20/12
20:42

Centro de Retaguarda é desativado e Sintasa protesta

Inaugurado no dia 6 de maio de 2010, o Centro de Retaguarda de Epidemias de Sergipe (o primeiro do Brasil) encerrou suas atividades nessa quarta-feira (19) para a surpresa dos funcionários do local, denuncia o presidente do Sintasa, Augusto Couto. “Para onde os pacientes irão? Retornar para o HUSE? Naquele caos? E os funcionários?”, argumenta o líder sindical, acrescentando que o Sintasa não compactua com a atitude da Fundação Hospitalar.

O centro foi criado para diminuir os números de incidentes de doenças epidêmicas, como a dengue e a Influenza (H1N1), entre a população do estado e garantir assistência rápida e de qualidade para àqueles que forem infectados.

As primeiras informações dão conta que a desativação foi por conta de que o aluguel do prédio estava atrasado alguns meses, e por conta disso, a Fundação resolveu desativar. Augusto Couto alerta ao fato de que os médicos deram alta para muitos pacientes. Os funcionários estão na bronca pelo fato de não quererem retornar ao HUSE, por conta do ambiente não ser o mesmo como o encontrado no Centro de Retaguarda. “Muitos servidores choraram com a situação”, diz o presidente do Sintasa.

Inauguração
O governador Marcelo Déda, juntamente com o ministro da Saúde, José Gomes Temporão e a então secretária de Estado da Saúde, Mônica Sampaio, estiveram presentes na inauguração. O curioso é que, na época, os gestores falaram que as ações de contingência epidêmica (dengue, influenza e outras) dividem-se em três eixos de intervenção: controle da doença, comunicação e mobilização; e assistência ao paciente. “Portanto, este último o governo deixa claro que agora deixa a desejar e prejudicando o combate à epidemia”, completa Augusto, lembrando que a Maternidade Hildete Falcão está abandonada. 


Variedades
Com.: 0
Por Kleber Santos
20/12
19:50

FSF resolve pendências e divulga tabela do Sergipão Chevrolet 2013

Olímpico jogará em Tobias Barreto, América em Maruim e Lagarto fica em casa

O presidente da Federação Sergipana de Futebol (FSF), José Carivaldo Souza e o seu vice-presidente, Milton Dantas, tiraram a manhã desta quinta-feira 20, para resolver todas as pendências existentes, com relação ao Campeonato Sergipano de Futebol, especialmente no critério definição de sede para as equipes, cujos estádios não possuem sistema de iluminação.

Resolvidas as pendências, o presidente disse que o Departamento Técnico está atualizando a tabela, que será divulgada nesta sexta-feira 21. 

O Olímpico jogará no Brejeirão, em Tobias Barreto, que possui um excelente sistema de iluminação. O Lagarto ficará na sua cidade, pois o governo do estado através da Secretaria de Esporte e Lazer (SEEL) vai fazer a manutenção e recuperação do sistema de iluminação do estádio Paulo Barreto, enquanto o America jogará na cidade de Maruim. A tabela oficial, segundo o presidente Carivaldo será divulgada nesta sexta-feira 21.  

"A federação não podia ficar refém desses dirigentes de clubes à espera de uma definição. Ontem pela manhã nos deslocamos às cidades de Tobias Barreto e Lagarto. Fomos muito bem recebido em Tobias Barreto, pelo prefeito Dilson de Agripino e o seu secretário de esportes, Renir, que colocou à disposição do Olímpico o estádio Brejeirão, com toda infra-estrutura. Lagarto vai recuperar no início do mês o sistema de iluminação e terá o estádio Paulo Barreto pronto", disse Carivaldo.

Com esses problemas definidos, a FSF divulga nesta sexta-feira 21, a tabela oficial da competição com datas, locais e horários dos jogos, inclusive os jogos do América de Propriá.

"Esperamos o presidente do América ontem à tarde na FSF e ele não apareceu. Definimos que o América jogará na cidade de Maruim, no estádio Vavazão às quartas-feiras e sábados, conforme solicitação do seu presidente", revelou Carivaldo.

Assim, está tudo pronto para o início do campeonato que começa a gerar uma certa expectativa, pela perspectiva de ser uma boa competição, com, patrocínio oficial, boa presença de público e as equipes motivadas, para correrem em busca do título estadual e das vagas nas competições nacionais e regionais. 

"Agora, como fazemos todos os anos, vamos preparar a festa de lançamento do Sergipão Chevrolet 2013, que acontecerá no dia 3 de janeiro, na sede do Sindicato dos Bancários. Lá estaremos assinando contratos e anunciando algumas parcerias e algumas novidades que serão  efetivadas durante a competição", concluiu o presidente Carivaldo.    


