07/05
17:45

SE é o 2º maior produtor de arroz do Nordeste

A pesquisa do Perfil da Agricultura Sergipana 2016/2017, uma publicação divulgada pela Secretaria de Planejamento, Orçamento e Gestão de Sergipe (Seplag), destacou, dentre outros itens, a produção de arroz de Sergipe, que atingiu a marca de 2º maior do Nordeste, e também a 1ª do Brasil, em rendimento médio – de 7,2 toneladas por hectare, enquanto a média nacional é de 5,2 toneladas..

No período avaliado, através de dados das pesquisas de Produção Agrícola Municipal (PAM) e do Levantamento Sistema da Produção Agrícola, ambas do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o estado registrou uma produção de 33.058 toneladas de arroz, com um valor de produção de R$ 26.299.000,00, no ano de 2016.


A produção de arroz no estado se concentra na região do Baixo São Francisco, com destaque para o município de Ilha das Flores, que ocupou a sexta posição do ranking nacional em rendimento médio de rizicultura, com produção de 11.267 toneladas, seguido pelos municípios de Neópolis (6.249 toneladas), Propriá (6.233 toneladas) e Brejo Grande (5.350 toneladas). Os quatro municípios responderam, nos anos de 2016 e 2017, por 88,02% de toda a produção estadual.



Economia
Com.: 0
Por Eugênio Nascimento
06/05
14:20

Sergipe: A arrecadação federal ultrapassou R$ 1 bilhão no primeiro trimestre do ano

Análise realizada pelo Boletim Sergipe Econômico, parceria do Núcleo de Informações Econômicas (NIE) da Federação das Indústrias do Estado de Sergipe (FIES) e do Departamento de Economia da UFS, com base nos dados da Receita Federal, verificou que a arrecadação de tributos federais, do terceiro mês do ano, totalizou R$ 329,9 milhões, assinalando recuo real de 2%, quando comparado com a arrecadação do mês imediatamente anterior, fevereiro de 2018. Entretanto, no comparativo com a arrecadação do mês de março do ano passado, observou-se crescimento real de 7,5%. As variações são em termos reais, consideram os efeitos da inflação no período, medido pelo Índice Nacional de Preço ao Consumidor Amplo (IPCA).

No primeiro trimestre do ano andante, a soma arrecadada, com os tributos de competência da União, ultrapassou R$ 1 bilhão, registrando alta de 14%, em termos reais, na comparação com o mesmo período de 2017.


Arrecadação de março/2018

No mês analisado, a Receita Previdenciária continuou sendo a principal fonte de arrecadação, somando aproximadamente R$ 175 milhões, abrangendo 53% do total recolhido aos cofres da União. O Imposto de Renda (IR) também se destacou, alcançando R$ 49,3 milhões, compreendendo 15% do arrecadado.

O recolhimento da Contribuição para Financiamento da Seguridade Social – COFINS ficou próximo dos R$ 39,7 milhões, no mês analisado, enquanto que o recolhimento da Contribuição para o PIS/PASEP ficou acima dos R$ 15,5 milhões. Já a Contribuição Social sobre o Lucro Líquido – CSLL  foi de R$ 11,3 milhões.

Para o Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI), a soma arrecadada foi de aproximadamente R$ 8,8 milhões, respondendo por 2,7% da arrecadação, no mês em análise.



Economia
Com.: 0
Por Eugênio Nascimento
26/04
17:37

Exportações de Sergipe somaram US$ 23 milhões

 Exportações nordestinas crescem 3,8% no primeiro trimestre do ano

 

As exportações da Região Nordeste somaram US$ 3,9 bilhões nos primeiros três meses de 2018. Em comparação ao mesmo período do ano passado, houve incremento de 3,8% nas vendas externas. O levantamento do Escritório Técnico de Estudos Econômicos do Nordeste (Etene), área de pesquisas do Banco do Nordeste, tem base em números divulgados pelo Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC) e pode ser acessado na íntegra no endereço https://bit.ly/2JSazRV.

