06/04
21:31

Coluna Primeira Mão

De olho nos votos

Não há dúvida de que a campanha eleitoral para a prefeitura de Aracaju já começou e alguns políticos já se dizem pré-candidatos (Edvaldo Nogueira, Gilmar Carvalho, etc.). Com isso, de repente, vereadores que não assumiram a responsabilidade de votar o valor da passagem de ônibus (deixando isso para o prefeito) agora estão denunciando as péssimas condições dos ônibus (falta de ar condicionado, superlotação, poucos ônibus em determinadas linhas, elevadores para deficiente que não funcionam, etc.) que circulam por Aracaju.


Comando do MDB

A mudança no comando do MDB de Sergipe, que passará a ser presidido por Fábio Reis, foi comentada pelo prefeito de São Cristóvão, Marcos Santana, filiado ao partido. Com uma gestão de destaque entre os municípios sergipanos, Marcos é um dos nomes fortes da sigla e acredita que a alternância é saudável. “A mudança na presidência do MDB mostra o desprendimento de Jackson Barreto, que soube dar espaço a um político jovem como Fábio Reis. A alternância é sempre saudável e Fábio vem fazendo um bom trabalho na Câmara Federal, sempre defendendo Sergipe e os sergipanos”.

É cedo nada


Embora isso desagrade a quem está na esfera municipal do poder, o tema eleições 2020 é pauta quase que diária da imprensa. Os dirigentes e lideranças dos partidos conversam entre si e publicamente dizem que ainda é cedo para pensar na disputa. Agora faltam apenas 19 meses.


Fora, fichas sujas


Na sexta-feira, 05, aconteceu a primeira reunião da diretoria executiva estadual do partido Cidadania 23 sob a presidência do senador Alessandro Vieira.Foi apresentada a situação financeira do antigo PPS, com muitas pendências a serem resolvidas. Serão formados os novos diretórios municipais, com foco nas eleições de 2020, sendo passado um pente fino para as novas composições, com base no momento atual, vetando os nomes que sejam fichas sujas. Estes foram os principais temas.


Cargos federais


A turma da política de Sergipe aliada ao governo Bolsonaro está ansiosa pelo preenchimento de seus cargos federais no Estado. O Palácio do Planalto chama políticos para conversar e não define as coisas.


Santa inocência


Tem analistas de grupos de zap achando que o senador Rogério Carvalho (PT) deseja ser candidato a prefeito de Aracaju. Ele ainda não declarou, mas é claro que o seu projeto político é o Governo de Sergipe em 2022.


Mais espaçoso


O PSD prepara-se para entrar na disputa eleitoral de 2020 pensando em conquistar novos e maiores espaços em 2022. Fala-se muito que o deputado federal Fábio Mitidieri pretende conquistar uma cadeira de senador. Os amigos mais próximos garantem que “pode até disputar o Governo de Sergipe”.


Volta ao ninho.


Ao que parece o deputado federal Fábio Henrique (PDT) fez as pazes com o governador Belivaldo Chagas (PSD). Tanto é que assumiu a diretoria de Meio Ambiente e Engenharia da Deso o Engenheiro Gabriel Almeida de Campos, que teve a indicação dele para assumir a presidência daquela estatal pelo período de dois meses. O Pedetista havia rompido com o governador no anos passado no apagar das luzes do fechamento das convenções partidárias, quando preferido apoiar o candidado Valadares Filho (PSB). Fato que provocou a mudança na direção da Deso.


Futuro do DEM


Alguns velhos políticos e seus seguidores apostam na possibilidade de o DEM voltar a crescer na disputa eleitoral de 2020. Na verdade, o partido, hoje, parece um caminhão velho na banguela e ladeira abaixo. Sem João Alves e sem Maria do Carmo, o DEM não tem futuro.


Já cansou


Aqueles papos furados de possíveis candidatos a vereador nas redes sociais, já cansou. Os ‘carinhas’ entram no ar diariamente apresentando soluções para todos os problemas do mundo e usando os nomes de Deus e Jesus como se eles fossem seus cabos eleitorais. O eleitorado está percebendo que tem muitos espertalhões tentando ‘cantar’ seu voto para se fazer na vida. Abra os olhos.


A mesma coisa


A "nova política" foi uma expressão criada por Bolsonaro e pelos seus seguidores. Deveria significar tudo o que é oposto ao que fazia antes em política no Brasil (compra e venda de votos de eleitores, comércio de votos de parlamentares etc.). Mas não é assim que a música toca. Rodrigo Maia, presidente da Câmara, se fez porta-voz do realismo, o novo governo federal se tornou velho rapidamente e a ordem agora é abrir o cofre público. "Tudo com antes no castelo de Abrantes".


Reabrindo feridas


Valdo Cruz, jornalista da Globonews, afirmou que o presidente Bolsonaro teve uma péssima ideia ao determinar a comemoração do golpe militar de 1964. Os militares vêm tentando melhorar a sua imagem depois dos vinte e um anos de estado de exceção. De repente com a decisão polêmica do presidente, as feridas não cicatrizadas daqueles tempos bicudos foram reabertas no país inteiro. O problema desse governo é o "viés ideológico". Não tem jeito mesmo.


Bom mirante


Muito boa a ideia de fazer do Farol de Aracaju em um mirante. Será um ponto de vista privilegiado para sergipanos e turistas curtirem o Rio Sergipe, a Atalaia Nova, o encontro entre as águas do rio com aquelas do Oceano Atlântico. Com início e conclusão da orlinha da Coroa do Meio, aquela área vai ficar muito agradável.


Velhas tradições


A tornozeleira eletrônica é uma nova espécie de "prisão especial", diferente daquela prisão para quem tem diploma superior - que já é alguma coisa escandalosa numa democracia. Em Sergipe, fala-se em mais de duzentos usuários desses aparelhos. Pois é. Para muitos casos, as novas tecnologias só fazem reforçar velhas tradições.


