28/04
16:03

Doña Sara de la Mancha

Clóvis Barbosa
Blogueiro e Conselheiro do TCE-SE


Interessante, a minha vida foi marcada por etapas. Sempre vivi intensamente esses momentos. Fui inteiro em tudo que fiz. Nada fiz pela metade, mas me dediquei completamente àquilo que propunha fazer e vivenciar. Assim foi com o cinema. Rodei toda Salvador e subúrbios, na década de 1960, do século passado, atrás de um filme em que meus ídolos trabalhavam. Os cinemas do Centro: Guarany (hoje Glauber Rocha), Tamoyo, Art, Excelsior, Liceu, Popular, Santo Antônio, Pax, Aliança, Jandaia, Tupy; os dos bairros: Amparo, no Engenho Velho de Brotas, São Caetano, no Largo do Tanque, Liberdade (depois São Jorge) e Brasil, na Liberdade, Bonfim, na Calçada, Roma, no Largo do mesmo nome, além de cinemas localizados em Plataforma e Periperi. Levado pelo meu irmão mais velho Cristovam, aos 10 anos passei a ser um negociante de gibis. Comecei com 10 revistas e cheguei a ter mais de 600. O meu ponto de troca e venda dessas revistas era o cinema Santo Antônio, na Rua São Francisco, entre a Igreja de São Francisco, no Terreiro, e uma rua estreita que saía da Baixa dos Sapateiros em direção ao viaduto da Sé, onde, aos sábados à tarde, a procura pelos seus filmes era enorme, pois além de exibir os clássicos do western, eram apresentados seriados do Super-Homem, Batman, Roy Rogers, Capitão Marvel. No final de um seriado, numa cena de perigo para o mocinho, o filme era interrompido com a frase “volte na próxima semana”. Tempos bons onde a inocência preponderava e a maldade era uma mera exceção.

Meus ídolos masculinos preferidos eram Burt Lancaster e Tony Curtis. Claro que gostava de outros, mas desses não perdia um filme. De Lancaster, nunca me esqueço de Brutalidade, A filha da pecadora, O homem de bronze, O pirata sangrento, O gavião e a flecha, Pecadora dos mares do sul, A um passo da eternidade, onde ele contracena com Debora Kerr, Vera Cruz, A rosa tatuada, Trapézio, Sem lei e sem alma, e O mar é nosso túmulo, foram alguns dos filmes em que ele atuou e que assisti nessa época. Depois, li que ele era ativista político e participava das marchas de Martins Luther King. A minha admiração por ele aumentou. De Tony Curtis, lembro-me de Spartacus, Trapézio, Quanto mais quente melhor, Acorrentados, O homem que odiava as mulheres, Houdini, o homem miraculoso, Taras Bulba, Só ficou a saudade e tantos outros. Das mulheres, Rita Hayworth (nunca houve uma mulher como ela), que apareceu divina em Gilda e em Quando os deuses amam; Ingrid Bergman, linda sueca que emocionou toda uma geração com a sua beleza e sensualidade. Guardo na minha memória e na minha estante os filmes Casa Blanca e Por quem os sinos dobram. Essa etapa da minha vida tinha passado, contudo, nas minhas recordações, sonhava com esses momentos de iniciação para a vida, onde tudo era mágico e fascinante. Fernando Pessoa dizia mais ou menos que há nos olhos humanos, ainda que litográficos, uma coisa terrível: o aviso inevitável da consciência, o grito clandestino de haver alma. Se for assim, a minha alma guarda com muita saudade esse tempo de sonho e emoção.

Pois bem, estava quieto em meu canto quando, de repente, tomo conhecimento da morte em Madri, no dia 8 deste mês de abril, uma segunda-feira, de Sarita Montiel, cujo nome de batismo era Maria Antônia Alejandra Vicenta Elpidia Isidora Abad Fernández. Pronto, as lembranças do passado retornaram numa velocidade de trem-bala. Sara ou Sarita era de uma beleza ímpar e bastante sensual. Nunca me esqueço de quando assisti umas dez vezes um filme onde ela cantava e seu peito arfava por cima de uma blusa dando a impressão que a qualquer momento o pano se rasgaria e apareceria aos nossos olhos aqueles seios tão desejados. Na minha santa fantasia, achava que a blusa não iria suportar a força do canto daquela música que muito puxava pelo peito. Atriz, tendo conquistado Hollywood através de vários filmes em que participou com os mais destacados atores. Trabalhou ao lado de James Dean, Gary Cooper, Marlon Brando, Burt Lancaster, Maurice Ronet, Charles Bronson, Rod Steiger. Quem não se lembra de Vera Cruz, um clássico do cinema americano, de Robert Aldrich, onde ela tem uma atuação de destaque? Don Quixote de la Mancha, Eu não creio nos homens, Serenata, La Violetera, Carmen de la ronda e Meu último tango, foi alguns de seus filmes que vi. Gravou muitos discos, mas a sua interpretação das músicas Fumando espero, Besame mucho e Contigo aprendi, são inesquecíveis. Dedicou-se, também, ao teatro e vários foram os musicais que encantavam o público. A televisão foi também seu ambiente, tendo feito dois programas de muito sucesso na Espanha.

Um de seus últimos espetáculos foi o musical 'Doña Sara de la Mancha', cuja estréia foi no Teatro Auditorio da cidade onde ela nasceu. Durante a turnê por toda a Espanha, ela registrou a sua satisfação em conectar com a sua gente, através do canto que a consagrou no cinema e na música. Sarita morreu aos 85 anos de idade. É difícil a gente acreditar. Na nossa memória, ela nunca chegou a essa idade. Aliás, como disse Rui Castro numa crônica na FSP, quatro dias após esse infausto acontecimento, “Sarita, 85? Que mentira. Ela nunca passou dos 31, 32 – quando sua beleza siderava as plateias em filmes como “A Última Canção, La Violetera e Carmen de Ronda”.
Post Scriptum. Um mérito parlamentar para um comunista

No próximo dia 6 de maio de 2013, o ex-vereador Marcélio Bonfim vai receber a Medalha da Ordem do Mérito Parlamentar outorgada pela Assembleia Legislativa do Estado de Sergipe, por indicação do deputado Garibalde Mendonça. Antes de ser uma homenagem ao velho camarada, isoladamente, que dedicou grande parte de sua vida à luta por uma sociedade justa e igualitária, a comenda é, também, uma homenagem aos comunistas sergipanos, muitos deles já mortos, mas que deram a sua alma pelo socialismo. Conheci Marcélio na minha mocidade quando cheguei a Sergipe e pelas suas mãos ingressei no partidão e no partido dos trabalhadores. Tinha um respeito muito grande pelo “velho”, como carinhosamente era chamado. Admirava a sua capacidade de organização, a sua disciplina e seu amor à causa comunista. Convivemos juntos muito tempo. Ele foi preso várias vezes, torturado e processado pelos órgãos de repressão da ditadura militar, nunca renegando a sua militância e sempre procurando resguardar os seus companheiros das garras da opressão. Ao saber dessa notícia, sinto-me também homenageado e, nesse momento, estou sentindo muito a falta de velhos companheiros. O que mais queria era tirar essas pessoas do sono eterno para abraçá-los.


