27/02
13:23

Coluna Primeira mão


Nova CPMF

A visita da presidente Dilma Rousseff a Sergipe na última segunda-feira foi boa para os nordestinos. Ela anunciou a continuidade dos investimentos na região. A parte ruim foi feita por alguns governadores, que saíram na defesa da recriação da CPMF.

Mais docentes

O governo federal está liberando também R$ 1,5 milhão para investimentos no Hospital Universitário da UFS, revelou Josué Modesto. O reitor da UFS, professor Josué, conseguiu junto ao MEC mais 108 docentes substitutos para todos os campi da instituição de ensino superior.

Mais UFS

A bancada federal desenvolve ações em Sergipe e Brasília no sentido de que sejam criados  campi da UFS em Estância, Propriá e Nossa Senhora da Glória. A Universidade Federal já tem campi em Aracaju (Saúde-HU), São Cristóvão (Rosa Elze), Laranjeiras, Itabaiana e já está se instalando em Lagarto. A UFS foi a universidade que mais cresceu proporcionalmente no Governo do presidente Lula. E ganhou muitas obras.

PMA

Muita gente fala, mas o senador Eduardo Amorim (PSC) não deseja disputar a Prefeitura de Aracaju. Ele quer mesmo é suceder o governador Marcelo Déda. E já trabalha para isso. Amorim circula todo o Estado o tempo todo. Já há grupos empresariais dispostos a investir nesse projeto.

Ruim

Os sistemas de saúde público e privados do Brasil não são bons, mas muito democráticos, pois são ruins para todos.


Não sai


O vereador Robson Viana não pretende deixar o PT. Ele falou o que falou num momento de raiva. Ele acha que está sendo desprestigiado e quer não espaço no partido.


Posse no TCE


A conselheira Izabel Nabuco assume na terça-feira a presidência do Tribunal de Contas de Sergipe (TCE). O atual presidente, Reinaldo Moura, vai para a Corregedoria da corte de contas.


Muito atum


Os pescadores e os petroleiros que atuam na região da plataforma de Piranema dizem que a área está cheia de atum. Ontem, sábado, 26, pegaram uns 15 numa pescaria bem rápida.


Processo


Ninguém acreditou, inclusive eu. Mas o deputado federal Márcio Macedo ingressou com ação em juízo contra o jornalista George Washington e o ex-vereador Goisinho, no último dia 18. O processo foi encaminhado pelo advogado Lucas Rios e está na 7ª vara cível. Trata da suspeita levantada sobre a doação financeira da empresa Estre para a campanha de Macedo.

 


Política
Com.: 0
Por Eugênio Nascimento
26/02
08:54

Jackson afirma que não apóia posicionamento de Robson




O vice-governador Jackson Barreto (PMDB) ficou visivelmente irritado e afirmou não concordar com a entrevista concedida ontem pelo vereador Robson Viana (PT), que se mostrou insatisfeito com o PT e chegou a dizer que há uma inércia no governo - o que estaria deixando o vice-governador impaciente. "Jackson é meu mentor político, mas eu o conheço bem e sei que ele está angustiado", disse o vereador.

 

Em tom incisivo Jackson garantiu que não tem nenhuma responsabilidade sobre as declarações de Robson Viana e afirmou que foi surpreendido com a entrevista e o anúncio de que o vereador poderia sair do PT. "Não apóio essa posição dele. Robson nunca debateu esse tema comigo, nunca apoiei, nunca chancelei, e não concordo com este posicionamento", falou Jackson.

 

Ele ainda desautorizou Robson a falar em seu nome e se mostrou muito insatisfeito com a idéia de que ele teria discutido e concordado com o pronunciamento do vereador petista. "Quero dizer a meu amigo Robson que quando der entrevista, quando citar o meu nome, converse antes comigo. Nós temos responsabilidade política, ele não pode dar uma entrevista e citar o meu nome assim", falou Jackson.