Explicações de analistas


Um dos melhores empregos do mundo é o de analista econômico. Explicar o que causa a queda da Bolsa de Valores e a subida do dólar pode significar o "nervosismo do mercado", o "humor dos investidores", e muitos outros termos ligados à Psicologia. Qualquer coisa vale. No momento, tudo o que acontece de ruim na economia brasileira tem a ver a reforma da previdência. Quando essa tiver sido aprovada, a próxima explicação será a falta de aprovação de uma reforma tributária.


Preserve-se o ENEM


Todas as pessoas sensatas esperam que o novo e desastrado ministro da Educação não cometa o desatino de mexer com o ENEM, que é e deve continuar sendo política de Estado. Conseguir a proeza de realizar um exame nacional, num país continental e tão desigual também em termos educacionais como o Brasil, é uma conquista que não pode ser desprezada. É bom que seu guru, aquele astrólogo com ideias exóticas que mora nos EUA, fique por lá mesmo.


Dois italiano


Salvo engano desta coluna, Jair Messias Bolsonaro é o segundo presidente brasileiro descendente de italianos. O primeiro foi Médici. Coincidência: os dois têm origem militar, sendo o primeiro eleito por um colégio eleitoral e o segundo pelo eleitorado brasileiro.


Posse prestigiada


Nesta semana que se encerra, uma caravana de sergipanos tomou o rumo de Recife (PE) para a posse do desembargador federal Vladimir Carvalho como presidente do TRF da quinta região. Entre os membros desse grupo estavam políticos, empresários, familiares e amigos.


Acidentes demais


É assustador ficar sabendo que ocorre um acidente de trabalho em menos de um minuto (48 segundos) no país e que, muito pior, morre um trabalhador brasileiro em cada lapso de três horas. A fiscalização do extinto Ministério do Trabalho já era ruim. Agora, sem essa repartição, a situação pode piorar.



Coluna Eugênio Nascimento
Com.: 0
Por Eugênio Nascimento
30/03
16:14

Coluna Primeira Mão

CPI da Toga


Muita gente do parlamento e da sociedade civil organizada concorda com a abertura da CPI da Toga, mas teme que ela chegue a consequências extremas e isso fragilize mais a cambaleante democracia brasileira. Os alvos expostos pelo senador Alessandro Vieira (SE) são atingidos por graves acusações. Mas a proposta já foi arquivada.


Ainda no palanque

 

Valadares Filho ainda não desceu do palanque da última eleição. Não perde uma oportunidade para bater em Edvaldo Nogueira e Belivaldo Chagas. O simãodiense não tem feito um bom planejamento de sua carreira política e por isso tem sofrido derrotas nas urnas. Ele, a exemplo de outros políticos, partiu para o projeto megalomaníaco de ser governador e ficou sem emprego, do mesmo jeito que o seu pai, o ex-senador Antônio Carlos Valadares.

 

MDB unido

 

O MDB trabalha a ideia de ter chapa única na formação de seu novo Diretório Estadual e da Comissão Executiva. Há uma grande possibilidade de o deputado federal Fábio Reis ser eleito presidente estadual do partido.

 

Sem discussão


O ex-deputado Roberto Góes anda se queixando da falta de reuniões no PSDB para discutir os problemas internos e da sociedade sergipana.


Sacrifício animal


Corajosa e certeira a decisão do STF que tornou legal e constitucional o sacrifício de animais (geralmente galinhas) em cultos de religiões afro-brasileiras. Essas religiões têm sido historicamente discriminadas por outras religiões e pelo estado no Brasil. Sendo o país multicultural, tem que haver respeito e tolerância à diversidade cultural dos brasileiros

 

Coisas da oposição

 

O deputado estadual Georgeo Passos socializou o discurso contra o governo. Agora o governador Belivaldo Chagas recebe porradas também de Kity Lima, Gilmar Carvalho, Maria Mendonça, Rodrigo Valadares, Samuel Carvalho e, de vez em quando, Iran Barbosa. Agora há unidade na diversidade.

 

Boa relação incomoda


Tem muita gente interessada em passar a ideia de atrito entre Eliane e Belivaldo, talvez porque a boa relação entre os dois incomode muito. Os dois conversam sobre tudo, inclusive sobre política. E tudo que a vice faz no governo é negociado antes com o governador. As atividades que ela desenvolve na área social do governo são fruto de orientação de Belivaldo, que deseja ter os resultados disso como uma marca da sua gestão. A informação é da assessoria da vice-governadora.


Contra celebração


A senadora Maria do Carmo Alves (DEM) manifestou o seu irrestrito apoio às entidades que se posicionaram contra a celebração do dia 31 de março, data de início da ditadura militar no Brasil. “Não podemos celebrar um período marcado pela dor e pelo sofrimento; de ausência de democracia. Isso é um retrocesso e, tenho certeza, que também representa um constrangimento para os que compõem as Forças Armadas do nosso país”, afirmou Maria.


Falsos atrito


Segundo a assessoria, “mas parece que esse alinhamento do governador Belivaldo com a sua vice encontra insatisfação. Juntos eles podem vencer os desafios do governo, produzindo muitos resultados para a população. Como consequência, chegarão fortes em 2022. Será essa a razão de desejarem produzir falsos atritos entre os dois?”

Muçulmanas de Sergipe



As mulheres muçulmanas usam trajes que por certo motivarão a perda de peso, por causa do forte calor no município de Itabaianinha e adjacências.


De olho na Deso


Não passa um santo dia sem que programas de rádio e de TV não recebam reclamações sobre a DESO. As queixas são de todos os tipos (desnivelamento do asfalto das ruas, vazamento, etc.) e vêm da capital e do interior. Na descrição dos empregos de seus dirigentes e porta-vozes deve haver algum requisito de algo como ter "um banco de dados" só para desculpas, justificativas, etc. O que acontece com essa empresa? Falta de planejamento? Falta de manutenção?