Coluna Clóvis Barbosa
Com.: 0
Por Kleber Santos
28/04
15:34

A economia de Sergipe em 1970, 1ª parte

Ricardo Lacerda
 
Iniciamos com presente artigo uma série sobre a evolução da economia sergipana a partir de 1970. Adota-se 1970 como ponto de partida por dois motivos. A década de setenta vai significar para Sergipe, e para o conjunto da região Nordeste, um período de intenso crescimento do PIB, em que novas atividades vão ser implantadas, com impactos importantes na dinâmica de crescimento. 
 
De outra parte, esses processos vão repercutir na estrutura social do estado, especialmente por conta da aceleração do processo de urbanização.  
 
Sergipe passa a contar, progressivamente, com uma economia mais diversificada, com crescente peso das atividades urbanas (indústria, comércio e serviços). A nova estrutura econômica vai surgir mais integrada nacionalmente, fortalecendo os fluxos de mercadorias e de recursos produtivos, especialmente com alguns estados.
 
De fato, se alguns avanços produtivos importantes se verificaram na década de sessenta, como a implantação da primeira fábrica de cimento (1967) e as descobertas de petróleo em terra em Carmópolis, em 1963, e de campo marítimo de Guaricema, em 1968, é na década de setenta que o crescimento da exploração de sua base de riqueza minerais e a aceleração da urbanização produziram os efeitos de maior significado para a transformação econômica e social de Sergipe. 
 
 
População
A o iniciar a década de setenta, a população sergipana ainda não havia atingido a casa de um milhão de pessoas. O censo demográfico de 1970 contou 911.251 residentes no estado, dos quais mais da metade situados na zona rural. Eram 489.893 (54%) pessoas na zona rural (ver Gráfico 1).
 
Ao longo da década anterior, a população urbana havia saltado de 295.929 para 421.358 (46% do total), uma expansão de 42,4%. Na década de setenta, a população urbana apresentou um novo salto, crescendo 49,4%, enquanto a população das áreas rurais aumentou apenas 7,6%. Com isso, o censo de 1980 já vai constatar uma população urbana quase 20% maior do que a rural, 629.415 e 527.227, respectivamente. Considerando taxas anuais uniformes entre os censos de 1970 e 1980, provavelmente a população urbana superou a rural no ano de 1975. 
 
 
Aracaju
As transformações econômicas e sociais dos anos sessenta e setenta impactaram fortemente a vida da capital. Aracaju que contava com menos de cem mil habitantes em 1950 viu sua população crescer 48% ao longo da década, alcançando 115.713 em 1960. 
 
Nos anos sessenta, novo salto populacional, agora de 61%, somando 186.838 residentes em 1970. A população da capital continuou sua trajetória de crescimento acelerado nos anos setenta. O censo demográfico de 1980 apura uma população residente de cerca de trezentos mil habitantes (299.422), 60% superior à constatada pelo censo anterior, e já respondendo por cerca de um em cada quatro sergipanos, mais propriamente 25,9% do total.
 
 Estrutura produtiva
A base industrial sergipana em 1970 era ainda muito estreita. O censo industrial daquele ano revelava uma estrutura industrial concentrada em apenas três setores de atividades, em que se destacava a indústria de produtos alimentícios, que inclui a produção de açúcar, com 39% do valor da transformação industrial (VTI) considerando a indústria de transformação e a indústria extrativa mineral. O setor têxtil, com suas 22 fábricas, participava com 28,3% do total e a produção de minerais não metálicos, em que se enquadra a produção de cimento, com 17,9%. Esses três segmentos, em conjunto, respondiam por 85,5% do VTI da indústria sergipana. A indústria petrolífera mal ultrapassava 1% do total. 
 
Entre as atividades agrícolas, em termos de área colhida, a cana-de-açúcar predominava nas áreas úmidas porquanto a citricultura apenas havia dados os seus primeiros passos, ocupando o equivalente a cerca de 20% da área da primeira. O plantio de coco no litoral e a rizicultura, no baixo São Francisco também eram significativos. No semiárido, predominavam, como hoje, os cultivos de gêneros como mandioca, milho e feijão, ainda que importantes mudanças de participação entre eles tenham se verificado ao longo das décadas, e a produção de algodão, hoje extinta, tinha uma presença forte no sertão. 
 
Nos próximos artigos, serão examinadas as principais transformações nessa base produtiva ao longo dos anos setenta.
 

*Professor do Departamento de Economia da UFS e Assessor Econômico do Governo de Sergipe.
Artigos anteriores estão postados em http://cenariosdesenvolvimento.blogspot.com


Coluna Ricardo Lacerda
Com.: 0
Por Kleber Santos
28/04
15:33

Coluna Primeira Mão - Política e Economia


Investimentos do Proinveste valem por um governo em SE


Conforme previsão de alguns parlamentares, no decorrer desta semana que se inicia, as comissões da Assembleia Legislativa de Sergipe devem aprovar o pedido de empréstimo do governo do Estado no valor de pouco mais que R$ 560 milhões para a viabilização de 33 projetos. São obras variadas e que farão a alegria de governistas e oposicionistas da capital e do interior. Mas os atuais governistas pouco terão a faturar com essas iniciativas. É verdade. O Proinveste vale um governo. E com certeza será o próximo, que começará no dia 1º de janeiro de 2015. Pelos atrasos nos encaminhamentos, negociações e na aprovação, as obras do Proinveste devem garantir o sucesso do governador que for eleito em outubro de 2014, seja João Alves Filho (DEM), Jackson Barreto (PMDB), Eduardo Amorim (PSC) ou outro qualquer. O governo Marcelo Déda, volto a repetir aqui neste espaço, não terá tempo para executar os projetos. Vai se repetir no Governo do Estado o que aconteceu na Prefeitura de Aracaju. O ex-prefeito Edvaldo Nogueira encaminhou uma série de projetos, não conseguiu executá-los em sua totalidade e o prefeito atual João Alves está concluindo os e terá a seu favor, inclusive eleitoralmente em 2014, caso seja candidato ao governo, os louros da vitória. Isso vai acontecer agora com o Proinveste, cuja aprovação é boa para o Estado e será bem melhor ainda para o futuro governador, já que o atual terá o dinheiro à disposição, mas não faturará nada. Será o resultado do final da festa.


