20/11
08:02

Eduardo Campos receberá cidadania sergipana sexta-feira

O governador de Pernambuco, Eduardo Campos, receberá título de Cidadão Sergipano na próxima sexta-feira, na Assembleia Legislativa. A propositura é uma iniciativa do deputado estadual Venâncio Fonseca (PP) e acontecerá durante reunião da União dos Legisladores e Legislativos Estaduais (Unale).

Os comandantes do PSB no Estado, senador Valadares e deputado federal Valadares Filho, estão convocando prefeitos, vereadores e demais membros do partido a participarem do ato.
 


Política
Com.: 0
Por Eugênio Nascimento
20/11
07:42

Machado reúne-se com técnicos do IBGE que garantem que mais de 75% da Zona de Expansão pertence a Aracaju

O vice-prefeito de Aracaju, José Carlos Machado, e o procurador-geral do município, Carlos Pinna Júnior, se reuniram na sede do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), no último dia 18, para discutir sobre a localização da linha que divide os municípios de Aracaju e São Cristóvão. O impasse sobre o território da Zona de Expansão foi devidamente esclarecido pelo IBGE que afirmou que a área em litígio compreende menos de ¼ da Zona de Expansão. Deste total, uma parte considerável da área em conflito, por lei, é considerada Área de Preservação Permanente (APP).

De acordo com os dados do Censo de 2010, realizado pelo IBGE na área referida, residem aproximadamente 30 mil habitantes e não 120 mil habitantes como relata o processo no Tribunal Regional Federal da 5ª região. A área que pertence a São Cristóvão compreende uma parte do povoado Areia Branca, Mosqueiro, e uma pequena parcela do bairro Santa Maria. No entanto, geograficamente não existe faixa de praia inclusa no território que foi demarcado segundo a lei estadual nº 554 de 1954. Desta forma, não há possibilidade de arrecadação de royalties pelo município de São Cristóvão.

Para o procurador Carlos Pinna Júnior, "as informações obtidas no IBGE tranquilizam a Prefeitura de Aracaju e consequentemente a população que mora na região conflitante. Tomamos todas as medidas jurídicas e administrativas necessárias que serão adotadas pela PMA a fim de assegurar o vínculo daquela área com o Município de Aracaju, que hoje é inegável", declarou.

De acordo com informações da chefe de Unidade do IBGE, Adriane Almeida, após ter tomado conhecimento sobre todo o processo que envolve a zona de expansão, o Instituto já tomou as providências cabíveis. "Informamos através do nosso representante jurídico que existe a necessidade da participação do Estado nesse processo. A lei que define os limites dos municípios é estadual, por isso, se torna imprescindível a participação do órgão responsável do estado", explicou.

Para resolver a questão, o vice-prefeito, José Carlos Machado, já entrou em contato com o secretário de Estado, Planejamento, Orçamento e Gestão, José Macedo Sobral, para tentar resolver a questão com a maior agilidade possível.

O vice-prefeito deixou claro que, independente do tamanho do território Aracaju continuará empenhado para que essa área também seja demarcada como sendo da capital sergipana, pois apenas assim os benefícios poderão chegar à população. "Estamos preocupados com todos que há anos moram naquela região. Muitos estão em situação de risco e a Prefeitura de Aracaju diariamente tem tentado resolver a questão, tanto para quem já investiu e mora naquela região, quanto para quem ainda não possui uma moradia digna. Não tenham dúvida de que o prefeito João Alves Filho continua lutando e confiante na totalidade da Zona de Expansão pertencer a Aracaju, tanto que a área continua no planejamento, na garantia de que receba todos os investimentos dos projetos desenvolvidos por Jaime Lerner, para tornar a região num bairro modelo", garantiu o vice-prefeito.