 

Na noite de ontem o vice-governador comentou a atitude de Robson Viana em seu Twitter, e afirmou que estava decepcionado com a entrevista do seu amigo. "É preciso ter espírito democrático e saber absorver as derrotas, da mesma forma como se recebe as vitórias. Robson é jovem e tem muito chão pela frente, essa história de trocar de partido é uma prática oportunista e não tem nada a ver com a sua juventude", disse Jackson, complementando que não gostou de ver o seu nome envolvido na entrevista. "Não conversei, não combinei e não concordo. Tenha juízo e seja fiel aos seus eleitores Robson, fique onde está", escreveu JB na internet. (Da assessoria)




Economia
Com.: 0
Por Eugênio Nascimento
26/02
08:51

Márcio defende que reforma política ocorra neste ano


Reforma política, reajuste do salário mínimo e defesa do meio ambiente, com ênfase na discussão do novo Código Florestal Brasileiro. Estes foram os principais temas abordados durante a sabatina feita ao deputado federal Márcio Macêdo (PT) na 12ª edição do NósnoCabaré.comConvidados, que ocorreu nesta quinta-feira, 24. Por mais de duas horas, o parlamentar respondeu a todos os questionamentos que lhe foram feitos, revelando sua disposição em participar das principais discussões políticas relacionados ao desenvolvimento do país e de Sergipe.

Em todos os momentos, Márcio Macêdo ressaltou a importância da abertura do diálogo para o aprofundamento dos debates e para o alcance dos objetivos mais justos para a sociedade brasileira. Sobre a reforma política, ele disse ser importante que a temática entre em pauta no Congresso Nacional ainda em 2011. "A reforma política tem que ser aprovada este ano. Isto é imperativo para o Brasil porque, do contrário, enfrentaremos muitos problemas nas próximas eleições", frisou.

Neste sentido, o deputado reiterou cada um dos seus posicionamentos referentes à reforma política: a defesa da fidelidade partidária, a unificação das eleições, o financiamento público de campanha, o fortalecimento dos projetos políticos partidários com voto proporcional em lista fechada, a redução do número de partidos e o fim das coligações proporcionais. "Até o momento, é assim que penso, mas podemos dialogar e eu posso ser convencido do contrário depois. O Governo e a oposição precisam firmar um pacto para discutir esta reforma", afirmou.

 

Salário mínimo

Questionado sobre seu voto favorável ao reajuste estabelecido pelo Governo Federal, que fixou o salário mínimo em R$ 545, Márcio mais uma vez disse que "votou com a consciência tranqüila". "O DEM e o PSDB, que hoje criticam este valor, são os mesmos que governaram por oito anos, dizendo que tinham o sonho de deixar um salário equivalente a $ 100 dólares. Deixaram em $ 60 dólares. O presidente Lula deixou o salário mínimo em $ 320 dólares", exemplificou.

Além disso, o deputado explicou que o reajuste do salário mínimo segue uma política de valorização que foi acordada com as centrais sindicais. "A discussão que estão fazendo hoje é muito mais política, pois o índice de aumento do salário segue uma regra. Antes não havia isso e hoje há uma política que recupera o valor do mínimo", completou. Márcio frisou ainda que, neste contexto, o valor do reajuste do salário em 2012 será maior do que o deste ano.

Código Florestal

Defensor aguerrido da rediscussão da reforma o Código Florestal Brasileiro, Márcio Macêdo falou do seu esforço em trazer o tema novamente à tona, impedindo que o projeto fosse votado sem uma discussão mais aprofundada já agora no início de março. É do deputado sergipano o requerimento apresentado ao presidente da Câmara, Marco Maia (PT), que cria um grupo de trabalho para rediscutir o código.

A partir da atuação de Márcio neste início de ano legislativo, o núcleo ambiental do PT incorporou a defesa da necessidade da rediscussão do código e o presidente da Câmara criou uma comissão de negociação, composta por deputados ambientalistas, ruralistas e pelo Governo para discutir os pontos polêmicos do projeto.

Para o deputado sergipano, o relatório do deputado federal Aldo Rebelo (PC do B/SP), "reforça uma dicotomia entre agricultura e meio ambiente e isso divide o país no meio entre ruralistas e ambientalistas". "Isso não é correto. O Brasil é o país com maior biodiversidade do planeta, é o país com maior quantidade de água doce da terra e também é um dos países que mais produz grãos e que tem maior tecnologia em commodities. Além disso, tem uma agricultura do agronegócio e uma agricultura familiar também forte. Por isso, o texto legal do novo código tem que reproduzir um processo de síntese desses dois grandes temas nacionais dentro da lógica do desenvolvimento sustentável", reforçou.