 

Sobraram 41 mil

 

Muita gente de Nossa Senhora do Socorro vai continuar a sonhar com uma casa própria, pendurada ou não aluguel. Mais de 42 mil pessoas se inscreveram para o sorteio das casas e ap0enas 1 mil ganharam um teto onde morar e chamar de seu. O déficit habitacional em Socorro e em Sergipe continuará alto.

 

Delegacia de flagrantes

 

Está em funcionamento a Delegacia de Flagrantes, uma delegacia aberta 24 horas. A ideia é boa, se ela tiver muitos funcionários para fazer rapidamente os registros e liberar os policiais para novas tarefas. Do contrário, aumentará o tempo de espera. Torcemos para que dê certo.

 

São Cristóvão

 

Vereador de São Cristóvão denunciou em emissora de rádio casos de nepotismo atribuídos ao prefeito atual da primeira capital de Sergipe, Marcos Santana.

 

Sem computador

 

É mesmo uma forma de violência contra pessoas pobres que não possuem computador em casa exigir que elas façam a matrícula on line de seus filhos em escolas públicas. Dizem que as filas acabaram, mas essas pessoas precisam recorrer a lan houses ou a vizinhos. A tecnologia ajuda muita gente, mas também se torna obstáculo para outras pessoas. A SEED deve ficar atenta a esses casos.

 

Lama de Brumadinho

 

Falou-se, há uma semana, que a lama tóxica de Brumadinho já teria alcançado o Rio São Francisco. A direção da CHESF precisa deixar a população dos estados banhados pelo Velho Chico informada em relação a uma contaminação maior (ou não) do rio da integração regional.

 

Ainda Brumadinho

Comentários, em tom de brincadeira, dão conta de que, pela velocidade em que era conduzida para as águas do rio São Francisco, na semana passada, a lama tóxica de Brumadinho já teria percorrido todo o “Velho Chico”. Portanto “quem bebeu, bebeu e quem não bebeu, não bebe mais”.

 



Coluna Eugênio Nascimento
Com.: 0
Por Eugênio Nascimento
23/03
19:50

Coluna Primeira Mão


Cadê a homenagem?

O prefeito de Aracaju, Edvaldo Nogueira, até onde sabemos, ainda não designou uma "Rua Marielle Franco". Em várias cidades brasileiras e do exterior, ruas, avenidas e praças ganharam o nome da brasileira brutalmente assassinada por causa de sua luta pelos direitos humanos.


Brasília em pé de guerra



Brasília virou uma "praça de guerras palacianas". As instituições estatais, todas, parecem ter entrado num processo de autofagia. Ninguém se entende. É nessas horas que as figuras de estadistas são necessárias. Bolsonaro, o atual presidente, é mais um fator de divisão entre as instituições.


Prisão de Temer


Pelo que se ouve nos meios políticos de Sergipe, a prisão do ex-presidente Michel Temer (MDB) só desagradou mesmo ao ex-governador Albano Franco (PSDB), de quem ele é muito amigo. Os emedebistas tão nem aí.


Arrumando a casa



O prefeito Edvaldo Nogueira fez algumas mudanças no seu secretariado que indicam que ele será mesmo candidato à reeleição. Chamou para fazer parte de sua equipe o publicitário Cauê. Retirou o professor Bittencourt da Câmara de Vereadores de Aracaju e o colocou na Secretaria de Assistência Social, possibilitando a posse do filho do deputado federal João Daniel na mesma câmara e portanto "fechando" com, pelo menos, parte do PT. Do lado da oposição, também são muitas as movimentações voltadas para 2020.


Péssima notícia


Corre a boca miúda a informação de que a Avianca cancelará o voo Aracaju (SE)-Salvador (BA) e Salvador-Aracaju, ou seja, não teremos mais voos diretos entre nossa capital e a capital baiana.
No site e nas agências, as passagens não estão mais sendo vendidas a partir do dia 01/04. Mais uma péssima notícia para o setor e para o Turismo que já sofre com a redução da malha aérea o que dificulta a chegada de turistas ao nosso estado. Esse voo era muito importante não só pela ligação entre as duas capitais mas, também, como uma importante rota de conexão.


Nosso aeroporto


O Aeroporto de Aracaju foi privatizado. Não pertence mais à INFRAERO. Um grupo espanhol, ENA, o arrematou, prometendo investimentos etc. Não é uma certeza que os serviços serão melhorados, pois as agências regulatórias não trabalham do lado dos consumidores, que questionam muito as atividades aeroportuárias em todo o país.


Desconhecida


Foi muito esquisita a ação do Ministério do Turismo, em homenagem aos 164 de nossa capital, colocar uma foto da Bahia e depois outra foto de São Cristóvão. Até acertar na terceira vez. Nós queremos crer que tudo não passou de incompetência de funcionário encarregado da tarefa. Para o Ministério do Turismo, Aracaju deve ser uma ilustre desconhecida.


Safra boa


As chuvas que atingiram o interior de Sergipe nos últimos oito ou nove dias tem, motivado o trabalhador rural a preparar o solo para o plantio do milho, amendoim e do feijão. A turma do campo aposta que teremos boa safra.


Tuberculose


Sergipe registrou este ano, até o último dia 20, exatos 131 casos de tuberculose. Nos 12 meses de 2018 o número de atingidos pela doença chegou 834. Para o ano em curso, aposta-se em uma tendência de queda. É esperar para ver.


Inundações



Toda área no fundo do BATISTÃO, em Aracaju (SE), foi aterrada e o resultado está aí a natureza cobrando seu espaço de volta. Toda vez que temos marés altas e/ou uma chuva no capricho o bairro 13 de Julho e adjacências inundam.



