30/10
07:47

Presidência da Alese - Deputados destacam experiência de Garibalde Mendonça

As conversas no plenário e nos corredores da Assembleia Legislativa de Sergipe apontam clara preferência de situacionistas e oposicionistas pela candidatura do deputado estadual Garibalde Mendonça (PMDB) na disputa pela Presidência da Casa. Os parlamentares dizem abertamente que ele tem experiência, já fez parte da mesa diretora e todos o conhecem bem. Trata-se de um político moderado.  Mas há outras opções postas à mesa. O PMDB, por exemplo, apresenta ainda Zezinho Guimarães e Luciano Bispo, que é o que mais faz campanha desde a semana passada. Já o PSD, partido da base do governador Jackson Barreto,  deseja eleger Jeferson Andrade.



Política
Com.: 0
Por Eugênio Nascimento
30/10
07:35

JB tem maioria na Assembleia, mas pretende ampliar base de apoio

O governador reeleito de Sergipe, Jackson Barreto (PMDB), tem conversado com deputados estaduais eleitos e reeleitos . Há alguns deles interessados em fazer parte da base aliada, dando apoio político, mas ficando em seus partidos. Mas há aqueles desejosos em mudar de agremiação política. JB não revela nomes e garante que vai continuar o processo de conversação. Ele fez questão de deixar claro que não quer “papo” com o deputado capitão Samuel. A coligação JB elegeu 13 dos 24 deputados estaduais e poderá ficar com 17 logo em breve.



Política
Com.: 0
Por Eugênio Nascimento
30/10
07:19

Valadares Filho relata PL que incentiva prática esportiva

A Comissão do Esporte aprovou, na tarde de hoje (29/10), parecer do deputado Valadares Filho (PSB-SE) pela aprovação do Projeto de Lei nº 3.789/2012. A proposição, que é de autoria do ex-deputado Jonas Donizette, após aprovada, cria o Projeto Nacional de Prática de Esportes e Desenvolvimento de Atletas e Para-atletas.

 

 

O objetivo do projeto é proporcionar a todas as pessoas oportunidades para praticar esportes. Para o relator, deputado Valadares Filho, trata-se de um projeto de natureza socioeducativa, que além de prever a inclusão de pessoas de todas as faixas etárias e camadas sociais, dá ênfase à inclusão de crianças e adolescentes incluindo os portadores de deficiência física.

 

Valadares Filho destacou que, nesse momento em que o Brasil se prepara para sediar os Jogos Olímpicos, é fundamental que se tenha políticas públicas que identifiquem potencias atletas e que crie condições para que esses atletas possam realizar seus treinamentos. “Acreditamos que a aprovação dessa matéria vai ampliar as oportunidades para que mais jovens tenham acesso à prática esportiva”, destacou o parlamentar sergipano. (Da assessoria)



Política
Com.: 0
Por Eugênio Nascimento
30/10
07:03

Laércio Oliveira assume Fecomércio hoje - Fortalecimento sindical irá comandar a nova gestão da Federação do Comércio

O presidente do Sistema Fecomércio/Sesc/Senac, Laércio Oliveira, ao lado de seus diretores e conselheiros, vai comandar até julho de 2018 uma entidade forte, criada em 1948 e filiada à Confederação Nacional do Comércio (CNC). A cerimônia de comemoração de posse acontece hoje(30), às 19h30, no Centro de Convenções de Sergipe (Auditório Atalaia).

“Coloco esse meu mandato a serviço do fortalecimento das instituições integrantes do Sistema Fecomércio/Sesc/Senac, que estão prestes a completar 70 anos de serviços prestados. A Federação do Comércio se alinha a minha história de vida, tanto como empresário, como líder classista e mais recentemente como deputado federal”, informa Oliveira, que é considerado na Câmara o parlamentar das forças produtivas.

