29/05
08:22

Foram trocados R$ 296,6 milhões em cheques no mês de abril, em Sergipe

Análise realizada pelo Boletim Sergipe Econômico, parceria do Núcleo de Informações Econômicas (NIE) da Federação das Indústrias do Estado de Sergipe (FIES) e do Departamento de Economia da UFS, com base nos dados do Serasa Experian, mostra que foram compensados 142.191 cheques em Sergipe, no mês de abril do ano corrente. Essa quantidade foi 22,6% menor, quando comparado com o mesmo mês do ano passado.

Dentre os mais de 142 mil cheques compensados, foram devolvidos 6.376 por falta de fundos, ou seja, aproximadamente 4,5% dos cheques emitidos.

Analisando os dados do Banco Central, em abril desse ano, observou-se que foram trocados R$ 296,6 milhões, em cheques, sendo 25,3% menor, que os valores registrados em março desse ano. Já na comparação com o mesmo mês do ano anterior, os valores retraíram-se 19,3%.

No tocante aos cheques devolvidos, no mês analisado, o valor foi de aproximadamente R$ 56,5 milhões, sendo 25,3% inferior ao registrado no mesmo mês do ano passado. Comparando com mês imediatamente anterior, o valor dos cheques devolvidos ficou 30,5% menor.

Os cheques sem fundos, que representaram 82% do total de cheques devolvidos, no mês em análise, totalizaram R$ 46,5 milhões, o volume é 28,5% inferior ao registrado em abril de 2016. Todas as variações são em termos nominais, ou seja, sem levar em consideração o efeito da inflação no período.

Unicom/FIES


Economia
Com.: 0
Por Kleber Santos
23/05
12:57

Banese lança seguros de Renda Garantida

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Novos produtos do Banese marcam o início da parceria entre o banco e a Seguros Unimed, empresa de destaque no mercado securitário nacional

 
 
O Banco do Estado de Sergipe (Banese) lançou no último sábado, 20, em parceria com a empresa Seguros Unimed, dois produtos de seguro que garantem ao cliente uma renda mensal em casos de afastamento temporário das atividades profissionais por motivo de doença ou acidente pessoal. O lançamento dos produtos marcou o início da parceria entre o Banese e a Seguros Unimed, seguradora do Sistema Cooperativo Empresarial Unimed.

 
O evento, realizado em Aracaju, contou com a presença de mais de 250 pessoas, entre as quais o presidente do Banese, Fernando Mota, que abriu a solenidade de lançamento, o presidente da Seguros Unimed, Helton Freitas, representantes da Banese Corretora de Seguros e gerentes de todas as agências do banco no Estado.

 
Denominados de Renda Garantida Profissional Liberal e Renda Garantida Profissional CLT, os novos produtos do Banese são direcionados a profissionais liberais e autônomos, bem como a empregados contratados em regime CLT. Os seguros oferecem uma renda mensal para o trabalhador, pelo período de até 365 dias.

 
No caso dos profissionais liberais e autônomos, o seguro cobre a perda de renda decorrente do afastamento do trabalho por motivo de doença ou acidente. Já para os empregados celetistas, a cobertura é garantida exclusivamente se o afastamento do trabalhador for causado por um acidente pessoal.

 
Expansão - Durante o lançamento dos produtos, o diretor Técnico da Banese Corretora de Seguros, Heráclito Coutinho, e o diretor Financeiro e de Tecnologia do Banese, Renato Dantas, ressaltaram a importância dos novos seguros e da nova parceria do Banese com a Seguros Unimed, empresa de destaque no mercado securitário nacional.

 
“Esse evento mostra que o Banese vem crescendo e oferece produtos cada vez mais modernos para os seus clientes”, disse Heráclito Coutinho, enquanto Renato Dantas acentuou: “O Banese, cumprindo as suas metas de planejamento estratégico, vem expandindo suas parcerias com outras empresas, com o objetivo de diversificar cada vez mais os produtos da instituição”.

 
Presenças - Também participaram da solenidade de lançamento o diretor Administrativo do Banese, José Marcelino, o superintendente da Seguros Unimed, Silas Devai Júnior, o diretor Financeiro da seguradora, Adelson Chagas, e o gerente nacional Luís Ricardo Araújo, além dos representantes regionais da empresa Paulo Rangel, Walter Matos Dias e Cristiane Santos.
 