Aracaju e Itabaiana ficam bem no Proinveste


A aprovação do Proinveste garantirá o bem estar de Aracaju e Itabaiana. O projeto, que fará um bom caixa para a execução de obras essenciais para Sergipe, pede autorização ao poder legislativo para que o Executivo possa contratar operação de crédito no valor de R$ 138.510.000 milhões junto ao BNDES para renegociação da dívida, além de solicitar a contratação de crédito no valor de R$ 428.791.548,18 junto a CEF para a realização de obras estruturantes. A capital sergipana terá direito a R$ 142 milhões e
Itabaiana, localizado na região Agreste do Estado, receberá R$ 55.325.000.


Sindicalistas querem conferir a folha de pagamento da PMA - 1


O prefeito de Aracaju não terá sossego em sua administração na PMA. Insatisfeitos com os baixos salários praticados pela Prefeitura, com o anunciado reajuste de 5% para este ano e com o bom reajuste dado aos secretários e alguns Cargos Comissionados, os demais servidores conseguiram a motivação para a unidade na luta e cerca de 15 entidades sindicais puxaram a primeira grande manifestação na porta do Centro Administrativo da capital. Foi na sexta-feira pela manhã. Os manifestantes entendem que um reajuste salarial de 5% - abaixo do índice inflacionário e sem retroatividade em relação a janeiro – é muito baixo, insignificante. Por isso, inicialmente, os manifestantes pleiteiam um diálogo com o prefeito para discutir a viabilidade do reajuste e tendo como parâmetro a atual folha de pagamento da Prefeitura. Os sindicalistas avaliam que há condições propícias para uma melhor correção dos salários. E, é bom lembrar, salário mobiliza.


Sindicalistas querem conferir a folha de pagamento da PMA – 2


O secretário de Administração Edgard D'Ávila e o prefeito João Alves sinalizaram que até a próxima terça-feira, dia 29/04, definirão uma data para o diálogo direto com representantes das 15 categorias mobilizadas. Na segunda-feira, 28/04, está prevista uma sessão especial na Câmara Municipal sobre a proposta do reajuste. O vice-presidente da Central Única dos Trabalhadores (CUT/SE), Roberto Silva, reforçou que a Prefeitura tem plenas condições de conceder um aumento bem maior ao servidor público, e que as palavras do prefeito e do secretário de Finanças Nilson Lima contrastam com as informações publicadas no Diário Oficial do Município. "A CUT se solidariza com todos os sindicatos que estão construindo este movimento unificado e forte, ao mesmo tempo em que repudia a atitude da Administração Municipal que cria cargos em comissão e aumenta o salário do secretariado, mas argumenta que não há recurso sequer para compensar as perdas sob o salário do servidor", criticou. De acordo com Roberto Silva, há sim ampla margem para negociação, pois o Diário Oficial publicou que o município tem uma folha que gira em torno de R$ 45 milhões e a receita corrente líquida está em torno de R$ 115 a 120 milhões, portanto o município está com um percentual de gasto com folha de aproximadamente 40%, quando a Lei de responsabilidade fiscal estabelece um limite de até 57% de gasto da receita com a folha de pagamento de pessoal.

 


O vale tudo para ampliar filiações já começou no Estado

 

 

 


Dirigentes partidários, parlamentares e militantes iniciaram uma corrida ao interior de Sergipe em busca de novos filiados para a ampliação das bases das agremiações políticas, possíveis candidaturas e cooptação de votos. As investidas para atrair filiações são realizadas com maior intensidades às sextas-feiras, sábados, domingos e segundas-feiras. Os mais procurados são os prefeitos, ex-prefeitos, vereadores e lideranças comunitárias. Muitas promessas para o futuro breve.


Ex-prefeitos querem disputar cadeiras na Assembleia


Há pelo menos 12 ex-prefeitos já conversando com dirigentes de seus partidos e/ou aliados políticos para informar que pretendem disputar cadeiras na Assembleia Legislativa de Sergipe em 2014. Isso poderá motivar uma boa renovação no Legislativo ou encarecimento do voto na hora “H”.


Pesquisas já avaliam cenários para eleições de 2014

 

 

 


Preocupados em acompanhar a aceitação de partidos e possíveis candidatos em 2014, prefeitos, deputados e dirigentes de agremiações políticas interessados em avaliar cenários permanentemente os cenários políticos de Sergipe, andam encomendando pesquisas eleitorais com dados quantitativos e qualitativos com certa frequência. É por esse motivo que muita gente está evitando se expor agora como apoiador desse ou daquele candidato.


Estacionamento: shoppings são autorizados a cobrar


Independentemente do consumo, a partir desta segunda-feira, 29, quem estacionar carro nos pátios dos shoppings Riomar e Jardins terão que pagar R$ 1,00 por hora. A autorização da cobrança foi liberada pelo desembargador Roberto Porto, do Tribunal de Justiça de Sergipe. Já o mandado de segurança impetrado pelos dois shoppings ainda depende da decisão do mérito a ser definido pelo Pleno do TJSE.

 

 

 


Turismo: É difícil promover Sergipe no Brasil


O tema é um tanto desagradável, mas é preciso que se fale sobre ele. É difícil vender Sergipe turisticamente no Brasil, quiçá no mundo. A imagem de lugar tranquilo ainda vinga um pouco e o cânion de Xingó, em Canindé do São Francisco. A verdade é que a natureza não foi generosa com os sergipanos e os governantes pouca fizeram, em se tratando de obras, para despertar o interesse dos povos de outros estados. Além disso, veio junto a infelicidade de ficar entre a Bahia e Pernambuco, os dois principais polos regionais nordestinos e reconhecidos na mesma condição nacional e internacionalmente. Sergipe precisa sobreviver turisticamente e para isso terá que se dedicar, e muito, a atrair eventos e usá-los para divulgar Laranjeiras, São Cristóvão, Estância, Xingó, a orla de Atalaia, a foz do rio São Francisco, praia do Saco e os passeios de catamarã nos rios. É só isso. No mais, caso isso ocorra, é só esperar os efeitos futuros.

