28/09
08:31

PESQUISA - Soma aponta reeleição Esmeralda com 77,6% em Carmópolis


Principal opositor, Volney Leite, tem a maior rejeição entre os candidatos: 51,4%

Se as eleições no município de Carmópolis fossem realizadas no dia 19 de setembro, a prefeita Esmeralda Cruz (PT), candidata pela coligação “Nosso povo mais forte do que nunca” seria reeleita com 77,6% dos votos. Este é o cenário que aponta pesquisa realizada pelo instituto Soma junto a 600 eleitores residentes na sede e na zona rural do município.
Em segundo lugar aparece o ex-prefeito Volney Leite (PSC), da coligação Unidos por Carmópolis, com 14,7%. Pablo Passos, do PSL, obteve 5,8% das intenções de votos dos entrevistados. Não respondeu ou não soube responder, 1,9%.
A prefeita também lidera com folga a pesquisa espontânea, onde aparece com 75,1% das intenções de voto. Volney Leite alcançou 13,8% e Pablo Passos, 4,3%. Não soube (0,20%), em branco (0,30%), indeciso (0,50%), nulo (0,50%) e não respondeu (5,20%).
A pesquisa também avaliou a rejeição dos candidatos, e nesse quesito, o ex-prefeito aparece em primeiro com 51,4%. 33,4% disseram que jamais votariam em Pablo Passos e 12,1% na candidata à reeleição.
O excelente desempenho eleitoral de Esmeralda Cruz pode ser explicado pela aprovação do seu governo junto aos eleitores. O índice de aprovação da sua gestão, somando os moradores que a consideram ótima, boa e regular, chega a 91,3%. Apenas 2,4% a consideram ruim e 6,3% péssima.
A pesquisa do instituto Soma está registrada no Tribunal Regional Eleitoral sob o número 000058/2012.

INTENÇÃO DE VOTO: ESTIMULADA P/ PREFEITO

 

%

ESMERALDA

77,6%

VOLNEY

14,7%

PABLO PASSOS

5,8%

NR/NS

1,9%

NS/NR

1,9%

Total

100%

 

AVALIAÇÃO ADMINISTRAÇÃO MUNICIPAL

 

%

ÓTIMA

41,4%

BOA

39,2%

REGULAR

10,7%

RUIM

2,4%

PÉSSIMA

6,3%

Total

100%



Política
Com.: 0
Por Eugênio Nascimento
28/09
08:23

BARRA DOS COQUEIROS - Desenvix contrata financiamento com banco chinês para parque eólico

A Desenvix Energias Renováveis anunciou que contratou uma linha de financiamento da ordem de  R$ 98,7 milhões com o China Development Bank (CDB) para implantar o parque eólico do município de Barra dos Coqueiros, na região metropolitana de Aracaju (SE). A liberação dos recursos deverá acontecer até 10 de outubro. O prazo de pagamento do empréstimo será de 15 anos. A fornecedora dos aerogeradores do parque, que terá potência instalada de 34,5 megawatts (MW), é a também chinesa Sinovel. presidente da Desenvix, José Antunes Sobrinho,  disse que o parque entrará em operação  nas próximas semanas. O investimento total no projeto é de R$ 123,4 milhões. A empresa  possui 95% de participação no empreendimento. O restante pertence à sergipana Água Quente.


Economia
Com.: 0
Por Eugênio Nascimento
28/09
08:15

Almeida Lima: estou eleitoralmente derrotado

“Eu estou eleitoralmente derrotado, mas politicamente vivo e consciente de tudo que fiz. Não pretendo desistir da vida política ou deixar o PPS, mas defino segunda ou terça-feira se continuo candidato a prefeito de Aracaju (SE) ou não. Hoje sou candidato”. A afirmação foi feita pelo prefeiturável do PPS, deputado federal Almeida Lima, que se queixou da falta de recursos para a campanha, mas deixou claro que não pretende deixar a vida pública. “Estou produzindo meus programas num computador em minha casa, pois  não  tenho conseguido financiamento de campanha. A  única empresa que me deu ajuda foi a Vale, pouco mais de R$ 150 mil, dinheiro que chegou a mim através de transferência da direção do partido. Fora disso, só uns poucos recursos que eu mesmo coloquei na campanha”, declarou na noite de ontem durante entrevista no Cabaré de 5ª.