Economia
Com.: 0
Por Kleber Santos
22/05
08:30

Workshop debate importância da Integridade Estrutural

Evento será realizado terça feira no Auditório do Sebrae

O III Workshop de Análise de Integridade Estrutural – Tecnologias inovadoras para pesquisa e controle de qualidade no Estado de Sergipe, será realizado em Aracaju nos dias 22 e 23 de maio. A abertura será na terça feira, às 18h30, no Auditório do Sebrae. O evento prossegue na quarta feira nos turnos da manhã e da tarde.

Para Emanoel Sobral, superintendente do Sebrae, será um evento interessante para o Estado. “Ele vem contribuir com desenvolvimento tecnológico e fomento à inovação, a partir do momento em que viabiliza para acadêmicos e empresários conhecimento de fundamental importância para os seguimentos de Construção Civil e Petróleo e Gás”, destaca.

Durante o Workshop será realizado o Curso de Análise de Falhas em Equipamentos de Processos, onde serão abordados os conceitos básicos de análise de falhas e patologias, caracterização de materiais e propriedades, corrosão e degradação de materiais e estruturas, análise e garantia de desempenho (Norma ABNT 15575), além de estudo de casos relacionado a área.

A capacitação será ministrada pelo professor Pedro Dolabella Portella, atual diretor do Departamento de Engenharia de Materiais do BAM (Bundesanstalt für Materialforschung und – prüfung), o Instituto Federal de Teste e Pesquisa de Materiais da Alemanha, com sede em Berlim.

A organização é da Laies – Laboratório de Análise de Integridade Estrutural, apoio Sebrae, UFS, CREA, BAM, ABECE. Informações na Unidade de Atendimento Coletivo Indústria do Sebrae, com o analista Thiago Oliveira, e-mail thiago.oliveira@se.sebrae.com.br , telefone (079) 2106 – 7727. Inscrições no endereço eletrônico https://ufslab.wixsite.com/laies/eventos


Economia
Com.: 0
Por Kleber Santos
22/05
08:29

Em Sergipe, a produção de Petróleo e de Gás Natural volta a crescer em março

Análise realizada pelo Boletim Sergipe Econômico, parceria do Núcleo de Informações Econômicas (NIE) da Federação das Indústrias do Estado de Sergipe (FIES) e do Departamento de Economia da UFS, com base nos dados da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), mostrou que a produção de petróleo no estado, em março de 2017, ultrapassou os 781 mil barris equivalentes de petróleo (BEP), ficando 7,2% acima da produção do mês imediatamente anterior, fevereiro último. Já no comparativo anual (março/2016), houve retração de aproximadamente 22,2% na produção. No primeiro trimestre de 2017 a produção atingiu os 2,3 milhões de bep, com retração de 20,6%, quando comparado com o mesmo período de 2016.

Do total produzido em março, 23,1% ou aproximadamente 181 mil barris foram extraídos do mar.  Em termos relativos, observou-se crescimento de 13,7% em comparação com o mês imediatamente anterior, porém com retração de 25,4% na comparação com março do ano passado.

A produção em terra, por sua vez, respondeu por 76,9% da produção total, ultrapassando os 600 mil bep. No comparativo com o mês anterior (fevereiro/2017), verificou-se crescimento de 5,4%, entretanto, quando comparado com março de 2016, houve retração, ficando menor 21,1%.

Produção de Gás

A produção de gás natural, em março, ficou acima dos 420 mil bep. Em termos relativos, houve elevação de 11,8%, na comparação com o mês imediatamente anterior, fevereiro último. Entretanto, em relação ao mês de março de 2016, foi registrada retração de 16,9%.

A produção em mar continuou sendo a principal fonte de produção, somando mais de 394 mil barris, abrangendo 93,6% do total produzido no estado, ao passo que a produção terrestre ficou próxima dos 27 mil barris, respondendo por 6,4% da produção do estado.

 Unicom/FIES


Economia
Com.: 0
Por Kleber Santos
10/05
07:10

UFS – Ministro apoiará projeto de energia fotovoltaica do Campus do Sertão

Acompanhado do reitor da Universidade Federal de Sergipe (UFS), Angelo Antoniolli, o deputado federal Valadares Filho (PSB-SE) participou de audiência, ontem, 09, de audiência com o ministro das Minas e Energia, Fernando Coelho, em Brasília. Em pauta: implantação de um sistema fotovoltáico de caçptação de energia.

No encontro, foi solicitado o apoio do ministro das Minas e Energia para angariar os recursos financeiros necessários à implementação do Sistema de Fotovoltálico no Campus do Sertão da Universidade Federal de Sergipe (UFS), localizado em Nossa Senhora da Glória, no Alto Sertão Sergipano, parte do projeto de interiorização da UFS.

