15/01
13:59

Redução do preço da gasolina não chegou às revendas

O Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo no Estado de Sergipe – Sindpese, informa nesta quarta-feira, 15 de janeiro de 2020, que apesar da Petrobras ter divulgado redução de 3% no preço da gasolina e diesel nas refinarias a partir de ontem, dia 14, esta redução ainda não chegou para os postos revendedores.

 

Os preços da revenda estão ligados diretamente aos preços das companhias, ou seja, se elas reduzem ou aumentam, os postos, consequentemente, repassarão as alterações.

 

Vale destacar que os preços dos combustíveis são livres em todos os segmentos. Cabe a cada posto revendedor decidir se irá repassar ou não as quedas ao consumidor, de acordo com suas estruturas de custo.



Economia
Com.: 0
Por Eugênio Nascimento
14/01
15:17

Processo de cancelamento de empresas é iniciado pela Junta Comercial do Estado de Sergipe

Mais de mil empresas tem até fevereiro para regularizar situação na Junta Comercial

Empresas que há mais de 10 anos não realizaram nenhum tipo de atualização ou registro de ato na Junta Comercial do Estado de Sergipe (Jucese) devem ficar atentas. Isso porque a autarquia realizará o cancelamento do registro empresarial de 1.428 empresas enquadradas nesta situação, conforme publicado em edital no Diário Oficial do Estado. Para não ter o registro cancelado e, consequentemente, perder a proteção do nome empresarial, as empresas que se enquadram na situação têm até o dia 4 de fevereiro para comunicar à Jucese o funcionamento (“Comunicado de Funcionamento”), a paralisação temporária (“Comunicado de Paralisação de Atividades”), ou ainda, arquivar a alteração contratual de quaisquer dados da empresa.

A Secretaria-Geral da Jucese, responsável pelo procedimento de cancelamento, esclarece que qualquer alteração de atos constitutivos da empresa – como endereço, capital social e/ou quadro societário, empresário, atividade econômica, entre outros – já dispensa a apresentação do “Comunicado de Funcionamento” ou “Comunicado de Paralisação”. Ela explica ainda que o cancelamento de empresas segue determinação do Artigo 60 da Lei Federal 8.934 de 1994. “No ano passado, realizamos o cancelamento de 13.228 mil empresas, após um período sem realizá-lo. Para este ano de 2020, estipulamos efetuar o procedimento duas vezes, um agora no início do ano e outro no segundo semestre”, informa o secretário-geral da Jucese, Alex Souza. 

Relação de empresas

A relação completa das empresas passíveis de cancelamento de registro e os modelos de “Comunicado de Funcionamento” e “Comunicado de Paralisação de Atividades” estão disponíveis no site da Jucese: www.jucese.se.gov.br.

Fonte e foto: ASN


Economia
Com.: 0
Por Redação
01/01
15:03

Fábrica de Cimento Nassau vai a leilão em fevereiro

A Justiça do Trabalho levará a leilão no próximo dia 06/02 a fábrica de cimento Itaguassu/Nassau, do Grupo João Santos. A indústria, que fica no município de Nossa Senhora do Socorro (SE), tinha cerca de 500 empregados diretos e tem uma dívida trabalhista de mais de R$ 90 milhões. O valor inicial do leilão é de R$ 528 milhões. Desde outubro de 2015 a  unidade industrial está com as atividades suspensas.



Economia
Com.: 0
Por Eugênio Nascimento
29/12
10:22

Petrobras renova contrato com Sergás e outras 11 empresas

A Petrobras renovou o contrato de suprimento de gás natural com a Sergas e outras 11 distribuidoras estaduais de gás canalizado, conforme informações da estatal. A companhia tornou público ainda o custo de aquisição do gás pelas concessionárias deverá ter uma redução média imediata estimada em 10% em relação aos contratos anteriores, considerando os preços de petróleo na faixa de US$ 60 o barril. Os contratos foram renovados com a GasBrasiliano (SP), São Paulo Sul (SP), Comgás (SP), BR Espírito Santo (ES), Gasmig (MG), CEG (RJ), CEG-Rio (RJ), Algás (AL), Bahiagás (BA), Sergás (SE), Potigás (RN) e PBGás (PB). No caso da Comgás, o contrato foi parcialmente renovado. Os novos contratos entrarão em vigor em janeiro de 2020.



