29/09
20:58

SUBPAC participa da 5ª Semana de Turismo de Sergipe

"O trabalho de educação patrimonial desenvolvido com estudantes do ensino superior ajuda disseminar história e  cuidados que devem ser tomados durante uma visita guiada"


Maíra Ielena, da Subpac-SE


Participantes da 5ª Semana de Turismo de Sergipe tiveram uma aula prática de como conduzir turistas em visitas a monumentos históricos. A aula aconteceu em São Cristóvão e contou com o apoio da Subsecretaria de Estado do Patrimônio Histórico Cultural (SUBPAC), vinculada à Secretaria de Estado da Casa Civil (SECC). Mais de 60 participantes foram guiados por monitores da SUBPAC que continua trabalhando maciçamente a educação patrimonial na quarta cidade mais antiga do país.  

O evento faz parte da ação permanente de educação patrimonial desenvolvida pela subsecretaria. Para a coordenadora de educação patrimonial da SUBPAC, Maíra Ielena, a vinda dos estudantes é a prova da mobilização social em disseminar a história do nosso estado. "O trabalho de educação patrimonial desenvolvido com estudantes do ensino superior ajuda a disseminar a história e os cuidados que devem ser tomados durante uma visita guiada. Essas visitas ajudam também e mostrar novas estratégias de como os futuros guias de turismo devem conduzir o guiamento dos turistas", explicou Maíra.

A visita foi coordenada pela professora da Universidade Federal de Sergipe (UFS), Lílian Mesquita. "Nós pensamos nessa visita exatamente em função de alguns projetos de extensão que são desenvolvidos na área de turismo cultural e de educação patrimonial. A vinda serve também para que os alunos vivenciem a dinâmica de uma visita guiada. Além disso, hoje é comemorado o dia mundial do turismo e nada melhor do que comemorar esse dia fazendo uma visita à cidade histórica de São Cristóvão.", afirmou Lílian Mesquita.

Futuros Turismólogos

Os participantes da Semana de Turismo começaram a interação com a cultura local logo que chegaram à Praça São Francisco, patrimônio histórico mundial, com a recepção feita pelo grupo folclórico Caceteiras de Seu Rindu. Contagiados com o batuque das zabumbas, os visitantes entraram na roda junto com as caceteiras antes de iniciarem a visita técnica ao centro histórico de São Cristóvão.

A estudante do 8º período de Turismo da UFS, Rafaelle Pinheiro, reconhece a importância do trabalho de educação patrimonial realizado com os turistas. "Participar da visita guiada é uma grande oportunidade de conhecer um pouco mais sobre a cultura do estado. A educação patrimonial ajuda a nós que trabalharemos com o turismo, a desenvolver um trabalho em que o visitante respeite o patrimônio que ele veio visitar", ressaltou Rafaelle.

Luara Lázaro, também estudante do 8º período de Turismo da UFS, aprovou a experiência de estar como turista durante a visita. "A oportunidade de vir fazer a visita guiada é ótima, pois a gente acaba vendo muita coisa que só tínhamos visto na teoria. Além disso, vemos também novas formas de aplicar o que a gente aprende na universidade no trato com os turistas. Nós somos difusores do que o nosso estado possui e por isso temos que entender todo o contexto para poder passar adiante", ressaltou Luara. (Da assessoria)



Variedades
Com.: 0
Por Eugênio Nascimento
29/09
20:45

Desfiliação de Albano - Carta será entregue nesta sexta-feira, às 15h30

O ex-governador Albano Franco comparece às 15,30 horas, desta sexta-feira, a sede local do PSDB, para entregar a sua carta de desfiliação do partido. Cópia do pedido de desfiliação também será encaminhada nesta sexta-feira, para o presidente nacional do PSDB, deputado Sérgio Guerra.



Política
Com.: 0
Por Eugênio Nascimento
29/09
19:01

MPF/SE processa moradora de Laranjeiras por reforma irregular em imóvel tombado

Bens do Sítio histórico do município só podem ser reformados com autorização do Iphan

O Ministério Público Federal em Sergipe (MPF/SE) está processando uma moradora de Laranjeiras por reformas irregulares em um imóvel do Centro Histórico do município, que é tombado como Patrimônio Histórico e Artístico Nacional. A ação civil pública requer que a moradora reconstrua a fachada alterada e não faça mais intervenções no imóvel sem aprovação do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).

De acordo com o Inquérito Civil Público aberto pelo MPF/SE, a moradora demoliu parte da parede da fachada frontal de sua residência para abertura de uma garagem. A obra foi realizada sem aprovação do projeto pelo Iphan, que considerou que a intervenção descaracteriza o Sítio Histórico de Laranjeiras. O instituto já havia acionado a moradora por meio de notificação extrajudicial, recomendando a recomposição da fachada em 2007, mas não foi atendido.

A moradora afirmou que não sabia da necessidade de aprovação do Iphan para realização das intervenções e alegou ainda questões de direito individual e segurança pessoal para realizar a reforma. No inquérito civil, o Iphan afirmou, através de relatório, que o direito à fruição do patrimônio de Laranjeiras é da sociedade brasileira. E que uma vez perdido este patrimônio, não se poderá recuperá-lo. Concluindo, mantemos a posição de que a proprietária deverá reconstituir os vãos, impedindo maior descaracterização do sítio histórico de Laranjeiras.

