21/12
16:51

Governador decreta ponto facultativo nos dias 24 e 31

De acordo com o decreto estadual de nº 26.675, o governador Marcelo
Déda decretou ponto facultativo em todas as repartições e órgãos
estaduais da administração direta e indireta nos dias 24 e 31 de
dezembro, véspera de Natal e Ano Novo, respectivamente.

Tanto durante os pontos facultativos quanto nos feriados, os serviços
emergenciais do Estado, como Corpo de Bombeiros, Defesa Civil,
polícias Militar e Civil, o Samu 192 Sergipe, hospitais e demais
unidades de saúde de urgência estarão de plantão para atender as
demandas da população.

(Da Secom-SE)


Política
Com.: 0
Por Eugênio Nascimento
21/12
16:51

Sergipe está na final do Campeonato Sergipano Sub-17

A equipe Sub-17 do Sergipe está na final do Campeonato Sergipano, após vencer o Confiança, por 1 a 0, no Estádio Batistão, pela semifinal. O gol da vitória foi marcado por Muribeca, um dos destaques do time na competição. A final acontece amanhã, às 15 horas, no Batistão, contra o Itabaiana.

Na avaliação do coordenador da Base do Sergipe, José Rubens, a vitória foi mais significativa pelo fato de o time ter se formado há pouco tempo. "Montamos essa equipe em três meses, mas mesmo assim, conseguir acabar com a hegemonia do Confiança na categoria sub-17", disse Rubens, braço direito do diretor da Base do Sergipe, Eraldo Almeida.

Para desequilibrar na finalíssima, o coordenador aposta em quatro armas: Muribeca, meia-esquerda, de 17 anos; Júnior, meia-direita, de 16; Serginho, zagueiro com 1.90m, e 17 anos; e o volante Carlos Henrique, conhecido com Cassinho e filho do ex-jogador César Lyra.

A final entre Sergipe e Itabaiana será o tira-teima entre ambos, visto que na segunda fase da competição, as duas equipes enfrentaram-se quarta-feira passada e ficaram no empate em 0 a 0.   
 

Sub-15

A equipe Sub-15, por sua vez, não passou pelo time proletário ao perder nos pênaltis por 5 a 4, antes do tempo regulamentar havia empatado em 1 a 1, com gol do zagueiro Lucas Rocha, de falta. O adversário do Confiança será o Itabaiana, que derrotou o Grêmio, por 2 a 0.



Esportes
Com.: 1
Por Kleber Santos
21/12
16:48

Projeto de Valadares agiliza correção de débitos indevidos

  O senador Antonio Carlos Valadares, líder do PSB no Senado, apresentou hoje projeto de lei para alterar o Código de Defesa do Consumidor (CDC), que dá até cinco dias úteis para a retirada de inscrição nos órgãos de restrição de crédito de dados e informações incorretas e que foram corrigidas pelo consumidor. Pelo projeto, a correção terá que ser feita em um prazo máximo de 24 horas. Atualmente, muitas pessoas sofrem danos morais pela permanência de uma situação devedora que não mais existe, mas que as impede de obter qualquer novo crédito.
 
   “Não se justifica, com o atual sistema de comunicação e com, o uso avançado da tecnologia da informação, que permaneça o prazo de cinco dias úteis para que a empresa que mantém o cadastro comunique aos seus clientes, ou destinatários das informações, a correção efetuada pelo consumidor, baixando a restrição cadastral”, diz Valadares.
 
   Em sua justificação do projeto, o senador argumenta, ainda, que hoje em dia no setor empresarial, a comunicação tem sido beneficiada com a tecnologia. Tanto é assim, que o sistema de pagamento brasileiro e o sistema de comércio eletrônico e de concessão de crédito atuam no ambiente de liquidação e de transações em tempo real. Há os e-mails, as vídeos-conferências, o Skype, para citar apenas alguns exemplos.
 
    Na época da promulgação do CDC era razoável o prazo de cinco dias para a baixa da inscrição no cadastro de restrição de crédito. Mas hoje as empresas possuem infinidade de estratégias mercadológicas para otimizar os seus resultados. E trocam rápidas informações entre si sobre os consumidores, por meio de bancos de dados e cadastro, como por exemplo o SPC e o SERASA.
 
     “Portanto, a mesma agilidade deve ser conferida na correção da restrição do crédito e meu projeto vai ao encontro da defesa do consumidor e do crédito público, atualizando o CDC diante da dinâmica social da sociedade moderna, também fomentando a economia brasileira, ao admitir o retorno mais rápido do consumidor ao mercado de consumo e de obtenção de crédito”, avalia Valadares.