Outro destaque da gestão de Laércio Oliveira será o fortalecimento sindical. “Uma Federação forte tem sindicatos fortes. Diálogo, orientação e ajuda técnica tornam os sindicatos mais atuantes, efetivos e participativos nas decisões da Fecomércio. Faremos uma gestão compartilhada com os membros da Diretoria e irei absorver a experiência de cada um no sindicalismo patronal. Todos serão convidados a participar dos desafios que iremos enfrentar e resolver”, garante o novo presidente da Fecomércio, que também preside os Conselhos Regionais do Sesc e do Senac.

Dentre as ações da nova gestão para o Serviço Social do Comércio está a edificação em Itabaiana de um centro de atividades nos mesmos moldes do que já funciona no Marcos Freire II, no município de Nossa Senhora do Socorro. Além disso, será construída uma unidade na avenida Othoniel Dória para abrigar o Sesc/Comércio, que atualmente funciona em um prédio alugado.

No que diz respeito ao Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial, braço educacional da Fecomércio e referência brasileira em educação profissional, já está sendo realizada uma ampla reforma no seu Centro de Formação Profissional, na avenida Ivo do Prado. O objetivo é melhorar a acessibilidade a pessoas com deficiência. Além disso, estão sendo construídas novas salas para abrigar o Salão de Beleza-Escola. “A fachada do prédio também passará por uma ampla reforma para melhorar o seu visual. Dentro de mais algumas semanas iremos colocar em funcionamento a Confeitaria Escola Cacique Chá, na praça Olímpio Campos. Pretendemos construir ainda unidades em Aracaju, Estância e Nossa Senhora da Glória”, pontua Laércio Oliveira.

Renovação

Para o coordenador do Fórum Empresarial de Sergipe, Ancelmo de Oliveira, a eleição é um processo democrático de renovação das gestões. “Láercio é uma pessoa do ramo bem credenciada para tal função. Um dirigente empresarial eleito para um mandato de quatro anos e que tem experiência na entidade maior do Sistema Fecomércio, que é a Confederação Nacional [CNC], enquanto vice presidente”, pontua.

O presidente do Sindicato dos Lojistas do Comércio do Estado de Sergipe (Sindilojas), Gilson Figueiredo, corrobora com Ancelmo de Oliveira. “O empresariado depositou total confiança em Laércio Oliveira, pois ele conseguiu agregar todos os sindicatos, sem nenhum “porém”. É alguém com competência de gestão e um representante da classe.O Sindilojas estará à disposição para auxiliar no que for necessário”, revela Figueiredo.

O presidente da Associação Comercial e Empresarial de Sergipe (Acese), Alexandre Porto, destaca que a renovação é sempre motivo de reoxigenação de qualquer entidade. “É positivo para qualquer entidade evitar pessoas se enraizando; ter sempre presidentes diferentes. Conheço Laércio há muitos anos em suas atividades diárias e não tenho dúvida de que irá exercer o mandato com muito empreendedorismo e competência de novas ações e vivências. Enquanto defensor do setor produtivo, lidera este movimento e vai promover uma gestão inovadora, pois sempre mostrou esta marca em todas as entidades das quais participou. Os líderes da Fecomércio estão harmonizados e pensando no bem-estar da Federação”, revela Porto.

 



Economia
Com.: 0
Por Eugênio Nascimento
29/10
21:01

Queda no FPE motiva atraso no pagamento dos servidores estaduais

O governo do Estado divulgou nota no final da tarde de hoje anunciando alterações no cdalendário de pagamento dos servidores públicos. A medida, conforme explica a nota, foi motivada pelas constantes quedas nos repasses do governo federal. Hojde terão acesso aos salários os servidores da Educação.
A seguir a nota do governo na íntegra.

