08/07
12:22

Vasos quebrados para o Ministro da Integração.-- Dez anos do Comitê de Bacia do São Francisco

Vasos quebrados para o Ministro da Integração.-- Dez anos do Comitê de Bacia do São Francisco

Roberto Malvezzi (Gogó)


Quando um grupo de mulheres atravessou a plenária com vasos de água e flores, postou-se diante da mesa da plenária do Comitê de Bacia do São Francisco, diante dos olhos interrogantes da mesa e do ministro Fernando Coelho, toda a platéia acompanhava a bela cena com olhos atentos.
 
Quando jogaram os vasos no chão, derramando lama sobre os tapetes do auditório do SENAI em Petrolina, nessa manhã do dia sete de Julho, a mesa ficou perplexa.
 
Então, tomando o microfone, a representante das comunidades do rio Salitre, um afluente do São Francisco em agonia, em outras palavras disse: estamos aqui, nesses dez anos de Comitê da Bacia, para dizer que estamos passando sede e estamos com falta de energia. Por várias vezes tivemos que derrubar os postes para cancelar o acesso das bombas à água. Agora derrubamos mais cinco. Acabaram com nosso rio, fizeram o projeto de irrigação, mas não temos acesso à água. Sem energia não temos eletrodomésticos, nossas escolas não funcionam, as vacinas do posto de saúde se estragaram, nossas casas estão às escuras. Essa é a realidade triste do Salitre, um rio acabado. Queremos água, queremos que nossos direitos sejam respeitados.

O grupo voltou a sair em ordem, sob o olhar patético da mesa. Houve um longo silêncio, o clima de triunfalismo dos dez anos não tinha mais concerto. Depois de uns dez minutos em silêncio, então a cerimônia foi retomada.
 
O discurso do presidente do Comitê foi honesto. Há um futuro pela frente, com metas de pôr água para todos em dez anos, de sanear todo o rio em vinte anos. Falou na revitalização hidroambiental do rio, para isso é necessário um bilhão de reais por ano, por vinte anos.
 
O antigo presidente do Comitê, José Carvalho, retomou o protesto dos salitreiros, disse que sabe haver muitos desafios, mas que é preciso avançar. Disse que obras como a Transposição, a história julgará.
 
O Comitê não é o que diz de si mesmo, mas tem contribuído nesse debate do rio, dos rios, posicionou-se contra a Transposição e, publicamente, posicionou-se contra a energia nuclear no São Francisco.
 
A história nos julgará, embora contada pelos vencedores, sempre haverá um grupo de mulheres ou os cocares dos Truká para dizer que a história verdadeira tem rostos que história oficial teima em não enxergar.


Variedades
Com.: 0
Por Eugênio Nascimento
08/07
09:09

Feriado será de chuva fina em todo Estado

De acordo com leitura de dados de satélite do Centro de Meteorologia da Secretaria de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (Cemese/Semarh), as chuvas leves que caíram durante a manhã de hoje, 7, em  todo o Estado de Sergipe irão perdurar durante esta quinta e sexta-feira, dias 8 e 9, além do final de semana.

Segundo o meteorologista da Semarh, Overland Amaral, as chuvas que retornam agora para Sergipe estão favorecidas por ondas de instabilidades atmosféricas que atuam na faixa Leste e Sul do Nordeste, alcançando ainda os Estados da Bahia e Alagoas.

“São motivadas pelo aumento das temperaturas da superfície do mar, que são transportadas para o continente. Vale salientar que essas estabilidades atmosféricas, estimulam a condensação e a nebulosidade, ocorrendo então a intensificação das chuvas, assegura Overland Amaral.

 

 

 Frio

 

 

Overland destaca ainda que, as características das  chuvas  estratiformes (chuvas finas) estão sendo acompanhadas pela queda de temperatura. “Com a chegada do inverno, as massas frias do pólo sul chegam até a região tropical nesse período, reduzindo assim as temperaturas, especialmente as do  período das madrugadas”,  afirma.

Segundo revela, na cidade de Estância, interior do Estado, houve a ocorrência mínima de 17 graus. Já em Poço Verde, sudoeste do Estado, a temperatura mínima chegou a atingir 14 graus. “A queda da temperatura comprova a chegada de massas mais frias, acompanhadas por ventos do sul e sudeste”, aponta. (Da assessoria)



Variedades
Com.: 0
Por Eugênio Nascimento
07/07
14:20

SE - Militar é flagrado se masturbando em escola

O sargento da PM  identificado como Tavares, 47, que é casado e pai de quatro filhos e reside no município de São Domingos, foi flagrado ontem por adolescentes se olhando para as pernas delas e se masturbando. Ele já esteve envolvido em processos administrativos decorrentes da mesma prática. O  PM foi até uma escola em Campo do Brito e se aproximou de um grupo de adolescentes que faziam lanche no pátio do colégio, abaixou as calças e começou a se masturbar. As estudantes informaram à direção da escola sobre o fato e a polícia foi acionada. Ao perceber que tinha sido denunciado, o policial  tentou sair deixar o espaço escolar, mas foi preso em flagrante.