Já em atividade, o Campus do Sertão oferece quatro cursos na área de Ciências Agrárias: Medicina Veterinária, Engenharia Agronômica, Zootecnia e Agroindústria, com oferta de 50 vagas para cada curso.

Aliada a essa vocação da UFS, Valadares Filho destacou que, por ser a agropecuária uma das principais atividades econômicas do Alto Sertão de Sergipe, é de suma importância implantar melhorias naquele campus da UFS, sendo que a eletricidade gerada vai aumentar a produtividade e aperfeiçoar a qualidade dos produtos locais.

Valadares Filho explicou que a energia solar fotovoltaica, renovável, será a de melhor adaptação para região, pois não impactará negativamente o cotidiano das pessoas: com autonomia e baixo custo, trará benefícios em série para a população local.

O ministro Fernando Coelho compreendeu a importância do pleito do reitor da UFS e disse que vai dar todo o apoio necessário para encontrar a solução adequada para viabilizar a implementação do Sistema de Fotovoltálico no Campus do Sertão.

(Da assessoria)


Economia
Com.: 0
Por Eugênio Nascimento
08/05
21:39

Governo lança linha de crédito do Banese entre as ações de combate à seca no Alto Sertão

O produto do Banese, denominado de “Custeio Pecuário - Programa emergencial de combate aos efeitos da estiagem”, objetiva atender às necessidades do ciclo produtivo da pecuária por um período de 90 dias, através do financiamento à aquisição de ração animal (forragem), água e verba para manutenção familiar. O valor total da linha de crédito é de R$ 20 milhões

O governador Jackson Barreto vai anunciar, nesta quarta-feira, 10, como parte das ações de combate à seca no Alto Sertão, uma linha de crédito do Banco do Estado de Sergipe (Banese) direcionada para os produtores rurais sergipanos localizados nos municípios atingidos pela estiagem. O produto do Banese, denominado de “Custeio Pecuário - Programa emergencial de combate aos efeitos da estiagem”, objetiva atender às necessidades do ciclo produtivo da pecuária por um período de 90 dias, através do financiamento à aquisição de ração animal (forragem), água e verba para manutenção familiar (custos operacionais). No mesmo dia, no município de Poço Redondo e Canindé de São Francisco, o governador fará a entrega simbólica de material forrageiro destinado às localidades em situação de emergência.

O valor total destinado à linha de crédito é de R$ 20 milhões, oriundos de recursos próprios do Banese, e o público-alvo do produto abrange todos os pequenos produtores rurais dos municípios sergipanos que se encontram oficialmente em situação de emergência por causa da seca. A garantia da operação será feita através do aval solidário (grupo de três produtores) e o limite de crédito calculado de acordo com a capacidade de pagamento do produtor.

Foto: Luis Mendonça



Economia
Com.: 0
Por Kleber Santos
26/04
10:25

Sebrae lança projeto com foco no mercado de startups

A proposta é atender 143 empreendedores durante dois anos.

Empresários interessados em expandir seus negócios, potencias empreendedores e proprietários de empresas que já atuam no segmento tiveram oportunidade de participar no Auditório do Sebrae do Seminário de Sensibilização sobre o lançamento do Projeto de Desenvolvimento e Fortalecimento das Startups – SE. O objetivo é estruturar e fortalecer projetos de empreendedores de startups, promovendo o desenvolvimento sustentável e aumentando a competitividade.

O Projeto terá duração de 24 meses, contando a partir do dia 20 de abril de 2017. A meta é beneficiar 143 empreendedores, sendo 12 Microempresas, 18 Microempreendedores Individuais, 13 Potenciais Empresários e 100 Potenciais Empreendedores.

Segundo a analista e gestora Lara Andrade, atualmente o Sebrae é um dos principais atores do ecossistema de startups no Brasil e tem atuado junto ao segmento realizando ações de capacitação, inovação e mercado. Já existem resultados expressivos alcançados, com aproximadamente 800 startups e empreendedores já atendidos em todo o Brasil.

“Em Sergipe, desde 2014 o Sebrae vem participando de ações pontuais como parceiro de eventos realizados (startup weekend, Demoday). Em 2015 foram firmados os primeiros contatos com o Ecossistema local (Cajuvalley) para que fosse consolidada a proposta de um projeto de atuação junto a STARTUPS do Estado, tendo a CAJUVALLEY como parceira. Ao longo da elaboração do Projeto SE-Desenvolvimento e Fortalecimento de Startups, firmamos parceria também com o ITEC da Universidade Tiradentes e o SERGIPETEC. Sensibilizadas as empresas e parceiros, concluímos a elaboração do projeto, realizamos o Lançamento do mesmo e traçamos a forma de atuação a ser trabalhada”, explica Lara Andrade.

