21/10
14:53

Programa de vantagens para aposentados e pensionistas deve contemplar 30 mil pessoas


Iniciativa inédita do Sergipeprevidência busca contemplar aposentados e pensionistas através de tarifas especiais, clube de descontos, entre outros privilégios

Cerca de 30 mil segurados do Sergipeprevidência podem ter acesso ao Programa Melhor Idade até o fim deste ano. A iniciativa inédita busca contemplar aposentados e pensionistas através de tarifas especiais, clube de descontos, entre outros privilégios, como atendimento VIP e diferenciado nos segmentos de Saúde e Beleza, Cultura, Educação, Gastronomia, do Esporte e Lazer, dentre outros. O assunto foi discutido na manhã desta quinta-feira, 20, entre o órgão e representantes de entidades financeiras e associações empresariais do estado.

José Roberto de Lima Andrade, diretor-presidente do Sergipeprevidência, afirma que esta nova plataforma de oportunidades vem para criar uma ligação com os conveniados para além do pagamento de aposentadorias e pensões. “O foco da nossa gestão, juntamente com o Estado, é o bem estar de todos os beneficiários”, finalizou.

O programa funcionará da seguinte forma: será feito um Termo de Adesão, no qual cada empresa ou prestadora de serviço se compromete a conceder aos aposentados e pensionistas a oportunidade de desfrutar de descontos e plano de vantagens. A incorporação das tarifas especiais serão feitas diante da disponibilidade de cada estabelecimento. Para os segurados do Sergipeprevidência a adesão ao programa será automática, sem qualquer tipo de custo ou ônus.

Foto: Ascom/Sergipeprevidência


Política
Com.: 0
Por Kleber Santos
20/10
10:27

Sergipe quer quase R$ 992 milhões em 15 emendas coletivas ao OGU

A bancada federal de Sergipe, composta pelos senadores Antonio Carlos Valadares (PSB), Eduardo Amorim (PSC) e Virginio Carvalho (PSC); e pelos oito deputados federais Adelson Barreto (PTB), André Moura (PSC), Bosco Costa (PROS), Fábio Mitidieri (PSD), Fábio Reis (PMDB), João Daniel (PT), Jony Marcos (PRB), Laércio Oliveira (PR), se reuniram hoje para definir as 15 emendas coletivas do Estado ao Projeto de Lei Orçamentária Anual (PLOA) 2017. O texto, resultado de entendimento entre os parlamentares da bancada, propõe quase R$ 992 milhões para importantes investimentos no estado de Sergipe.

 

As duas emendas impositivas que a bancada tem direito são: Apoio à Política de Desenvolvimento Urbano em Aracaju e Reabilitação dos perímetros irrigados do Baixo São Francisco. Já as demais emendas vão beneficiar o Estado nas áreas de fomento agropecuário; drenagem urbana, desenvolvimento urbano, cultura, abastecimento de água, educação, infraestrutura aeroportuária e saúde.

 

Para o coordenador da bancada, senador Antonio Carlos Valadares (PSB), o resultado das emendas coletivas propostas pela bancada federal reflete o comprometimento de todos os parlamentares em atender às necessidades mais prementes da população sergipana. 


Antes da aprovação do Congresso Nacional, as emendas passarão ainda pelo crivo dos relatores setoriais e do relator geral do Orçamento, que emitirá seu parecer final para votação.

 

Confira as emendas apresentadas:

 

 

 

Emendas de Apropriação

Ministério/Órgão

Funcional/Ação-Subtítulo

M.A.

R.P.