 

Márcio se colocou também contra a estadualização do código, proposta por Aldo Rebelo. "O relatório de Aldo comete o que considero uma inconstitucionalidade do ponto de vista jurídico porque propõe a flexibilização do código para que os Estados possam formular. Os códigos existentes no país valem para o país inteiro. Porque o florestal vai ser estadualizado? O código florestal deve ser o código que garanta unidade federativa", justificou.

Outro ponto polêmico do novo código é a redução das áreas de preservação permanente (APP) em leitos de rios. "O relatório de Aldo propõe diminuir as áreas de APP em leitos de rios, de 30 metros pra 15 metros, e alguns lugares, para cinco metros. Eu tenho uma posição crítica sobre isso. Até para a agricultura isso é ruim, porque a redução da mata ciliar provoca o assoreamento dos rios, ou seja, provoca a destruição da própria agricultura", explicou. (Da assessoria)

 


Economia
Com.: 0
Por Eugênio Nascimento
26/02
04:31

Secretaria de Saúde reúne imprensa e lança o vídeo educativo 'Mitos e Verdades sobre DST/Aids'


Com um caráter educativo e tendo como o principal objetivo dirimir as dúvidas mais comuns sobre as doenças sexualmente transmissíveis e a aids, foi que a Secretaria de Estado da Saúde (SES), realizou na manhã desta quinta-feira, 17, o lançamento do vídeo 'Mitos e Verdades sobre DST/Aids'. Desenvolvido pela Gerência do Programa Estadual DST/Aids e a Diretoria de Comunicação Social da SES, o filme foi apresentado oficialmente para a imprensa, potencial parceira na divulgação desta ação.

O projeto nasceu da experiência cotidiana e de pesquisas feitas pelo médico sanitarista Almir Santana e sua equipe, que perceberam os mitos que ainda cercam a população quando os assuntos são DST e Aids. O vídeo será distribuído em escolas públicas e particulares do Estado e estará disponível para as empresas privadas que solicitarem o material à Diretoria de Comunicação da SES. Além disso, será usado por Almir Santana nas palestras que realiza mensalmente sobre a temática. Além do vídeo, a SES lançou no mês de janeiro a agenda 2011, que aborda com ilustrações sobre as doenças sexualmente transmissíveis e a Aids. Juntos, os dois produtos formaram o Kit ‘Mitos e Verdades sobre DST/Aids’.

Satisfeito por mais uma conquista, o médico e gerente do Programa Estadual DST/Aids, Almir Santana, ressalta a importância em esclarecer alguns mitos de forma clara e educativa. “O vídeo servirá como uma ferramenta a mais para que se trabalhe a respeito da prevenção. Sendo assim, disponibilizaremos o material para os profissionais de saúde, professores e a sociedade de um modo geral, pois um dos grandes obstáculos na luta contra a aids, apesar dos 30 anos de sua epidemia, é ainda a existência de mitos, que são absorvidos por uma boa parte da população como uma verdade absoluta. Com uma linguagem simples, este vídeo contribuirá para combater alguns ditos populares principalmente sobre a Aids”, explicou o médico que desenvolve em Sergipe um admirado e pioneiro trabalho atrelado às DST e a aids.

Jorge Viana, o secretário adjunto de Estado da Saúde, destacou que o material ficará acessível de um modo especial para um público mais humilde. “Informar de uma maneira clara e sem preconceitos sobre o que é a aids e como se prevenir para mais necessitados é o nosso maior foco, já que os casos de soro-positivos estão aumentando. O governo federal, junto com os estados e municípios, incentiva a trabalhar o tema de uma maneira mais objetiva, atingindo todos os públicos para divulgar as formas de prevenção, e este vídeo se insere neste contexto”, disse o adjunto.

Para a técnica responsável do Centro de Testagem e Aconselhamento de Sergipe (CTA), vinculado à gerência do Programa Estadual DST/Aids, Joana D’Arc, o vídeo possui um valor considerável atrelado ao trabalho realizado no centro com os pacientes. “A idéia é muito significativa, já que iremos apresentar o material no CTA para os usuários que nos visitam, tirando todas as suas dúvidas e evitando também o pânico antes de realizar os exames, principalmente para a população do interior do Estado”, concluiu.

Vários veículos de comunicação do Estado, dentre portais, rádios, emissoras de TVs e jornais, prestigiaram o evento de lançamento do vídeo, que estará também disponível no Portal da Saúde, do Governo do Estado de Sergipe e no YouTube.


