27/05
13:19

Forró Caju: programação oficial é divulgada

Um dos momentos mais especiais do ano está chegando, os festejos juninos fazem parte da tradição cultural do estado e de todo Nordeste e são esperados com ansiedade pela população. Em Aracaju, a grande expressão desta riqueza de costumes é o Forró Caju, que volta em 2018 com uma programação rica e variada. A festa acontecerá na praça de eventos Hilton Lopes, entre os mercados centrais, nos dias 22, 23, 24, 28, 29 e 30 de junho. No total, 60 atrações, sergipanas, regionais e nacionais trarão suas performances para alegrar a noite dos aracajuanos e turistas. 
 
A festa contará com três palcos. Na Praça General Valadão, do dia 20 até o dia 30, entre as 16h e as 20h, trios pé-de-serra, quadrilhas juninas e grupos folclóricos locais começarão animando aqueles que estiverem pelo centro da cidade, esquentando-os para festejar nos palcos principais.  
 
Nos palcos Luiz Gonzaga e Gerson Filho os shows começarão às 20h. A programação alia nomes com grande experiência e expressão a nível nacional com os mais novos destaques da música nordestina. Desta maneira, o palco que receberá Adelmário Coelho, Alceu Valença, Elba Ramalho, Flávio José, Michel Teló e Joelma também contará com prestígio de Devinho Novaes, Os Gonzagas, Jonas Esticado e Samyra Show. 

22 de junho (Sexta-feira) 
ORQUESTRA SANFÔNICA DE ARACAJU 
MESTRINHO 
GALÃ DO FORRÓ 
CINTURA FINA  
SAMYRA SHOW
 
23 de junho (Sábado) 
JOÃO DA PASSARADA 
BALANÇA EU 
MICHEL TELÓ 
DANIELZINHO QUARTO DE MILHA 
FORRÓ DOS PLAYS
 
24 de junho (Domingo) 
LOURINHO DO ACORDEON 
OS ZAÍRAS 
ALCEU VALENÇA 
JOELMA 
FARRA DE BARÃO
 
28 de junho (Quinta-feira) 
ERIVALDO DE CARIRA 
ZÉ TRAMELA 
FLÁVIO JOSÉ 
LUAN ESTILIZADO 
CALCINHA PRETA
 
29 de junho (Sexta-feira) 
XANDE E NANDA 
DEVINHO NOVAES 
ADELMÁRIO COELHO 
ELBA RAMALHO 
CAVALEIROS DO FORRÓ
 
30 de junho (Sábado)
AMOROSA 
ROJÃO DIFERENTE 
OS GONZAGAS 
JONAS ESTICADO 
ZUERÕES DO FORRÓ
 
As 30 atrações que se apresentarão no palco Gerson Filho serão selecionadas via edital, que será lançado na próxima semana. Além disso, ambos os locais contarão com a presença da Blitz Ambiental, realizada pela Secretaria Municipal do Meio Ambiente (Sema), com ações educativas e com o Box da Saúde, vinculado à Secretaria Municipal da Saúde (SMS), que distribuirá preservativos, material gráfico de conscientização, além de contar com a presença de agentes de saúde para orientações sobre DST’S.


Variedades
Com.: 0
Por Kleber Santos
27/05
11:30

João Gama não acredita no sucesso de Meirelles na disputa eleitoral

O presidente do Diretório Estadual do MDB em Sergipe, João Augusto Gama, embora politicamente, neste momento, considere o ex-ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, um grande nome na disputa da sucessão de Michel Temer, não acredita em seu sucesso nas urnas. Gama disse: “Não sei se o MDB de Sergipe marchará unido com Meirelles. Sei que Meirelles, dentro dos atuais candidatos, é um grande candidato. Pessoalmente, não acredito nas suas chances. Não conseguiu implementar medidas que nos levassem a retomada do crescimento e é desconhecido da população brasileira”. E acrescentou: “Dentro do partido dificilmente encontrará um nome melhor, mais preparado. Os nomes do MDB nacional estão envolvidos em broncas”.

 



Política
Com.: 0
Por Eugênio Nascimento
27/05
09:52

Decisão - UFS terá aula nesta segunda-feira

A Pró-Reitoria de Graduação da Universidade Federal de Sergipe (Prograd/UFS) informou agora há pouco que as aulas ocorrerão normalmente nesta segunda-feira nos campi de Aracaju, São Cristóvão, Lagarto, Laranjeiras, Itabaiana e Sertão. O pró-reitor Dilton Maynardi, disse que “solicitaremos  aos professores que não façam atividades avaliativas” para prejudicar aqueles que não conseguírem chegar às salas de aula. Ainda neste domingo, a Prograd enviará comunicado aos alunos da graduação. A UFS suspendeu as aulas na noite de quinta-feira e durante todo o dia da sexta-feira por causa dos protestos dos caminhoneiros, que estavam impossibilitando o trânsito nas rodovias federais.