Valor

Deliberado

M. da Agricultura, Pecuária e Abastecimento

20.608.2077.20ZV - Fomento ao Setor Agropecuário - Construção da Central Regional de Abastecimento no Agreste Central - Itabaiana - SE

30

 

2

40.000.000,00

M. das Cidades

17.512.2040.10SG - Apoio a Sistemas de Drenagem Urbana Sustentável e de Manejo de Águas Pluviais em Municípios Críticos sujeitos a eventos recorrentes de inundações, enxurradas e alagamentos - Aracaju - SE

40

 

 

2

50.000.000,00

M. das Cidades

17.512.2068.10SC - Apoio à Implantação, Ampliação ou Melhorias em Sistemas de Abastecimento de Água em Municípios com População Superior a 50 mil Habitantes ou Municípios Integrantes de Regiões Metropolitanas ou de Regiões Integradas de Desenvolvimento - São Cristóvão-SE

40

 

 

2

30.000.000,00

M. das Cidades

15.451.2054.1D73 - Apoio à Política Nacional de Desenvolvimento Urbano – Aracaju – SE (Impositiva)

40

 

7

 

124.686.555,00

M. das Cidades

15.451.2054.1D73 - Apoio à Política Nacional de Desenvolvimento Urbano – Estância - SE

40

 

2

50.000.000,00

M. das Cidades

15.451.2054.1D73 - Apoio à Política Nacional de Desenvolvimento Urbano – Itabaiana - SE

40

 

2

50.000.000,00

M. das Cidades

15.451.2054.1D73 - Apoio à Política Nacional de Desenvolvimento Urbano – Lagarto - SE

40

 

2

50.000.000,00

M. das Cidades

15.451.2054.1D73 - Apoio à Política Nacional de Desenvolvimento Urbano – Nossa Senhora do Socorro - SE

40

 

2

50.000.000,00

MIN - Codevasf

19.691.2029.8902 - Promoção de Investimentos em Infraestrutura Econômica - Reabilitação dos perímetros irrigados do Baixo São Francisco - No Estado do Sergipe (Impositiva)

90

 

 

7

100.000.000,00

M. da Cultura

13.391.2027.20ZH - Preservação do Patrimônio Cultural Brasileiro - Requalificação do Centro Histórico e Comercial - Aracaju - SE

40

 

2

37.000.000,00

M. Educação

12.364.2080.8282 - Reestruturação e Expansão de Instituições Federais de Ensino Superior - Construção do Campus do Sertão - No Estado do Sergipe

90

 

2

30.000.000,00

M. Educação

12.364.2080.8282 - Reestruturação e Expansão de Instituições Federais de Ensino Superior -Construção do prédio do centro de simulações e práticas do Campus Universitário de Ciências de Saúde de Lagarto, “Prof. Antonio Garcia Filho” - Lagarto - SE

90

 

 

2

30.000.000,00

Infraero

28.846.0909.0E45 - Participação da União no Capital da Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária - Construção do Novo Terminal de Passageiros do Aeroporto Santa Maria - Aracaju - SE

90

2

 100.000.000,00

MS - FNS

10.302.2015.8535 - Estruturação de Unidades de Atenção Especializada em Saúde - Hospital do Câncer - Aracaju - SE

30

 

2

150.000.000,00

MS - FNS

10.302.2015.4525 - Apoio à Manutenção de Unidades de Saúde - No Estado do Sergipe

30

 

2

100.000.000,00

             

 



Política
Com.: 0
Por Eugênio Nascimento
19/10
10:39

Ipes pode suspender convênio com a PMA em novembro

O Instituto de Previdência de Sergipe (IPES) deverá suspender em novembro próximo o convênio de assistência aos cerca de 7 mil servidores da Prefeitura de Aracaju, por falta de repasses regulares há três meses.

Segundo o presidente do Ipes, Christian Oliveira, a Prefeitura deve ao Ipes algo em torno de R$ 3 milhões. Há um processo de conversação, mas as negociações não evoluem para a concretização dos repasses, conforme explicou.

Chritian anunciou a posição da instituição de saúde na manhã desta quarta-feira no programa "Liberdade Sem Cen sura", dso comunicador Marcos Aurélio.



Variedades
Com.: 0
Por Eugênio Nascimento
19/10
09:05

Dia do Médico: Profissionais veteranos são homenageados

Os veteranos receberam da Secretaria de Estado da Saúde (SES) e da Fundação Hospitalar (FHS) um certificado pelos relevantes serviços prestados à população

Profissionais que atuam há mais de 30 anos no Sistema Único de Saúde (SUS) foram homenageados nesta terça-feira, 18 de outubro, pelo Dia do Médico. O grupo foi escolhido para representar todos os médicos sergipanos, ressaltando a dedicação e o cuidado que cada um deles tem no dia-a-dia com os pacientes. Os veteranos receberam da Secretaria de Estado da Saúde (SES) e da Fundação Hospitalar (FHS) um certificado pelos relevantes serviços prestados à população.