Política
Com.: 0
Por Eugênio Nascimento
27/09
20:31

Comissão de sindicatos adia decisão de paralisação

Maria das Graças, diretora do Sintasa, durante a assembleia geral, no auditório do HUSE

O Sindicato dos Trabalhadores da Área da Saúde do Estado de Sergipe (Sintasa) juntamente com a comissão de sindicatos da Saúde adiou para o dia 10 de outubro a decisão de paralisação da categoria. Contudo, o indicativo de greve ainda continua. A decisão foi tomada na assembleia geral dos servidores no início da noite desta quinta-feira (27), no auditório do HUSE.

O motivo da assembleia e da possível greve é a morosidade por parte do governo em finalizar o projeto para a criação do PCCV dos estatutários, visto que foram canceladas algumas reuniões que eram para serem realizadas, desacelerando assim a criação do PCCV.

“Aproveitamos a assembleia para passar a categoria tudo que está acontecendo. Tivemos uma reunião ontem (quarta-feira) como o secretário Oliveira Júnior e passamos isso para os servidores”, explica Augusto Couto, presidente do Sintasa. “Se o governo não apresentar uma proposta concreta até o dia 10 de outubro nós iremos parar as atividades”, completa.

A próxima assembleia geral com a classe acontece no dia 10 de outubro, às 18 horas, no auditório do HUSE.

Setor privado
Nesta sexta-feira (28), o Sintasa estará se reunindo com os servidores da Saúde da rede privada para apresentar uma pauta sobre a Convenção Coletiva 2011 a 2012, na Força Sindical, localizada na Avenida Barão de Maruim, 425, próximo ao Banese Card. A primeira chamada acontece às 7 horas e a segunda às 7h30min.

Fonte: www.sintasa.com.br


Variedades
Com.: 0
Por Kleber Santos
26/09
22:58

Confiança da Indústria sobe em setembro

O Índice de Confiança da Indústria (ICI) da Fundação Getulio Vargas avançou 0,9% entre  agosto e setembro ao passar de 104,1 para 105,0 pontos, atingindo o maior nível desde julho de 2011 e mantendo a tendência de aproximação à média histórica recente, de 105,4 pontos.

O segundo aumento consecutivo do ICI foi influenciado pela melhora das expectativas. O Índice de Expectativas (IE) superou a média histórica recente em setembro, alcançando 104,9 pontos, resultado 1,7% acima do mês anterior. O Índice da Situação Atual (ISA) apresentou relativa estabilidade, ao recuar 0,1%, para 105,0 pontos. A combinação de resultados sugere a continuidade da trajetória de retomada da atividade industrial nos próximos meses.

O indicador com maior influência no resultado do ISA foi o que mede o grau de  satisfação das empresas em relação à situação atual dos negócios. Após um salto de 5,2% em agosto, o indicador recuou 1,2% em setembro, um movimento de aparente acomodação.  A parcela  de empresas que avaliam a situação atual como boa diminuiu de 24,4% para 20,3% do total e as que a consideram fraca também recuou, de 12,2% para 9,5%. Como decorrência dos dois movimentos, a proporção de empresas avaliando a situação atual como normal aumentou de 63,4% para 70,2%.

O quesito em que as empresas revelam suas perspectivas de produção para os próximos meses foi o que mais contribuiu para a alta do IE. O indicador avançou 4,1% em setembro ao passar para 130,9 pontos, o maior desde fevereiro de 2011 (134,6). Houve aumento de 38,8% para 42,8% na proporção de empresas que esperam aumentar a produção no trimestre setembro-novembro e diminuição de 13,0% para 11,9% na parcela das que preveem uma produção menor.