Gasolina no fogo


O senador Alessandro Vieira tem recebido destaque da mídia nacional por conta de sua proposta de CPI sobre os tribunais superior. Se conseguir esse intento, estará jogando gasolina para apagar a cidade em chamas que é Brasília. O gaúcho tornado sergipano também chamou a atenção por ter contratado como seus assessores o seu próprio suplente de senador e alguns políticos derrotados nas eleições passada. Foi ele quem disse que faria concursos para sua assessoria, dizendo ser essa a nova política.


Dengue cresce


É assustador tomar conhecimento que a dengue está fora de controle em Sergipe. Segundo esse Jornal da Cidade noticiou na semana que passou, a dengue cresceu 170% em Sergipe. Esse problemão está a esperar uma resposta à altura das autoridades sanitárias estaduais e municipais.


Navegação jurídica


O professor Afonso Nascimento lançará logo em breve o seu mais novo livro, “Navegação Jurídica”. Trata-se de uma série de artigos e entrevistas publicadas no Jornal da Cidade e internamente, na Universidade Federal de Sergipe.



Coluna Eugênio Nascimento
Com.: 0
Por Eugênio Nascimento
17/03
09:36

Coluna Primeira Mão

Ulices Andrade

O presidente do Tribunal de Contas de Sergipe, conselheiro Ulices Andrade, descartou a possibilidade de disputar o Governo de Sergipe em 2022. Ele disse à coluna que “não tenho intenção nenhuma nesta direção”. Ele acrescentou: “no momento estou na torcida para que o governador Belivaldo faça uma grande administração”.


Cargos federais

Somente na próxima terça-feira, 19, o segmento da bancada federal próximo do Governo Bolsonaro definirá as suas indicações para os cargos públicos da União no Estado de Sergipe. A senadora Maria do Carmo (DEM) disse que o seu filho, empresário João Neto, não indicou Walmor Barbosa para a Codevasf. O deputado Fábio Mitidieri afirmou que o nome de Walmor conta com a simpatia da bancada.

Bate boca

Os enfrentamentos entre petistas e comunistas, do PC do B, empçafrtgicular com o prefeito de Aracaju, Edvaldo Nogueira, nunca passam de bate boca. Na verdade, essas críticas que uns fazem aos outros nunca terminam em racha político. Até parfece que PT e PC do B nasceram para caminhar juntos. Só os abestados levam esses atritos a sério.

Assistência Social

Na próxima segunda-feira, às 11h, o professor e vereador Bitencourt assume a Secretara Municipal de Assistência Social. A solenidade de posse acontecerá no Centro Administrativo da PMA.

Camilo vereador

O suplente de vereador Camilo Feitoza Daniel (PT) será empossado como vereador na Câmara de Aracaju na próxima terça-feira, 19. Substitui Bitencourt (PC
do B


Direita sergipana


De Flávio Oliveira Rodrigues, um dos coordenadores do Movimento Direita Sergipana: “O movimento não está indicando pessoas, mas estamos de olho nas indicações que estão sendo feitas e fiscalizando para evitar que oportunistas e pessoas não alinhadas as ideias defendidas por Bolsonaro durante a campanha possam ocupar cargos e atrapalhar o projeto do novo Brasil que começa a acontecer. Desde sempre também defendemos o enxugamento da máquina pública com a redução do número desses cargos, os quais a nível nacional Bolsonaro cortou mais de 20 mil deles esta semana”.


Rearrumação em Itabaiana


A notícia política mais importante da semana que passou foi a libertação do prefeito de Itabaiana, Valmir de Francisquinho, e a autorização para que ele reassuma o governo daquela cidade. Inevitavelmente, um novo rearranjo das forças políticas locais já está ocorrendo. Os ânimos estão um tanto agitados por lá.


Sergipe-Alagoas


Comenta-se em Alagoas que tudo está sendo encaminhado, inclusive o projeto, para a construção da ponte Neópolis (SE) - Penedo (AL), sobre o rio São Francisco. A ponte terá 1.072 metros de comprimento e 21,10 metros de largura. Quando era governador de Sergipe, Marcelo Déda brigava para que a ponte ligasse Brejo Grande (SE) a Piaçabuçu (AL), mas, pelo visto, essa ideia já morreu.


Sinais da crise


Centenas de apartamentos estão à venda ou à disposição para aluguel em Aracaju. Mas não aparecem compradores. Os mais caros e com maior dificuldade para venda estão nos bairros 13 de Julho, Jardins, Atalaia, São José, Garcia, Grageru, Coroa do Meio


Nordeste é destaque


O governador Belivaldo Chagas acompanhou o leilão do aeroporto de Aracaju esta semana e saiu satisfeito em ver a confiança de investidores internacionais no potencial econômico do Nordeste. O bloco de aeroportos que Sergipe estava incluso foi um dos mais disputados e foi arrematado pela empresa espanhola Aena por R$1,9 bilhão. “Sergipe está de parabéns. A empresa Aena tem conhecimento na área turística e quem vai sair ganhando é Sergipe”, disse Chagas. Vale lembrar que a última reforma realizada no aeroporto de Aracaju ocorreu no Governo Albano Franco.


PPPs


O anúncio de formalização de Parcerias Público-Privadas (PPP's) para administração da Central de Abastecimento de Itabaiana (Ceasa) e do Centro de Convenções de Sergipe, feito pelo governador Belivaldo Chagas, animou até nomes da oposição, como Milton Andrade. O jovem comentou a decisão e a considerou acertada. “Vai melhorar o turismo, o fornecimento, diminuir gasto público e melhorar a receita do Estado. É disso que estamos precisando”, disse em vídeo publicado nas redes sociais.


Vale a sensatez


Pais e mães de estudantes de escolas públicas não escondem sua preocupação quanto à segurança de seus filhos, depois da matança em Suzano. Da mesma forma que os atiradores de lá imitaram o que não raramente acontece em escolas americanas, alunos sergipanos podem querer imitar seus colegas de São Paulo. Por incrível que pareça, a situação nas escolas privadas pode ser ainda mais preocupante porque são verdadeiras fortalezas, tornando difícil a fuga de estudantes. Dificultar o porte e a posse de armas ainda é o caminho da sensatez.


