiental, Desenvolvimento Sustentável e Qualidade Ambiental da Semarh, Fátima Maynard, explicou que o encontro entre prefeitos e autoridades é uma estratégia de endossar um trabalho que nasceu a partir da política nacional e que foi abraçado pelo Estado, que necessita substancialmente da compreensão e da gestão compartilhada dos gestores municipais.

 

“Precisávamos inteirar os novos prefeitos e vereadores das ações previstas, destacando a importância da atualização das ratificações das Leis Municipais, das atualizações e formações dos grupos de acompanhamento, de informações pertinentes ao Contrato de Rateio, do processo licitatório para contratação da Consultoria para elaboração do Plano Intermunicipal de Resíduos Sólidos, entre outras atualizações”, enfatizou a superintendente da Semarh.

 

O Plano Intermunicipal do Agreste Central Sergipano contemplará os seguintes municípios consorciados: Itabaiana, Ribeirópolis, Frei Paulo, Malhador, Siriri, Nossa Senhora Aparecida, Areia Branca, Macambira, Pedra Mole, Moita Bonita, Cumbe, São Miguel do Aleixo, Campo do Brito, Carira, Santa Rosa de Lima, Nossa Senhora das Dores, Pinhão, Divina Pastora, Riachuelo e São Domingos, totalizando assim a formação de 20 municípios. No plano intermunicipal, a perspectiva estudada é para que esses municípios recebam seis (06) aterros sanitários, sendo um (01) aterro compartilhado, quatro (04) aterros compartilhados de pequeno porte, e um (01) aterro individual de pequeno porte, além mesmo de outros instrumentos que compõe o consórcio a exemplos de Pontos de Entrega Voluntária.

 

De acordo ainda com Fátima Maynard para esses estudos o consórcio, através de apoio interativo da Semarh, recebeu do Ministério do Meio Ambiente(MMA) o valor de R$ 440 mil reais em convênio firmado, para a contemplação do plano intermunicipal de resíduos sólidos do Agreste.

 

Todo o andamento do consórcio do Agreste, desde a sua criação à atualidade, exercícios que compreendem a realização de assembléias entre prefeitos, criação de personalidade jurídica dos consórcios, aprovação do estatuto diretivo do consórcio, entre outros, foi exposto durante o fórum através do superintendente do Consórcio Público do Agreste Central (CPAC), o advogado Caio Marcelo Valença.

 

 

Eleição

Deixando a presidência do consórcio público, a ex-prefeita de Ribeirópolis, Uita Barreto, passa o cargo de presidente do consórcio para o atual prefeito do seu  município, João Francisco Cunha. Foi reeleito para vice-presidente do consórcio, o prefeito de Macambira, Ricardo Souza. Quem assume a cadeira de diretor-financeiro do consórcio é o prefeito de Nossa Senhora das Dores, Fernando Lima, e a diretoria executiva ficou com o prefeito de Itabaiana, Valmir Costa.

 

Para o prefeito Valmir, da cidade de Itabaiana, o consórcio irá resolver a problemática questão dos lixões dos municípios do agreste. “O que venho deixar claro entre prefeitos é que deixemos de lado questões políticas partidárias para dar ênfase às políticas ambientais, que garantem a qualidade de vida do povo, que é a meta principal desse projeto de gestão compartilhada via consórcio público”, declarou  o prefeito, que quando foi vereador da cidade havia votado na Câmara a favor de Documento de Lei que autorizava a inserção do município no consórcio.

 

Os prefeitos de Malhador, Ricardo Souza, e de Ribeirópolis, João Cunha, confessaram a fidelidade da criação do consórcio e declararam confiança na sua consolidação. “Sair do papel. É o que almejo para esse projeto. E sei que com o apoio do Governo de Sergipe, através da Semarh, nós teremos o nosso consórcio público operando em nossa região muito em breve”, salientou o prefeito de Malhador. (Da assessoria)



Política
Com.: 1
Por Eugênio Nascimento
23/01
07:13

Secretários da PMA discutem melhorias para mobilidade urbana da capital

Preocupado em garantir o bem-estar dos aracajuanos, o presidente da Empresa Municipal de Obras e Urbanização (Emurb), Luiz Durval, juntamente com o secretário de Comunicação, Carlos Batalha, se reuniram nesta terça-feira, 22 com a secretaria de Defesa Social, Georlize Teles, e com o diretor de trânsito da SMTT, capitão José Luiz, para discutir assuntos relacionados à infraestrutura e mobilidade urbana da cidade.

De acordo com Carlos Batalha, o objetivo da reunião foi colocar em prática ações desenvolvidas em conjunto com esses órgãos. "A partir dessa reunião, será montada uma agenda de visitas aos logradouros da cidade e definidas ações, algumas imediatas, outras de médio e longo prazo. Essa reunião vai nortear ações emergentes e necessárias para melhorar a mobilidade urbana". Ainda de acordo com secretário, dentro de 48 horas essas ações serão levadas ao prefeito João Alves para sua aprovação.