O Nível de Utilização da Capacidade Instalada (NUCI) passou de 84,0% para 84,1% entre agosto e setembro de 2012, o maior patamar desde julho de 2011, mantendo-se acima da média histórica recente pelo segundo mês consecutivo. (in)



Economia
Com.: 0
Por Eugênio Nascimento
26/09
22:46

Coluna Primeira Mão


 
 

 

 

Aécio Neves: 'com João Alves, Aracaju terá um prefeito com sensibilidade'

 

“Aracaju vai eleger um prefeito que tem duas qualidades dignas dos grandes homens públicos: sensibilidade e capacidade. Isso João Alves Filho tem de sobra e vai fazer o melhor pelo seu povo e por sua cidade”. Essas foram as palavras do senador Aécio Neves (PSDB), virtual candidato a Presidência da República por seu partido, no mini-comício realizado pela coligação Aracaju não pode esperar, no bairro Santos Dumont, em palanque improvisado na carroceria de uma camioneta. Aécio pediu voto para João e confessou que estava feliz por três motivos: abraçar o povo simples de Aracaju, rever a sua colega de Senado, Maria do Carmo Alves, e participar de um ato público num bairro que leva o nome de um ilustre mineiro, Santos Dumont, o pai da aviação. Ao lado de Aécio Neves, o candidato João Alves Filho anunciou duas grandes obras para os moradores do bairro Santos Dumont. Uma avenida, que começa no rio do Sal, passa no bairro Santos Dumont e vai até o Mosqueiro - com quatro faixas, sendo uma exclusiva, para os ônibus do sistema de transporte B.R.T e com pista para ciclista. E, a outra grande notícia, a implantação do novo programa de saúde nos bairros da capital.

 

 


Valadares Filho diz que João Alves é político que só olha pelo retrovisor

 

 

 


O candidato a prefeito de Aracaju da coligação liderada pelo PSB, Valadares Filho, de 31 anos, disse nesta quarta-feira (26) no seu programa de televisão no horário eleitoral, que a diferença entre o seu modelo político e administrativo e o do seu adversário do DEM, João Alves Filho, de 71 anos, é que o ex-governador "olha pelo retrovisor e só apresenta soluções do passado", enquanto ele representa a renovação e o futuro. Valadares Filho fez a comparação no final do programa, após a exibição de uma peça sobre seu projeto de implantação de um sistema de transporte de massa com o veículo leve sobre trilhos, o VLT, carro-chefe do seu plano de governo na área de mobilidade urbana. Na semana passada, numa desastrada tentativa de conter a grande aceitação que o VLT está tendo junto à população de Aracaju, o adversário de Valadares Filho, propôs a implantação de um sistema baseado no BRT (sigla do inglês bus rapid transit, literalmente "trânsito rápido de ônibus"), um modelo ultrapassado e que nada mais é do que ônibus duplicados circulando em vias exclusivas.

 

 


João Daniel se mobiliza em defesa das queijarias do sertão

 

 

 


O deputado estadual João Daniel (PT) fez pronunciamento na Assembleia Legislativa de Sergipe pedindo apoio para a moção nº 33/2012, lida no expediente de hoje, 26 de setembro. A moção solicita ao Conselho Regional de Medicina Veterinária em Sergipe (CRMV/SE) que tenha cuidado no trato com as queijarias, principalmente na região do alto-sertão sergipano. Segundo ele, o governo do Estado está tentando legalizar esse tipo de negócio e inclusive fez um programa para isso. João Daniel disse que todos sabem que essas queijarias, na sua maioria, são muito antigas e, para ele, tem normas novas que precisam ser colocadas em prática. “Nós temos uma portaria do governo federal, a 51/2002, que coloca muitas exigências para a produção de leite, algumas, inclusive, absurdas, que não caberiam para a realidade de certas regiões do Brasil, incluindo a região Nordeste”, destacou.

 

 
 

 

 

 

 
 

 

 


Deflagrada operação de combate a furto de água em Tobias Barreto

 

 

 


A Companhia de Saneamento de Sergipe (Deso) deu início, nesta terça-feira, 26, a uma operação de combate a furto de água no município de Tobias Barreto. No primeiro dia de ação dois povoados foram visitados e duas ligações clandestinas foram detectadas. Em uma delas, a água potável era desviada por um proprietário rural para encher uma lagoa e em outra o chamado "gato" abastecia uma fábrica de laticínios. O trabalho contou com a parceria da Polícia Civil, que prendeu em flagrante um pecuarista. O furto que resultou na prisão do suposto infrator foi identificado no povoado Pilões. Em uma propriedade rural, os técnicos da Companhia constataram a existência de um cano acoplado a rede geral de onde era subtraido parte do recurso hídrico produzido para a região. A derivação irregular possuía dois quilômetros de extensão, que percorria duas fazendas. Em um dos terrenos a água tratada era aduzida para abastecer uma lagoa e no outro havia pontos secundários de distribuição. No momento da operação, o proprietário foi localizado no terreno e preso em flagrante por policiais da Delegacia de Tobias Barreto. Além de ser submetido a sanções administrativas, como o pagamento de multa, o responsável pela fraude vai responder a um processo criminal.