Variedades
Com.: 0
Por Eugênio Nascimento
26/05
19:53

Hotel Palace, um prédio de muita história está condenado

Eugênio Nascimento


O Hotel Palace de Aracaju foi, durante os anos de 1960, 70 e 80, o maior o mais importante estabelecimento comercial desse gênero em Sergipe. Trata-se de uma construção sólida e executada cumprindo as exigências das Normas Técnicas em vigor, conforme garante o engenheiro João Machado Rollemberg, que presidiu a Comissão e era o secretário de Obras do Estado na época. Hoje está prestes a ser totalmente desocupado e interditado. Talvez possa até mesmo vir a ser implodido.

O Palace tinha status de grande obra do Governo Luiz Garcia e até os anos de 1980 era bem visto por todos os sergipanos. Era o point dos endinheirados daqui e o abrigo bom e bem aceito pelos visitantes, a exemplo de Pelé, Clodoaldo, cantor e compositor Roberto Carlos (pela primeira vez em 18/08/1966), Elza Soares, Jerry Adriane, Wanderley Cardoso, Cauby Peixoto, equipes do Vasco da Gama, Flamengo, Santos, Corinthians e tantos outros reconhecidos nomes dos meios artístico e futebolístico.

O restaurante do Hotel Palace era muito frequentado pelos sergipanos. Nas sextas-feiras, o dia em que era servido o cozido, e o sábado, o dia da feijoada, dezenas de políticos, empresários, jornalistas e pessoas outras que curtiam o bom tempero da cozinha do hotel se faziam presentes. Entre os políticos, eram sempre vistos por lá Albano Franco, Jackson Barreto, José Carlos Teixeira, Leopoldo Souza, Acival Gomes, Gilvan Rocha, Nazaré Carvalho, Laonte Gama, Genelício Barreto, Nelson Araújo, Zé Valadares, Lucilo da Costa Pinto, Antônio Carlos Valadares e secretários de Estado e do município de Aracaju.

O Palace abrigava as reuniões-almoço dos clubes de serviços Lions Club e Rotary Club, além das coletivas de final de ano e almoços oferecidos pelo então senador Albano Franco.

Era um espaço muito agradável e virou ponto de encontro para almoço e bate papo de jornalistas, a exemplo de Gilvan Manoel, Milton Alves, José Andrade, João Barreto Neto, Elito Vasconcelos, Nairson e Nilson Socorro, João de Barros, Carlos França, Ofélia Onias, Roberto Batista, João de Barros, Euler Ferreira, Paulo Roberto Dantas Brandão, Adiberto Souza, Nino Porto, Ivan Valença, Amaral Cavalcante, André Moreira, Jorge Araújo, Célio Nunes, Valdomiro Júnior, Alberto Montalvao, Piuga, Tito Lívio, Fernando Sávio, Sílvia Leite, Carlos Magno, Angélica Miranda e outros que aqui e agora não consigo lembrar. Fui várias vezes.

Nas manhãs do sábado, as redações funcionam em ritmo de pique total. A ideia era terminar os trabalhos até o meio dia para sair às pressas para a feijoada do Palace. Sempre tinha em grande quantidade, mas era importante chegar cedo para beber caipirosca e cerveja bem gelada, fazer um balanço da fofocagem política da semana e ainda conseguir alguma informação nova com os políticos presentes para fortalecer o conteúdo das colunas.

A grande maioria dos frequentadores se concentrava no espaço do restaurante. Mas muita gente preferia almoçar nas mesas com guarda sol e que ficavam próximas da pequena piscina do hotel. Fazia calor, mas as boas conversas animavam o início da tarde e às vezes faziam a farra render até o início da noite.

Mas o surgimento de novos hotéis, com estruturas mais modernas, ainda que no Centro, a exemplo do Grande Hotel, e à beira mar, provocaram o esvaziamento do Hotel Palace, que hoje expõe uma feia aparência, com rachaduras. O prédio virou área de risco para quem trabalha em seu espaço interno (galeria), no entorno ou anda nas proximidades. O ideal seria reaproveita-lo, mas ninguém quer fazer a recuperação para o uso. Talvez até isso seja inviável.

E o bem amado Hotel Palace tornou-se um prédio condenado.