Nota Pública

"O Governo de Sergipe informa que devido as constantes quedas nos repasses do Governo Federal, principalmente do Fundo de Participação dos Estados (FPE) que esse ano vem acumulando quedas consecutivas, podendo fechar o exercício de 2014 com uma frustração de cerca de R$ 200 milhões, somado ao aumento exponencial das despesas com a previdência pública estadual, que até o mês de setembro consumiu R$ 540 milhões dos cofres estaduais e aponta para um déficit de R$ 750 milhões até o final de 2014, excepcionalmente, neste mês de outubro, o pagamento do funcionalismo público vai sofrer algumas alterações, conforme segue abaixo:

1)    Nesta quinta-feira, 30, serão pagos os servidores da Secretaria de Estado da Educação de forma integral;

2)    Na sexta-feira, 31, serão pagos os demais servidores da administração direta, empresas, autarquias, aposentados e pensionistas até o limite de R$ 1.500,00 (Hum mil e quinhentos reais);

3)    Os valores que ultrapassam o limite acima mencionado serão pagos até o dia 11 de novembro;

O Governo do Estado lamenta os transtornos ocasionados por esta medida de extrema necessidade, ao tempo em que informa que está empenhado em buscar alternativas para a resolução do problema por meio de operação com instituições financeiras para antecipação das receitas de royalties, aprovada pela Assembléia Legislativa no último dia 17 de outubro, além de tomar diversas medidas necessárias para redução de despesas na máquina pública que serão comunicadas nos próximos dias.

 A concretização da antecipação das receitas de royalties poderá permitir a regularização dos pagamentos ainda no decorrer da próxima semana, antes do dia 11 de novembro, e permitirá a normalização dos pagamentos nos meses subseqüentes de novembro e dezembro".


 


Economia
Com.: 0
Por Eugênio Nascimento
29/10
20:19

Hospital Regional de Lagarto será doado para a UFS


Assembleia Legislativa aprovou projeto por unanimidade

A comunidade acadêmica da Universidade Federal de Sergipe (UFS) em Lagarto comemora hoje, 29, a conquista de uma de suas principais reivindicações. O Hospital Regional Monsenhor João Batista de Carvalho Daltro - mais conhecido como Hospital Regional de Lagarto, onde os estudantes do campus têm as suas aulas práticas, será federalizado. Isso porque a Assembleia Legislativa de Sergipe aprovou na sessão de hoje a autorização para o poder Executivo doar o Hospital à UFS.


O projeto de lei n° 119/2014 foi aprovado por unanimidade e será enviado para sanção do governador. A partir deste momento o Hospital passará a ser efetivamente um hospital-escola, sendo ainda um espaço de práticas para os oito cursos da área da saúde oferecidos no campus, tudo isso sem deixar de atender à população.

No seu pronunciamento durante a sessão, o reitor Angelo Roberto Antoniolli agradeceu ao Governo do Estado e a atuação dos deputados, que auxiliaram na tramitação do projeto na Assembleia, mobilizando e sensibilizando os membros da casa. “A aprovação deste projeto irá inaugurar uma nova etapa na vida acadêmica dos estudantes do campus de Lagarto e também de toda a população local. Iremos, com o apoio do Governo do Estado, aumentar a qualidade da formação de nossos estudantes ao mesmo tempo em que prestaremos um serviço de excelência para a comunidade”, garantiu Angelo.

Depois desta etapa concluída será iniciado o processo de transição da gestão do Hospital para a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), a exemplo do que acontece em no Hospital Universitário (HU) de Aracaju. “O convênio ainda será construído, mas deve seguir os moldes do que está em andamento no HU. A partir daí será possível realizar a ampliação de quadros de funcionários e as reformas estruturais que a sociedade tanto almeja”, anunciou o reitor.(Da assessoria)


Coluna Afonso Nascimento
Com.: 0
Por Eugênio Nascimento
29/10
20:22

Confira a programação esportiva desta sexta-feira

08h00 - Tênis: Masters 1000 Paris (Sportv 2)

17h30 - Paulista de Vôlei: Pinheiros x Osasco (Sportv 2)

18h00 – Sul-americana: São Paulo x Emelec (Fox Sports)

20h00 - Superliga: S. José dos Campos x Cruzeiro (Sportv)