Da assessoria
Crédito da foto: Fabiana Costa

VEJA O VÍDEO ABAIXO:





Variedades
Com.: 0
Por Kleber Santos
25/02
18:10

Empresa de mineração apresenta projeto para explorar ferro em SE


Representantes da empresa Junior Company de mineração Atlantica Mining (Atlantica Geologia e Mineração Ltda.), foram recebidos nesta sexta-feira, dia 25, pelo secretário Zeca da Silva, do Desenvolvimento Econômico, da Ciência e Tecnologia e do Turismo (Sedetec), para apresentação de um projeto de exploração de minério de ferro em Sergipe.

A descoberta da jazida com grande potencial de aproveitamento econômico se deu no ano passado na região norte do Estado, nos municípios de Canhoba, Nossa Senhora de Lourdes e Gararu. O diretor de Fiscalização do Departamento Nacional de Produção Mineral (DNPM) – órgão federal do Ministério de Minas e Energia – Walter Arcoverde, esteve presente na reunião que contou também com a participação do diretor-presidente da Codise, Décio Portella, do diretor de Industrialização, Johélino Magalhães, além de técnicos da companhia.

Na oportunidade, Renato Gomes, chefe executivo da empresa que está sediada em Aracaju, apresentou o projeto e o cronograma dos trabalhos que serão realizados a partir de agora. Segundo ele, o apoio do governo do Estado tem sido de fundamental importância para a viabilidade das atividades em Sergipe. “Sem contar que a localização e a infraestrutura do Estado são altamente favoráveis à realização do projeto, diante da proximidade com o Porto, além do o efetivo potencial a partir das amostras e o afloramento da reserva na superfície”, observou ao destacar o anúncio da Zona de Processamento de Exportações (ZPE) de Sergipe como local perfeito para desenvolver uma siderurgia, a fim de trazer investidores para o Estado e agregar mais valor ao empreendimento.

O secretário Zeca da Silva reafirmou o compromisso do governo com iniciativas dessa natureza, que visam a geração de empregos e renda para o Estado de Sergipe. “Vamos dar continuidade à parceria iniciada no ano passado com o governo do Estado e estamos à disposição para dar o apoio necessário à logística do projeto, cumprindo com o cronograma de investimentos que visam o desenvolvimento econômico de Sergipe”, ressaltou, referindo-se ao projeto que abrange 25 mil hectares de área no Estado e conforme informações dos representantes da companhia prevê um investimento inicial de mais de R$ 2 milhões.

Presente na reunião, o diretor do DNPM, Walter Arcoverde, anunciou que até 2014 a previsão de investimento no país, na área mineral é de US$ 62 bilhões. “Grande parte desse montante será destinado para o minério de ferro e devido a esse bom momento há uma condição melhor para viabilização de projetos de baixo teor”, disse ao ressaltar que o projeto apresentado em Sergipe tem um trabalho de prospecção bem idealizado e se apresenta de forma bem estruturada, com uma localização e infraestrutura muito boa para a sua realização.

As amostras identificadas pelos geólogos da empresa revelaram um teor de ferro superior a 30%, além de outros metais associados, como o níquel. De acordo com o geólogo Ricardo Gallart, acima de 14% já é viável para a siderurgia. “Se tudo correr dentro do esperado, a produção de ferro deverá ser iniciada já em 2013, após pesquisa detalhada e planta piloto”, enfatizou.
 


Economia
Com.: 0
Por Eugênio Nascimento
25/02
16:21

Outono poderá ser de chuvas elevadas no Estado

O outono se aproxima e segundo a previsão climática ofertada pelo Centro de Meteorologia da Secretaria de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (Cemese/Semarh), os meses de março, abril e maio para todo o Nordeste são suscetíveis a ocorrência de chuvas à cima da média histórica. Somente no mês de março, para Aracaju e todo o litoral sergipano, a precipitação poderá alcançar o volume mensal de 140 milímetros (mm).


Segundo explica o meteorologista da Semarh, Overland Amaral, o fenômeno La Niña continuará atuando na região do Pacífico Equatorial e, embora já evidencie sinais de declínio nas áreas próximas à costa oeste da América do Sul, ainda poderá favorecer o período chuvoso no Norte e Nordeste do Brasil.