Variedades
Com.: 1
Por Eugênio Nascimento
26/05
15:33

Transporte coletivo - Apenas 50% da frota programada vai ser usada no domingo

O Setransp e a SMTT informam que neste domingo, 27, o serviço do transporte coletivo de Aracaju e região metropolitana será executado com 50% da sua frota programada para o dia de domingo. Já na segunda-feira, 28, o serviço estará disponível com 70% da frota para dia útil. Os esforços das empresas de ônibus continuam para garantir o transporte coletivo à população. O racionamento do uso do combustível diante das paralisações segue na expectativa que o reabastecimento possa acontecer o mais breve possível para que o serviço volte a normalidade.



Economia
Com.: 0
Por Eugênio Nascimento
26/05
15:25

Concurso Público – Crafi/SE aprova seleção para 5 vagas de auditores da SEFAZ

O Conselho de Reestruturação e Ajuste Fiscal. (CRAFI), da Secretaria de Estado da Fazenda (SEFAZ) aprovou na quarta-feira passada a realização de concurso público para o preenchimento de 05 vagas de auditor técnico de tributos II, um dos melhores cargos do Governo de Sergipe. O presidente do CRAFI é o secretário da Fazenda. É um conselho composto pelos secretários da Fazenda, Planejamento e Governo, Procuradoria e Controladoria.



Economia
Com.: 0
Por Eugênio Nascimento
25/05
20:56

Gratidão e transparência

Angelo Roberto Antoniolli – reitor da UFS

 

Ao longo de alguns meses, foram veiculados vários artigos na imprensa sergipana em agradecimento e reconhecimento ao apoio de parlamentares federais – senadores e deputados –, à UFS, independente da filiação partidária deles, pois se entende que a gratidão é um sentimento que não deve conhecer barreiras ou ideologias.

Em razão da natureza do cargo, o reitor da UFS não apoia especificamente nenhum candidato a cargo eletivo, seja ele qual for, nem defende bandeira ou posição partidária de ninguém.

A UFS e os seus representantes não podem ser vítimas dos discursos de ódio e intolerância de quem quer que seja.

A crítica construtiva e o debate plural e democrático são fundamentais no ambiente universitário e na própria sociedade, mas, não deve ter lugar para a crítica desonrosa e vil.

As manifestações públicas de agradecimento realizadas pelo reitor demonstram a transparência com a qual a gestão da Universidade Federal de Sergipe tem administrado a coisa pública, e assim continuará ocorrendo. Nada se faz nem se fará às escondidas, sob o manto da covardia.

Nos últimos anos, a Universidade Federal de Sergipe foi contemplada com ações de homens públicos que demonstraram reconhecer a nossa luta e a causa pelo crescimento da nossa instituição de ensino.

Somos gratos à toda bancada federal de Sergipe, mas destacaríamos os deputados Adelson Barreto, André Moura, Fábio Reis ,Jony MarcosJoão Daniel e Valadares Filho, os senadores Eduardo Amorim e Antônio Carlos Valadares e ainda o ex-governador
Jackson Barreto. Ao apresentar e defender a liberação de recursos para a UFS, todos defenderam interesses de Sergipe.

A UFS é maior do que quaisquer discursos raivosos que, porventura, venham a atingir maldosamente quem a administra. E será sempre assim.



Colunas
Com.: 0
Por Eugênio Nascimento
25/05
20:46

Sergipe - Governo decreta Situação de Emergência devido à continuidade da greve dos caminhoneiros

O governador de Sergipe,  Belivaldo Chagas fez nesta sexta-feira  reunião com toda a sua equipe de primeiro escalão na tarde desta sexta-feira (25) e decretou Situação de Emergência no Estado de Sergipe. O objetivo da medida, realizada em reunião no Palácio de Despachos, foi a de deliberar as providências necessárias que garantam o fornecimento de serviços essenciais, como de Saúde e de Segurança Pública. A medida é consequência da continuidade da greve dos caminhoneiros no trecho da BR-101 que corta o Estado.

“Com esse movimento de greve dos caminhoneiros no País, e com a falta de definição por parte do governo Federal, para que de uma vez por todas esse problema fosse resolvido, existe nossa preocupação com o desabastecimento de combustível e alimentos, por exemplo, que podem acontecer aqui no estado. Tenho me comunicado com outros estados da federação, contatado outros governadores, principalmente do Nordeste, e todos também têm manifestado preocupação. Por conta disso, nós resolvemos fazer essa reunião de emergência, para que as secretarias diretamente ligadas ao atendimento essencial à população, a exemplo da SSP com as suas viaturas, possam atuar de maneira eficaz", explicou. 

