18/11
19:01

Trânsito nos trechos das vias em obras fica em meia pista nesta terça, 19

SMTT sugere que condutores optem por rotas alternativas

A Prefeitura de Aracaju informa que os corredores Beira Mar, Jardins e Augusto Franco continuam com o trânsito em meia pista nesta terça e quarta-feira, dias 19 e 20, nos trechos onde as frentes de trabalho executam as obras de requalificação do pavimento asfáltico. Para amenizar os transtornos, agentes da Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT) atuam diariamente nos locais em obras.

Corredor Beira Mar e Corredor Centro/Jardins

O trânsito na avenida Beira Mar (sentido Sul) fica em meia pista nesta terça e quarta, 19 e 20, em dois trechos: entre o cruzamento com a avenida Murilo Dantas e o antigo Palácio de Veraneio e do cruzamento com a avenida Paulo Silva até a Murilo Dantas. Nesses dois dias, o serviço de recapeamento do corredor Centro/Jardins permanece concentrado na avenida Ministro Geraldo Barreto Sobral (sentido Sul), do cruzamento com a avenida Sílvio Teixeira até a Tancredo Neves. Apenas na terça, haverá frente de serviço em dois trechos da avenida Pedro Valadares (sentido Norte): próximo ao cruzamento com a avenida jornalista Santos Santana e próximo à Praça da Imprensa.

Corredor Augusto Franco e Avenida Antônio Cabral

A construção da ciclovia da avenida Augusto Franco avança e agora as equipes de trabalho estão concentradas no trecho entre as avenidas Gonçalo Rollemberg Leite e Tancredo Neves, e entre a rua São Cristóvão e a avenida Desembargador Maynard. Como o serviço está concentrado no canteiro central da avenida, não há interdição da via para execução da obra. Nos próximos dias também haverá obra de recapeamento na avenida Antônio Cabral, no trecho da via próximo aos Mercados Centrais.

Fonte: AAN
Foto: Secom/PMA


Variedades
Com.: 0
Por Redação
18/11
18:50

Aracaju registra melhor resultado do ano no combate ao Aedes aegypti

Cidade voltou a alcançar 0,9 de Índice Predial em novembro, representando uma queda de mais de 64% em relação a julho

Aracaju está, novamente, entre as cidades com baixo risco para o aparecimento de surtos ou epidemias de doenças transmitidas pelo Aedes aegypti. O dado foi divulgado na manhã desta segunda-feira, 18, pelo prefeito Edvaldo Nogueira, durante a apresentação dos resultados da 6ª avaliação epidemiológica realizada na capital sergipana em 2019. Segundo o Levantamento de Índice Rápido do Aedes aegypti (LIRAa), a cidade voltou a alcançar 0,9 de Índice Predial em novembro, representando uma queda de mais de 64% em relação a julho, quando a cidade teve o maior pico registrado no LIRAa (2,6); com isso, a capital registra o melhor resultado do ano na avaliação.

Os dados apontados no último ciclo de 2019 revelam que, dos 43 bairros de Aracaju, 26 apresentam baixo risco, o que representa 60% das localidades. A análise também mostra que 15 estão com médio risco e, apenas, dois bairros, com alto risco, sendo eles o Cidade Nova e o Dom Luciano. O levantamento também assinala para outra mudança: o percentual de criadouros para o Aedes aegypti. Enquanto no 5º LIRAa 5,5% das larvas eram encontradas em locais com acúmulo de lixo (terrenos baldios e pontos de descarte irregular de lixo), na última análise foi verificado que somente 2% dos focos permaneceram nessas áreas. Para aumentar a eficácia das ações de combate ao mosquito da dengue, a Prefeitura de Aracaju firmou, durante a solenidade de apresentação do LIRAa, uma parceria com a Cruz Vermelha Brasileira, uma associação civil, sem fins lucrativos, de natureza filantrópica. O objetivo do convênio é implementar atividades de conscientização e prevenção, junto à população, usuária do SUS de Aracaju, para que a capital continue livre de surtos e epidemias de doenças transmitidas pelo mosquito.