Da assessoria



Política
Com.: 0
Por Eugênio Nascimento
20/11
07:28

Em São Paulo, Jackson Barreto será recebido por Déda, no Sírio Libanês, nesta 4ª feira

O governador em exercício de Sergipe, Jackson Barreto, deverá visitar o governador licenciado, Marcelo Déda, nesta quarta-feira, no Hospital Sírio Libanês. JB viajou para São Paulo ontem, mas combinou o encontro para hoje. Ontem à tarde, Déda recebeu as filhas, que também chegaram à capital paulista à tarde, a ex-cunhada e médica, Virgínia Barreto, e o reitor da Unale, Josué Modesto dos Passos, Subrinho, ex-concunhado. Jackson Barreto foi fazer a visita com o intuito de levar seu abraço ao governador licenciado Marcelo Déda, que se encontra internado no Hospital Sírio-Libanês para tratamento de um câncer.

Ele foi ser o portador do abraço do povo sergipano que tem manifestado seu carinho e sua solidariedade a Marcelo Déda, como também, abraçar a primeira-dama do Estado, Eliane Aquino, que tem acompanhado todos os momentos do governador na sua luta contra a doença. Jackson Barreto disse que tem recebido incontáveis apelos por onde passa para que ele transmita as mensagens de afeto e carinho dedicados pelo povo de Sergipe ao nosso governador.

“Não há um só lugar por onde eu passe que não receba um pedido para que transmita ao governador Marcelo Déda as vibrações positivas da nossa gente. Seja onde for, na capital ou no interior, onde quer que eu vá, nas inaugurações, nas procissões, nas missas, nos cultos e atividades sociais em que participo, há sempre uma prece, uma palavra de otimismo e de admiração para Marcelo Déda”, enfatizou Jackson Barreto.

Jackson Barreto disse ainda que essas manifestações populares são a retribuição e o reconhecimento da nossa gente para um homem que dedica sua vida às causas mais nobres e dignas da política e da sociedade. “Marcelo Déda tem uma história muito bonita de lutas e de conquistas que tiveram sempre o objetivo de construir um mundo melhor e mais justo, principalmente para os que mais precisam. Nisso nós temos uma grande identidade. E é neste momento em que ele mais precisa que estamos aqui para trazer o apoio e o reconhecimento do nosso povo”, finalizou o governador em exercício Jackson Barreto. 

(Com dados do blog e da Secom)


Política
Com.: 0
Por Eugênio Nascimento
20/11
07:06

13 de Julho: Além do risco de queda, população sofre com poluição

Foi ainda no ano passado que o ponto de ônibus situado na balaustrada da 13 de Julho foi desativo. O motivo de tal ação foi o zelo pela segurança dos usuários do transporte público. Na época, há exato um ano, o avanço da maré já era preocupação daquela gestão. No entanto, hoje, com o problema do avanço das águas a situação acentuou-se e as obras são necessárias. Entretanto, há o impasse na liberação da intervenção. 

Não por acaso e preocupada com a situação do local que, diretamente a afeta a população aracajuana, a Prefeitura de Aracaju contratou a empresa Ambientec para desenvolver os estudos químicos e ambientais do local. À frente da empresa está o professor em Engenharia Química e Engenharia Ambiental, João D’Ávila (foto). Para ele, a obra de contenção é mais do que uma necessidade é uma questão de responsabilidade social e proteção.

Um dos pontos levantados pelo professor é que o local em que será realizada a intervenção está localizado à beira do Rio Poxim, e não do Rio Sergipe como vem sendo divulgado e fruto de posicionamentos judiciais. A obra, de acordo com ele, não oferecerá risco ambiental, pelo contrário, evitará que maiores danos possam vir a ocorrer futuramente.

Com o passar do tempo e com as mudanças climáticas, que afetaram diretamente a direção e a força das marés, o desenho dos rios Poxim e Sergipe se modificaram. Uma das modificações registradas foi um declive, chamado de bico de pato que fez com que houvesse um desvio do Poxim e, com isso, as ondas passaram a bater com mais força no local em que hoje fica a balaustrada da 13 de Julho.