 

 

 

Mobilização Democrática pode ser esvaziado em SE

 

 

 


Um documento que lhe é atribuída a condição de ser o estatuto do Mobilização Democrática, partido gerado a partir da fusão entre o PPS e PMN, poderá induzir os militantes do extinto PPS a desistirem de vez da nova agremiação em Sergipe. Primeiro fica estabelecido que a direção nacional define os dirigentes estaduais e esses os municipais e durante os próximos cinco anos todos terão engolir o comando, que no Estado ficou nas mãos do pessoal do PMN, mais especificamente o auditor da Sefaz, Antônio Luiz. Todos os filiados terão que dar ajuda financeira ao partido e esse dinheiro vai para o comando nacional, que fica com 80% dos recursos, inclusive os 5% dos salários dos parlamentares, e os 20% restantes irão para a Fundação Astrogildo Pereira. O estatuto define ainda que caberá ao partido indicar os assessores dos parlamentares e uma série de punições para quem desobedecer quaisquer das normas definidas. Como a turma do PMN tem como grande exemplo de vida Joaquim José da Silva da Xavier, o Tiradentes, o estatuto deve ter vindo da época em que ele viveu – de 1746 a 1792. A turma do PMN tem cantado para a do PPS “tá dominado, tá tudo dominado” e a do PPS, se lamentado assume: ”entrei pelo cano, entrei de gaiato no navio”. Só falta ordem unida, conforme o ex-tesoureiro do PPS, Marcos Aurélio. Se rir e o comandante em chefe não gostar, pode ser expulso do ambiente partidário.

Sergipe produz 1,5 mil toneladas de lixo por dia

“O Estado de Sergipe produz mais de mil e quinhentas toneladas dia de resíduos sólidos, englobando lixo hospitalar, lixo de varrição e restos de construção e demolição, isso por cima. O município de Aracaju de longe é o que produz mais, sendo Nossa Senhora do Socorro o segundo maior produtor de lixo”. A declaração é do secretário de Estado do Meio Ambiente, Genival Nunes, em entrevista ao Jornal da Cidade em que fala sobre o trabalho que vem sendo feito para formar consórcios para acabar com os lixões.

 

 

 

Secretário exporá posição da Adema sobre obras no 13 de Julho

O secretário de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos, Genival Nunes, concederá entrevista coletiva nesta segunda-feira, 29, sobre a posição da Administração Estadual do Meio Ambiente (Adema) com relação a Licença Ambiental do Projeto de Engenharia de Defesa Litorânea da Praia 13 de Julho, solicitada pela Prefeitura Municipal de Aracaju. O encontro com a imprensa acontecerá às 8h no auditório da Adema, localizado em frente ao Terminal do DIA.

Decreto estadual autoriza parcelamento de débitos de ICMS

O Governo do Estado editou decreto que possibilita a negociação de débitos relativos ao ICMS fruto de antecipação tributária sem encerramento da fase de tributação em relação aos fatos geradores ocorridos até dezembro de 2012. A medida oferece a oportunidade de regularização fiscal para empresas inadimplentes enquadradas nessa condição. O pedido de parcelamento pode ser feito eletronicamente, através do endereço www.sefaz.se.gov.br. Para os contribuintes interessados em realizar o parcelamento, a Secretaria de Estado da Fazenda informa que a solicitação será validada após o recolhimento de, pelo menos, o valor de uma parcela do montante devidamente atualizado.


João Alves vai ao Cabaré na quinta-feira

 
O prefeito de Aracaju, João Alves Filho (DEM), será o entrevistado que vai abrir na próxima quinta-feira, dia 2, a rodada de entrevistas do Cabaré de Quinta 2013, a partir das 20 horas. No Cabaré, João Alves vai dizer se será ou não candidato ao governo do Estado em 2014, e, se não sendo candidato com quem vai estar aliado, se vai pleitear uma vaga majoritária para vice ou Senado Federal, vai falar ainda dos mais de 100 dias de sua administração, o reajuste da passagem de ônibus, as primeiras greves em seu governo, além de outros temas. João Alves Filho já foi prefeito de Aracaju, ministro de Estado e governador por três vezes, voltando em 2013 a governar pela segunda vez a capital do Estado. Em seu terceiro ano, o Cabaré volta as suas origens, ou seja, as entrevistas voltam a acontecer no hoje Facebar, no antigo bar Templo Gelado, na rua Joventina Alves, próximo a Praça da Imprensa.




Coluna Eugênio Nascimento
Com.: 0
Por Eugênio Nascimento
27/04
14:14

Techné ou Paideia? Os gregos e a formação de professores no Brasil

Itamar Freitas - Professor do DED/NPGED/UFS

 
No mês passado (19/03/2013), a Fundação CAPES, o MEC e a UNESCO realizaram um seminário internacional para discutir a “Educação comparada e as novas abordagens na formação docente”, em Brasília. Aqui no JC (14/04/2013), já comentei a fala do professor Robert Cowen. Hoje, rememoro e discuto algumas das afirmações de Andreas Kazamias, professor da University of Wisconsin Madson (EUA).

Kazamias difunde a ideia de que dois espíritos dominam os sistemas educacionais contemporâneos: a techné e a paideia. Ele opta pela paideia e defende ardorosamente a revivescência de uma educação integral: “É a alma das pessoas que se deve atingir e não o adestramento para uma função qualquer”, afirmou.

Seu discurso incensou a plateia. Principalmente, após denunciar que a formação de professores na União Europeia e nos Estados Unidos está infectada pela techné – os grandes indícios são a presença dos conceitos de habilidades e conhecimentos, o forte apelo à eficiência e à produtividade e à mensuração por escala, como os testes TIMMS (Trends in International Mathematics and Science Study) e PISA (Programme for International Student Assessment). Aliás, Kazamias levou o público ao delírio quando pôs Sócrates e Paulo Freire no mesmo diapasão!

Confesso que já estava desabituado ao clima de um debate sobre formação de professores. Mas, ali, em frente a um filho da terra-mãe dos fundamentos da cultura ocidental e junto aos mais de 400 ouvintes – sedentos por novidade e por oportunidades para reclamar ou fazer propaganda de seu Gramsci, Castels, Weber, Marx, entre outros –, logo voltei ao meu estado de consciência de há cinco anos, quando fazia a defesa da implantação da educação a distância na UFS. Com essa longa frase, quero afirmar que a qualidade do debate minguou quando a audiência passou a deliciar-se com o doce canto humanista, aparentemente, temporão.

E tudo assim permaneceu até o meio da tarde, quando o economista Claudio Moura e Castro resolveu quebrar o consenso. Afirmou que sua experiência como gestor de um empreendimento privado de formação de professores – o Grupo Positivo – lhe encorajava a dizer que os professores formadores não sabiam dar aulas e usavam os alunos da licenciatura como cobaias por uns quatro ou cinco anos. E os alunos? Estes portavam deficiências primárias de escrita e leitura, não conseguindo compreender muito dos conhecimentos apresentados pelos formadores.

Para Moura e Castro, as soluções eram simples: ensinar os futuros professores a ler e a escrever, proporcionar estágios efetivos na docência em escolas no interior da Instituição formadora, tempo integral de estudos e bastante conhecimento sobre humanidades. Em síntese: para o economista, antes da paideia, era necessário muito de techné, pois não é possível, por exemplo, interpretar coisa alguma sem que se saiba escrever, ler e ler com rapidez.