 O crescimento foi devido à comercialização de produtos básicos, que registraram aumento de 27%, e dos semimanufaturados, com avanço de 10% nas exportações. As vendas de algodão (+ 224,6%), bagaço de soja (+ 50,9%) e soja (+ 22%) foram os destaques dos produtos básicos, enquanto as vendas de pasta química de madeira (+ 65,8%) ganharam relevância entre os semimanufaturados.

Os principais parceiros comerciais do Nordeste (Estados Unidos, China e Argentina) responderam por 44,8% das exportações. No período de janeiro a março deste ano, relativamente ao mesmo período de 2017, os embarques para os Estados Unidos e Argentina aumentaram 16,5% e 28,4%, respectivamente.

Sergipe


As exportações de Sergipe somaram US$ 23 milhões no primeiro trimestre de 2018, o que representou um crescimento de 21,6% no total registrado no mesmo período de 2017. Esse resultado decorreu, principalmente, do aumento de 99,4% do valor e de 109,8% da quantidade exportada de suco de laranja, principal produto da pauta de exportações (56,3%).

  No estado, o açúcar é o segundo produto mais exportado (10,4%), seguido pelo setor de calçados, que representa 4,8% do total de itens comercializados           externamente no período. Com relação à pauta de importações, o principal produto comprado no estado é o sulfato de amônio (13,9%), empregado como fertilizante. Em    seguida, aparecem o trigo e misturas de trigo (11,7%), e coque de petróleo, que respondem por 8,9% dos produtos importados no início de 2018.


Economia
Com.: 0
Por Eugênio Nascimento
25/04
07:50

Preço do trigo argentino preocupa indústria da panificação em Sergipe

A recente seca em extensa área agrícola dos argentinos pode repercutir no preço do trigo praticado na importação ao Brasil. Hoje, esse cereal é o segundo produto com maior impacto nas importações da Balança Comercial sergipana, perdendo apenas para o coque de petróleo, utilizado na indústria cerâmica. Apesar do período de plantio do trigo ser iniciado em maio, há certa expectativa do mercado quanto às perdas que possam ocorrer por causa da estiagem no país vizinho. Existem estudos que dizem que a perda geral de grãos seja na casa dos 50%.

 

E o principal produto, que está presente na mesa de grande parte dos sergipanos, e pode vir a ter uma alta por ocasião desses problemas, é o pão francês. Na última análise da cesta básica, publicada pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos, em fevereiro, o preço desse alimento já apresentava pequena alta de 0,13% e agora se espera que ocorra um acréscimo ainda maior.

 

O trigo utilizado no país é originário em 30% da região sul do país e os outros 70% são importados da Argentina. Caso se confirme essa quebra na produção de grãos no país vizinho, a indústria brasileira deverá comprar esse insumo dos Estados Unidos e do Canadá, onde são produzidos cereais de ótima qualidade, mas consequentemente, devido às questões de transporte e logística, encarecerá esse importante produto tão utilizado no segmento panaderil.

 

De acordo com o presidente do Sindicato da Indústria da Panificação e Confeitaria do Estado de Sergipe (Sindipan/SE), Antônio Carlos Araújo, os empresários estão fazendo um grande esforço para não repassar esse aumento à população. “Estamos aguardando as informações vindas da Argentina, mas o temor por um acréscimo de preço na nossa principal matéria-prima, o trigo, é grande. Mesmo porque já vínhamos de uma baixa na produção nacional, devido também aos fatores climáticos no Paraná, nosso maior produtor nacional. Vamos ver até quando poderemos segurar os preços ao consumidor e não onerar ainda mais o bolso da população, sem prejudicar o nosso negócio”, afirma Antonio Carlos.



Economia
Com.: 0
Por Eugênio Nascimento
24/04
11:21

Petrobras inicia fase vinculante para cessão de direitos de Piranema

A Petrobras anunciou o início da fase vinculante para a cessão de direitos nos campos de Piranema e Piranema Sul, ambos localizados na bacia de Sergipe-Alagoas, conforme comunicado divulgado nesta terça-feira. A petrolífera brasileira é a operadora desses campos com 100% de participação. A etapa de divulgação de venda ('teaser') foi iniciado no dia 9 de março deste ano.

Nesta fase vinculante são emitidas as cartas-convite para os interessados habilitados na etapa anterior, com as instruções sobre o processo de venda de ativos, incluindo as orientações para a realização de "due diligence" e para o envio das propostas vinculantes.