Pelo termo de cooperação, a Cruz Vermelha doará kits com materiais educativos (panfleto e folder), repelente, aerosol inseticida e repelente elétrico com refil líquido, para mais de mil famílias. À Prefeitura, através da Secretaria da Saúde, caberá apresentar informações técnicas necessárias para a execução do termo, especialmente com a indicação dos locais com maior número de focos do mosquito. Também será de responsabilidade da gestão municipal a disponibilização de agentes de saúde para acompanhar os voluntários durante as entregas dos kits, e atuar como facilitadores de acesso aos domicílios e como difusores do projeto nas comunidades beneficiadas.

Plano de Intensificação

O Plano de Intensificação de Combate ao Aedes aegypti teve início em junho deste ano, após a apresentação do 4º LIRAa. Desde que foi instituído por determinação do prefeito Edvaldo Nogueira, inúmeras ações preventivas foram colocadas em prática para conter a proliferação do mosquito, a exemplo dos mutirões aos sábados, em reforço às atividades semanais, já realizadas. Coordenado pela Secretaria da Saúde, o plano conta com a participação de todas as secretarias e órgãos municipais. 

Ao todo já foram realizados 16 mutirões pela Prefeitura, contemplando os bairros Japãozinho, Santa Maria, Olaria, José Conrado de Araújo, Santo Antônio, Industrial, Dom Luciano, Pereira Lobo, Cidade Nova, Palestina e Jardim Centenário. Entre os serviços ofertados  nos mutirões estão estão as visitas domiciliares para identificação dos focos do mosquito, monitoramento de locais de difícil acesso, com a ajuda de um drone, e a limpeza de terrenos e calçadas, por agentes de limpeza da Emsurb, com a retirada de potenciais criadores. Ainda estão agendados mutirões para os dias 23 de novembro (Dom Luciano), 30 de novembro (Cidade Nova), 7 de dezembro (Santo Antônio), 14 de dezembro (Salgado Filho) e 21 de dezembro (Industrial). Atualmente, mais de 90% dos focos permanecem nas residências, sendo que 75% foram encontrados em reservatórios de água (como lavanderias, caixas d’água e tonéis), e o restante em outros depósitos domiciliares (como vasos e pratos de plantas, ralos, lajes, sanitários em desuso, etc). Em 2019, foram notificados 2.939 casos de dengue em Aracaju, dos quais 1552 foram confirmados, e quatro evoluíram para óbito.

Fonte: AAN
Foto: Ana Lícia Menezes


Variedades
Com.: 0
Por Redação
18/11
18:33

Inclusive em Sergipe - Celulares pré-pagos desatualizados são bloqueados hoje em 17 estados

Anatel informou que menos de 1% dos 91 milhões de celulares pré-pagos dessas regiões apresenta alguma pendência cadastral

As pessoas portadoras de telefones celulares pré-pagos que não atualizaram seus cadastros, após terem recebido notificação das operadoras, estão com suas linhas bloqueadas a partir desta segunda-feira (18), segundo a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel).

De acordo com a Anatel, a medida vale para os clientes dos seguintes estados: Alagoas, Amazonas, Amapá, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Maranhão, Pará, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro, Roraima, Sergipe e São Paulo.A agência informou que menos de 1% dos 91 milhões de celulares pré-pagos dessas regiões apresenta alguma pendência cadastral. Alertou também que é a última fase da campanha de comunicação aos consumidores com cadastros desatualizados, realizada pelas prestadoras Algar, Claro, Oi, Sercomtel, Tim e Vivo, dentro do Projeto Cadastro Pré-Pago, acompanhado pela Anatel. Segundo a agência, o objetivo da iniciativa é assegurar uma base cadastral correta e atualizada, para evitar a ocorrência de fraudes de subscrição (linhas associadas indevidamente a CPFs) e, assim, ampliar a segurança dos consumidores.