Política
Com.: 0
Por Eugênio Nascimento
21/12
16:44

Sergipe tem somente 13% de sua mata nativa

A Secretaria de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (Semarh) realizou na
manhã de hoje, 20, uma reunião ampliada sobre formulação do Diagnóstico Florestal de
Sergipe, documento a qual se encontra em fase final de elaboração e que está sendo
desenvolvido pela própria Semarh em parceria com a Fundação para o Desenvolvimento
Sustentável do Araripe (Fundação Araripe), com apoio de Projeto de Conservação e Uso
Sustentável da Caatinga do Ministério do Meio Ambiente(MMA). A reunião ocorreu no
auditório da Codise e nela foi reveladoi que o Estado tem apénas 13% de sua mata nativa.

Durante exposição foram apresentados os dados de levantamento de mapeamento de vegetação
nativa e do consumo, fluxo e demanda de produtos e subprodutos florestais do Estado de
Sergipe. O estudo e levantamento das informações apresentadas deram início em maio desse
ano.

De acordo com o engenheiro florestal e consultor da Fundação Araripe, Eliseu Rossato
Toniolo, os dados apresentados mostram quantitativos de manchas de vegetação, entre essas
da Mata Atlântica, Caatinga, transição e cerrado. Segundo apontou os dados numéricos do
diagnóstico, o Estado apresenta-se hoje com apenas 13% de toda a sua vegetação.

Para o secretário da Semarh, Genival Nunes, a realização do Diagnóstico revelará a
situação atual da vegetação florestal do Estado. A perspectiva após conclusão de
diagnóstico é de que seja desenvolvido o Programa Florestal e, consequentemente, a
Criação da Política Florestal do Estado de Sergipe. “Além de outros benefícios, a
política florestal promoverá incentivos que assegurará com maior propriedade, diante do
quadro numérico apresentado, o amparo à biodiversidade, controle e proteção das
florestas de todo o Estado”, defende Genival.

Segundo o integrante do Projeto Conservação e Uso da Caatinga do Ministério do Meio
Ambiente(GEF/MMA), Francisco Barreto Campello, diante da cenário florestal do Estado,
com apenas 13% de sua vegetação nativa existente, e ainda da dependência de madeiras
oriundas da Bahia Pernambuco e Ceará, é necessário que seja realizada em Sergipe um
programa de desenvolvimento florestal com vistas ao fomento florestal, ao fortalecimento
da conservação da biodiversidade, a oferta de produtos florestais e combate à
desertificação, assegurando assim a inclusão social.

(Da assessoria)


Variedades
Com.: 0
Por Eugênio Nascimento
21/12
15:39

Ulices diz que radialista tentou lhe extorquir

O ex-deputado estadual e ex-presidente da Assembleia Lergislativa de Sergipe, Ulices
Andrade, atualmente conselheiro do Tribunal de Contas (TCE-SE), revelou que o autor da
denúncia de que ele teria usado a máquina da AL eleitoralmente "é o radialista Valter
José Xavier, que tem uma vasta ficha corrida, que vai de estelionato a agressão física,
com conhecido passado de extorsões. Este cidadão já foi colocado para fora de gabinetes
várias vezes, incluindo prefeituras do interior. Já teve até prisão preventiva decretada
em Lagarto".

Segundo Andrade, "durante a campanha eleitoral, eu o vi, algumas vezes, mas imaginei que
estivesse a serviço de algum veículo de comunicação. Nunca o contratei para nada.
Tampouco meu filho. Finda a eleição, ele se achou no direito de fazer parte de minha
equipe no TC. Como seu intento não prosperou, ele procurou o ex-deputado Bosco Costa, com
quem, todos sabem, tenho uma convivência estreita, e disse que se eu não desse a ele R$ 5
mil, ele iria se vingar".

Ulices Andrade afirmou ainda que ""não dei ouvido, porque “extorsão” é uma palavra que
não faz parte do meu vocabulário moral e deixei-o livre para fazer o que quisesse.
Prefiro encarar uma crise que, tenho certeza, sairei ileso, do que alimentar este tipo de
golpista. Agora, finalmente, este senhor será desmascarado e sei que muitos políticos
estão agradecidos pela minha coragem".