Inicialmente, as medidas tomadas visam a atender aos serviços essenciais, mas em caso de persistência da greve após a próxima segunda-feira (28), outras medidas de contenção de gastos, sobretudo de combustível, poderão ser tomadas também nos casos dos serviços não essenciais, como forma de reduzir os impactos da mobilização para o povo sergipano.

O Decreto passa a valer a partir da data de sua publicação e poderá ser suspenso ou transformado em Estado de Calamidade Pública, após nova publicação. O decreto concede poder à Polícia e às secretarias para solicitar insumos, através de ofício, às empresas fornecedoras de produtos como gás, combustível, alimentação e o que mais se fizer necessário para garantir o fornecimento aos serviços básicos.

Medidas

A primeira medida anunciada pelo governador foi em relação aos serviços prestados pela Educação. "Decidimos pela suspensão das aulas na segunda-feira (28), independente do que venha acontecer no final de semana. Se persistir essa situação, a partir da segunda a gente vê a possibilidade de continuar com a suspensão ou não na rede estadual”, reforçou.

Além disso, serão tomadas medidas de segurança para promover o abastecimento de combustível em viaturas e ambulâncias, cumprindo a garantia dos direitos coletivos em prol dos individuais. "O Decreto Emergencial automaticamente nos dá condições de, se preciso for, garantir o abastecimento de qualquer posto de combustível, para que os serviços essenciais continuem sendo ofertados à população. Por exemplo, as viaturas da polícia, de um modo geral, precisam continuar circulando. As ambulâncias, em especial as ambulâncias do Samu, precisam estar a postos para atender a população, bem como precisa ser garantido combustível para os geradores de unidades de saúde e transporte de alimentação de pacientes. Então, se necessário for, exigiremos combustível em qualquer posto para garantir o serviço essencial à população", destacou Belivaldo.

Segurança Pública

Embora a situação do abastecimento de viaturas esteja ainda normalizada, há uma preocupação em relação à prevenção de futuros problemas de desabastecimento. "O Decreto vem justamente para isso, para que, em caso de problemas, o governo possa agir de forma a resolver as questões de maneira antecipada", salientou o secretário de Planejamento, Rosman Pereira.

Outro ponto destacado é o abastecimento de insumos nas unidades prisionais, para evitar possíveis rebeliões. "O que importa para nós, no momento, é garantir o abastecimento, porque desabastecimento seria um caos, afetaria a logística para levar alimentos às unidades que têm necessidade. Um exemplo, nós temos um sistema penitenciário no estado que se você não garantir a chegada de alimentos cria-se um problema sério", explicou o governador.

O secretário da SSP, João Eloy, avaliou de forma positiva as decisões tomadas na reunião. "Estamos tomando as medidas que precisam ser tomadas para garantir a segurança da população. Não podemos deixar a população desassistida e, por isso, estamos reunidos discutindo ponto a ponto", declarou. 

Sobre as medidas autorizadas pelo presidente Michel Temer de utilizar a força policial para conter os protestos, Belivaldo afirmou que o estado de Sergipe agirá com cautela.

"Por coincidência, assim que comecei a reunião, eu recebi um documento enviado pela presidência da República dando conhecimento dessa decisão que foi tomada. Nós, enquanto Estado, particularmente não estamos obrigados e não me sinto na obrigação de colocar a força policial local para agir de forma direta, como está fazendo o governo Federal. Eu acho que se precisa, em primeiro plano, que o presidente Temer continue dialogando. Aliás, o governo federal está querendo resolver o problema dele à custa dos governos estaduais e dos municipais também. Os Estados não podem, de maneira nenhuma, serem penalizados pela falta de política econômica de regulação de preço de combustível. Se preciso for, claro, uniremos todas as forças para manter a tranquilidade, para manter a ordem. Agora, para reprimir qualquer tipo de movimento, por conta da falta de sensibilidade do governo Federal, nós não vamos aderir", complementou o governador.

Participaram da reunião e integram o comitê gestor do Decreto, os secretários de Segurança Pública, João Eloy; Saúde, Valberto Lima; Educação, Josué Modesto; Planejamento, Rosman Pereira; Inclusão Social, José Felizola; Comunicaçao Social, Sales Neto; Casa Civil, Conceição Vieira; Procuradoria Geral do Estado, o representante Vinicius Thiago; o comandante da Polícia Militar, Marcony Cabral;  Sub-comandante do Corpo dos Bombeiros, Gilfran Mateus; e Chefe do Gabinete Militar, Eduardo Henrique.



Política
Com.: 0
Por Eugênio Nascimento
Primeira « Anterior « 1 2 3 4 5 6 7 8 » Próxima » Última

Enquete


Categorias

Arquivos