Como atualizar o cadastro

Quem tiver a linha pré-paga bloqueada poderá atualizar os dados cadastrais na sua prestadora pelos canais de atendimento disponíveis como: call center e espaço reservado ao consumidor na internet. A pessoa deve informar o nome completo e o endereço com o número do CEP. No caso de pessoa física, é necessário informar o número do CPF e, para pessoa jurídica, o CNPJ. Também poderão ser solicitadas informações adicionais de validação do cadastro.

Fonte: Agência Brasil
Foto: Marcello Casal Jr.


Variedades
Com.: 0
Por Redação
18/11
16:03

Brigada Itinerante de Combate à Dengue vai a Laranjeiras e Propriá nesta semana

A principal função da brigada é a educação em saúde, é orientar os moradores sobre os cuidados preventivos contra a dengue, como destruir possíveis criadouros

A Brigada Itinerante de Combate à Dengue da Secretaria de Estado da Saúde (SES) chegará esta semana aos municípios de Laranjeiras segunda e terça- feira, 18 e 19; e de quarta a sexta- feira, 20 a 22, a Propriá.  A principal função da brigada é a educação em saúde, é orientar os moradores sobre os cuidados preventivos contra a dengue, como destruir possíveis criadouros.

A Brigada conta com mais 50 agentes, que somados aos profissionais já em campo totalizam 100.  A força-tarefa do governo do Estado, gerenciada pela SES com o apoio da Fundação Estadual de Saúde (Funesa), foi criada para apoiar os municípios que estão em situação de alto e médio risco de infestação do mosquito causador da Dengue, Zica e Chikungunya. À brigada cabe, também, o trabalho de vistoriar os domicílios em busca de criadouros do mosquito, localizá-los e eliminá-los. ”Pelo menos 80% dos focos do mosquito estão dentro das casas”, alertou o coordenador da brigada, Edvaldo Ferreira Maciel.

São as lavanderias as campeãs em criadouros, mas o lixo urbano vem logo atrás, trazendo copinhos, casca de ovos e outros itens que acumulam água e são prósperos em larvas tanto quanto as caixas d’água. Há, ainda, os reservatórios de água do degelo dos refrigeradores que apetecem as larvas, como os potes e filtros, segundo destaca Edvaldo Maciel.

Fonte e foto: ASN


Variedades
Com.: 0
Por Redação
18/11
15:59

Ocupação em Hotéis de Aracaju chegou a 95% durante feriado

Feriado da Proclamação da República é marcado por grande presença de turistas em Sergipe

O feriado prolongado da Proclamação da República atraiu muitos turistas para o estado de Sergipe. Segundo dados fornecidos pelos hotéis de Aracaju, a média de ocupação dos estabelecimentos alcançou 95%. Alguns hotéis localizados na Orla de Atalaia, ponto turístico muito importante do estado, se encontraram 100% lotados. Enquanto outros, situados na mesma localidade, apresentarm entre 85% e 98% de ocupação no início do feriado, com margem para conseguirem a ocupação completa de seus dormitórios.

O secretário de Comunicação e Turismo, Sales Neto, expressou satisfação com os números apresentados. “O Governo do Estado fica extremamente satisfeito quando vê uma taxa de ocupação com índices tão altos como estes e parabeniza toda a classe hoteleira de Sergipe, por todo o esforço de realizar a captação dos turistas. E ainda reforçamos a nossa disposição em estar junto com essa categoria que é tão importante para tornar situações como essa uma realidade constante”, ressalta.

O presidente da Associação Brasileira de Indústrias e Hotéis, Antônio Carlos Sobrinho, afirma que o resultado se dá em virtude do feriado ter caído em uma sexta-feira. “Apuramos uma média de 95%  de ocupação esse final de semana. O que posso afirmar é que estamos com uma ocupação muito boa nesse feriado e continuamos trabalhando para ter um novembro satisfatório, pois o feriado (pacote) são apenas duas ou três diárias no máximo”, conclui.