“Com o avanço e força da maré, o solo daquela região foi sofrendo um desgaste natural. A cidade foi avançado e a natureza também. É possível mostrar através de imagens que há pontos e que já foram feitos verdadeiros buracos na parede da balaustrada. A medida que a maré avança, o solo vai sendo vai desgastado interiormente, o que aumenta o risco de haver um desabamento na região”, explicou João D’Ávila ao frisar que a obra no local é uma questão de proteção à população.

Outra questão levantada pelo professor, mestre e doutor é que, além de os cidadãos de Aracaju estarem expostos ao perigo de uma possível queda da balaustrada, ainda há o rico de poluição. De acordo com João D’Ávila, o Rio Poxim está contaminado com 1,6 milhões de coliformes/100 ml de água. Isso significa que as águas do rio estão intensamente contaminadas com substâncias extremamente nocivas à sociedade.

“As pessoas pensam que, pelo fato de não tomarem banho no rio ou por não serem atingidos diretamente por suas águas, estão livres de contaminação, mas não estão. Existem pequenas partículas que, no momento e que as águas batem na balaustrada são levantadas e, em contato com o vento, são levadas para a população, esta que, inalam essas partículas contaminadas”, ressaltou o professor.

Segundo João D’Ávila as obras que tanto a prefeitura vem buscando desenvolver, darão uma maior margem de distância entre o rio e a avenida Beira Mar. “Serão cerca de 40 metros a mais de distância. Além disso, os espigões serviram como amortecedores que irão conter a energia da onda, o que diminuirá o impacto”, explanou. 

Em meio a tantas divergências, o professor ainda deixou claro que o que está sendo pontuado, vai além de se acreditar ou não na palavra de um ou de outro. Para ele, matemática é uma ciência exata, ou é ou não é. “Podemos mostrar através de números os perigos que se corre naquela região. Com os números contrastamos com as imagens que reforçam ainda mais. Se as obras ainda não foram feitas é porque o entendimento não está na alma das pessoas. É preciso que haja confiança na capacidade técnica do nosso estado”, concluiu ao reforçar ainda que mais estudos serão desenvolvidos para enfatizar as conclusões já estabelecidas até então.

(Da assessoria)


Política
Com.: 0
Por Eugênio Nascimento
20/11
06:57

Governo de Sergipe fecha acordo com o Sintese e vai pagar retroativos em dezembro

O governo de Sergipe acatou sugestão Sindicato dos Trabalhadores em Educação da Rede Oficial do Estado de Sergipe (Sintese) e estará efetuando no próximo mês de dezembro o pagamento referente a duas parcelas do retroativo do reajuste do piso salarial do magistério. Com este pagamento, o governo quita seis meses referentes ao ano de 2013.
Esse acordo é referente ao retroativo do reajuste de 7,97% de 2013 negociados com o governo e aprovado na Assembleia Legislativa no mês de setembro passado e que começou a ser pago no próprio mês de setembro.

No acordo ficou acertado que o pagamento dos meses anteriores a setembro seriam pagos em oito parcelas. O Sintese solicitou então que duas dessas parcelas fossem pagas em dezembro deste ano e as demais fossem pagas em seis parcelas de janeiro a junho de 2014.

Esse fechamento de questão reforça o caráter democrático do governo que em nenhum momento fechou as portas para as negociações com os representantes da categoria e que, apesar das dificuldades conjunturais da economia que afeta os repasses da União para os Estados, o governo realiza um esforço muito grande para atender essa reivindicação dos professores.

No decorrer do processo de negociação, o governo propôs pagar uma parcela neste mês de dezembro. O Sintese apresentou uma contraproposta de serem pagas duas parcelas, ainda este ano, e as demais a partir de janeiro de 2014, o que foi aceito pelo governo.

A partir de janeiro de 2014, o governo dará continuidade ao pagamento do retroativo restante e continuará dialogando sobre o pagamento do reajuste referente ao ano de 2012, bem como o pagamento do piso de 2014, após anúncio pelo Ministério da Educação. 