“A temperatura das águas superficiais da região do Atlântico Tropical sinaliza uma tendência mais favorável da ocorrência de chuvas, principalmente sobre o norte da Região Nordeste. Em Sergipe, no mês de março, pontualmente na região do litoral do sudeste, comprendendo interior como Indiaroba, Estância e demais municípios ali localizados, a média histórica mensal poderá ser superior a prevista, que é de 140mm”, declarou.

Precipitações

Em abril, as chuvas terão maior concentração no litoral, decrescendo assim o seu volume até alcançar a região do sertão, o qual terá precipitação prevista para 50 mm. Já para o litoral, região receptora dos fatores climáticos, o volume poderá alcançar 240mm.

Fechando o ciclo de chuvas de outono, o mês de maio se apresentará como o mês ápice das precipitações. Podendo alcançar volume mensal de chuva de 320 milímetros. As chuvas se comportarão sempre da mesma maneira que os meses anteriores, saindo do litoral Sul de Sergipe e decrescendo o seu volume de precipitação ao adentrar na região do sertão sergipano. Para este mês em especial, o volume máximo aponta para cidades litorâneas como Carmópolis, Rosário do Catete, general Maynard e adjacências.

De acordo ainda com Overland, dentro do trimestre - destacado os meses de março, abril e maio - as chuvas poderão ocasionar a elevação dos índices de precipitações ao longo da estação, ou seja, com chuvas localizadas (torrenciais). No entanto, é possível ainda ocorrer uma irregularidade temporal e espacial das chuvas na transição deste período para o próximo trimestre.

“Espera-se ocorrer chuvas elevadas em certos períodos devido a influência da OMJ (Oscilação de Madden-Julian); Ondas de Instabilidades Atmosféricas de 30-60 dias). Tanto poderá contribuir para aumentar ou diminuir as chuvas, conforme sua favorabilidade”, explica Overland, justificando os atuais fatores climáticos para o período.

Fatores climáticos

O Centro de Meteorologia da Semarh defende o imprescindível acompanhamento das previsões diária do tempo dado a previsão ser fruto de fenômenos e fatores climáticos. Assim como que neste período compreendido - trimestre de março a maio - está sendo movido pela influência da oscilação intrassazonal, dos pulsos da Zona de Convergência Intertropical (ZCIT), complexos convectivos mesoescala (CCM), ondas de leste (OL), dos escoamentos de ventos úmidos, vindos da Amazônia associados a La niña, elevação os índices de precipitações ao longo da estação, ou até mesmo períodos de reduções ou pequenos veranicos.

Monitoramento

Devido a investimentos do Governo de Sergipe na área de meteorologia, a previsão do tempo do Estado de Sergipe passa a ser acompanhada por 18 estações metrológicas e 13 plataformas de coletadas de dados, ambas distribuídas no interior sergipano.

Isso faz com que os 75 municípios do Estado sejam cobertos por ampla rede meteorológica, e cada um dos municípios tenha a sua própria previsão diária através do suporte de estações de computadores instalados no Cemese/Semarh que operam a modelagem numérica e são disponibilizados em linha direta no Portal da SEMARH-SE .

(Da asessoria)
 


Economia
Com.: 0
Por Eugênio Nascimento
25/02
15:55

BANCO DO NORDESTE REGULARIZA DÍVIDAS RURAIS COM ATÉ 85% DE DESCONTO



Fortaleza (CE), 25 de fevereiro de 2011 – Observando o que dispõe a Lei 12.249, o Banco do Nordeste vem efetuando a remissão e liquidação de dívidas rurais. Regulamentada pelo Ministério da Fazenda por meio do decreto nº 7.339, de outubro de 2010, a medida já possibilitou a regularização de aproximadamente 116 mil operações junto ao Banco, o que corresponde a 20% do volume total.

 

“Temos uma expectativa  bastante positiva de enquadramentos, uma vez que as agências dispõem de todas as informações necessárias para realizá-los. Em pouco mais de três meses de trabalho, foram enquadrados mais de 88 mil clientes”, destacou o superintendente da Área de Recuperação de Crédito do BNB, José Andrade Costa.

 

De acordo com a Lei, clientes do Banco com operações rurais contratadas até 15 de janeiro de 2001 e que totalizem o valor máximo de R$ 35 mil poderão liquidar suas dívidas com descontos que chegam a 85%, a depender da localização do empreendimento.