Economia
Com.: 0
Por Eugênio Nascimento
14/12
18:38

Fábio Mitidieri confirma negociações entre Plamed e Hapvida

O empresário e deputado federal Fábio Mitidieri confirmou para o blog a informação de que o grupo Plamed, de sua família, está sendo avaliado para compra pelo grupo Hapvida Participações e Investimentos. Não revelou valores.

“Nós fundamos a Plamed há 38 anos atrás. Pra gente, é mais que uma empresa, é parte da nossa vida. No entanto, o ramo exige cada vez mais dedicação, investimentos e foco. E nesse ponto, entendíamos que havia chegado a hora de sairmos, declarou Fábio Mitidieri.

Mitidieri destacou ainda que “de toda forma, a operação ainda precisa da aprovação e autorização do CADE e da ANS. Nada muda para os nossos usuários”. As duas empresas atuam no segmento saúde.



Economia
Com.: 0
Por Eugênio Nascimento
13/12
18:31

FGTS poderá distribuir mais que 50% dos lucros, segundo informe do governo

Percentual de distribuição dependerá de saúde financeira do fundo

Os trabalhadores poderão receber mais de 50% do lucro do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), informou hoje (13) a Presidência da República. Segundo a Secretaria Especial de Comunicação Social, o percentual de distribuição a ser definido todos os anos pelo Conselho Curador do FGTS dependerá das condições financeiras do fundo. 

Ontem (12), o presidente Jair Bolsonaro tinha vetado a distribuição de 100% do lucro do FGTS aos trabalhadores. O ponto tinha sido incluído pela equipe econômica na própria medida provisória que criou novas opções de saques para o FGTS, mas o Ministério do Desenvolvimento Regional pediu que a medida fosse vetada para não prejudicar os recursos para o programa habitacional Minha Casa, Minha Vida. 

De acordo com a Secretaria Especial de Comunicação Social, a sanção da medida provisória revogou a legislação anterior, em vigor desde 2017, que previa a distribuição de metade dos lucros do FGTS aos trabalhadores. Pela nova legislação, caberá ao Conselho Curador definir o percentual de distribuição todos os anos, sem o teto de 50%. O veto não anula a distribuição de 100% do lucro de R$ 12,2 bilhões do fundo em 2018, repassada para as contas do FGTS no fim de agosto. Isso porque a distribuição ocorreu durante a vigência da medida provisória.

Fonte e foto: Agência Brasil


Economia
Com.: 0
Por Redação
13/12
15:37

Com dois dias de atendimento, Mutirão do Nome Limpo em Aracaju registra mais de 1.300 atendimentos

Evento contou com a parceria de diversas empresas que possibilitaram a oportunidade de centenas de aracajuanos começarem o ano de 2020 em condições muito melhores

Nos dias 11 e 12, a Prefeitura de Aracaju, por meio da Secretaria da Defesa Social e da Cidadania (Semdec), realizou o Mutirão do Nome Limpo. Coordenado pelo Programa Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon Aracaju), o evento contou com a parceria de diversas empresas que possibilitaram a oportunidade de centenas de aracajuanos começarem o ano de 2020 em condições muito melhores. Nos dois dias de ação, foram registrados 1.357 atendimentos.