Vocês já devem imaginar as manifestações da plateia: “neoliberal”, “detrator dos professores”, “desinformado” entre outros, foram os qualificativos murmurados ou anunciados ao microfone. No fundo, bem no fundo, a maioria ali sabia que ele tinha alguma razão. E ele também sabia que a maioria sabia que ele tinha alguma razão. Tanto que, ao final, verbalizou, sem ser contestado: formadores de professores – os que estavam no auditório – são hipócritas. Idealizam um aluno de licenciatura e dão aulas para este ser, deixando à míngua os discentes de carne e osso, que pouco entendem os seus esforços de erudição.

Mas, o último round entre a teché e a paideia deu-se mesmo entre Moura e Castro e Kazamias. Incomodado com as posições do brasileiro, Kazamias afirmou ser impossível treinar alguém para executar algum plano sem constituí-lo moralmente. O brasileiro devolveu a crítica com a seguinte provocação: “professor Kazamias, quando eu morava na Suíça, eu pensava do seu jeito. Mas, hoje, moro no Brasil. E as necessidades da formação de professores por aqui são outras bem diferentes!”

E você, o que pensa desta questão? techné ou paideia? Sugiro não perder o sono, tentando encontrar uma resposta acertada, afinal, não somos os fiéis depositários dos “destinos” da civilização. Talvez exista outro salvador, outra matriz alternativa na Grécia antiga ou, quem sabe, no próprio seio dos contaminados Estados Unidos e União Europeia.

Foi o que percebi nos agradecimentos do professor Robert Cowen, que apresentou a Alemanha como detentora de um modelo de formação equilibrado, contemplando conhecimentos especializados e prática docente. O próprio Kazamias também deixou vazar que a Universidade Wisconsin-Madison, nos EUA, ocupa-se da formação de professores, sob perspectivas críticas. Vamos conhecer essas experiências?

 



Colunas
Com.: 0
Por Eugênio Nascimento
26/04
06:19

Coluna Primeira Mão - Política e Economia

 

 

Grande Aracaju - Justiça “barra” reajuste do transporte coletivo

 

 

A desembargadora Susana Carvalho concedeu liminar ao mandado de segurança, apresentado pelo vereador Emerson Ferreira (PT), contra o projeto de lei que aumenta o preço da tarifa do transporte coletivo da Grande Aracaju. Emerson arguiu a autoria da propositura, que deveria ser do Executivo e foi do Legislativo. “ O processo se deu de forma equivocada. Não caberia à Câmara apresentar o projeto. Isto era para ser feito pelo prefeito, que enviaria aos vereadores, que votariam favoráveis ou contra”, explica o parlamentar. O prefeito de Aracaju, João Alves Filho (DEM), sancionar a lei. As empresas devem se manifestar sobre o assunto ainda hoje.


"Ônibus só são suficientes para atender o lucro dos empresários", diz Max Prejuízo

O vereador Max Prejuízo (PSB) criticou ontem, 25, o posicionamento do sindicato das empresas de ônibus que afirmou ser suficiente para a população a quantidade de ônibus que circulam na cidade e que a licitação do transporte público só poderá acontecer após a Prefeitura Municipal de Aracaju pagar às empresas, que estão atualmente em operação, pelos serviços prestados ao longo dos anos. "Enquanto não for encaminhada a licitação do transporte público não posso deixar de falar nesse tema. Agora o sindicato das empresas de ônibus querem indenização. Que absurdo. Ainda dizem que tem ônibus suficientes para atender à população. Ônibus suficientes tem para garantir o lucro deles, mas para a população, que passa uma hora esperando o transporte e quando chega é sucateado e superlotado não são suficiente", criticou Max Prejuízo. O parlamentar voltou a afirmar que a licitação do transporte público é fundamental para a melhoria dos serviços prestados. "Desde 1988 que a Constituição Federal coloca claramente que a licitação é deve ser feita. O jornal local mostrou hoje pessoas penduradas na porta do ônibus superlotado. Isso não é exceção, é o que acontece diariamente. Os empresários estão defendendo os interesses deles, cabe a nós, vereadores, defendermos os interesses da população que, nesse momento, é a licitação do transporte público. Nós não podemos nos omitir nesse debate", concluiu Max.


Trabalhadores protestam contra reajuste de 5% - 1

A proposta de reposição salarial de 5% - abaixo do índice de inflação do correspondente período - e sem retroatividade a janeiro, de acordo com a data-base das categorias, anunciada na semana passada pelo prefeito João Alves Filho, deixou insatisfeitas todas as diferentes categorias de trabalhadores da rede pública municipal, que na manhã desta sexta-feira, 26/04, realizam uma manifestação em frente ao prédio da Prefeitura. Após o ato público, os servidores seguem para a Câmara Municipal onde usarão a tribuna, em sessão especial, para explicar aos vereadores e à população a situação dos servidores municipais. A presidente do Sindicato dos Assistentes Sociais (SINDASSE), Rosely Anacleto, explica que a insatisfação conjunta dos trabalhadores não foi só com a proposta de reposição salarial incapaz de repor as perdas do período, mas pelo desdém do prefeito João Alves com as entidades sindicais que sequer foram ouvidas. "Estamos indignados não apenas com o aumento irrisório, abaixo de qualquer índice, mas acima de tudo, com a forma antidemocrática através da qual o prefeito anunciou unilateralmente o reajuste de 5%: sem ouvir nenhum outro sindicato, à exceção da categoria médica, que foi ouvida, mas não teve nenhum pleito atendido", explicou.

Trabalhadores protestam contra reajuste de 5% - 2

Em apoio à mobilização dos servidores municipais, a Central Única dos Trabalhadores participará do ato público em frente à Prefeitura na manhã desta sexta-feira. O vice-presidente da CUT, Roberto Silva, defende a união dos trabalhadores para mostrar à população aracajuana como esta medida é injusta. "A mobilização dos servidores públicos é muito importante neste momento, pois a Prefeitura Municipal tem condições de conceder um reajuste maior, prova disso foi a criação de quase 400 cargos em comissão e o aumento dado aos secretários municipais cujo salário passou de R$ 8 mil para R$ 15 mil. Agora o secretário da Prefeitura ganha mais que os secretários de Estado que recebem R$ 12 mil. Então os apadrinhados do prefeito ganham aumento e cargos de comissão, enquanto o trabalhador que atende diretamente a população tem aumento abaixo da inflação? Não há como aceitar essa injustiça", apontou.