 

 
 

 


TRE condena três pessoas por propaganda eleitoral antecipada - 1

 

 

 


Atendendo a parecer da Procuradoria Regional Eleitoral em Sergipe (PRE/SE), o Tribunal Regional Eleitoral de Sergipe (TRE/SE) condenou um eleitor, um candidato a vereador e sua esposa por propaganda eleitoral antecipada na rede social Facebook. O eleitor da cidade sergipana de Canindé de São Francisco, Ildemar Pereira Lima, postou fotos do candidato a prefeito Pastor Heleno, acompanhadas da sigla do partido, do número de votação e vários elogios. Também foram publicadas fotos de candidatos à Câmara de Vereadores com comentários de aprovação.

 

 

 


TRE condena três pessoas por propaganda eleitoral antecipada - 2

 

 

 


Em Nossa Senhora de Lourdes, o candidato a vereador Elison Vieira Silva, e sua esposa, Adriana Braga Soares Silva, também foram condenados por fazer propaganda no Facebook antes da data permitida. Nos dias 27 e 29 de junho e 1º e 3 de julho, Elison permitiu que fossem postadas na rede social mensagens que divulgavam sua campanha, fez comentários e anunciou sua candidatura a vereador da cidade. Já Adriana compartilhou em sua página pessoal uma fotografia do candidato contendo o número e slogan eleitoral. A propaganda eleitoral só é permitida por lei a partir do dia 6 de julho do ano das eleições. Os condenados terão que pagar multa no valor de R$ 5 mil cada.

 

 

 

 
 


PMA e Energisa apresentam projeto de Natal para a Sementeira

 

 


A Energisa, em parceria com a Prefeitura Municipal, irá implantar na capital sergipana o projeto ‘Natal na Sementeira’. Apresentado à sociedade na manhã desta quarta, 26, durante solenidade realizada no Centro Administrativo Prefeito Aloísio Campos, ele se soma ao que já é tradicionalmente realizado no local pelo poder público e visa compensar a cidade pela perda da mundialmente conhecida ‘Árvore de Luz’ que, por impossibilidades técnicas, não será mais montada. Durante a apresentação do novo projeto, o Diretor de Marketing da Energisa, Marcelo Medina, explicou que a empresa realizou estudos em cidades como São Paulo e Gramado, para oferecer à população um presente compatível com a famosa árvore e encontraram no Parque da Sementeira as condições ideais para a construção de um cenário de natal que possa encantar seus visitantes. Aracaju ganhará então da Energisa dois presentes: um definitivo, que é a iluminação de toda a pista de caminhada do parque, e um presente durante o período natalino, quando o Parque da Sementeira será decorado com árvores e bolas iluminadas e onde serão instalados projetores nas árvores e um gêiser iluminado no lago.


 

Dilma pede votos para Valadares Filho governar Aracaju com ideias inovadoras

Em uma nova gravação veiculada no programa de televisão de Valadares Filho (PSB) no horário eleitoral desta quarta-feira (26), a presidenta Dilma Roussef voltou a pedir votos para o candidato da coligação "Aracaju Segue em Frente". Confiante na vitória de Valadares, a presidenta disse que "Aracaju vai mostrar que um jovem pode governar uma capital com ideias inovadoras". Dilma dá o exemplo de Lula, que colocou o Brasil no caminho do desenvolvimento quando muita gente dizia que um operário não podia ser presidente do país, e o dela própria: "Muita gente dizia que uma mulher não podia governar o país. Agora, com Valadares, Aracaju vai seguir o exemplo do Brasil", acrescentou.

 

 

 

Deputado diz que Aracaju vai escolher entre o passado e o futuro

O deputado federal Rogério Carvalho, do PT, um dos mais votados na eleição de 2010 em Sergipe, fez uma declaração de apoio ao candidato Valadares Filho (PSB), no programa eleitoral da coligação "Aracaju Segue em Frente", destacando que a eleição para prefeito da capital sergipana é uma decisão "entre o passado e o futuro". "De um lado está a velha política, que é contra Dilma, contra Lula, contra os avanços. Do outro lado, estão as novas ideias e a renovação, com Valadares Filho", comparou.