Bons serviços


Taxistas e motoristas do Uber e do 99 prestam serviços bons na praça de Aracaju. A vantagem do transporte por aplicativos é que os motoristas, homens e mulheres, são mais educados, o valor da corrida é muito mais barato e os carros parecem receber mais atenção dos taxistas. A receita é simples.


Parceria saudável


Todos os sergipanos estão torcendo para que funcione a parceria entre o governo do Estado e o Hospital de Amor, oriundo de Barretos, em São Paulo. Aparentemente serviços prestados pelo Hospital de Cirurgia e do HUSE estão ultrapassados. Vamos esperar os resultados.


Desgaste político


O senador Alessandro Vieira conseguiu dar uma pisada na bola ao anunciar aos quatro ventos que seus assessores passariam por processo seletivo etc. e tal. Que nada disso! Colocou o seu suplente de senador como assessor, bem como pessoas de suas ligações políticas e partidárias de outros estados. Onde já se viu isso?


Fim de festa


Por seis votos a cinco, o STF transferiu crimes de caixa dois para o Tribunal Superior Eleitoral. Acabou com a festa da "República de Curitiba" que parecia mesmo ter mais poderes que a suprema corte brasileira. Os objetivos da Operação Lava Jato já tinham sido alcançados em muitos sentidos. O Brasil precisa voltar à normalidade de antes dessa operação, que fez o país desandar até hoje.


Contra fraudes


O combate às fraudes no INSS tem provocado muitos transtornos a aposentados e a pensionistas. O objetivo é bom, mas tem sido feito de uma forma errática. Tem gente que precisa ir mais de uma vez à repartição para provar que não está morta.


Ar condicionado


Em algum momento, todas as escolas públicas estaduais e municipais sergipanas terão de ter aparelhos de ar condicionado. Temos ouvido relatos de professoras sobre o quão desagradável é dar aulas nessa época de verão. Aí, segundo um gaiato, os alunos não quererão faltar às aulas, principalmente aqueles do Sertão.


Assédio


O assédio moral no local de trabalho agora é crime. É preciso que alguém explique aos "chefes" do setor público e do setor privado o que isso significa, pois essa é uma prática muito corrente em repartições e escritórios. Nos dois setores, mais na esfera privada, "chefes" que esculhambam funcionários acham que isso é a coisa mais normal do mundo.



Coluna Eugênio Nascimento
Com.: 0
Por Eugênio Nascimento
10/03
09:25

Coluna Primeira Mão

 Só gratidão

Consultado pela coluna, o atual presidente do DEM, Mendonça Prado, disse que por   enquanto, não tem motivo para sair do partido. “O que acontece é que geralmente os partidos são comandados direta ou indiretamente por quem tem mandato. Sendo assim, está de acordo com as regras que vigoram na política.Não há nenhuma insatisfação da minha parte, apenas gratidão”. Há comentários dando conta de seu afastamento da presidência do DEM e a agremiação passaria para o comando do deputado federal Laércio Oliveira.


Quer cassar


A procuradora regional eleitoral, Eunice Dantas, anunciou na manhã da sexta-feira que já fez as alegações finais no processo que a Procuradoria move contra a chapa Belivaldo/ Eliane. Eunice vai pedir a cassação do registro da chapa.


PRB de olho na SMTT


Há intensos comentários apontando o advogado Chico Dantas como futuro superintendente da SMTT de Aracaju. O prefeito Edvaldo Nogueira nega acordo político com o PRB e Dantas também nega que tenha sido convidado para ocupar cargo na PMA.


Mudou muito


Muitos dos sergipanos que elegeram o delegado Alessandro Vieira estão decepcionados com seu desempenho no Senado. Reclamam que não sabiam que ele iria usar o seu mandato para pedir CPI contra magistrados dos tribunais superiores. Dizem que o delegado da campanha é diferente do delegado empossado senador.



Rede podre



A rede de tubulação da Deso (Companhia de Saneamento de Sergipe) ‘explode’ em todo o Estado. Toda semana tem um aguaceiro em algum município deste Estado.  Está podre?



Previdência em debate



As seções de Sergipe da Associação Brasileira dos Juristas pela Democracia –ABJD e da Associação Brasileira dos Economistas pela Democracia- ABED vão realizar no próximo dia 19 de março, na sede da OAB, das 19h às 21h30, a Mesa Redonda “A previdência necessária para a democracia com justiça social”. Os debatedores do tema serão Guilherme Teles (OAB-SE), Hiderardo Luiz Moura de Jesus (especialista em Direito Previdenciário) e José Roberto de Lima Andrade (Sergipe Previdência). A moderação dos debates será realizada por Márcos Póvoas (ABJD-SE) e Ricardo Lacerda (ABED-SE).



MPE e os matadouros


O Ministério Público Estadual de Sergipe (MPE) apresentou algumas condições para que esses matadouros sejam reabertos, entre as quais as exigências de licenças ambientais e em condições legais de funcionamento”.



Nas redes



Duas senhoras da classe média sergipana estavam indignadas, numa delicatessen, com o fato de o presidente Bolsonaro tem colocado o vídeo obsceno no Twitter. Diziam que, se ele faz isso em dois meses de mandato, pode mandar o mundo às favas e postar coisas piores. Pois é, aquela história pegou mal mesmo.

 

Sem árvores

 

Aquelas pessoas que chamam São Paulo uma "selva de pedras" têm toda a razão. É muito concreto por todos os lados. Mas esquecem que em São Paulo, quando chove pra valer, são centenas de árvores que são derrubadas pelo vento e pela chuva. Em Aracaju, ao contrário, pode vir um dilúvio que nenhuma árvore será derrubada. É uma das cidades menos arborizadas do Brasil.