Vacinação contra aftosa é adiada por causa da seca

Empresa de Desenvolvimento Agropecuário de Sergipe (Emdagro) resolveu adiar para o mês de julho desse ano a campanha de vacinação contra a Febre Aftosa. A medida foi tomada após reunião entre as empresas de defesa agropecuária de todo o Brasil e o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. “O momento pelo qual estamos passando por conta da seca está deixando nossos animais muito debilitados e, por isso, não sendo recomendada aplicação da vacina contra a Aftosa nesse mês de maio, como vínhamos fazendo anteriormente”, explicou Salete, acrescentando que, com a chegada do período chuvoso e o restabelecimento da saúde do rebanho, a Emdagro dará início à campanha no próximo mês de julho. “Foi com essa preocupação que o Ministério deixou a cargo dos Estados a escolha do melhor momento para iniciar a campanha”, completou a diretora.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Mobilização Democrática: Nada definido até agora em Sergipe

Apesar das informações repassadas para a Sociedade, via imprensa, oriundas do Senhor Antônio Luiz, ex-presidente do PMN - Partido da Mobilização Nacional em Sergipe, insinuando que ele foi indicado como o Dirigente do Novo Partido, a Mobilização Democrática para o Estado, o ex-Tesoureiro do PPS, Marcos Aurélio, garante que "até agora ninguém do PPS recebeu qualquer orientação a respeito da Nova Composição da Executiva Estadual. Se agora o Partido se chama Mobilização Democrática, então que façamos uma Mobilização, de fato, Democrática. E é isso que estamos dispostos a fazer em todo Estado", afirmou. O Dirigente do Partido Popular Socialista diz que tem dialogado com filiados históricos do PPS e todos têm demonstrado preocupação com os rumos que as coisas estão tomando no Estado. "O que tenho visto são pessoas, a exemplo de Wellington Mangueira, que lutou em toda a sua vida em defesa da Democracia que vivemos hoje, apreensivas com essas atitudes", destaca Marcos Aurélio, e completa, "Todos nós defendemos a realização de um Congresso Extraordinário, convocando todos os filiados dos PPS e PMN, e neste Fórum, de forma democrática, escolhamos os integrantes do Diretório Estadual e que este, também de forma democrática, escolha a sua Comissão Executiva. Aquele que se posicionar contrário a esse Processo, não merece Dirigir um Partido que se denomina, Mobilização Democrática".

 


Laércio Oliveira libera R$ 600 mil para compra de uniformes escolares


O deputado federal Laércio Oliveira liberou R$ 600 mil em emendas parlamentares para compra de uniformes escolares para os municípios de Itabaiana, Campo do Brito, Tobias Barreto, Propriá, Itabaianinha e Boquim. Os recursos são do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação, do Ministério da Educação. Os uniformes serão adquiridos via pregão eletrônico. Será uma forma de oferecer uma opção de boa qualidade e baixo custo para os uniformes escolares da rede pública de educação básica. Este instrumento garante maior transparência ao processo de compra, ganho de escala, padronização nacional do produto, eficiência e qualidade. “O objetivo dessas emendas é inserir Sergipe no projeto do FNDE de dar continuidade ao Projeto de uniformizar os alunos das redes municipais, estaduais e federal com produtos de qualidade”, informou Laércio Oliveira.


Valadares Filho participa de debate sobre o futuro dos clubes de futebol


O deputado Valadares Filho (PSB-SE) participou, ontem (24/04), do Seminário: Gestão Financeira e Formação de Atletas nos Clubes de Futebol, promovido pela Comissão de Turismo e Desporto (CTD) da Câmara dos Deputados. O seminário teve como principal objetivo debater os rumos do futebol brasileiro. Valadares Filho, que é o primeiro vice-presidente da Comissão de Turismo e Desporto, presidiu o painel sobre a atual situação fiscal e financeira dos clubes no Brasil. O deputado sergipano destacou a grave situação financeira dos clubes de futebol. "Tenho acompanhado esse assunto e sei que os clubes estão enfrentando dificuldades financeiras, mas depois de ouvir os expositores, constatei que o problema é muito mais sério", afirmou. O painel teve como expositores o presidente do Flamengo-RJ, Eduardo Bandeira de Mello, o presidente Federação Nacional dos Clubes (FENACLUBES), Arialdo Boscolo, e o presidente-executivo do Atlético Goianense-Go, o deputado estadual Valdivino José de Oliveira.

 

Defensoria Pública encerra inscrições para estágio remunerado nesta sexta-feira

 


Os estudantes dos cursos de direito, psicologia, serviço social, ciências contábeis, jornalismo e administração terão até hoje, 26, para se inscreverem no processo seletivo de estágio forense da Defensoria Pública do Estado. As inscrições - que encerram às 13 horas - devem ser feitas na sede da instituição localizada na Travessa João Francisco da Silveira, nº 115, continuação da Avenida Barão de Maruim, Bairro Centro. Mais informações através do telefone: 3205.3800.

 

CUT prepara ato do 1º de Maio

Os sindicatos sergipanos filiados à Central Única dos Trabalhadores (CUT/SE) definiram a programação para o próximo dia 1º de Maio, Dia Internacional do Trabalhador, durante seminário realizado na tarde do dia 20 de abril. No dia 1º de maio a CUT/SE e seus 88 sindicatos filiados levarão seus banners, com imagens e mensagens de sua luta até os Arcos da Orla de Atalaia, em Aracaju, concentração será a partir das 8h30, e lá será distribuído um panfleto com o texto unificado expondo um pouco da realidade das diferentes categorias de trabalhadores. Encenação teatral e apresentação musical do grupo 'Tambores da Esperança' completam a programação da data marcada pela mobilização de trabalhadoras e trabalhadores em todo o mundo.

 

CTB/SE promove ato em praça pública no 1º de Maio

Manter a luta pela valorização do trabalho e comemorar os avanços e direitos conquistados com o esforço de cada trabalhador sergipano. É dessa forma que a Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB/SE) pretende comemorar o 1º de Maio. A data será lembrada com um grande ato público, na Praça do Conjunto Sol Nascente, Bairro Jabutiana, na próxima quarta-feira. A manifestação começará às 8 horas com muita música e shows de artistas sergipanos. Durante o ato, a CTB/SE fará o sorteio de dezenas de brindes entre os trabalhadores. A expectativa é de que a festa promovida pela entidade termine às 13 horas. Para Edival Góes, presidente da CTB/SE, esse é o momento de os trabalhadores unirem forças para continuar avançando na campanha pela valorização do trabalho e na defesa da Consolidação das Leis Trabalhistas - CLT - que completa 70 anos

 