Esportes
Com.: 0
Por Kleber Santos
20/12
19:33

Semel divulga lista provisória dos contemplados do Bolsa-Atleta



O programa Bolsa-Atleta Aracaju está na sua segunda edição e assim como em 2011 foi sucesso de inscrições atingindo o número de mais de 230 atletas. Foram contempladas 27 modalidades olímpicas e não-olímpicas e 4 paraolímpicas.

As bolsas estão divididas em Ouro com 10 vagas e R$2.000 mensais para cada atleta, Prata com 25 vagas e R$1.000 mensais e Bronze com 45 vagas e R$600 mensais.

De acordo com a Secretaria Municipal de Esporte e Lazer (Semel), existe o número mínimo de 5% das vagas para o paraatletas que foi preenchida com 4 modalidades diferentes. Segundo a Semel, também há uma cota de no mínimo 4 vagas para estudantes da rede pública municipal de ensino, que não foi totalmente preenchida por falta de inscritos nesta categoria.

O nível curricular dos atletas este ano foi muito superior, acarretando numa disputa muito acirrada entre os esportistas aracajuanos. Conforme a Semel, foi levado em consideração apenas os títulos validados pela Federação/Confederação de cada modalidade específica.

A Comissão de Avaliação do Bolsa-Atleta acredita que foi feito um bom e cauteloso trabalho sendo consultadas sempre as entidades esportivas sergipanas para que o resultado fosse o mais justo possível. E que após a árdua tarefa de analisar criteriosamente todos os currículos, foi elaborada a lista provisória dos contemplados. “Essa é apenas uma lista provisória sujeita a alterações posteriores”, afirma a Comissão.

>> Confira a lista aqui

Da Assessoria
Foto: André Moreira/Divulgação


Esportes
Com.: 0
Por Kleber Santos
20/12
17:45

Déda busca unir forças com demais governadores do NE para reforço do FPE

O governador Marcelo Déda entrou em contato com outros governadores do Nordeste, a exemplo do governador de Pernambuco, Eduardo Campos, e da Bahia, Jaques Wagner, com os quais discutiu e buscou informações a respeito do encerramento do exercício de 2012 e das ações realizadas pelos governantes, objetivando reivindicar do Governo Federal, medidas extraordinárias que ajudem a suprir as perdas sofridas com a queda do Fundo de Participação dos Estados (FPE). “Há 15 dias, os governadores apresentaram um documento ao Ministério da Fazenda e a presidenta Dilma Rousseff relatando as perdas de cada Estado e apresentando uma reivindicação no sentido de uma solução extraordinária de reforço do FPE, para contemplar a indenização de algumas perdas. Ao contatar meus colegas governadores, hoje, busquei informações e também tomar conhecimento das próximas medidas e ações que os governadores de Estado tomarão”, explicou o governador. (Da assessoria)



Política
Com.: 0
Por Eugênio Nascimento
20/12
16:54

Aracaju termina 2012 com queda de 88% de casos de dengue

 A Prefeitura de Aracaju vai terminar o ano de 2012 com queda nos números de casos de dengue, mês a mês. Comparando com dezembro de 2011, a queda é vertiginosa: de 199 casos notificados para 23 casos em dezembro de 2012, o equivale uma redução de 88,44% de casos notificados para o mesmo período.
 
Em todos os meses deste ano, de janeiro a dezembro, Aracaju está classificada como baixa incidência, o significa dizer que registrou menos de 100 casos por 100 mil por habitantes, mensalmente.
 
Com o somatório dos 12 meses de 2012, o município de Aracaju ficou classificado com alta incidência, com 364,13 casos por 100.000 habitantes. "Ainda assim, epidemiologicamente, o somatório do ano não reflete na condição da transmissão atual da doença", explica a coordenadora do Programa Controle da Dengue de Aracaju, Taíse Cavalcante.
 
De acordo com a coordenadora, mesmo com o número de 2.140 casos confirmados em 2012, em Aracaju apenas 15 casos foram classificados como dengue grave (dengue com complicação e dengue hemorrágica), o que equivale a menos de 1% de caso. Também não houve este ano em Aracaju nenhum óbito, por dengue.
 
A coordenadora ressalta que o número de casos notificados em Aracaju também reflete a sensibilização dos profissionais de Saúde e da própria comunidade em relação à prevenção aos cuidados com a doença. "A PMA capacitou os profissionais da Saúde para que notificassem e tratasse mais precocemente pessoas com suspeitas para evitar a gravidade da doença e óbitos", afirma.
Aumento de casos
 
No Brasil, em julho de 2010 começou a circular o vírus tipo 4 que não circulava há 28 anos. Esse fenômeno por si só determina o aumento do número de casos, isso porque a população não tem a proteção do novo vírus. Em Aracaju, a introdução desse vírus foi verificada a partir de outubro de 2011.
 