Maria no Senado



A senadora Maria do Carmo teve um desempenho pífio nos primeiros quatro anos de seu mandato. Pode se justificar: o estado de saúde de seu marido. Tudo bem, tudo bem. Mas ela pode se lembrar sempre que tem suplente para ocupar o seu posto de vez em quando. Não é para isso que existe suplente?



Turismo em Sergipe



Autoridades públicas sempre estão lembrando do turismo como um caminho para o desenvolvimento econômico de Sergipe. Vamos admitir que sim se os governos fizerem investimentos para tornar Sergipe mais atrativos aos turistas. Como está hoje, os turistas não têm atrações para ocupar o seu tempo por alguns dias. Para que se tenha uma ideia da falta de profissionalismo quando se trata de turismo, os dois principais museus de Aracaju ficaram fechados segunda e terça de Carnaval. Não é por aí que nos tornaremos um pólo turístico.



Direitos delas



Com toda a razão, as mulheres sergipanas dizem que estão cansadas de receber flores no dia 8 de março de cada ano. Em lugar das flores, querem respeito, salários iguais aos dos homens para as mesmas atividades e o fim da violência doméstica, creches para seus filhos e mais empregos. É isso aí.



Questão de poder



Todo o poder emana do povo ou todo o poder vem das Forças Armadas? Mais uma declaração desastrosa do presidente Bolsonaro, para quem a democracia e as liberdades vêm dos militares. Segundo o ministro do STF, Marco Aurélio, todo o poder emana do povo. São duas visões do mundo bem opostas.



Imposto de Renda


Pouco mais de 200 mil sergipanos deverão fazer suas declarações de imposto de renda. Desse total, só uma pequena parcela paga o tributo, enquanto a outra fatia recebe restituição ou não paga nada. O governo federal sabe que entre os profissionais liberais é muito grande o número dos sonegadores, mas nada faz.



Páginas amarelas



As páginas amarelas da revista Veja desta semana trouxeram uma entrevista interessante com o vice-presidente Hamilton Mourão. Experiente, o general parece saber das coisas. Chamou a atenção o título da matéria dado pela revista: "Um vice na expectativa". O que a revista será que queria dizer com isso?



Coluna Eugênio Nascimento
Com.: 0
Por Eugênio Nascimento
03/03
11:48

Coluna Primeira Mão

Na marcação
Do ex-senador Almeida Lima: “A máquina continua inchada; ele não fez o bê a bá; e muitas despesas não são legítimas. O mais grave é que ele, governador, sabe disso, desde quando foi Secretário de Educação. E nós vamos Passar a Limpo. Aguarde”. Almeida não tira os olhos do governo Belivaldo Chagas.

Serviço demais
Confiram se isso sempre acontece. Quando servidores fazem greves ou algum protesto e são contestados por alguma autoridade púbica, as suas lideranças, invariavelmente, vão sempre responder que a categoria precisa de concurso público para prestar melhor serviço e assim por diante.

Mau momento
A economia sergipana não vive um bom momento. Tem 15% de desempregados e não há expectativa de que esse quadro possa ser mudado a curto prazo.

Boa notícia
É muito boa a notícia de que a Exxonmobile solicitou licenciamento para explorar petróleo em Sergipe. Sergipe e o Brasil precisam de investimentos produtivos e não de especulações na Bolsa de Valores.

Antes tarde...
Deu no Jornal da Cidade na semana que acabou que a Companhia Hidroelétrica do São Francisco (CHESF) "elaborou um plano de segurança para a Usina de Xingó, em Sergipe". A motivação teria vindo das tragédias de Mariana e de Brumadinho, em Minas Gerais. Esse é um país de brincadeira? Dá pra gente acreditar nisso? Tudo bem. Antes tarde do que nunca.

CPI do Judiciário
O senador sergipano de primeira viagem, delegado Alessandro Vieira, atentando ao que diz a lei sobre a criação de CPI (tem que apurar fatos concretos), vai dar nomes aos bois, indicando quem são os juízes que serão objeto de sua Comissão Parlamentar de Inquérito. O desassombrado senador deve saber o que está fazendo. Se a comissão funcionar, será aberta mais uma fonte de tensão entre o Legislativo e o Judiciário.

É carnaval
O carnaval é a maior e mais bonita festa do mundo. E é mesmo. Seja na forma de escolas de samba ou de blocos de todos os tipos, brasileiros não ficam parados, deixam de lado pequenos e grandes problemas e entram na folia e se divertem.

Boa oportunidade
Os empresários brasileiros não deveriam perder a oportunidade de exportar para a desabastecida Venezuela. O presidente Nicolas Maduro declarou que, se o Brasil quiser vender os produtos que seu país precisa, ele compra. Como Bolsonaro sempre diz que fará um governo "sem viés ideológico", essa seria uma boa chance para ganhar e aquecer um pouco mais a nossa economia, cujo PIB de 2018 não passou de 1,1%.

Provocações
Zé de Abreu, veterano ator da Globo, chamou a atenção ao autodeclarar-se presidente do Brasil, com direito a faixa presidencial e montagem de fotos com os mais importantes presidentes e primeiros-ministros do mundo. Para completar, um professor de Direito da UERJ completou a brincadeira dizendo que o presidente Bolsonaro não deveria receber no Palácio do Planalto o autodeclarado "presidente" venezuelano Juan Guaidó e, sim, José de Abreu.

Óticas
Não é só mercado de farmácias que está inflacionado, embora haja uma concentração de grandes empresas. Também o mercado de óticas cresceu muito em Aracaju. Em certos espaços, são lojas ao lado de outras, ou lojas em frente a outras lojas. A maioria dessas lojas são franquias. E isso não é só no verão, quando óculos para proteção do sol vendem mais. O que está acontecendo? Há quem diga que isso tem a ver com o uso exagerado de computadores e celulares.