 21h00 - Major League Soccer (ESPN +)

21h15 - NFL: C. Panthers x N. O. Saints (ESPN)

21h30 – Sul-americana: Boca Jrs x Cerro Porteño (Sportv 2)



Esportes
Com.: 0
Por Kleber Santos
29/10
08:17

Senador Kaká Andrade faz reflexão sobre o pleito eleitoral de 2014

O senador Kaká Andrade (PDT-SE) utilizou o Plenário do Senado para fazer uma reflexão do pleito eleitoral de 2014. O parlamentar fez considerações, principalmente, sobre a eleição do último domingo, dia 26 de outubro, quando a presidente Dilma Rousseff (PT) foi reeleita para um segundo mandato de quatro anos à frente do Palácio do Planalto. “Foi, todos pudemos constatar, a mais parelha eleição havida neste ainda curto período de redemocratização do país”, discursou Andrade.

Para Kaká, o senador Aécio Neves (PSDB), cada um dos candidatos trilhos todos os caminhos do país, divulgando sua candidatura e mostrando um pouco do que pretendia fazer caso saísse com vitória do pleito. “De mesmo ideal, cada um teve um modo próprio de conduzir-se nesta eleição”, disse.

O senador disse ainda que, Aécio Neves encontrou um caminho mais difícil. “Dono de uma coragem cívica impressionante, e de uma invejável determinação pessoal, manteve sua candidatura e a ela dedicou-se com uma intensidade tal que conseguiu assento na cédula do segundo turno com percentual muito acima do que previam”, lembrou.

Sobre a presidente reeleita, o senador afirmou em pronunciamento que ela enfrentou dificuldades. “Dilma manteve a candidatura mesmo com a morte de um forte presidenciável e com as turbulências econômicas que o país vem enfrentando e mesmo com as denúncias de corrupção em seu Governo avolumando-se a cada dia”, destacou o senador.

Sem surpresas

“O resultado da eleição não poderia ser outro, vitória de uma candidatura por uma diferença muito pequena em um universo de mais de cem milhões de eleitores. Cada candidato teve mais de 50 milhões de votos. O eleitorado do país não aderiu maciçamente a nenhuma proposta, foi um resultado quase de metade com metade”, rememorou o Kaká Andrade.

Para ele, todo processo eleitoral em que uma candidatura chega ao segundo turno revela a opção entre duas propostas claramente delineadas, a continuidade, consubstanciada pelo candidato que busca o segundo mandato, ou a mudança cristalizada em seu oponente. “Não se pode pensar que é diferente, que é mudança contra mudança, pois se assim fosse, a candidatura oficial estaria em oposição a si mesma, o que não ocorre”, destacou Kaká.

“Um dos ensinamentos é que jamais poderemos repetir campanhas políticas como as presenciadas nestas eleições. Por todo o país, em praticamente todas as disputas estaduais, e sobretudo na eleição presidencial, o que se viu foram campanhas essencialmente de desconstrução dos adversários”, destacou o senador ao lembrar ainda que “denúncias de todo tipo, de caráter político e até pessoal, muitas delas sem nenhum compromisso com a verdade, foi isto o que vimos”.

Preconceito

O senador lembrou das responsabilidades da presidente eleita, segundo ele seus esforços também haverão de se concentrar em evitar qualquer tipo de preconceito advindo da liberdade de escolha que a Constituição assegura a cada eleitor. “Precisamos conter um preconceito de que está sendo vítima a população nordestina, por alguns acusada de ser a responsável pelo resultado da eleição, pelo temor de perderem o Bolsa-Família. Repudio este preconceito com todas as forças, nós, nordestinos, temos o mesmo direito de votar em quem quisermos”, enfatizou Kaká. (Da assessoria)



Política
Com.: 0
Por Eugênio Nascimento
Primeira « Anterior « 1 2 3 4 5 6 7 » Próxima » Última

Enquete


Categorias

Arquivos