 

“O recálculo das operações é feito sem quaisquer juros de atraso, multas ou outras sanções, ressaltando que, independente do estágio em que se encontra a cobrança, o cliente pode procurar sua agência de relacionamento e quitar a dívida, tornando-se apto a adquirir novos créditos”, explicou o gerente de Terceirização e Cobrança de Crédito do BNB, Rodrigo Bourbon.

 

No caso de crédito coletivo – concedido a cooperativas e associações –, o saldo devedor atualizado é dividido pela quantidade de cooperados e associados existentes à época da contratação, a fim de se apurar se a dívida será remida ou liquidada.

 

Remissão

A remissão das dívidas beneficia clientes cuja dívida atualizada até 14/06/2010 seja de até R$ 10 mil. Nesse caso, o Banco do Nordeste fará o processo automaticamente, enviando correspondência ao cliente para comunicar o enquadramento. Já para a liquidação com desconto, é necessário aderir ao processo com, no mínimo, um mês de antecedência do prazo estabelecido na Lei, cujo encerramento acontece em 30 de novembro.

 

A medida beneficia cerca de 570 mil clientes, entre mutuários do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf), pequenos e médios produtores rurais, bem como suas cooperativas e associações. Em Sergipe, 41.848 operações estão enquadradas na lei. Até o início de fevereiro, 30,4% destas já haviam sido regularizadas, totalizando mais de R$ 37 milhões. (Da assessoria)


Economia
Com.: 0
Por Eugênio Nascimento
25/02
01:36

Efeito River Plate: Bota entra em 'crise'

 RIO DE JANEIRO - A derrota por 1 a 0 para o River Plate-SE, na noite de quarta-feira, pelo confronto de ida da primeira fase da Copa do Brasil, tumultuou de vez o ambiente no Botafogo, que já não era dos melhores desde a eliminação para o Flamengo nas semifinais da Taça Guanabara, primeiro turno do Campeonato Carioca. A diretoria entrou no circuito e fez cobranças públicas aos jogadores, que já foram avisados que uma eliminação precoce na competição nacional está fora de cogitação. As duas equipes voltam a se enfrentar na próxima quarta-feira, às 19h30(de Brasília), no Estádio Olímpico João Havelange, o Engenhão, no Rio de Janeiro (RJ). O Glorioso precisa ganhar por dois ou mais gols de diferença.

A primeira medida contra a atuação apática dos jogadores foi avisada na manhã desta quinta-feira, ainda em Aracaju. A folga que seria dada ao elenco no próximo domingo foi cassada. Assim, os atletas, que foram liberados nesta quinta-feira, após retorno ao Rio de Janeiro, se reapresentam nesta sexta-feira à tarde e trabalham direto, até o dia do confronto diante dos sergipanos. Existe ainda a possibilidade de a concentração, programada para começar na terça-feira, ser antecipada para a noite de domingo.


Indignado
“Não se pode admitir uma participação como essa nos aspectos tático, técnico e físico. O departamento de futebol se sente na obrigação de dar uma resposta para a presidência, departamento de Marketing e torcedores. Contratamos jogadores que acreditamos ter condições de estar no elenco. Portanto, nosso problema não está no potencial dos jogadores. O Botafogo oferece todas as condições de trabalho e cumpre todos os compromissos combinados com os jogadores. Portanto, precisamos dar uma resposta”, disse Anderson Barros, gerente de futebol do Botafogo.

Afastado do banco de reservas por conta de suspensão imposta pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), devido à expulsão na derrota de 3 a 0 para o Grêmio na última rodada do Campeonato Brasileiro do ano passado, não deu entrevistas. O treinador só deverá falar na tarde desta sexta-feira, depois de se reunir com o elenco. O mau resultado, porém, aumenta a pressão pela saída de Joel do comando do Botafogo. Recentemente alguns torcedores colocaram o comandante à venda na internet.

Diante do River Plate o Botafogo precisa ganhar por dois ou mais gols de diferença para se classificar diretamente. Se devolver o 1 a 0, o Glorioso vai decidir a vaga nas cobranças de pênaltis. Qualquer outro placar serve aos sergipanos, pois os tentos anotados como visitante valem para critério de desempate. Quem avançar pega o paraná, que eliminou o Gurupi-TO.


Fonte: Gazeta Press

 


Esportes
Com.: 0
Por Kleber Santos
Primeira « Anterior « 1 2 3 4 5 6 7 8 » Próxima » Última

Enquete


Categorias

Arquivos