“Foi a forma de registrar a importância desses heróis silenciosos, que não possuem fama, nem são reconhecidos nacionalmente, mas que fizeram e fazem a diferença para muitas pessoas. Eles dedicam a vida a salvar a vida dos outros, e isso não tem preço”, declarou a secretária Conceição Mendonça, que ressaltou, também, o legado profissional dos homenageados.

“Nem todos que estão aqui são professores da universidade, mas, nos corredores dos hospitais, cada um deles deixa um ensinamento extremamente significativo, não só para os estudantes, mas também para outros profissionais da saúde. Como enfermeira, tive o prazer de compartilhar momentos de muito conhecimento ao lado de grandes médicos”, enfatizou a gestora.

Atuante no SUS desde que se formou em Medicina, Ivan Paixão, que é o responsável técnico pela Cirurgia Geral do Pronto Socorro do Hospital de Urgências de Sergipe (Huse), foi um dos homenageados, e falou sobre o quanto a profissão é gratificante. “É claro que nós temos problemas, momentos de adversidades, mas me sinto muito feliz por conseguir prestar esse serviço à população. É uma realização pessoal e profissional”, afirmou.

Foto: Ascom/SES



Variedades
Com.: 0
Por Kleber Santos
19/10
09:03

Orla de Moita Bonita está com 85% dos serviços concluídos

Obra recebe investimentos no valor de R$ 1.524.336,99, provenientes do Programa Sergipe Cidades

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Infraestrutura e do Desenvolvimento Urbano (Seinfra), constrói orla na sede de Moita Bonita, no  Agreste Sergipano, distante 64 km de Aracaju. A obra recebe investimentos no valor de R$ 1.524.336,99, provenientes do Programa Sergipe Cidades. Fruto da parceria entre o Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e o Governo do Estado, o Programa tem, entre outros objetivos, promover o desenvolvimento econômico e social, além de elevar a autoestima da população beneficiada com suas intervenções.

Com a entrada principal situada entre a Rodovia SE-170 e a Avenida Euclides Paes Mendonça, a orla possui uma área total de 4.110,76 m². Sua urbanização possui 1600,00 m² de pavimentação em pedra São Domingos, 434,00 m² de pavimentação em concreto desempolado e um deck e guarda corpo de madeira com extensão de 955,00 m² margeando o açude, principal área de lazer da sede municipal, e aplicados 118,00 metros de meio-fio.

A intervenção terá diversos equipamentos de lazer, como playground onde serão instaladas amarelinha, uma escada de cilindros, dois balanços e três gangorras, cinco mesas de concreto com tabuleiros para jogos, cada uma com quatro bancos, também de concreto e ainda espaço para ginástica com cinco equipamentos diferenciados.

Completando o projeto urbanístico, foram construídos 14 bancos de concreto com encosto de madeira, instalados 12 postes de quatro pétalas e 27 postes decorativos, todos estrategicamente distribuídos no espaço. Também serão instaladas 12 lixeiras e foram construídos canteiros onde serão aplicados 4.500 m² de placas de grama verde-esmeralda e plantadas oito palmeiras imperiais e duzentas unidades de plantas, entre elas, ipê-amarelo, arbusto viuvinha, além de outras plantas ornamentais.

ASN


Política
Com.: 0
Por Kleber Santos
19/10
09:02

Artesanato sergipano será destaque nas revistas de bordo da Latam e Gol

Jornalistas visitaram Sergipe com o Projeto Sertões, que visa valorizar a arte popular regional. Material coletado no estado também servirá para a publicação de um livro

As jornalistas e fotógrafas paulistas Zizi Carderari, Evelyn Muller e Manu Oristanio, especializadas na área de design, arquitetura e estilo de vida estiveram em Sergipe, na última semana, realizando trabalho, que faz parte do Projeto Sertões, voltado à utilização do artesanato local em diversos ambientes, com foco na valorização da arte popular. O resultado desse levantamento, em forma de reportagens, será publicado nas revistas de bordo da Latam e da Gol e, futuramente, vai servir para a publicação de um livro. Além disso, a expedição em Sergipe rendeu um farto material fotográfico e um mini documentário, disponível nas redes sociais.