Obras como o mergulhão da avenida Tancredo Neves, o Terminal de Integração do Mercado Municipal, a reurbanização da praça da avenida Visconde de Maracaju, entre outras, passarão por vistoria da Prefeitura. A ponte sobre o rio Poxim, que liga o bairro Inácio Barbosa ao conjunto Augusto Franco, na Farolândia, também será vistoriada pela administração municipal.

A liberação de uma das faixas da ponte também foi discutida na reunião, com  o intuito de desafogar  e melhorar o fluxo do trânsito nos sentidos norte e sul. A preocupação é sobre a estrutura da ponte, pois a obra não está totalmente concluída.

"Vamos providenciar uma reunião com a construtora para tentar viabilizar o projeto, pois precisamos trabalhar em conjunto. A abertura parcial de uma via precisa ser bem estudada no sentido de não trazer transtornos para o próprio usuário", explicou Luiz Durval. (Da assessoria)



Política
Com.: 0
Por Eugênio Nascimento
22/01
22:17

Os primeiros nomes de Felipão

Luiz Felipe Scolari anunciou nesta terça-feira sua primeira convocação no retorno ao comando da Seleção Brasileira. Na lista divulgada em hotel no Rio de Janeiro, o treinador trouxe de volta jogadores que não estavam em alta com Mano Menezes e ainda apresentou algumas novidades. No caso dos retornos, os nomes mais marcantes foram os de Ronaldinho, Júlio César e Luís Fabiano, enquanto Dante, Filipe Luís, Leandro Castán são algumas das novas caras no grupo.

O primeiro desafio da Seleção na segunda passagem de Felipão pela equipe nacional será o amistoso contra a Inglaterra, no estádio de Wembley, em Londres, no dia 6 de fevereiro, jogo no qual o técnico pretende iniciar bem a caminhada rumo ao principal objetivo: a Copa do Mundo da FIFA 2014. “Nosso objetivo não é só o ano de 2013; esperamos que 2014 seja ainda melhor”, destacou o treinador na entrevista coletiva logo após o anúncio. “Esperamos que sejamos grandes campeões a partir de agora, com um grupo e um país forte para receber os adversários e vencê-los.”

“Estamos com todo o projeto delineado, dos nossos ideais de trabalho até a Copa do Mundo. Fechamos hoje falando com os integrantes da comissão técnica. Horários de treino, dias, tudo já foi definido. A partir de hoje nós só temos de nos preparar especialmente com os jogadores. É o que vamos fazer”, completou Felipão.

O pentacampeão mundial também comentou sobre como baseou sua lista ao lado do coordenador-técnico, Carlos Alberto Parreira. “Não houve preocupação com idade, mas com os campeonatos começando, pensando no desenvolvimento físico dos atletas e dos campeonatos europeus que estão sendo disputados”, explicou. “Pesou uma série de detalhes (sobre os jogadores), a respeito de pré-temporada e lesões, que pesamos para fazer essa lista.”

Sobre alguns jogadores em específico, Felipão comentou sobre a volta de Júlio César e justificou com seu bom momento no Queen’s Park Rangers. “Naturalmente que liguei para o Júlio. Acho que ele merece, sim, por tudo o que fez pelo futebol brasileiro e pelo que está fazendo em seu clube. Vem muito bem em Londres. Vamos ver como ele se porta.”

Outro nome que o treinador conhece bem, mas que não fazia parte do time de Mano Menezes, Ronaldinho recebeu apoio do treinador, que apontou o que espera dele e também de Neymar. “Quero que eles joguem futebol, que é o que eles sabem fazer. Melhor do que eles é difícil encontrar. Quero também comportamento, atitude dentro e fora de campo com a camisa da Seleção, que sejam responsáveis, e para isso não importa a idade. Com o Ronaldo já tenho um pouco de convivência, com Neymar ainda não. As indicações que recebi são excelentes como líder, comandante, participante de todo o envolvimento da Seleção.”

A Seleção se apresenta em Londres no dia 4 de fevereiro e terá apenas um dia de treinos no The Hive Football Centre, na capital inglesa, quando Felipão deverá definir o time titular que entrará em campo no dia seguinte.

Confira a convocação completa da Seleção Brasileira:

Goleiros: Diego Alves (Valencia) e Júlio César(Queen's Park Rangers)

Laterais: Adriano (Barcelona), Filipe Luís (Atlético de Madri), Daniel Alves (Barcelona)

Zagueiros: Dante (Bayern de Munique), David Luiz (Chelsea), Leandro Castán (Roma) e Miranda (Atlético de Madri)

Volantes: Arouca (Santos), Paulinho (Corinthians) e Ramires (Chelsea)

Meias: Oscar (Chelsea), Ronaldinho Gaúcho (Atlético-MG) e Hernanes (Lazio)

Atacantes: Lucas (Paris Saint-Germain), Fred (Fluminense), Luís Fabiano (São Paulo), Hulk (Zenit) e Neymar (Santos)


Esportes
Com.: 0
Por Kleber Santos
22/01
20:43

Confiança se prepara para enfrentar nesta quinta o Sport

Determinação e garra para os próximos desafios. É desta forma que a equipe da Associação Desportiva Confiança segue nos preparativos para os próximos desafios da Copa do Nordeste 2013. No último domingo, o time proletário derrotou o Fortaleza pelo placar de 3 a 0. Com o empate de 1 a 1 entre Sport e Souza (PB), os azulinos seguem na liderança do Grupo B com 3 pontos.

