11/04
21:13

Ação do MPF/SE garante preservação da Capela da Ribeira, em Nossa Senhora do Socorro

Juíza da 1ª Vara Federal definiu a construção como detentora de relevante valor cultural

Após atuação do Ministério Público Federal e do Ministério Público do Estado de Sergipe (MP-SE), a Justiça Federal declarou a Capela da Fazenda Ribeira como detentora de relevante valor cultural para o município de Nossa Senhora do Socorro, garantindo proteção especial à construção. Com a decisão, o município e o proprietário da Capela estão obrigados a preservá-la.

No processo, foram apresentados laudos técnicos do Instituto de Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), que demonstraram que a Capela da Fazenda Ribeira é uma edificação do século XIX e a única capela de engenho ainda em estado praticamente completo e em funcionamento no município.

Os documentos destacam ainda a importância da edificação enquanto espaço de vivência de religiões e religiosidades, de cunho católico-cristão e sincrético, com elementos da cultura afro-brasileira, “sendo exemplar de patrimônio imaterial envolvendo a memória, a identidade e o pertencimento que merecem valorização para além de sua materialidade”

Ação - A ação judicial foi iniciada pelo MP-SE e, em seguida, encaminhada para a Justiça Federal e acompanhada pelo MPF. Na sentença, a juíza da 1ª Vara federal, Telma Maria afirma que “todos os elementos de avaliação são uníssonos em demonstrar o relevante valor cultural, histórico, religioso, arquitetônico e até paisagístico do bem”, destacou.

Preservação – Com a declaração do valor cultural da capela, o Município de Nossa Senhora do Socorro deverá proteger e preservar a edificação e também o subsolo da região, que já contava com o registro de sítio arqueológico. A família beneficiária do espólio de José Albano Ribeiro Franco, proprietário do imóvel, é co-responsável pela preservação. O Iphan recomendou ainda, no parecer técnico, a restauração da construção, que encontra-se com infiltrações na sua estrutura e vegetação na cobertura.

A íntegra da sentença está disponível no site www.mpf.mp.br/se.

Com informações da Ascom-JFSE


Variedades
Com.: 0
Por Kleber Santos
11/04
20:57

Chuvas não colocam em risco barragens de Sergipe

As chuvas que tem atingido as áreas de barragens de Sergipe não as colocam em risco, como vem acontecendo na Paraíba, Rio Grande do Norte, Ceará e Piauí.  Sergipe tem poucas barragens e pelo menos 9 delas se enquadram na Política Nacional de Barragens (maiores de 15 metros de altura). “Por aqui, tudo está sob controle, mas o risco sempre existe”, comentou o coordenador do Grupo de Segurança de Barragens, João Carlos



Variedades
Com.: 0
Por Eugênio Nascimento
11/04
20:41

Armado de enxada, homem quebra carros e tenta invadir escola em Lagarto

Portando uma enxada e pedras, Adriano Silva de Jesus, identificado por populares como portador de doença mental, atingiu carros de professores, quebrou um disjuntor e tentou invadir a escola estadual Monsenhor Juarez Prata, no povoado Sobrado,  em Lagarto. O fato aconteceu às 15h30 e a polícia e a guarda municipal chegaram ao estabelecimento de ensino às 16h, conforme professores e alunos.  Essa foi a segunda tentativa de invasão praticada por essa mesma pessoa. Professores dizem que a escola é insegura e por isso eles correm risco de morte. Adriano foi levado pela Guarda para a delegacia de polícia da sede do município.



Variedades
Com.: 0
Por Eugênio Nascimento
09/04
21:53

ITPS vai iniciar fiscalização em plataformas de petróleo de Sergipe

Fiscais vão verificar computadores medidores de vazão nas plataformas de petróleo e também nos campos de produção terrestres; Objetivo é aperfeiçoar o controle da produção de petróleo e gás no Brasil

O Instituto Tecnológico e de Pesquisas do Estado de Sergipe (ITPS) – Órgão Delegado do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro) vai iniciar a fiscalização dos computadores medidores de vazão instalados em plataformas marítimas, usinas de álcool, poços de petróleo e distribuidoras de combustível instalados em Sergipe.

Essa ação atende a uma determinação do Inmetro, que convocou cinco dos maiores estados produtores de petróleo do país (Rio de Janeiro, São Paulo, São Paulo, Espírito Santo, Amazonas e Bahia) para atuar em parceria com a Agência Nacional de Petróleo (ANP) no controle da produção nacional.

Fiscais do Inmetro em vários estados vão fazer a verificação dos computadores medidores de vazão. Esses equipamentos registram e informam a quantidade de petróleo produzida nas plataformas e nos locais de produção em terra, assim como o volume gerado nas distribuidoras de combustível.