"Assim como todo o resto do País era esperado o aumento na incidência da doença. Aqui em Aracaju, com o trabalho da força-tarefa e das ações diárias dos agentes de endemias e de limpeza, a Prefeitura de Aracaju impediu a ocorrência de 81,79% dos casos esperados para 2012. Eram esperados pelo menos 11.754 casos de dengue, o que equivaleria a 2% da população de Aracaju. No cálculo do Ministério da Saúde, dois por cento da população de cada cidade brasileira pode apresentar a doença no momento de introdução do novo vírus, no caso específico para a dengue".
 
A secretária municipal de Saúde, Stella Maris Moreira, diz que a PMA foi bem-sucedida na luta contra a dengue dada à rotina do trabalho de campo para controlar o vetor. "Dessas estratégias destacamos a ação diária dos agentes de endemias, retirada de pneus das ruas, eliminação de focos, aplicação de inseticidas em áreas prioritárias, as capacitações dos profissionais, realização de hemogramas nas unidades básicas, força-tarefa nos dias de sábado e a mobilização das comunidades", afirma.
 
A secretária afirma que os Dados Epidemiológicos da Dengue de Aracaju são avaliados pelo Ministério da Saúde. Esses dados também são democratizados regularmente, todas as terças-feiras, para a imprensa local. Os dados também ficam à disposição da população no hotsite da dengue, na página eletrônica da Prefeitura de Aracaju.


Variedades
Com.: 0
Por Kleber Santos
20/12
16:51

Desembargador Cláudio Déda é eleito presidente do TJSE

 O Des. Cláudio Dinart Déda Chagas foi eleito, por aclamação, em sessão do Pleno nesta quarta-feira, 19.12, para presidir o Tribunal de Justiça de Sergipe (TJSE) no biênio 2013-2015. A Mesa Diretora do TJSE será composta ainda pelo Des. Edson Ulisses de Melo, como Vice-Presidente e a Desª Suzana Maria Carvalho Oliveira como Corregedora-Geral da Justiça.
 
O futuro Presidente do TJSE agradeceu aos seus colegas desembargadores pela sua escolha. “Nenhuma folha de árvore cai, a não ser por vontade Deus. Farei o possível para manter o nível de excelência do TJSE e parabenizo o Des. Osório de Araújo Ramos Filho por sua breve gestão e por isso ainda mais desafiadora”, afirmou o Des. Cláudio Déda.
 
O Presidente do TJSE, Des. Osório de Araújo Ramos Filho, explicou que a Mesa Diretora que assumirá é experiente. “Com certeza vai conduzir os rumos do Judiciário sergipano de forma qualificada, mantendo o nosso Tribunal como um dos melhores do país”.
Breve biografia do próximo Presidente do TJSE
 
O Desembargador Cláudio Dinart Deda Chagas, natural do município de Simão Dias, bacharelou-se em Ciências Jurídicas e Sociais pela Universidade Federal de Sergipe (UFS), no ano de 1974. Por uma legislatura, exerceu o mandato de vereador, tendo assumido a presidência da Câmara Municipal de Simão Dias. Por ato do executivo estadual, foi nomeado Chefe de Gabinete da Secretaria da Educação e Cultura. Atuou como jornalista no jornal “A Semana”, logo após o falecimento do Diretor e jornalista José de Carvalho Déda, seu avô materno. Foi presidente da Comissão Executiva Municipal do Movimento Brasileiro de Alfabetização – MOBRAL.
 
Na magistratura, ingressou em 1980, após concurso neste Poder. Iniciou sua carreira na Comarca de Gararu e, já nomeado Juiz de Direito, foi designado para substituir a Comarca de Aquidabã, por ato da Presidência, até o provimento do cargo, vago em decorrência da promoção da titular.
 
Em 1983, foi removido da Comarca de Gararu para a de Laranjeiras, pelo critério de merecimento. Posteriormente, em junho de 1987, foi promovido para a Comarca de Itabaiana, também pelo critério de merecimento. De sua trajetória jurídica consta ainda o tempo em que substituiu os juízes das Comarcas de São Cristóvão, Riachuelo, Lagarto, Ribeirópolis e Boquim, 4ª Vara Criminal e 2ª Vara de Assistência Judiciária, ambas da Comarca de Aracaju, antes de ser removido para a 2ª Vara Criminal da Comarca de Aracaju, cuja posse se deu em 27 de agosto de 1987.
 
Em 1995, foi designado para exercer o cargo de Juiz Corregedor da Justiça, no qual permaneceu até fevereiro de 1999. Foi ainda Presidente da Associação dos Magistrados de Sergipe (AMASE), durante o período de 30 de novembro de 1999 a 20 de julho de 2000. Integrou o processo de atualização da 3ª Vara Cível da Comarca de Aracaju, bem como o processo de regularização desta mesma Comarca.
 