 

Dataform: Juca lidera com 44,8% do eleitorado - 1


Mais um instituto confirma a liderança do candidato José de Araújo Leite Neto, Juca (PMDB), da coligação “A renovação que vem do povo”, na sucessão municipal de Laranjeiras. Após o CEPECEM, dessa vez é o Dataform que aponta a tendência de vitória do peemedebista no dia 7 de outubro. A pesquisa foi realizada no dia 20 de setembro junto a 400 eleitores residentes na sede e na zona rural. Na induzida, Juca obteve 44,8% das citações, contra 35,3% dados a Martha Hagenbeck (PSC). Uma diferença de 9,5 pontos percentuais.


Dataform: Juca lidera com 44,8% do eleitorado - 2


Os candidatos Josué Menezes Cruz, o Irmão Josué (PCB), pontuou 2,5% e José Laurêncio (PSOL) obteve 2,3% das intenções. Indecisos somaram 10,8%, brancos/nulos 3,3%. A margem de erro é de 5 pontos percentuais para mais ou para menos. A pesquisa está registrada no Tribunal Regional Eleitoral sob o número 00065/2012. Considerando os votos válidos, Juca seria eleito prefeito de Laranjeiras com 52,8%, contra 41,5% de Dona Martha. Irmão Josué ficaria com 2,9% e Laurêncio do PSOL, 2,6%. O Dataform mediu também o índice de rejeição dos candidatos. Dos eleitores entrevistados, 32% disseram que não votariam em Dona Martha, que obteve o maior índice. Juca tem uma rejeição de 26,8%, contra 11% do Irmão Josué e 7,3% de Laurêncio do PSOL.


João Alves pede apoio popular no Augusto Franco

O candidato a prefeito de Aracaju pela coligação Aracaju não pode esperar, João Alves Filho (DEM) pediu o apoio e o voto a um grupo de moradores do Conjunton Augusto Franco. A reunião foi organizada pelo vereador democrata Juvêncio Oliveira, e contou com mais de 200 mães e pais de família.  João Alves detalhou o programa de governo na área de saúde, educação e segurança, e também explanou sobre o BRT – o sistema de transporte que foi implantado em 136 cidades do mundo

 
(Com dados das assessorias)


Colunas
Com.: 1
Por Eugênio Nascimento
26/09
22:32

Conceição diz que decisões tomadas na Alese ferem a legalidade

A deputada estadual Conceição Vieira usou a tribuna nesta quarta-feira para lamentar as decisões que foram tomadas por colegas da oposição em relação à eleição de conselheiro do Tribunal de Contas do Estado (TCE). A parlamentar, primeira-secretária da Mesa Diretora da Assembleia, disse que as decisões tomadas pelo líder da oposição, Venâncio Fonseca, em relação à comissão formada para sabatinar Belivaldo Chagas, não tem valor legal e ferem o Regimento Interno.


A primeira-secretária disse que recebeu um ofício assinado por Venâncio que solicitava que a deputada marcasse a arguição de Belivaldo até 28 de setembro, conforme decisão da comissão especial, presidida pelo líder da oposição. “Há equívocos. A comissão não foi constituída, pois caberia ao deputado mais idoso convocar e decidir junto com os demais quem é o presidente e o relator. E o ofício dirigido à primeira-secretária não pode ser deliberativo, para que ela cumpra e apenas comunique, pois passa por cima da função. (me) Tire logo da cadeira de primeira-secretária”, discursou.


“O ofício não pode ser deliberativo e se há acordo não será um membro que vai marcar a data da arguição. Susana pediu que fosse rápida, e foi atendida. Mas eu não concordo com o tempo e eu não respeito o senhor, Venâncio, como presidente dessa comissão. Antes da primeira-secretária ser informada a decisão já estava na rua, divulgada pela imprensa. Não vamos atropelar de novo o regimento, pelo amor de Deus”, comentou Conceição.