Variedades
Com.: 0
Por Eugênio Nascimento
05/07
21:44

Curso de Direito da UFS está entre os 10 melhores do país

O Departamento de Direito da Universidade Federal de Sergiper está de  parabéns por manter o curso, exame após exame da ordem, entre os melhores cursos do Brasil, agora figurando como top ten, ao lado da UFBA, USP, UFMG, UnB, UFPE, UFCE, UFPI, UFPR e UFPB. Esse seleto grupo de universidades teve aprovação média entre 80 e 90%. Segundo o Secretário-Geral da OAB," Isso significa que as boas aprovam quase todos os estudantes na primeira tentativa". O melhor curso de direito de Sergipe é um do 10 melhores do Brasil!


Variedades
Com.: 1
Por Eugênio Nascimento
05/07
21:18

ITPS alerta: Médicos precisam aferir aparelhos para medição da pressão arterial


Na hora de medir a pressão arterial, todo mundo recorre ao tradicional ‘aparelhinho’ de medição, aquele que é colocado no braço ou no pulso da pessoa. Mas quem garante que o resultado está correto? Para que a sociedade tenha absoluta confiança no diagnóstico é que o Instituto Tecnológico de Pesquisa de Sergipe (ITPS) alerta aos profissionais que fazem uso dos medidores de pressão arterial, os esfigmomanômetros, sobre a importância da regulamentação anual do instrumento de trabalho. Por lei, a aferição é obrigatória e o processo é realizado pela gerência de metrologia de qualidade do ITPS, órgão delegado do INMETRO em Sergipe e vinculado à Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico e da Ciência e Tecnologia (Sedetec).

“A função primordial das ações governamentais é garantir que a população tenha qualidade garantida em todos os serviços que utiliza, públicos ou não. É por isso que fiscalizações como essa, do ITPS, contam com total apoio nosso, porque oferecem segurança aos cidadãos em um assunto tão importante e essencial como saúde”, disse o secretário Zeca da Silva, da Sedetec.

O gerente executivo, Miguel Ângelo, ressalta que desde o início desta fiscalização em Sergipe, mais de 40% dos aparelhos encontravam-se irregulares. Dados de 2010 apontam que apenas 1.323 equipamentos, tanto o digital quanto o aneróide, foram fiscalizados, receberam o selo do INMETRO e o respectivo número da portaria, atendendo às normas da legislação brasileira. Segundo ele, a Secretaria Municipal de Saúde de Aracaju foi a responsável pela maior parte destas solicitações.

“Esta regularização se faz necessária para que haja uma garantia efetiva do bom funcionamento do esfigmomanômetro, também popularmente conhecido como tensiômetro, e não desencadeie riscos à saúde do paciente por conta de uma avaliação incorreta”, disse Miguel Ângelo, lembrando que hospitais, clínicas, laboratórios, profissionais e postos que utilizam este instrumento precisam ser submetidos regularmente à verificação metrológica. “É imprescindível conscientizar a classe médica e a população sobre esta obrigatoriedade, caso contrário, o órgão ou profissional poderá ser autuado com multas que variam de R$ 100 a R$ 50 mil”, enfatizou o gerente.

A solicitação de aferição do aparelho pode ser realizada no Serviço de Atendimento ao Consumidor (SAC) do Instituto Tecnológico e de Pesquisa de Sergipe (ITPS). O horário de funcionamento é das 7h30 às 12h30. Já o custo do serviço na sede do órgão é de R$ 9,00 para cada aparelho e no caso de atendimento personalizado e agendado no local de preferência do cliente, a taxa varia R$ 34,00 por unidade ou R$ 14,70 a partir de dois medidores. (Da assessoria)



Variedades
Com.: 0
Por Eugênio Nascimento
05/07
06:45

Cotas da UFS são constitucionais, diz Tribunal Regional Federal

O plenário do Tribunal Regional Federal da 5ª região, com sede no Recife (PE),  declarou a constitucionalidade da Resolução n.º 80/2008, do Conselho de Ensino Pesquisa e Extensão da Universidade Federal de Sergipe, que instituiu "o programa de ações afirmativas para garantia de acesso de grupos menos favorecidos à Universidade Federal de Sergipe".  As cotas na UFS foram aprovadas por 8 a 6.