Participou de várias correições realizadas pela Corregedoria-Geral da Justiça e integrou ainda a Comissão Estadual Judiciária de Adoção Internacional, como Presidente. Foi também Presidente e membro da Turma Recursal dos Juizados Especiais Criminais e fez parte do Conselho de Coordenação dos Juizados Especiais Cíveis e Criminais do Estado de Sergipe. Participou de significativos avanços administrativos relativos à modernização da Vara de Execução Penal (7ª Vara Criminal) e do Depósito Judiciário.


Variedades
Com.: 0
Por Kleber Santos
20/12
16:47

Mantida liminar que suspendeu tramitação do Plano Diretor

O Des. Ricardo Múcio Santana de Abreu Lima, em decisão monocrática, nos autos do Agravo de Instrumento 3657/2012, proferida nesta quarta-feira, 19.12, manteve a liminar que suspendeu a tramitação do Projeto de Lei nº 06/2010 – Plano Diretor, na Câmara Municipal de Aracaju.
De acordo com o relator, mediante análise superficial da lide, a documentação trazida ao recurso aponta que determinadas votações violaram o devido processo legislativo, em afronta à Lei Orgânica Municipal e às normas regimentais. “Não se mostra razoável autorizar o prosseguimento da tramitação de projeto de lei, quando ainda se encontram pendentes de análise vícios formais e materiais que, a princípio, devem ser sanados, a fim de evitar a aprovação de norma que apresenta diversos fatores de legalidade questionados”.
 
Para sustentar a sua argumentação, o Des. Ricardo Múcio Santana de Abreu Lima afirmou que “ausente um dos requisitos necessários ao efeito suspensivo, qual seja, a relevante fundamentação, cabendo salientar que a reforma da liminar concedida acarretará prejuízo irreversível, com o prosseguimento do trâmite do Projeto de Lei sem observância à legislação, ao passo que a sua suspensão não enseja qualquer prejuízo imediato, ao contrário, previne um dano de maior proporção”, finalizou o magistrado, negando o efeito suspensivo formulado e mantendo a decisão liminar que suspendeu a tramitação do Projeto de Lei do Plano Diretor da cidade de Aracaju.


Política
Com.: 0
Por Kleber Santos
20/12
15:35

Banese coloca produtos e serviços à disposição dos prefeitos

A presidente do Banese, Vera Lúcia de Oliveira (foto), fez uma exposição sobre os produtos e serviços do Banco para os prefeitos


O Banco do Estado de Sergipe (Banese) colocou os produtos e serviços da instituição à disposição dos prefeitos eleitos este ano e que vão tomar posse em 2013. A apresentação do portfólio do Banese para o setor público foi feita pela presidente do Banco, Vera Lúcia de Oliveira, durante o "Seminário de Integração Estado-Municípios de Sergipe", realizado nesta quarta-feira, 19, em Aracaju, pelo Governo do Estado, com o objetivo de estreitar o relacionamento dos órgãos públicos estaduais com os prefeitos eleitos.

O evento, que foi aberto pelo governador Marcelo Déda, lotou o auditório de um hotel da Orla da Atalaia. A presidente do Banese, em sua exposição, garantiu que o Banco está à disposição dos prefeitos para ajudá-los no que for necessário às suas administrações.

Durante a palestra, Vera fez um rápido balanço dos resultados positivos obtidos pelo Banese, entre os anos de 2007 e 2012, além de especificar os produtos e serviços que o Banco oferece para as prefeituras municipais, tais como arrecadação de tributos e taxas, repasse de recursos, pagamentos a fornecedores, pagamento da folha de pessoal e seguros de vida e previdência, entre outros.

Entre as vantagens competitivas que o Banese oferece, a presidente do Banco citou a presença da rede de atendimento da instituição em todos os municípios de Sergipe, as parcerias com o setor público estadual e municipal, o cartão Banese Card, um cartão de crédito de grande aceitação no mercado sergipano, e maior agilidade nas decisões, por ter a sua Diretoria Executiva em Aracaju.

No final da palestra, que foi bastante aplaudida pelos prefeitos, foram apresentados dois vídeos institucionais do Banese que mostram as ações de responsabilidade social do Banco e a importância dos investimentos produtivos da instituição para o desenvolvimento do Estado, gerando emprego e renda para os sergipanos.

PRESENÇA

Além do governador Marcelo Déda e dos prefeitos eleitos, o seminário contou ainda com a participação do vice-governador Jackson Barreto, secretários de Estado e diversas autoridades, bem como os diretores do Banese Maria Avilete Ramalho, Edson Caetano, Hércules Silva Daltro e Carlos Alberto Tavares, entre outros executivos da instituição.

Da Assessoria


Variedades
Com.: 0
Por Kleber Santos
Primeira « Anterior « 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 » Próxima » Última

Enquete


Categorias

Arquivos