O centro histórico de Laranjeiras é tombado como Patrimônio Histórico e Cultural do Brasil desde 1996. Desde o tombamento, todos os projetos que alterem os bens do conjunto arquitetônico de Laranjeiras precisam ser previamente aprovados pelo Iphan. A intenção é preservar os prédios e manter a harmonia do Sítio Histórico, que é considerado um bem de toda sociedade brasileira.

Para garantir essa preservação, o MPF/SE requereu à Justiça Federal que obrigue a moradora a restauração da fachada com projeto aprovado pelo Iphan e a proíba de alterar o imóvel sem autorização do Instituto.

A ação proposta será apreciada pela 3ª Vara Federal da Seção Judiciária de Sergipe. (Da assessoria)


Variedades
Com.: 0
Por Eugênio Nascimento
29/09
15:09

Ex-empregados da Captar receberão quase R$ 700 mil em juízo

O juiz do Trabalho, Ariel Salete de Moraes Junior, nesta quinta-feira (29), deferiu o pedido formulado na ação cautelar do Sindicato dos Trabalhadores na Área da Saúde do Estado de Sergipe (Sintasa) para determinar que a Fundação Hospitalar de Saúde deposite em juízo, no prazo cinco dias, o montante de R$ 666.410,45 para o pagamento dos salários atrasados dos servidores que prestaram serviço a Captar.

O departamento jurídico do Sintasa entrou com uma ação por conta de que a Captar deixou de cumprir obrigações contratuais, como o de pagamento de salários, a exemplo dos meses de maio a julho de 2011, o que estaria comprometendo a subsistência e o atendimento das necessidades básicas dos funcionários.

Na avaliação do advogado do Sintasa, Luiz Vasco, não foi o sindicato que ganhou a causa, mas o trabalhador sofrido que não via suas verbas de caráter alimentar honradas. “Como de costume, o doutor Ariel, magistrado da 6ª Vara do Trabalho de Aracaju, vislumbrou nos autos a veracidade documental do que fora posto nas linhas da petição inicial da Ação Civil Pública, promovida pelo sindicato, concedeu a liminar e determinou à Fundação o depósito de quase R$ 700 mil que eram devidos à CAPTAR”, disse o advogado, acrescentando que a assistência jurídica do Sintasa está à disposição de todos os trabalhadores que busquem sua atuação.

Descumprimento

A alegação da Captar para a falta de pagamento dos salários dos funcionários havia sido de que problemas administrativos causaram a quebra do fluxo de caixa. Contudo, o juiz explicou na decisão judicial que este tipo de problema não pode servir de motivo para o descumprimento de obrigações contratuais, além de que os empregados não devem ser penalizados por isso.

Da Assessoria do Sintasa


Variedades
Com.: 0
Por Kleber Santos
29/09
13:41

URGENTE - Último dia para inscrições de estágio remunerado da Defensoria Pública

Encerram nesta sexta-feira, 30, as inscrições para o processo seletivo de estágio forense da Defensoria Pública do Estado. O estudante que cursa a partir do 6º período de Direito e tem interesse em obter um conhecimento prático, deverá se inscrever na Central de Atendimento Defensoria Diva Costa Lima, localizada no início da Avenida Barão de Maruim - antiga Galeria Scala Center, munido de comprovante de matrícula, declaração da instituição de ensino de que está cursando o período de forma regular, cópia do documento de identidade e duas fotos 3x4.

Serão ofertadas 35 vagas e as que surgirem durante a vigência do processo seletivo, destinadas às Unidades de Atendimento da Defensoria Pública localizadas na Capital e nos municípios de Nossa Senhora do Socorro, São Cristóvão, Estância, Itabaiana, Lagarto, Propriá, Canindé do São Francisco, Campo do Brito, Japaratuba e Tobias Barreto.

O estágio terá duração de um ano, prorrogável por igual período até o máximo de dois anos. A carga horária será de quatro horas diárias e a bolsa de incentivo ao estudante é de R$ 415 inicial.

A seleção será realizada em única etapa, através de prova objetiva de múltipla escolha, com questões sobre Lei Complementar Estadual 183/2010, direito administrativo, direitos difusos e coletivos, princípios e atribuições institucionais da Defensoria Pública do Estado. Mais informações no site www.defensoria.se.gov.br ou Fone: 3179.7440.

Da assessoria


Variedades
Com.: 0
Por Eugênio Nascimento
29/09
13:30

Guia Sergipe Trade Tour é lançado na V Semana do Turismo


Fechando a programação desta quarta-feira da V Semana do Turismo em Sergipe, foi lançada o Guia Sergipe Trade Tour, edição 2011/2012, no Hotel Mercure Del Mar Aracaju. O evento, promovido pela S&Z Comunicação contou com a participação de várias entidades políticas e empreendedores do turismo no estado.