A primeira-secretária pediu respeito. “Vamos respeitar o outro lado e não atropelar o regimento desta Casa. A deputada Susana precisa ter paciência, está preparada. Passamos meses, esperamos o ano inteiro a deliberação da presidência sobre a eleição para o Tribunal de Contas do Estado e agora atropelam tudo? Porque não podemos esperar a primeira-secretaria cumprir seu papel? Se estão certos, têm a maioria, por que não exercer a democracia”, questionou.


Conceição disse que esperou um ano inteiro pelo processo de escolha do conselheiro e estranha a pressa. “Vamos exercer o espírito democrático. É feio para a história política desta Casa e daremos um mau exemplo como deputados. Nunca usei um minuto para fazer política nesta Casa, não usei a tribuna no período de campanha e sou candidata em Aracaju. Tenho tratado esse processo com lisura. Meu interesse é cumprir o que é legal e regimental”, destacou.


A primeira-secretária da Mesa disse que, no seu entendimento, é preciso destituir as decisões tomadas pela nova comissão e cumprir o que foi acordado. “Essa pressa está equivocada e é preciso respeitar os membros que foram instituídos aqui. É preciso destituir esses membros. Os dois dias existem no prazo para que a primeira-secretaria seja contatada e não é verdade que há um prazo de dois dias (para a convocação). É desrespeito. A coisa é séria e precisamos parar”.


A deputada disse que a comissão não tem valor legal porque ela não foi constituída em Plenário e nem pelo membro mais velho. Conceição pediu que reparem o que ela acredita ser um erro. “Não tenho medo de nada se achar que estou certa. Não confundam moderação com medo porque eu não tenho. A deputada Susana não precisa disse e nem Belivaldo. A disputa política é no voto, na argumentação, na capacidade de convencimento. Não podemos nos corromper, enganar e tentar fazer o outro de idiota”.


Conceição encerrou seu discurso dizendo que os prazos têm que ser respeitados e que a primeira-secretaria tem que definir datas e não um membro da comissão. “Temos compromisso com a democracia e devemos respeitar o regimento, fazer tudo de forma democrática. Esperamos um ano inteiro e agora essa pressa. Não tem prazo de dois dias, devemos ter uma relação de respeito, se não vamos passar a desconfiar do outro. Nada aqui está valendo. Acho que devemos entrar na Justiça se não houver diálogo. Vou questionar na Justiça porque essa comissão está equivocada”. (Da assessoria)



Política
Com.: 0
Por Eugênio Nascimento
26/09
22:28

“Vai ganhar a eleição do TCE quem tiver os 13 votos”, responde Venâncio

O líder da bancada de oposição na Assembleia Legislativa, deputado estadual Venâncio Fonseca (PP), ocupou a tribuna na manhã de hoje (26), para rebater os discursos combativos feitos por parlamentares da situação que questionam a tramitação dos trabalhos das Comissões Especiais para a escolha do conselheiro do Tribunal de Contas do Estado (TCE). O deputado disse que nada e nem ninguém está atropelando a tramitação e reforçou dizendo que “vai ganhar a eleição do TCE quem tiver os 13 votos, que é o mínimo exigido”.

 

 

 


Ao iniciar seu pronunciamento, Venâncio disse que “quero parabenizar esta Casa porque essas discussões não existiam. A quanto tempo a gente via isso? Em eleição de Mesa ou indicação para o TCE? Aqui a gente avalizava os interesses dos governos, esse e os passados. Mas o comportamento político vai mudando ao longo do tempo. A Casa reagiu e se impôs dentro dos seus direitos. Graças a Deus que houve aquela eleição na AL porque apareceram as divergências de pensamentos e interpretações. Estamos vendo o regimento interno nas mãos dos deputados. E quem vai dirimir essas dúvidas é o Poder Judiciário. Agora a pessoa não pode ter uma interpretação se achando o dono da verdade”.

 

 

 

 


Em seguida, o deputado lembrou que foram lidas as indicações dos líderes para a constituição das comissões na quinta-feira (20) da semana passada. “Após a sessão, nós subimos e formamos a Comissão que ia analisar a indicação de Susana Azevedo. Como o líder do governo, deputado Francisco Gualberto (PT) precisou sair, o deputado Zezinho Guimaraes (PMDB) requereu que a Comissão de Belivaldo fosse formada no dia seguinte. E assim ficou definido. Na sexta (21), eles pediram um novo adiamento, agora para segunda (24), sendo que a de Susana não tinha problema algum”, explicou o líder da oposição.