(Da assessoria)


Política
Com.: 0
Por Eugênio Nascimento
19/11
21:11

Iran Barbosa ressalta importância de valorização para os conselheiros tutelares

O vereador Iran Barbosa (PT) homenageou, na Tribuna da Câmara Municipal de Aracaju (CMA), todos os conselheiros tutelares pela passagem do Dia Nacional do Conselheiro Tutelar (18) e cobrou políticas públicas voltadas para a valorização da categoria e efetivação dos direitos que crianças e adolescentes conquistaram com a promulgação do seu estatuto, o ECA, considerada uma das legislações mais avançadas mais avançadas do mundo, relativamente aos direitos infanto-juvenil. “Infelizmente, ainda há uma distância muito grande entre o que é preconizado na letra fria da lei e o que é efetivado como política pública”, chamou a atenção.

 

Na opinião do vereador, não há como conseguir efetivar os direitos infanto-juvenis sem investir em políticas de valorização dos conselhos e dos conselheiros tutelares. “Não teremos como garantir a efetividade dos direitos das crianças e dos adolescentes sem que os conselheiros sejam valorizados como sujeitos ativos na construção dessa política e sem estruturarmos os conselhos tutelares para cumprirem com o seu papel”, ressaltou. (Da assessoria)



Política
Com.: 0
Por Eugênio Nascimento
19/11
21:06

Agamenon Sobral: educação e saúde pública são casos de polícia

 

O vereador Agamenon Sobral (PP) tem como pauta de seu mandato melhorar a saúde e a educação pública oferecida à sociedade. Durante o Pequeno Expediente, na manhã desta terça-feira, 19/11, o parlamentar citou a matéria que saiu na edição do Jornal da Cidade, sobre denúncia feita pelo Ministério Público de que a médica Carmem Lúcia faz 180 horas semanais, estando, inclusive em dois municípios na mesma hora. “Como ela consegue trabalhar 180 horas se a semana só tem 168, nem se ela trabalhasse 24 horas todos os dias ela conseguiria”, questionou o parlamentar.

 

Agamenon usou o espaço na Câmara para alertar o poder público e a população sobre os casos de médicos e professores que recebem e não cumprem com o horário de trabalho e cobrou providências. “Já vim várias vezes nessa tribuna denunciar esse tipo de caso, mas as pessoas dizem que é mentira. A saúde e a educação pública são casos de polícia. Essa médica tem que ser presa, ela e os coordenadores que assinam por ela”, disse.

Aproveitando a oportunidade, o vereador citou outro caso de médico faltoso, reclamando ainda sobre a negligência por parte do município de Aracaju em resolver o caso. “No posto de saúde Adel Nunes do bairro América, uma médica pediatra ficou oito dias sem aparecer para trabalhar e a população ficou desasistida. O pior é que, depois que descobriram, ao invés de punirem a médica, simplesmente a transferiram do bairro América para um posto de saúde do Bugio”, afirmou.  (Da assessoria)



Política
Com.: 0
Por Eugênio Nascimento
19/11
15:13

Déda deixa a semi-intensiva e já está no apartamento do Sírio Libanês, onde recebeu Lula e Eduardo Campos

O estado de saúde do governador Marcelo Déda não é tão bom,  como desejam os parentes e amigos, mas também não é tão ruim, como propagam nas ruas os boateiros de plantão. Ele teve picos ruins, no final de semana, quando foi recolocado na UTI, mas melhorou bastante ontem, quando foi transferido para uma ala de acompanhamento semi-intensivo. Mas hoje ele se sentia tão bem que os médicos levaram-no para uma suíte do Hospital Sírio Libanês, onde recebeu o governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB). Na segunda-feira, o ex-presidente Lula esteve com ele no Sírio para visitá-lo. Déda tem conversado com as pessoas que lhe acompanham. Mas é  óbvio que quem está com câncer tem a saúde bastante comprometida. Mas não chega ao estágio da boataria.



Política
Com.: 0
Por Eugênio Nascimento
Primeira « Anterior « 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 » Próxima » Última

Enquete


Categorias

Arquivos