“Essa fiscalização visa garantir a correta medição dos volumes de petróleo e gás natural e a integridade destes dados. Nas áreas de distribuição os medidores atuam como grandes bombas de combustível que calculam o valor do volume comercializado. Já nas áreas de produção o instrumento indica e transmite (para a ANP) a quantidade diária produzida. Sobre essa quantidade incidem cálculos de royalties, e por isso, a relevância de verificar o funcionamento correto desses equipamentos”, explica o gerente executivo de metrologia e qualidade do ITPS, Moater Paulon.

A etapa inicial do processo de deflagração das fiscalizações envolve a capacitação dos agentes fiscais. A primeira ação ocorreu em março, durante o Encontro Nacional do Inmetro em Vitória-ES, quando os fiscais participaram de palestras com representantes da Agência Nacional de Petróleo, Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz), do Instituto de Pesos e Medidas do Estado de São Paulo (Ipem/SP) e do Inmetro. Nos próximos meses, os fiscais passarão por capacitações técnicas para verificação do equipamento e também por cursos de segurança em plataformas, conforme exigidos pelas empresas petrolíferas. A partir dessa fase, as equipes do ITPS iniciarão as fiscalizações, mantendo um calendário de ações em acordo com a ANP.


Variedades
Com.: 0
Por Kleber Santos
09/04
21:45

Ação integrada entre município e estado prende suspeitos por assassinato de GM

Na madrugada dessa segunda-feira, 9, o último integrante do trio que assassinou o guarda municipal Paulo Sérgio Oliveira, 49 anos, foi preso pelo Batalhão de Radiopatrulha (BPRp). O servidor municipal foi morto na manhã de domingo, 8, enquanto estava a serviço. No mesmo dia, uma ação integrada entre a Guarda Municipal de Aracaju (GMA), Polícia Militar (PMSE), Polícia Civil e Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito de Aracaju (SMTT), encontrou os outros dois suspeitos. Um deles entrou em confronto com os agentes de segurança, foi alvejado e faleceu. O segundo suspeito se entregou e confessou participação.

O crime aconteceu no Mercado Municipal Maria Virgínia Leite Franco, antigo Albano Franco, onde há três anos o guarda atuava. Enquanto conversava com um lojista, os acusados se aproximaram pelas costas e realizaram um disparo na altura do seu peito. Depois do crime, fugiram do local com uma motocicleta roubada nas redondezas. A reação das forças de Segurança Pública do município e do Estado foi rápida.

“Imediatamente depois que o crime aconteceu, informei ao prefeito Edvaldo Nogueira, que determinou duas frentes: a de combate imediato, de investigação e outra de apoio à família. Dirigimo-nos ao local do crime e recebemos a informação de que um dos infratores estava na rua São Cristóvão. Ao mesmo tempo, a família começou a ser assistida. Fizemos a varredura do local indicado e encontramos os suspeitos. Ao reagir à voz de prisão, um deles foi alvejado e faleceu a caminho do hospital. Os trabalhos prosseguiram, em conjunto com a Polícia Militar e Civil, e conseguimos prender os outros dois envolvidos”, explica o secretário municipal da Defesa Social e da Cidadania, coronel Luís Fernando Almeida.

Com a prisão dos suspeitos, cabe agora à Polícia Civil encerrar as investigações, lotadas na Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). O sucesso na captura dos criminosos é conseqüência do trabalho conjunto entre os órgãos municipais e estaduais, que agiram de maneira coordenada e célere na resolução do caso.

Paulo Sérgio de Oliveira foi um dos fundadores da Guarda Municipal em Aracaju, onde trabalhou por 26 anos. Seu sepultamento ocorreu no cemitério São João Batista, na manhã desta segunda, 9. O prefeito Edvaldo Nogueira decretou luto de três dias por conta do falecimento do guarda. 

Foto: Marco Vieira


Variedades
Com.: 0
Por Kleber Santos
09/04
11:52

Roberto César assumirá presidência da Academia Sergipana de Medicina

O médico Roberto César Pereira de Prado assumirá no próximo dia 19, às 20h, a Presidência da Academia Sergipana de Medicina. O ato acontecerá no auditório da Sociedade Médica de Sergipe (Somese). Prado, que substituirá Paulo Amado Oliveira, terá como vice José Hamilton Maciel Silva. O mandato será para o biênio 2018-2020.



Variedades
Com.: 0
Por Eugênio Nascimento
04/04
22:55

Sergipe - Marginais assassinam comandante do Pelotão da Caatinga

Homens armados fizeram cerca de 30 disparos de arma de fogo contra o carro em que se encontrava o capitão PM Oliveira, comandante do Pelotão da Caatinga. Oliveira morreu e há intensa mobilização no sertão para prender os bandidos.