Coluna Eugênio Nascimento
Com.: 0
Por Eugênio Nascimento
24/02
13:23

Coluna Primeira Mão

Sergipe hibernando

 

Alguns empresários comentam abertamente em bares e restaurantes de Aracaju que “Sergipe encontra-se em estado de hibernação desde o último governo do petista Marcelo Déda, continuou com o emedebista Jackson Barreto e segue com o peessedista Belivaldo Chagas”. Avaliam que não há investimentos suficientes para superar os fechamentos de empresas. Lembram a Fafen, Fábrica de Vidros, Grupo João Santos e agora a Sabe, que fecharam as portas/hibernaram ou demitiram seus quadros? Muitas prestadoras de serviços fecharam suas portas por causa da redução de exploração do petróleo em Sergipe. É muito desemprego.

 

De olho nos CCs

 

A disputa entre civis e militares ou entre militares e civis por empregos no governo do presidente Jair Bolsonaro continua em todos os escalões. Isso tem gerado algumas guerras palacianas. Ainda existem muitas vagas de empregos em Brasília e nos estados que ainda não foram preenchidas. Aqui em Sergipe, por exemplo, há movimentações de políticos da bancada federal para indicar parentes, amigos e aliados para alguns desses bons CCs do governo federal.

 

Preocupação com BNB

 

Do ex-senador Antônio Carlos Valadares (PSB): Por que o governo federal quer unir BNB e BNDES? É estranha essa proposta do ministro Paulo Guedes (da Economia). O BNDES nunca deu prioridade à região nordestina, sempre em 1º lugar, as regiões mais ricas; então aguardem mais aperto no financiamento para o NE e mais desemprego.

 

Saúde péssima

 

O sistema de saúde pública funciona (?) precariamente em todo o Estado de Sergipe. A grande maioria da população doente e não-doente dos 75 municípios (não se faz necessário realizar pesquisa) não gosta da qualidade dos serviços e muito menos das longas filas que enfrentam diariamente para um atendimento precário.

 

Uso da máquina

 

Patrocinar blocos e bloquinhos de Carnaval tem bom retorno eleitoral. Nisso acreditam muitos vereadores de Aracaju. Essa crença não é conta de ninguém, mas pedir disponibilização de policiais militares para garantir a segurança e fechamento de ruas e avenidas, isso é da conta de todo o mundo. Não dá para deslocar policiais para assegurar bloquinhos e o resto da cidade ficar desguarnecida, como também bloquear ruas e avenidas que impeçam a passagem de ambulâncias e carros de bombeiros. É preciso moderação nesses arroubos de políticos e foliões.

 

Sem grana e sem festa

 

Decisão importante tomou o TCE ao proibir que prefeituras que não estão com os salários de seus servidores em dia não poderão financiar festas da carnaval. Salários significam alimentação, gastos com remédios, pagamento de contas de água, luz e telefone, etc.

 

Matadouros de Sergipe

 

Dizem que os sergipanos estão comendo carne vermelha vinda de estados vizinhos por causa da interdição de 26 matadouros pelo Ministério Público Estadual. A medida é boa, mas o seu timing não foi pensado com prudência. Existe alguma previsão de quando os problemas dos matadouros serão regularizados?

 

Precisa crescer

 

Na semana que passou teve uma pequena "festa da laranja" na Câmara dos Deputados. Mas ela não chega nem perto da Festa da Laranja de Boquim, realizada todo o ano em novembro. Esse é, aliás, um setor de nossa economia que anda merecendo mais atenção de nossos governantes. Sergipe precisa voltar a ser o segundo produtor de laranja do Brasil.

 

Use creolina

 

Quando não trazem o seu próprio meio de locomoção, turistas tomam táxi e fazem muitos passeios a pé. A muitos taxistas fazem muitos elogios sobre Aracaju, mas não escondem uma restrição: a fedentinha que sai dos bueiros e dos esgotos a céu aberto da capital. Por que o prefeito não usa creolina?

 

O caso da Venezuela

 

O presidente Bolsonaro pode estar mudando a tradição diplomática brasileira, se a gente tomar o caso atual da Venezuela. O Brasil sempre foi moderador, mediador de conflitos etc. Esse alinhamento que parece ser incondicional com os EUA no caso da Venezuela pode criar maior desconfiança de seus vizinhos sul-americanos, que já nos percebem como "sub-imperialistas". Todo o mundo sabe que Trump quer o petróleo venezuelano. As pessoas também devem lembrar da pressa com que Tony Blair, primeiro-ministro inglês, ao presidente George Bush filho na sua luta contra armas de destruição em massa no Iraque. Até hoje ninguém encontrou essas armas.

 

Pacotão da Previdência

 

Previdência social ou proteção social? Foi feita essa distinção para deixar de fora do pacote enviado ao Congresso policiais militares, bombeiros e membros das Forças Armadas. Essas três categorias também são funcionários públicos. Não pegou bem a não inclusão desses servidores públicos no “pacotão geral”.

 

Aposentadorias

 

Aposentadoria é um assunto que mexe com todos os brasileiros e trocar de modelo de aposentadoria é algo que não deixa ninguém indiferente. A proposta enviada ao Congresso sofrerá muitas mudanças. Os nossos deputados federais e senadores precisarão explicar aos sergipanos como estão pensando em votar. Os servidores públicos se mostram tensos quando falam no assunto.


Tratores demais

 

Todos os deputados federais e senadores que estavam no exercício de mandatos no período de 2015 à 2019 trouxeram para Sergipe pelo menos uns 02 ou 03 tratadores anualmente, através de emendas ao Orçamento Geral da União (OGU) ou programas do governo federal. Por que não bancar a construção de novas praças e arborização das cidades?

 

IstoEra – A revista IstoÉ, que chega às bancas de todo o Brasil semanalmente nas sextas-feiras ou sábados, aparece em Aracaju na quarta ou quinta-feira da semana seguinte, quando as informações já estão totalmente velhas, ultrapassadas.