Há crime ambiental? - Juíza quer dados sobre criação de camarões em SE

A Juíza Federal da 1ª Vara, Telma Maria Santos Machado, proferiu decisão liminar nos autos da Ação Civil Pública nº 0001184-69.2013.4.05.8500, ajuizada pelos Ministérios Públicos Federal e do Estado de Sergipe contra União Federal, IBAMA e ADEMA, visando à proteção de área de manguezal e mata atlântica pelo desenvolvimento desordenado e sem licença ambiental da carcinicultura em todo estado. Na ação, o MPF e o MPE argumentaram que foram instaurados diversos inquéritos civis públicos sobre a matéria, dando conta da destruição de área de preservação permanente pela criação de camarão sem regulamentação dos órgãos ambientais. A magistrada deferiu parcialmente a liminar para determinar que o IBAMA e a ADEMA identifiquem, no prazo de 120 (cento e vinte) dias, todos os carcinicultores em atividade no Estado de Sergipe e: a) determinem a imediata paralisação (interdição) dos carcinicultores que desenvolvam suas atividades em evidente agressão à integridade dos manguezais arbustivos e dos processos ecológicos essenciais a ele associados, bem assim da sua produtividade biológica e condição de berçário de recursos pesqueiros, autuando e embargando os viveiros não licenciados; b) após a realização da fiscalização acima requerida, apresentem a este juízo, no prazo de 15 (quinze) dias, relatório circunstanciado onde reste demonstrado quais os empreendimentos de carcinicultura atualmente em atividade em Sergipe, licenciados ou não, e os embargos efetivamente realizados nos empreendimentos; c) informem ao órgão responsável da União (Superintendência do Patrimônio da União) as atividades porventura desenvolvidas em terrenos de marinha ou outros bens da União, para que o ente possa adotar as providências cabíveis.

Governo viabiliza entrega de 1,8 milhão de quilos de grãos a criadores

Mais de 1,8 milhão de quilos de grãos de um total de 3 milhões e 100 mil já estão à disposição dos criadores de animais de Sergipe desde o último dia 24. A entrega dos grãos sofreu um pequeno atraso por estar aguardando a liberação da Superintendência da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) em Salvador. Os grãos já se encontram classificados e estocados nos armazéns da Companhia, localizado no município de Itabaiana, distante 54 Km da capital aguardando agendamento por parte do criador. Para o Presidente da Empresa de Desenvolvimento Agropecuário de Sergipe (Emdagro), Jefferson Feitoza de Carvalho, essa distribuição de grãos de milho faz parte do plano emergencial do Governo Federal de socorro aos pecuaristas atingidos pela seca. “Esses grãos estão chegando para possibilitar aos produtores um alimento de qualidade para seu plantel nesse período crítico de estiagem, a um preço abaixo do praticado”, disse, acrescentando que a proposta do Governo Federal é encaminhar para Sergipe 15 mil toneladas de grãos e beneficiar assim a aproximadamente 13 mil pecuaristas em todo o Estado.

 

 



Coluna Eugênio Nascimento
Com.: 0
Por Eugênio Nascimento
25/04
22:44

Destaques esportivos da TV desta sexta-feira

8h - Torneio de Bucareste, tênis, ESPN +

9h - Torneio de Stuttgart, tênis, Bandsports

11h - Iberia Star x MFK Dínamo, Europeu de futsal, ESPN +

13h30 - Kairat Almaty x Barcelona, Europeu de futsal, ESPN +

15h30 - Lille x Sochaux, Francês, SporTV

17h - Natação, Troféu Maria Lenk, SporTV 2

19h - B. Cearense x Paulistano, NBB, SporTV

20h - Corinthians x São Bernardo, Liga Futsal, ESPN Brasil

20h - Washington Nationals x Cincinnati Reds, beisebol, ESPN +

21h - Boston Celtics x New York Knicks, NBA (playoffs), ESPN

21h - São Paulo x Jaraguá, Liga Futsal, SporTV

23h30 - LA Lakers x San Antonio Spurs, NBA (playoffs), ESPN



Esportes
Com.: 0
Por Kleber Santos
25/04
21:53

Coluna Primeira Mão - Esporte


FESTA RUBRO-NEGRA EM ARACAJU
Está agendada para o dia 4 de maio, às 13 horas, a 2ª Confraternização da Nação Rubro-Negra de Sergipe, que acontece no Clube da Caixa. As atrações são os ex-jogadores Rondinelli e Leandro. Os ingressos são limitados e podem ser encontrados na Farmácia Moura (Av. Canal 4 - Conj. Augusto Franco); Autopeças Macedo (Siqueira Campos); Faculdade Maurício de Nassau (Ao lado do Shopping Rio Mar); Academia Beth Medeiros (Galeria - Petrox Beira Mar) e na Boutique do Flamengo (Av. Hermes Fontes). Mais informações pelos números: 9627-5227/9163-8919 com Thiago ou 3042-7801 com Barbosa.

SERGIPANO DE BICICROSS
A primeira etapa do Campeonato Sergipano de Bicicross acontece neste domingo (28), na pista da rótula do conjunto Orlando Dantas. A expectativa dos organizadores é que cerca de 80 atletas participe da competição, que conta com seis etapas este ano.

SELO MUNICÍPIO AMIGO DO ESPORTE
O deputado federal, Valadares Filho, deu entrada nessa quarta-feira (24), no projeto de Lei da sua autoria, na Câmara dos Deputados, que prevê a concessão de selo aos municípios que se destacarem na implantação de políticas de incentivo à prática esportiva. A proposição institui o Selo Município Amigo do Esporte e tem como objetivo reconhecer o esforço dos gestores municipais que mais se empenharem no estímulo a práticas desportivas em suas cidades.

OPEN DE FISICULTURISMO
Estão abertas as inscrições para o Open Tuchê Fitness de Fisiculturismo, que acontece no dia 4 de maio, no Constâncio Vieira. A premiação será de R$ 5 mil. Mais informações: (79) 3241-8694

JÚNIOR CIGANO EM SERGIPE
O I Seminário de MMA de Sergipe promete contar com a presença do ex-campeão de MMA, do UFC, Júnior Cigano, ao lado do seu professor Luiz Dórea. A ideia é ensinar muitas técnicas de boxe aos participantes. O evento acontece no dia 4 de maio, na quadra ao lado da piscina do Batistão. Os preços variam entre R$ 100 e R$ 130,00 a depender do dia que se fará a inscrição. Contatos: 3041-7352

TRILHA EM CHAPADA DIAMANTINA
O grupo de TRilha "Os Bagaçados" promove a 10ª Excursão para Chapada Diamantina-BA, que sai no dia 29 de maio e retorna no dia 2 de junho, feriado do Corpus Cristi. Mais informações com Amanda Keyse: (079) 9923-5334 ou 9106-4270.