Fonte e foto: ASN


Variedades
Com.: 0
Por Redação
18/11
15:14

Operação Proclamação da República 2019: PRF encerra sem registrar nenhuma morte em Sergipe

Durante os quatro dias de operação foram registrados 09 acidentes em que 08 pessoas ficaram feridas

Iniciada na quinta-feira, 14, e finalizada à meia-noite de ontem, 17, a ”Operação Proclamação da República 2019”, realizada pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) em Sergipe, não registrou nenhuma morte nas rodovias federais que cortam o Estado. Durante os quatro dias de operação foram registrados 09 acidentes em que 08 pessoas ficaram feridas. O efetivo da PRF foi reforçado nesse período, atuando principalmente nos trechos considerados críticos, aqueles que possuem maiores índices de acidentes e ocorrências criminais.

Fonte e foto: PRF-SE


Variedades
Com.: 0
Por Redação
14/11
18:13

Uma pessoa morre e nove ficam feridas em queda de avião na Bahia

Aeronave estava com o certificado de aeronavegabilidade em situação regular

Um avião bimotor Cessna 550 pertencente ao banqueiro José João Abdalla Filho, o Juca Abdalla, sofreu um acidente na tarde de hoje (14), quando tentava pousar na pista de um resort localizado na praia de Barra Grande, em Maraú, no sul da Bahia.

Segundo a prefeitura de Maraú, a aeronave pegou fogo – ainda não se sabe se devido a algum problema que pode ter causado a queda ou se em função do choque com o solo, ocorrido por volta das 14 horas. Uma passageira morreu e outros nove ficaram feridos, alguns em estado grave. Levados para o posto de saúde de Barra Grande, as vítimas do acidente aguardam para ser transferidos para hospitais da região melhor equipados.

Dono do Banco Clássico, Juca Abdalla é apontado como um dos homens mais ricos do Brasil. Ele, no entanto, não estava na aeronave, pois se encontra em Nova York; o mesmo afirmou não saber quem poderiam ser os passageiros do avião. De acordo com o Registro Aeronáutico Brasileiro (RAB), o bimotor prefixo PT-LTJ registrado em nome de Abdalla foi fabricado em 1981, adquirido em agosto de 2015, e estava com o certificado de aeronavegabilidade em situação regular. Registrado para realizar serviços aéreos privados, não pode ser utilizado como táxi-aéreo comercial.

Fonte: Agência Brasil
Foto: Camamu Notícias


Variedades
Com.: 0
Por Redação
14/11
17:52

Servidores da Saúde fizeram paralisação de 24 horas nesta quinta-feira

Paralisação será dentro dos limites da lei, mantendo o percentual mínimo de 30% de trabalhadores nas unidades

Os servidores da saúde representados pelo Sindicato dos Trabalhadores na Área da Saúde do Estado de Sergipe (Sintasa) cruzaram os braços por 24 horas, nesta quinta-feira, 14, e realizaram ato público das 7h às 12h, na frente do Palácio dos Despachos.

Durante toda semana, a diretoria do Sintasa visitou as unidades de saúde do interior. Na quarta-feira, 13, por exemplo, foram ao Hospital Regional de Nossa Senhora do Socorro e à Maternidade de Capela a fim de tirar dúvidas e convocar os trabalhadores para a paralisação desta quinta. Além da convocação, ofícios foram protocolados nos órgãos competentes do trabalho e deixado registrado nas direções dos hospitais visitados.

A paralisação será dentro dos limites da lei, mantendo o percentual mínimo de 30% de trabalhadores nas unidades. Os principais motivos da paralisação são a falta de reajuste salarial que não é feito há mais de 6 anos, o Plano de Emprego e Remuneração (PER) que está parado, e ainda falta a conclusão do novo acordo coletivo. As outras reivindicações são tíquete-alimentação seguindo o modelo das outras fundações que hoje é de R$ 600,00, remanejamento para 30 horas e melhores condições no dia a dia do trabalho.

Fonte e foto: Ascom/Sintasa


Variedades
Com.: 0
Por Redação
1 2 3 4 5 6 » Próxima » Última

Enquete


Categorias

Arquivos