 A sentença havia julgado procedentes os pedidos de candidata à vaga do curso de medicina e declarado inconstitucional o sistema de cotas sociais e étnicas da UFS, sob o entendimento de que a autonomia universitária não permitiria a adoção da ação afirmativa sem lei formal que a amparasse e por não haver motivação técnica a respaldar o percentual de vagas cotistas.

A 4ª Turma do TRF5 suscitou a instauração de incidente de arguição de inconstitucionalidade dos arts. 2º, 3º e 4º da resolução, tendo em vista o elevado o percentual de vagas destinadas ao sistema de cotas (50%) e por questionar a inserção no sistema de cotas dos alunos egressos das escolas públicas federais, as quais teriam um elevado nível de ensino.

Procuradores da UFS despacharam com todos os desembargadores e juízes convocados que participariam do julgamento, entregando-lhes os memoriais. Entre outros aspectos, foram destacados dados técnicos do INEP, do IPEA e da própria UFS, que demonstravam a desigualdade social na população negra e razoabilidade dos percentuais fixados pela resolução.




Variedades
Com.: 1
Por Eugênio Nascimento
04/07
17:03

Professores de Japaratuba fazem ato em frente a prefeitura

Os professores da rede municipal de Japaratuba em greve desde o dia 01 de julho fizeram um café da manhã de protesto em frente à prefeitura. Eles protestaram contra a atitude da prefeita Lara Moura em enviar projeto que destrói a carreira do magistério.

Após o café da manhã os professores fizeram uma caminhada pelas ruas da cidade e realizaram assembleia. Eles deliberam continuar a greve por tempo indeterminado e vão participar na próxima quarta-feira (06) do ato público promovido pela Central Única dos Trabalhadores, no calçadão da rua João Pessoa. Na quinta-feira (07) acontece uma nova assembleia.

Também na quarta-feira a comissão de negociação e membros da direção do SINTESE participam de uma audiência no Ministério Público. (Da assessoria)



Variedades
Com.: 0
Por Eugênio Nascimento
04/07
12:32

Juiz nega pedido de indenização devido a morte de cão

  Fonte:  
Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte

O juiz Paulo Sérgio da Silva Lima, da 2º Vara de Cível de Natal, julgou improcedente um pedido de indenização por causa de um suposto erro médico veterinário, que teria causado a morte de um cão. A autora da ação solicitou reparação pelos danos materiais e morais sofridos, no valor de R$ 2 mil e R$ 100 mil, respectivamente, a serem aplicados a veterinária e a indústria farmacêutica, que produz o medicamento que foi receitado ao animal.

 

 

O cão da raça "samoieda" adoeceu e foi diagnosticado dois tipos de Erlichia -  mais conhecida como a doença do carrapato. A veterinária, que também é proprietária da clínica, medicou o animal com a aplicação de quatro doses do medicamento "Diaseg", além de duas caixas de Flotril 50 mg.


A médica veterinária foi acusada de negligência e imperícia, já a indústria que fabricou os medicamentos foi considerada culpada pela autora devido a ausência de instruções claras na bula do medicamento Diaseg, em especial quanto às contra-indicações, reações adversas e interações medicamentosas.

 

Em sua contestação, a veterinária argumentou que os exames realizados no cão constataram que o animal estava acometido da doença do carrapato (Erhlichiose canina), "um mal que aflige a capital potiguar, e que não possui cura". A médica assegurou que esclareceu à autora sobre o tratamento e explicou à dona do cão, todas as reações colaterais dos medicamentos prescritos.


Já a empresa que fabrica o remédio, apresentou contestação informando que os medicamentos Diaseg e Flotril são fármacos veterinários devidamente testados e aprovados por médicos e consumidores. Afirmam ainda que a bula traz todas as informações necessárias e que "a autora não juntou nos autos qualquer recibo ou nota fiscal que comprove o valor pago pelo cachorro, de R$ 2 mil, nem que o mesmo é pedigree".


O magistrado considerou a opinião técnica de vários profissionais da área de medicina veterinária na sua decisão, além do contrato de prestação de serviço, onde está expressa a informação de que a obrigação que tais profissionais assumem é uma obrigação de "meio" e não de "resultado". O juiz condenou a proprietária do cão a pagar as custas e despesas processuais, bem como os honorários advocatícios no valor de R$ 500,00.

 

Processo número: 0005059-27.2006.8.20.0001    (Da assessoria)



Variedades
Com.: 0
Por Eugênio Nascimento
Primeira « Anterior « 375 376 377 378 379 380 381 382 383 384 385 » Próxima » Última

Enquete


Categorias

Arquivos