Política
Com.: 0
Por Eugênio Nascimento
21/12
16:39

Confira dias e horários das feiras livres no Natal

A Prefeitura Municipal de Aracaju (PMA), através da Empresa Municipal de
Serviços Urbanos (Emsurb), antecipou a realização das feiras livres em razão
do feriado natalino, que acontece no próximo sábado, 25. "No sábado não
haverá feiras livres e os mercados centrais e setoriais estarão fechados.
Por esse motivo, iremos antecipar durante toda a semana as feiras realizadas
nos bairros da capital", informa a gerente de Abastecimento da Emsurb,
Silvana Gomes.

As feiras realizadas aos sábados serão antecipadas para a sexta-feira, as de
sexta acontecerão na quinta, e as realizadas às quintas ocorrerão na quarta.
"As feiras livres que acontecem na quarta permanecerão sem alteração",
acrescenta Silvana. O serviço de limpeza dos locais também vai acompanhar a
alteração do calendário. "Na sexta, dia 24, os mercados funcionarão em
horário normal. Os novos horários e datasforam decididos mediante
solicitação dos feirantes", afirma a gerente.

Parque da Sementeira

Nos dias 24 e 25 de dezembro, o Parque Augusto Franco (Sementeira) irá
funcionar em horário normal, das 5h às 20h. Equipado com parque infantil,
quadra poliesportiva, campo de futebol, espaço com aparelhos para exercícios
físicos, pista para caminhada, quiosques para piqueniques, sanitários
adaptados para pessoas com dificuldades de locomoção, lagos, bebedouros,
chuveiros, iluminação e toda a estrutura necessária para melhor receber o
cidadão, o parque é considerado uma das principais opções de lazer da
capital sergipana.

Confira o calendário das feiras livres nesta semana


Quarta-feira - 22

Augusto Franco - dentro do Mercado Augusto Franco (Avenida José Joaquim
Valença, s/n), das 15h às 22h;

São Conrado - Rua O, das 17h às 22h;

Escola Técnica Federal - Rua Estância, das 15h às 19h;

Santos Dumont - Rua Jane Bomfim, das 5h às 11h.


Quinta-feira - 23

Sol Nascente - Rua 37, das 5h às 11h;

Conjunto J. P. Freire - Pça. Vereador Manoel Vicente do Nascimento, das 5h
às 12h;

Conjunto Médici - Rua Cel. Armando Mendes, das 5h às 12h;

Conjunto Castelo Branco - Rua João Gonçalves, das 5h às 12h;

Conjunto Agamenon Magalhães - Rua Goiás, das 5h às 12h;

Suíssa - Avenida Edézio Vieira de Melo, das 5h às 12h;

Gonçalo Prado - Rua General Chaves, das 5h às 11h;

Aruana - Residencial Costa Nova, das 14h às 22h.


Sexta-feira - 24

Conjunto Leite Neto - Rua Clodoaldo de Alencar, das 5h às 11h;

Mosqueiro - Rodovia dos Náufragos, das 5h às 11h;

Siqueira Campos - dentro do Mercado Dr. Carlos Firpo (Rua Carlos Correa,
s/n), das 5h às 12h;

Santa Tereza - Rua E, das 5h às 12h;

Grageru - Rua Mariquinha Seixadoria, das 5h às 12h;

Coroa do Meio - Rua Cel. Albuquerque, das 5h às 12h;

Cirurgia - Rua Riachão, das 5h às 11h;

18 do Forte - Rua Cabo Jordino, das 5h às 12h;

São Carlos - Avenida Santa Gleide, das 5h às 11h;

Cidade Nova - Rua Santa Terezinha, das 5h às 11h;

Santo Antônio - Avenida Juscelino Kubitscheck, das 5h às 12h.


Sábado - 25

Não haverá feiras livres.


Domingo - 26

Jardim Esperança - Rua Júpiter, das 5h às 11h;

América - Rua Cuba e Rua B, das 5h às 12h;

Dom Pedro I - Rua de Alagoas, das 5h às 12h;

Conjunto Bugio - Rua D-2, das 5h às 12h.

 (Da assessoria)



Economia
Com.: 0
Por Eugênio Nascimento
21/12
16:37

A especialização relativa da economia sergipana (Final)

Ricardo Lacerda


A especialização dosterritórios de desenvolvimento é o tema desse quinto
artigo, que encerra a série sobre especialização relativa da economia
sergipana. Com ele, completa-se um ano, sem descontinuidade, que ocupamos
semanalmente este espaço nobre do Jornal da Cidade para tratar de questões
que julgamos relevantes para o desenvolvimento de Sergipe. Agradecemos à
direção do jornal, pela oportunidade, e aos leitores, pela paciência.