 

Além do lançamento, houve também uma série de homenagens às 27 entidades que contribuíram com a editoração do Guia Sergipe Trade Tour e que incentivam o turismo no estado. Pelo nono ano, a Secretaria de Turismo de Sergipe (Setur) e a Empresa Sergipana de Turismo (Emsetur) contribuíram para a realização deste projeto. “O Governo de Sergipe é um grande parceiro do Guia Sergipe Trade Tour desde sua primeira edição. Para nós, este guia é de grande valia porque divulga o nosso destino através dos roteiros, belezas, da nossa cultura e gastronomia descritas em suas páginas”, disse o secretário de Turismo, Elber Batalha.

 

Para o presidente da Emsetur, Paulo Henrique Sobral, o Guia Sergipe Trade Tour tem dado uma grande contribuição na divulgação do destino Sergipe em outros estados. “Ele tem oferecido para a consolidação do nosso destino turístico não só mais uma opção, mas, principalmente, uma referência para os turistas de todo o Brasil que planejam uma viagem ao nordeste do país”, acredita.

 

O Guia

O Guia Sergipe Trade Tour é uma iniciativa da editora Waldete Zampieri e, nesta edição, traz a Orla Pôr do Sol em sua capa, com imagem do fotógrafo Silvio Rocha. "Este guia está maior do que os anteriores, pois a fonte utilizada também é maior e também há mais fotos. Além disso, o Guia também conta com um novo destino turístico, que é o município de Tobias Barreto. Nós já começamos essas mudanças nos preparando para 10ª edição do projeto, que será comemorativa", argumentou. (Da assessoria)



Variedades
Com.: 0
Por Eugênio Nascimento
29/09
07:57

Comissão de Defesa do Consumidor aprova parecer de Valadares Filho

 A Comissão de Defesa do Consumidor, reunida hoje (28/09), aprovou o parecer, em forma de substitutivo, do deputado Valadares Filho (PSB/SE), ao Projeto de Lei nº 7.409/2010, que trata da obrigatoriedade das agências de automóveis, novos ou usados, informarem o valor dos tributos e eventuais multas para que o veículo possa circular livremente. O parecer de Valadares Filho foi pela aprovação do Projeto de Lei 7.409/2010.       Para o deputado, a importância desse projeto é que ele obriga as agências de automóveis deixarem claro para o consumidor, antes de fechar a venda, todas as informações sobre o valor dos tributos que incidem sobre o veículo, a existência de multas e de registros anteriores que limitem ou impeçam sua livre circulação. “Os consumidores têm o direito de saber, antes de fechar qualquer negócio, exatamente qual o valor total que terá que desembolsar”, disse o parlamentar.(Da assessoria)


Economia
Com.: 0
Por Eugênio Nascimento
29/09
07:49

Diretor da Vale confirma investimento bilionário em Sergipe


A mina de carnalita situada em Sergipe, onde existe uma jazida de cloreto de potássio, será decisiva dentro do ambicioso plano de expansão da área de fertilizantes da Vale. A informação foi dada pelo diretor executivo de Fertilizantes da Vale, Mário Alves Barbosa Neto, durante o 14.º Congresso Brasileiro de Mineração, realizado entre os dias 26 e 29, em Belo Horizonte, e divulgado pelo site do jornal O Estado de São Paulo nesta quarta-feira, 28.

Segundo ele, a mineradora vai investir US$ 15 bilhões até 2020 para se transformar na quinta maior produtora de potássio e fosfato do mundo. A Vale garante que, do ponto de vista do financiamento, os projetos estão confirmados. No entanto, a empresa ainda precisa fechar um acordo com outra gigante nacional, a Petrobrás, para que a exploração do minério possa ser feita de forma simultânea a do petróleo.

De acordo com o diretor de operações da Vale Fertilizantes, Marcelo Fenelon, que também esteve presente no evento em Belo Horizonte, talvez a estatal precise abrir mão de uma parte das reservas que estão localizadas no campo de Carmópolis, onde há o maior campo de petróleo em terra do país.

"Está sendo discutida a convivência da lavra de petróleo com a lavra de potássio - convivência ou prioridade", disse o executivo. Segundo Fenelon, outro objetivo da Vale é ampliar a produção de potássio em mais de três vezes com a exploração de outras minas que ficam na área da Petrobrás - e das quais a petrolífera detém os direitos de mineração.  Ele lembrou, no entanto, que a companhia já tem um contrato de arrendamento com a Petrobrás para produzir potássio na região, mas em outra mina, a de Taquari-Vassouras, localizada em Rosário do Catete.

Seja em audiências com a presidente Dilma Roussef ou trabalhando junto ao Governo Federal para pôr fim ao imbróglio entre Vale e Petrobrás, o governador Marcelo Déda não vem medindo esforços ao longo dos últimos quatro anos e meio para que haja um acordo entendendo a importância da exploração do minério para a economia do Estado e para impulsionar a cadeia produtiva de fertilizantes do país. (Da assessoria)


Economia
Com.: 0
Por Eugênio Nascimento
Primeira « Anterior « 1 2 3 4 5 6 7 » Próxima » Última

Enquete


Categorias

Arquivos