Entre as pessoas beneficiadas pela ação está Dona Renaide de Santana, 59 anos, que convivia com uma dívida desde 2009, o que representava um prejuízo que vai muito além do financeiro. "Emprestei meus cartões e as pessoas que utilizaram não pagaram. Eu fiquei com o meu nome sujo. Eu não podia pagar a dívida e ela foi aumentando, em função dos juros. Hoje, graças a Deus, eu consegui fazer um acordo e vou poder pagar. O valor que era de 7 mil, mais ou menos, ficou por R$180,00. Eu estou muito feliz, muito mesmo. Meu coração chega a acelerar porque vou ter condições de ter o cartão de volta e comprar meus remédios e outras coisas de que preciso, algo que eu não conseguia fazer", relatou a consumidora.

Os resultados foram avaliados de forma positiva pelo coordenador do Procon Aracaju, Igor Lopes. "Finalizamos o mutirão com um grande número de atendimentos, muitos deles, inclusive, tendo êxito na negociação. Foram dias de trabalho intenso mas de resultado muito positivo por ter proporcionado a oportunidade de vários consumidores saírem da situação de inadimplência e recuperarem sua autoestima", reforçou.

Somente do Banese Card foram contabilizados 326 acordos celebrados. A ação também contou com a participação e apoio da Fecomércio Sergipe , SESI Sergipe, Energisa, Banco do Estado de Sergipe (Banese) e Banese Card, Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL Aracaju) e Cartão Cencosud Gbarbosa. No evento, o Procon Aracaju manteve um espaço voltado à educação financeira, com distribuição de material educativos e orientação aos consumidores, trabalho que será intensificado em 2020, como explica o coordenador do órgão, Igor Lopes.

Fonte: AAN
Foto: Ascom/Semdec


Economia
Com.: 0
Por Redação
12/12
17:19

Plano de Desenvolvimento de Sergipe é debatido em reunião

Sedetec, Codise e Fundação Dom Cabral dialogam para construção do Plano

Na quarta-feira (11), foi realizada na Secretaria do Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia (Sedetec), uma reunião sobre o Plano de Desenvolvimento de Sergipe, que está sendo desenvolvido pela Assembleia Legislativa de Sergipe (Alese). Durante o encontro, foram discutidas várias vertentes para solucionar problemas específicos do estado. O estudo será realizado pela Fundação Dom Cabral, com a participação de diversos setores da sociedade, com objetivo de mapear os setores produtivos do Estado, coletando dados e norteando para a sustentabilidade da economia estadual.

“Vamos poder contribuir para um processo que não começa agora, que já tem uma trajetória e já temos atuado nessa direção. Percebemos que existe muita inteligência instalada no Governo do Estado para pensar o futuro, para pensar criticamente o passado e as opções que foram supridas, então nossa expectativa é poder contribuir nesses processos que já existem”, ressaltou o  professor da Fundação Dom Cabral, Humberto Falcão Martins

Durante a reunião, a assessoria de Planejamento da Sedetec apresentou as estratégias que envolvem a pasta,  mostrando como elas estão a serviço do processo de desenvolvimento econômico. “Estamos cientes de que é preciso melhorar o ambiente de negócios, e vemos o aspecto não só de políticas públicas, mas também na atração de novos empreendimentos, fortalecendo este pilar. Outra coisa que foi pensada dentro desse plano é a perspectiva de que o Parque Tecnológico aqui do estado possa fortalecer esse processo", disse o diretor da Asplan, Maurício Nascimento. Já secretário José Augusto Carvalho lembrou ainda a área do Petróleo e Gás, a qual está abrindo novos caminhos no setor econômico do estado, e citou como isso contribuirá muito para o plano de desenvolvimento de Sergipe. "Avaliamos como positivo esse setor que está crescendo e depois do Fórum Sergipano de Petróleo e Gás, tudo tende a crescer mais ainda", completou.

Fonte: ASN
Foto: Secom


Economia
Com.: 0
Por Redação
1 2 3 4 5 6 » Próxima » Última

Enquete


Categorias

Arquivos