 

 


Venâncio disse ainda que ficou acertado entre as partes que a Comissão seria formada na segunda às 10 horas e, às 11 horas, a outra Comissão faria a Sabatina de Susana Azevedo. “Mais uma vez adiaram, agora para terça-feira (25). Como ontem não queriam fazer, aí os demais membros instalaram a Comissão. Eram três deputados de cinco total, ou seja, a maioria garantida. Para piorar, o indicado (Belivaldo Chagas) concede entrevistas dizendo que não tem pressa e que vai vir quando quiser, podendo ser até no próximo ano”.

 

 


“Agora a gente essa luta toda para formar a Comissão e ele sem pressa? Logo aqui, uma Casa inocente. Ficam enrolando, protelando. A Comissão foi formada porque existia a maioria e em todo parlamento do mundo quem tem a maioria vence. Durante a reunião da Comissão, o deputado Zeca da Silva (PSC) levantou uma questão sobre a omissão do regimento quanto a prazos. Eu já fui presidente daqui e de várias Comissões. Quando há omissão no regimento é o presidente quem decide”, completou o deputado.

 

 


Venâncio revelou ainda que ninguém quer “atropelar” a 1ª secretária, deputada Conceição Vieira (PT). “Ela é uma pessoa por quem eu tenho respeito, carinho e reconheço ser uma deputada de maior facilidade de conversação, de composição e acordo, de diálogo. Ela tem a posição política dela e eu a minha! Ninguém quis tirar sua autoridade de primeira secretária, mas cabe a ela comunicar o prazo ao indicado em até dois dias. Ela faz o entendimento com Belivaldo, vai agendar com ele a data e o horário”.

 

 


O deputado disse que entendeu o discurso agressivo de Conceição Vieira. “Esse não é o perfil dela. Fez um pronunciamento exaltado e emocionado. Isso se deve também a sua participação na eleição. Qualquer um que está nessas condições fica com os nervos à flor da pele. É compreensível! Pode ser com qualquer um! Agora eu entendo que a Comissão tem legitimidade sim porque tem maioria e, se alguém discorda, se não há consenso, só poderemos dirimir esse impasse junto ao Poder Judiciário”.

 

 


Venâncio encerrou dizendo que a reclamação da deputada Ana Lúcia (PT) sobre o não convite dos demais deputados para a Comissão já é algo rotineiro na Casa. “Pode ser que seja um erro, mas que seja corrigido. Participei dos processos de Flávio Conceição, Ulisses Andrade, Clovis Barbosa e Luiz Ribeiro. Participo desse e apenas os deputados da Comissão foram convidados. Nada impede que um outro deputado participe, agora não entendo essa celeuma toda se quem vai decidir é o plenário!  Tem que ter 13 votos! O candidato do 13, Belivaldo Chagas, tem que ter 13 votos. O 20 de Susana Azevedo pode ter os 13 votos, mas o 13 tem que ter os 13”.

 

 


O deputado ainda explicou que “não existe essa história de golpe como estão propagando. Disseram que se a votação for secreta é golpe. O regimento da Casa diz que a votação é aberta! E eu quero que seja assim porque acho que cada deputado tem que assumir seus atos. Bote a cara e assuma! Eu assumo todos os meus! Agora o regimento é claro: ele diz que em caso de requerimento de 1/3 dos deputados, a eleição pode tranquilamente ser transformada em secreta”.


“Isso não quer dizer que vai ocorrer, mas já desminto aí essa tese de golpe! Estão questionando porque se for aberta a presidente não vota, mas se for secreta sim. E a culpa é minha? O regimento da AL não é feito por mim, mas pelos deputados estaduais e por uma comissão de juristas que dá o assessoramento. E o voto da presidente, segundo as pesquisas que apontam uma eleição disputada, vale ouro! Agora essa concorrência é boa para o Poder e, sobretudo, para o povo. Não há mais o massacre, o rolo compressor que tinha antes”, encerrou o líder da oposição. (Da assessoria)

 


Política
Com.: 0
Por Eugênio Nascimento
Primeira « Anterior « 1 2 3 4 5 6 7 8 » Próxima » Última

Enquete


Categorias

Arquivos