SURF EM SERGIPE
Rodrigo Alvaia foi o campeão da 1ª etapa do Circuito Pro Amigos 2013, na categoria AMG1, realizada na praia do Abais, no último domingo (21). Na categoria, AMG2 (convidados), o vencedor foi Joseph Bruno. Cerca de 30 surfistas entraram na água para disputar o titulo dessa primeira etapa.

CORRIDA DE PREVENÇÃO A CEGUEIRA
Promovida pela Sociedade Sergipana de Oftamologia, a Orla da Atalaia será cenário da Corrida de Prevenção a Cegueira 2013, no dia 26 de maio, às 7h30. A prova contará com disputas de 10KM e 5KM. As inscrições custam R$ 50,00 e contarão com camisa Dry-fit, chip descartável e medalha de participação. Mais dados pelo número: (79) 3246-1547.

COPA SERGIPE DE NATAÇÃO
O balizamento da Copa Sergipe de Natação está disponível no site da Escola de Natação Agitação. A competição acontece no próximo fim de semana, 27 e 28 de abril (sáb e dom), na piscina de 25m do Colégio Salesiano. Confira as provas em www.agitado.com.br

CIRCUITO DE NATAÇÃO
Após a I etapa em Salvador, agora é a vez de Aracaju estrear no Circuito CVC de Natação Escolar 2013,que acontece no dia 04 de maio, na Unit (Farolândia). As inscrções vão até esta sexta-feira (26). Informações: www.circuitocvc.com.br

FUTEBOL AMERICANO
O primeiro desafio do ano de Futebol Americano para o Sergipe Bravos será contra o Salvador All Saints, no dia 5 de maio, às 14 horas, em Camaçari-BA.

LIGA SERGIPANA DE HANDEBOL
A primeira etapa do primeiro turno da Liga Sergipana de Handebol vai começar neste sábado (27), a partir das 15 horas, na quadra do Constâncio Vieira, em Aracaju. Serão quatro jogos: AZHC x Mocidade, Castelo Branco x Boca Junior, EcoBeach x Lagarto e Portela x Itabaiana. Este turno conta com três etapas que reunirá 8 equipes.

FUTEVÔLEI EM TOBIAS BARRETO
A III Etapa do Circuito Sergipano de Futevôlei vai acontecer, no Clube Social de Tobias Barreto, nos dias 04 e 05 de maio, 10h da manhã. Premiação de R$ 1 mil para a dupla primeira colocada.

CAMPEONATO SERGIPANO DE SKATE
Com previsão de 70 atletas, vai retornar o Campeonato Sergipano de Skate 2013, após passar em branco no ano passado. A abertura da 1ª etapa está agendada para os dias 1º e 2 de junho, na Praça da Juventude Luciano Barreto Junior, em Nossa Senhora do Socorro, com disputas nas categorias Mirim, Iniciante, Feminino e Amador.

CAMPEÕES NO KARATÊ
os karatecas Leonardo Vieira (Kumitê), Jacyanne Sarah (Kata e Kumitê) e Guilherme Garcez (Kata) ganharam medalha de ouro no Campeoanato Sergipana da modalidade, realizada no último final de semana.

VÔLEI DE PRAIA DE SERGIPE É DESTAQUE
A dupla Duda e Tainá foi a campeã do Circuito Banco do Brasil-sub 19, da etapa de Brasília-DF, no último final de semana. A outra sergipana Ana Carolina ainda levou o vice-Campeonato.

FUTEBOL 7 SOCIETY 2013
O Campeonato Sergipano de Futebol 7 Society foi iniciado no último final de semana e vai até o dia 2 de junho. Neste fim de semana, acontece a segunda rodada com mais seis jogos, a partir das 13h30, no sábado, e 9h30, no domingo. Ao todo, serão cinco etapas, aí depois entra as fases de mata-mata, que começa com as quartas-de-final.

ODISSÉIA SERGIPE
A quinta edição da Odisseia Sergipe e primeira etapa do CNA 2013 acontecerá nos dias 26,27 e 28 de abril, em Aracaju. Com muita canoagem, MTB, trekking, travessia e orientação, serão 130km de belas paisagens do litoral sergipano. A previsão é que todas as equipes concluam a prova pelo tempo de prova de 28h. Mais informações: www.vixe.com.br

SUB-18 DO CONFIANÇA É CAMPEÃO
Com apenas três gols sofridos e 42 marcados, a equipe de base do Confiança sagrou-se campeã do Campeonato Sergipano Sub-18, nessa quarta-feira (24). O título aconteceu com três rodadas de antecipação, após bater o Boca Júnior, por 5 a 0. Agora, o time conseguiu uma vaga na Copa São Paulo de Futebol Jr. em 2014.


Coluna Kleber Santos
Com.: 0
Por Kleber Santos
25/04
21:38

Movimento Intersindical faz mobilização nesta sexta e se reúne na Câmara de Vereadores na segunda


O Movimento Intersindical dos Servidores Público de Aracaju, no qual o Sintasa faz parte, irá participar de uma sessão especial na Câmara dos Vereadores de Aracaju nesta segunda-feira (29) a fim de debater com os vereadores sobre o reajuste salarial de 5% concedido pela Prefeitura de Aracaju aos servidores, sem negociar com os sindicatos. Essa decisão foi tomada nesta quinta-feira (25), durante a Assembleia Geral Unificada dos servidores, realizada na sede do Sindicato dos Bancários.

Na reunião desta quinta, combinou-se também que cada servidor presente estaria motivando a levar mais um servidor para a mobilização desta sexta-feira (26), que acontece, às 7 horas, no Centro Administrativo Prefeito Aloísio Campos. A ideia é sensibilizar o prefeito para uma conversa. Ficou acertado ainda que haverá uma nova Assembleia Geral Unificada já com o indicativo de greve, na próxima sexta-feira (3 de maio), caso o prefeito João Alves não se reúna com o Movimento Intersindical.

Diálogo
“A nossa expectativa com a mobilização desta sexta-feira é que o prefeito e os secretários possam perceber a força dos servidores de Aracaju”, disse a diretora do Sintasa, Maria das Graças, que acompanhou ativamente da Assembleia Unificada. Quem faz coro com ela é o presidente do Sintasa, Augusto Couto. “Queremos que o prefeito se sensibilize porque não podemos admitir essa posição antidemocrática que ele tomou. Não podemos concordar com um reajuste de apenas 5%. Acreditamos que dá para aumentar este índice”, diz Augusto.

Fonte: www.sintasa.com.br
 


Coluna Afonso Nascimento
Com.: 0
Por Kleber Santos
Primeira « Anterior « 1 2 3 4 5 6 7 8 » Próxima » Última

Enquete


Categorias

Arquivos