Segundo as jornalistas, o objetivo maior dessa expedição ao estado de Sergipe foi mapear a arte popular brasileira e transpor o uso das peças para a decoração de interiores. “Queremos difundir a arte valorizando o jeito de morar brasileiro, usando peças que resgatam as nossas raízes e decoram com valor de arte. Partindo da vontade de mostrar quem são as pessoas que têm esse fazer artístico, suas histórias e tradições, os mestres e seu legado, entrevistamos artistas, galeristas, colecionadores, designers de interiores e arquitetos que nos falaram sobre a riqueza dessas obras na decoração e a necessidade de valorizar a arte popular”.

A Secretaria de Estado do Turismo e do Esporte (Setesp), em parceria com o Instituto Banese, diante da importância do projeto para o artesanato sergipano, garantiu total apoio logístico, facilitando a circulação das jornalistas por diversos municípios de Sergipe. Durante oito dias, Zizi Carderari, Evelyn Muller e Manu Oristanio percorreram todo o estado em busca do que há de melhor no artesanato sergipano. Visitaram também as comunidades e ficaram encantadas pelo potencial turístico de cada um dos lugares visitados.

Projeto Sertões

O Projeto Sertões faz parte de uma série de expedições pelo Brasil e foi criado para mostrar como as casas usam a arte popular brasileira na decoração, valorizando a diversidade da cultura local em várias regiões brasileiras.

ASN


Variedades
Com.: 0
Por Kleber Santos
19/10
09:02

Alese promove Audiência Pública sobre a Regulamentação da Vaquejada

Na tarde desta terça- feira (18), a Assembleia Legislativa de Sergipe (Alese), realizou no plenário Pedro Barreto de Andrade, Audiência Pública sobre a Regulamentação da Vaquejada no Nordeste. A propositura, de autoria deputada estadual Silvia Fontes (PDT), tem como objetivo declarar apoio ao Movimento Vaquejada Legal, em decorrência da decisão judicial do Supremo Tribunal Federal (STF), proferida pelo Ministro Marco Aurélio, no último dia 06, onde declara a vaquejada inconstitucional no Estado do Ceará, abrangendo todo o nordeste.
 
De acordo com Silvia Fontes, “a discussão sobre o tema é relevante, uma vez que a vaquejada hoje é uma atividade desportiva e cultural, ao tempo mostrar a sociedade sergipana que o esporte é legal, onde existe todo um cuidado com o animal, e vários segmentos envolvidos, que vai desde a economia ao turismo”. A parlamentar disse ainda que “cem anos de tradição e cultura popular da vaquejada não pode ser banida dos calendários”.

Para o presidente da Alese, o deputado estadual Luciano Bispo (PMDB), “defender essa causa é nosso papel, é dever dessa casa”, afirmou acrescentando que “são milhares de pessoas que dependem do emprego, de onde tiram o sustento do seu lar, e além disso, existe a tradição cultural”, salientou.

Bispo acrescentou em seu discurso que se deve respeitar a decisão do STF e explicou a necessidade e o direito de esclarecer o tema com a sociedade. “Autorizei a criação de uma comissão da Alese para irmos ao TJ-SE e ao MPE para pedirmos o apoio a essa causa”, ressaltou.

Segundo o deputado Venâncio Fonseca (PP), a decisão do STF contra os vaqueiros do nordeste foi injusta e equivocada. Para ele, a vaquejada se trata de uma cultura nordestina de muitos anos, e milhares de pessoas dependem dessa profissão. ” A vaquejada está cravada nos corações dos nordestinos”, disse.