 

Atrativos - Sergipe precisa ter atrativos turísticos. Nos dias de hoje, constróe-se e não precisa depender muito de belas paisagens naturais. Faz-se. Dá para mudar as entradas das cidades do interior, por exemplo. Todas elas têm imagens do Santo ou Santa padroeira. É uma mesmice só.



Coluna Eugênio Nascimento
Com.: 0
Por Eugênio Nascimento
16/02
15:27

Coluna Primeira Mão

 Saudáveis demais

 

Segundo autoridade da Secretaria Estado da Saúde, apenas 52 municípios sergipanos aderiram ao Programa Mais Médicos. Quais são esses 23 municípios cujas populações podem dispensar a presença de médicos da família em Sergipe? Salvo engano ou erro de nossa parte, essa informação é um convite à atuação de muitas autoridades estaduais e municipais para dar fim às doenças que atingem os sergipanos.

 

Belivaldo quer apoio

 

O governador Belivaldo Chagas fez um apelo para que todos os poderes se somem para enfrentar a crise financeira que atinge o Estado. Chagas, que participou da s3essão der abertura do ano legislativo na ALESE, disse que  não pretende esconder as dificuldades e vai ser cada vez mais transparente. E admitiu: a nossa Previdência quebrou. Neste ano de 2019, o déficit mensal deverá atingir R$ 100 milhões/mês, R$ 1,2 bi ao final dos 12 meses. Ele alertou à todos  que se não houver receita extraordinária já em abril não conseguirá cumprir o calendário de pagamento de funcionalismo.

 

Buscando sair da crise

 

Desde que assumiu Belivaldo vem adotando severas medidas de economia, diminuindo locação de veículos, uso de telefonia, revendo contratos. Extinguiu 900 cargos em comissão, enxugando cargos também no segundo escalão, está em andamento uma auditoria na folha dos servidores para identificar anomalias.

 

Reação do prefeito

 

O prefeito de Aracaju, Edvaldo Nogueira, sabe se defender. Foi para o ar no rádio e cutucou aqueles que estavam botando a cara como possíveis pré-candidatos e desfazendo a sua imagem de obreiro. Nogueira está com a gestão cheia de obras para inaugurar até 2020, aliás tem obras para até 2021. Bater nele não parece uma boa ideia.

 

No batente

 

O ex-senador Eduardo Amorim voltou a atuar com maior intensidade como anestesiologista. Ele gravou mensagem vestido como tal e postou nas redes sociais. Aparentava estar satisfeito.

 

Sangue novo na Alese

 

O presidente da Assembleia Legislativa de Sergipe, Luciano Bispo, entrará para a história da instituição por ter realizado o primeiro concurso público para ter funcionários estáveis. O seu porta-voz declarou que os classificados, mas não todos, estarão em breve sendo convocados.

 

Ainda os matadouros

 

Às vezes membros do Ministério Público fazem a coisa certa, mas não pensam nas consequências de seus atos. Esse é o caso do fechamento de matadouros, uma medida que esta coluna apoia. Antes de tomar essas decisões e mesmo depois delas, precisa ter soluções provisórias, enquanto o problema não é saneado. Do contrário, resolve um problema e cria outro.

 

Turistas escondidos

 

Os dados oficiais apontam que Sergipe recebe anualmente algo em torno de 1,2 milhão de turistas. A mesma quantidade de Alagoas. Dá para acreditar?

 

Seria bom, mas...

 

A proposta de "CPI da Toga" feita pelo senador novato Alessandro Vieira seria muito importante, porque passaria a limpo os nossos tribunais superiores, mas o momento não é apropriado. Colocaria a magistratura contra a parede, num período em que as instituições estão fragilizadas por crises que parecem permanentes.

 

Regulamentação da folia

 

O Carnaval com bloquinhos é uma boa ideia, mas precisa ser regulamentada. Numa cidade como Aracaju,  cheia de carros, não é razoável que uma ou duas dezenas interrompam o trânsito e prejudique a mobilidade dos motoristas, além de ambulâncias, de bombeiros e de pessoas que estejam levando parentes a hospitais. Ruas e avenidas necessitam ser destinadas para esse fim. Isso regulamentado, o negócio é deixar a folia correr solta.

 

Tudo é carnaval

  

Se é que existe, quais os municípios de Sergipe que estão em condições financeiras equilibradas para promover o Carnaval 2019? Na verdade, nenhum. Mas não dá para deixar a festa cair no esquecimento. Dá para organizar blocões para o povo se divertir

 

Organismos demais

 

Os brasileiros não têm a cultura de fiscalização e, portanto, a cultura de prevenção de acidentes. Por que isso? Porque "ninguém" gosta de aplicar a lei. Agora, depois que uma tragédia ou acidente acontece, é impressionantemente grande o número de instituições convocadas para dar explicações sobre os fatos ocorridos. Cada uma diz ter feito a sua parte. A responsabilidade pelos desastres sempre é dos outros. Ordens são emitidas para que barragens, alojamentos de meninos talentosos que querem ser jogadores etc. sejam vistoriadas. Depois que os desastres e as tragédias ficam para trás, os órgãos responsáveis por fiscalizam são deixados de lado e... a vida continua para quem sobreviver.

 

Nada de pós-verdade

 

Os gurus da extrema direita e direita nos meios universitários sustentam que a ditadura de Hitler na Alemanha era um governo socialista. Santa ignorância! Qualquer livrinho de história da Europa que o "Socialista" foi usado como forma de atrair massas humanas ligadas aos partidos comunistas e socialistas da Alemanha nazista. Distorcer a história não vale, nada de pós-verdade!



Coluna Eugênio Nascimento
Com.: 0
Por Eugênio Nascimento
Primeira « Anterior « 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 » Próxima » Última

Enquete


Categorias

Arquivos