Nesse projeto em particular não foi realizada a fase não vinculante, conforme definido no plano de venda de ativos, alinhado às orientações do Tribunal de Contas da União (TCU).

O campo Piranema, que fica em Sergipe, está em produção, com média de quatro mil barris por dia em 2017. Já o Piranema Sul é um campo não desenvolvido, conforme divulgou a Petrobras.  (Com dados da APN)



Economia
Com.: 0
Por Eugênio Nascimento
06/04
11:07

Orientação gratuita sobre Imposto de Renda se encerra nesta sexta-feira

A Campanha Declare Certo 2018, realizada pelo Sindicato das Empresas de Assessoramento, Perícias, Informações e Pesquisas e das Empresas de Serviços Contábeis do Estado de Sergipe (SESCAP/SE), que acontece Shopping Jardins, será finalizada nesta sexta, 6. A iniciativa que acontece desde segunda-feira, 2, oferece aos contribuintes orientação gratuita sobre o preenchimento da declaração anual do Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF).

 

De acordo com a presidente do SESCAP/SE, Gleide Selma Santos, a maioria das dúvidas dirimidas foi sobre declaração de bens, visto que houve mudança do ano passado para este ano. “A Receita Federal agora exige que o contribuinte forneça mais informações do que era enviado antes. Tem que informar o número do IPTU, o número da matrícula e nome do cartório, e a metragem do imóvel, por exemplo. As pessoas ainda estão se adaptando a essas regras”, disse Gleide Selma.

 

Apesar de a tecnologia facilitar bastante o preenchimento da declaração nos últimos anos, sempre surgem dúvidas pontuais. O contador e diretor de eventos do SESCAP/SE, Josevaldo Mota, explica que o programa da declaração do IR permite este ano que se possa emitir o DARF para as pessoas que têm imposto a pagar. “Existe uma opção para atualizar isto automaticamente. E emitir a cota de pagamento pelo próprio sistema com correção”, ressalta, fazendo um alerta. “Em relação a questão da declaração de dependentes, não se pode esquecer de inserir o CPF dos dependentes a partir dos 8 anos de idade”, diz Josevaldo.

 

Os brasileiros têm até o dia 30 de abril para realizar a declaração do Imposto sobre a Renda da Pessoa Física – IRPF 2018 - junto à Receita Federal.

 

A Declare Certo 2018, que funciona até esta sexta, das 10h às 22h, no estande do Declare Certo que fica em frente a Oficina do Smartphone, conta com os apoios do Shopping Jardins, Federação Nacional das Empresas de Serviços Contábeis, Conselho Regional de Contabilidade de Sergipe, Sindicato dos Contabilistas do Estado de Sergipe, Academia Sergipana de Ciências Contábeis e o Projeto Voluntariado da Classe Contábil.



Economia
Com.: 0
Por Eugênio Nascimento
04/04
13:57

STF desbloqueia contas do Governo de Sergipe

O ministro Dias Toffoli,do Supremo Tribunal Federal (STF), concedeu liminar ao Governo de Sergipe e, com isso, desbloqueou as contas que estavam bloqueadas desde a quinta-feira da semana passada por falta de pagamento de dívidas de R$ 84 milhões. A informação foi passada para o blog por advogados que acompanham o caso juntro ao STF. A Secretaria de Estado da Fazenda (SEFAZ) vai emitir nota sobre o assunto.



Economia
Com.: 0
Por Eugênio Nascimento
03/04
12:23

Dívida que causou bloqueio de contas de SE é de R$ 4 milhões

A dívida que gerou o bloqueio da Secretaria do Tesouro Nacional (STN) na conta única do Governo de Sergipe é a maior e de algo em torno de R$ 4 milhões. O Estado deve muito e tem enfrentado dificuldades para pagar. A Secretaria de Estado da Fazenda acredita que a Justiça determinará a liberação do bloqueio nas próximas horas, como fez com as demais unidades da federação que foram alvo da STN.



Economia
Com.: 0
Por Eugênio Nascimento
1 2 3 4 5 6 » Próxima » Última

Enquete


Categorias

Arquivos