De acordo com a médica veterinária Juliana Araújo, a iniciativa da deputada Silvia Fontes é fundamental, uma vez que esclarece a população a cerca de tudo que envolve a vaquejada como atividade legal e desportiva. ” Na vaquejada não existe maus tratos com os animais, pelo contrário, existe um tratamento diferenciado com os animais, seja para os bovinos ou equinos, que vai desde a fiscalização dos animais, até a separação nos pastos”, frisou Juliana.

Ainda de acordo com Juliana Araújo, toda a vaquejada tem um veterinário habilitado responsável por atestar sobre a saúde do animal e sua aptidão para a prova; além de examinar os animais na sua entrada e saída da pista, bem como lidar com as emergências, explicou.

Para o advogado da Associação Sergipana dos Criadores de Cavalo Quarto de Milha, Milton Eduardo, “a vaquejada é uma atividade esportiva e cultural, onde gera emprego, da movimento a economia. ” Na vaquejada os animais são preparados para serem atletas, além de serem animais inspecionados. Não há qualquer maus tratos com os animais”, afirmou.

Na ocasião, a mesa diretora foi composta pelos deputados estaduais, Silvia Fontes, Luciano Bispo, Luciano Pimentel, Venâncio Fonseca, Jairo Santana, além do Secretário de Estado do Turismo e do Esporte, Saulo Eloy Filho, do médico veterinário inspetor oficial da Associação Brasileira dos Criadores de Cavalo Quarto de Milha, Breno Cavalcante, Nelson Emanuel, representando as Associações de Vaquejadas de Sergipe e Roberta Franco, representando os criadores e empregadores do segmento da equino cultura.

Foto: César de Oliveira


Política
Com.: 0
Por Kleber Santos
19/10
09:01

Aplicativo Disque Denúncia SE aumenta em mais de 70% o número de usuários cadastrados

Dados são do 1º trimestre de uso do programa

Em  três meses de atividade, o aplicativo Disque Denúncia SE já atingiu a marca de mais de 3.159 usuários cadastrados no sistema. O número representa um acréscimo de mais de 71%, em comparação ao número divulgado após 15 dias do lançamento do programa, em agosto deste ano.

A tecnologia permite ao cidadão fazer denúncias de crimes de maneira interativa, rápida e discreta, garantindo o anonimato e absoluto sigilo do informante.  Ele pode ser baixado em lojas virtuais dos aparelhos com sistema Android.

Em média, cinco denúncias são feitas por dia utilizando o sistema. Nele, podem ser enviados fotos, vídeos (por exemplo, de uma casa onde há um intenso comércio de tráfico de drogas) e até mesmo inserir o endereço da pessoa denunciada. Das 437 denúncias feitas até hoje, apenas 28,6% utilizaram o recurso que beneficia tanto o cidadão, na identificação correta do local, como as autoridades policiais que dirimem as dúvidas sobre o local exato da denúncia.

A ausência de denunciados ainda persiste nestes 97 dias em que o aplicativo foi lançado. Daquelas 437 denúncias realizadas até hoje, 309 não aponta um denunciado especificamente, correspondendo a uma taxa de mais de 70% em que a denúncia é feita, mas não auxilia a Polícia Judiciária no procedimento investigativo.

Aplicativo
Após o cadastro, o usuário é levado à próxima tela para escolher o tipo de denúncia que deseja fazer. Uma lista de crimes é mostrada e ao clicar sobre o nome uma tela aparece para que o usuário descreva o crime e, se desejar, pode incluir as fotos, vídeos ou mapas.

Feitos esses procedimentos, um resumo de tudo que foi feito pelo denunciante aparece para conferência. As informações são encaminhadas diretamente para a sede do Disque Denúncia 181, para serem investigadas pela equipe de policiais da Divisão de Inteligência e Planejamento Policial (Dipol) ou das demais delegacias da Polícia Civil.

Como nenhum registro do celular do denunciante fica armazenado no sistema 181, o sigilo permanece garantido.


Variedades
Com.: 0
Por Kleber Santos
Primeira « Anterior « 1 2 3 4 5 6 7 8 9 » Próxima » Última

Enquete


Categorias

Arquivos