Após a vitória, os atletas tiveram a manhã de segunda-feira livre para o descanso. Já no período da tarde, os jogadores realizaram treino físico e atividade regenerativa no Estádio Sabino Ribeiro. Nesta terça-feira, os proletários voltaram a atividade física na “Academia do Dragão”. No período vespertino, o grupo participou do treino tático. O técnico Nadélio Rocha acompanhou a atividade que teve o apoio do preparador físico Rogério.

Após um breve aquecimento no gramado, os azulinos realizaram o treino com bola. O trabalho teve o acompanhamento do Presidente do Confiança, Luiz Roberto Dantas de Santana e demais membros da diretoria proletária. Os jogadores do Confiança viajam nesta quarta-feira, rumo a Recife, a partir das 8 da manhã. Na capital pernambucana, os azulinos enfrentam o segundo desafio do Nordestão. Na quinta-feira, o jogo será contra o Sport no Estádio da Ilha do Retiro, a partir das 21h15 (Horário de Aracaju).

Da Assessoria


Esportes
Com.: 0
Por Kleber Santos
22/01
20:39

Déda reúne base aliada para debater convocação extraordinária de deputados para votação do Proinveste

Segundo o governador, objetivo é ouvir os deputados para analisar a estratégia de votação e sugestões sobre as datas mais adequadas para a convocação

O governador Marcelo Déda continua trabalhando para garantir que Sergipe tenha acesso à linha de crédito ofertada pelo Proinveste. Na manhã desta terça-feira, 22, Déda reuniu deputados da base aliada para discutir a convocação extraordinária dos membros da Assembleia Legislativa para votação do Programa, o qual injetará na economia sergipana mais de R$ 727 milhões. 

Estiveram com o chefe do Executivo os deputados Gustinho Ribeiro, Jeferson Andrade, Mitidieri, Garibalde, Zezinho Guimarães e o vice-governador Jackson Barreto.

“Deflagramos um processo de reuniões com as bancadas de apoio na Assembleia Legislativa. Hoje, recebemos a bancadas do PSD e do PMDB e receberemos a bancada do PT e os parlamentares que integram individualmente a bancada e que não estão vinculados a partidos. Nosso objetivo é ouvir os deputados para analisar a estratégia de votação, sugestões sobre as datas mais adequadas para a convocação e quando concluirmos essas reuniões, iremos conversar com a presidente da Casa, a deputada Angélica Guimarães”, informou Marcelo Déda.

O Programa
O Proinveste foi criado pelo Governo Federal em julho do ano passado e entrou em vigor em agosto. A carta de crédito no valor de R$ 20 bilhões prevê investimentos nas áreas de educação, saúde, segurança, desenvolvimento da infraestrutura urbana e de transporte, desenvolvimento da infraestrutura produtiva dos perímetros irrigados e distritos industriais e abertura de espaço fiscal, permitindo a amortização de operações de crédito já contratadas, em condições financeiras mais favoráveis.

 A carta de crédito disponibilizada para Sergipe soma R$ 1,435 bilhão. Desse montante, O Governo do Estado pleiteia o uso de R$ 727 milhões para a execução do plano de investimentos 2012-2014, composto por uma ampla carteira de projetos estruturantes nas mais diversas áreas, como saúde, educação, logística, infraestrutura produtiva, habitação, saneamento ambiental, urbanismo e mobilidade urbana. 

Consta no Plano de Investimentos apresentado, o acesso à linha de crédito do Proinveste no valor de R$ 567 milhões. A quantia, negociada com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), será utilizada para renegociação de empréstimos anteriores e na aquisição de equipamentos para os novos hospitais regionais; na construção de centros profissionalizantes de ensino; na infraestrutura de núcleos industriais; na implantação de novas rodovias; na recuperação de perímetros irrigados; na reforma de escolas; em esgotamento sanitário e abastecimento de água em Aracaju e no interior.

O programa de ações inclui ainda a continuidade ao programa Pró-Moradia, o qual prevê a construção de 1.740 unidades habitacionais para famílias que residem em situações insalubres nas ocupações da avenida Euclides Figueiredo, em Aracaju; do Canal do Guaxinim, na Barra dos Coqueiros; e do Rio do Sal, em Nossa Senhora do Socorro; a execução das obras de esgotamento sanitário em São Cristóvão, Aracaju (bairro Aruana), Estância (Praia do Saco), Barra dos Coqueiros e segunda etapa da barragem do rio Poxim.

Da Assessoria
Foto: Marcelle Cristinne/ASN


Colunas
Com.: 0
Por Kleber Santos
Primeira « Anterior « 1 2 3 4 5 6 7 8 9 » Próxima » Última

Enquete


Categorias

Arquivos