Em 2007, o Governo de Sergipe, por meio da Secretaria do Planejamento, deu
início à implantação de um Plano de Desenvolvimento Territorial
Participativo- PDTP, a partir da constituição de territórios de
desenvolvimento.Em linhas muito gerais, a proposta do desenvolvimento
territorial visou mobilizar pessoas e recursos para reforçar vocações
existentes e criar novas especializações no território sergipano.

A diferença em relação aos programas mais tradicionais de desenvolvimento
local, é que o desenvolvimento territorial, além de participativo, tem como
pressuposto o empoderamento das forças sociais e a mobilização da população
residente em torno da proposta de desenvolvimento, pensadanão apenas em
termos econômicos, mas, igualmente, em termos sociais ede sustentabilidade
dos recursos naturais.

*Os territórios*

A proposta de territorialização do espaço sergipano conformou a constituição
de oito territórios de desenvolvimento, o Agreste Central, o Alto Sertão, o
Baixo São Francisco, o Centro Sul, a Grande Aracaju, o Leste, o Médio Sertão
e o Sul, configurados a partir de características econômicas, sociais,
ambientais, políticas e culturais (Ver figura).

Coordenados pela Seplan, foram elaborados estudos e planos detalhados para
cada um dos territórios. No espaço limitado do presente artigo, são
apresentadas, a seguir, algumas características mais gerais de suas
especializações relativas. Em termos da riqueza gerada, apenas em três
territórios sergipanos a agropecuária representou, em 2007, mais de 10% do
total: o Médio Sertão, com 18,3%; o Baixo S. Francisco, com 14,2%; e o
Centro-Sul, 11,5%. (Ver quadro).

Dois territórios são fortemente marcados pela presença de grandes unidades
industriais que fazem com que os setores secundários delas alcancem elevadas
participações na riqueza gerada: o Leste Sergipano, em virtude da presença
da extração de petróleo& gás natural e de sais de potássio, que explicam os
2/3 (66,1%) de riqueza gerada no setor secundário; e o Alto Sertão, por
conta da operação da Usina Hidrelétrica de Xingó, que faz com que 58,9% da
riqueza tenham sido provenientes desse segmento.

O Agreste Central e a Grande Aracaju, com importantes centros urbanos, se
destacam pelas elevadas presenças do setor de serviços, abrangendo as
atividades de comércio e os serviços prestados às famílias e às empresas,
ainda que a Grande Aracaju sedie, também, a maior parte da atividade
industrial.

(Publicado no Jornal da Cidade em 19/12/2010)



 Leia a íntegra do artigo em


http://cenariosdesenvolvimento.blogspot.com/2010/12/especializacao-relativa-da-economia_20.html




Economia
Com.: 0
Por Eugênio Nascimento
19/12
14:15

Valadares fala sobre criação de Campus da UFS em Lagarto e emenda de R$ 18 milhões

“Ao estender o curso universitário para o interior, o governo do presidente Lula está dando um exemplo a toda a América Latina, por proporcionar oportunidade a quantos, vivendo no interior, possam ter, futuramente, seu diploma de nível universitário da área de saúde”.

A avaliação é do senador Antonio Carlos Valadares, líder do PSB no Senado, que fez hoje um discurso sobre a importância da aprovação, pelo Conselho Nacional de Saúde (CNS), da instalação de um campus universitário da Universidade Federal de Sergipe no município de Lagarto, um dos grandes pólos de desenvolvimento do Estado de Sergipe.
 
 
Lagarto vai receber unidades de saúde na área de educação e, a partir do próximo ano, já será realizado vestibular para o
ingresso de jovens no compus universitário da Universidade Federal de Sergipe.

Como coordenador da bancada de Sergipe, Valadares encaminhou emenda coletiva ao Orçamento - que foi aprovada – no valor de cerca de R$ 18 milhões, para dar apoio logístico à montagem da infraestrutura adequada àquele campus universitário.
 
 
Esse campus de saúde em Lagarto vai propiciar aos estudantes do município, aos estudantes de toda a região centro-sul do
Estado, os cursos de Medicina, Odontologia, Nutrição, Farmácia, Fisioterapia e Enfermagem.

“Isto consiste em uma conquista grandiosa para os jovens e para os professores da Universidade Federal de Sergipe, que terão perspectiva e chances de um ingresso regular em uma universidade montada no interior, exclusivamente para fortalecer a estrutura de saúde do nosso Estado de Sergipe”, frisou Valadares.
 
 
(Da Assessoria)


Política
Com.: 0
Por Eugênio Nascimento
Primeira « Anterior « 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 » Próxima » Última

Enquete


Categorias

Arquivos