Atuação
O Projeto priorizará sua atuação nos seguintes momentos de maturidade: Ideação, destinado a potenciais empresários que já possuem uma ideia, já definiram um segmento de mercado a atuar e que buscam validar para criar o seu negócio. Já o momento da Operação é destinado aos empresários que estão na fase inicial da empresa e que precisam de ferramentas técnicas de gestão que possam ser implantadas imediatamente na operação do negócio.

“O atendimento primário é voltado para startups que estão na fase de ideação. Serão realizadas capacitações e consultorias por meio de metodologias aplicadas as empresas do segmento. Já o atendimento com foco na Pré-Aceleração de Startups tem como proposta realizar capacitações, consultorias, mentorias e outras ações de desenvolvimento do empreendedor, por meio de metodologias aplicadas às startups”, explica a gestora Lara Andrade.

Para o empresário Gláucio Gonçalves, o projeto startups, assim como o SEBRAE like a boss, ajuda principalmente aos empreendedores que estão nas fases iniciais do negócio, a entender o ecossistema de empreendedorismo, quais os conceitos chaves, qual o tamanho do percurso e quais os obstáculos devem ser enfrentados. Os grupos de empreendedores mais avançados também podem ter uma chance de acompanhar editais de aceleração e de inovação apoiados pelo SEBRAE.

“Acredito que, com o marketing correto do projeto startups, a influência a futuros empreendedores e curiosos pode fomentar a cultura de startups no estado de forma positiva. O Estado possui uma boa diversidade de empreendedores de diferentes áreas de negócio, diferentes culturas e experiências e certamente existem mais empreendedores aguardando uma oportunidade de começar seu negócio. Mas novamente, é preciso de um bom trabalho de divulgação deste projeto”, destaca Gláucio.

Além de capacitação, o Projeto irá realizar ações de apoio a eventos de startups, maratonas de negócios e acesso a mercados. Informações na Unidade de Atendimento Coletivo Comércio e Serviços do Sebrae, com a gestora Lara Andrade, telefone (79) 2106-711 , e-mail lara.andrade@se.sebrae.com.br , ou no portal do Sebrae, www.se.sebrae.com.br , banner Negócio em Alta.

Filazero
Gláucio Gonçalves é o idealizador do Filazero, uma plataforma que transforma as filas de espera presenciais em filas virtuais através de algoritmos de previsão de atendimento. O Filazero encontra-se em crescimento e já é utilizado por alguns grandes clientes no Estado.

“Uma dor que nós sentimos como clientes de banco, alunos em matricula em universidade, pacientes em clínicas e hospitais, etc, é a espera para ser atendido. Pensando neste cenário, o Filazero foi criado para oferecer um sistema completo de atendimento, que contempla sistemas de back-office para chamadas de clientes, administração da fila de atendimento, aplicativo móvel para que o usuário acompanhe sua previsão em tempo real, plataforma de auto agendamento e muito mais”, destaca.


Economia
Com.: 0
Por Kleber Santos
26/04
08:06

Seguro do Banese Card premia mais dois ganhadores com R$ 10 mil cada

Sorteados são dos municípios da Barra dos Coqueiros e de São Cristóvão

O ‘Seguro Premiável’ do cartão de crédito Banese Card sorteou mais dois ganhadores, Edilberto dos Santos Júnior, da Barra dos Coqueiros, e Solange Santos da Ressurreição, de São Cristóvão. A entrega da premiação, no valor bruto de R$ 10 mil para cada um, aconteceu na semana passada, na loja do Banese Card, localizado na Avenida Barão de Maruim, em Aracaju.

Participaram do ato, além dos sorteados, os assistentes que trabalham na loja, clientes e representantes da unidade de marketing do Banese Card. Durante o evento, Edilberto informou que utilizou o seguro quando ficou desempregado e que pretende usar o dinheiro do prêmio para reformar a sua casa. Já Solange, disse que irá investir na compra de um apartamento.

O ‘Seguro Premiável’ do Banese Card oferece cobertura em casos de perda e roubo do cartão, desemprego involuntário, morte natural, morte acidental e invalidez permanente por acidente. Ao aderir ao seguro, pagando apenas R$ 5,99 por mês, o cliente ganha um número da sorte para concorrer ao prêmio de R$ 10 mil, em sorteios realizados mensalmente, pela Loteria Federal.


Economia
Com.: 0
Por Kleber Santos
1 2 3 4 5 6 » Próxima » Última

Enquete


Categorias

Arquivos