O crime aconteceu 5 km depois do posto policial do povoado de Vaca Serrada, em Porto da Folha e os marginais teriam fugido em direção a cidade de Pão de Açucar (AL). É possível que um dos assassinos esteja usando uma picape S10. Essa foi vista seguindo para Canindé do São Francisco.

O Governo do Estado divulgou nota em que anuncia o empenho da polícia na caça aos marginais.



Variedades
Com.: 0
Por Eugênio Nascimento
04/04
11:42

“Uma Noite em Veneza” é destaque em concerto da Orsse

A Orquestra Sinfônica de Sergipe (Orsse) estreia na próxima quinta-feira, 12 de abril, mais uma temporada da “Série Laranjeiras” de Concertos, no Teatro Atheneu.  Sob a regência do maestro Guilherme Mannis, o grupo realizará o concerto “Uma noite em Veneza”, inteiramente dedicado a obras do Barroco italiano, abordando compositores como Antônio Vivaldi, Arcangelo Corelli, Tommaso Albinoni e Alessandro Scarlatti.

 

Entre os destaques, o público também poderá assistir a diversos concertos de Vivaldi executado por grandes instrumentistas da Orquestra, entre eles, Andressa Souto, Fabiano Santana, Sílvio Jackel e Thiago Salvino. Os ingressos, a preços populares, estão disponíveis para venda na bilheteria do Teatro a partir do dia 10 de abril. A Orsse é uma realização da Secretaria de Estado da Cultura (Secult).

 

Segundo o maestro Guilherme Mannis, apesar do grupo utilizar instrumentos modernos, a abordagem da interpretação levará em conta muitos aspectos da época. “Todo o nosso trabalho tentará recriar musicalmente, no Palco do Teatro Atheneu, o que se fazia na Veneza do Século XVII. Além de proporcionar ao público uma viagem artística a esta espetacular cidade, nossa interpretação entra no túnel do tempo e revive muitas características daquela época, sendo uma das quais a regência paralela à performance ao cravo, instrumento este que é o coração da composição orquestral barroca”, afirmou.

 

Entre os destaques do concerto estão a execução da famosa “Primavera”, uma das “Quatro Estações”, de Vivaldi, além de Concertos para Piccolo e Violoncelos. Além disso, serão apresentados Concertos Grossos (peças caracterizadas por diálogos entre pequenos grupos concertantes e a orquestra) de Corelli e Scarlatti, além do famoso Adagio, de Tommaso Albinoni, trilha sonora de um grande número de produções cinematográficas.

 

Sobre os solistas

 

A violoncelista Andressa Souto é natural de João Pessoa, Paraíba. Foi aluna na Universidade Federal da Paraíba com o prof. Nelson Campos e Felipe Avellar, onde concluiu e recebeu o título de Bacharel em Música. Participou do Curso Internacional de Verão de Brasília (2004 – 2006 – 2007 -2008), foi bolsista do FIB (Festival Internacional de Brasília). Atuou de 2005-2009 como violoncelista estagiaria na Orquestra Sinfônica da Paraíba (OSPB). Foi professora da Orquestra Sinfônica Cidade de Aracaju (2012-2015). É integrante da Orquestra Sinfônica de Sergipe ocupando o cargo de chefe de naipe desde 2010. É professora no Conservatório de Música de Sergipe.

 

Já Thiago Salvino é pernambucano, nascido no Recife. Em 2004 concluiu o Curso Técnico do Conservatório Pernambucano de Música do Recife. Dentre seus professores em masterclasses, destacam-se: Takeshi Kobayashi (Japão), Celso López (Chile), Shinobu Saito (São Paulo), Leonardo Autino (USA – BRASIL) Kirill Gogatyrev (RUSSÍA), Antonio Lauro Del Claro (Brasil), Johannes Gramsch (Alemanha), Fabio Presgrave (Brasil), dentre outros. Participou de inúmeras edições do Festival Eleazar de Carvalho (Fortaleza), Festivais Internacionais Virtuosi e sendo destaque em concursos de cordas. Desde 2006 passou a integrar o quadro de músicos Orquestra Sinfônica de Sergipe (ORSSE).

 

O violinista Fabiano Santana Dias é natural de Campo Grande (Rio de Janeiro). Graduou-se em violino no Conservatório De Música De Sergipe, graduando-se no ano 2000 em técnico em música com especialização em violino, na turma do professor José Rabelo Monteiro. É músico da Orsse desde 2003, onde realizou aperfeiçoamentos técnicos com violinistas renomados do cenário nacional e internacional. Além de atuar como violinista, dedica-se a trabalhos de orquestração, arranjos e composição, tendo obras suas já executadas. É integrante do Quinteto de Cordas Aracaju e Concertino da Orsse.

 

Natural de Curitiba, Sílvio Jackel Neto é flautista e chefe de naipe da Orquestra Sinfônica de Sergipe desde 2015. Graduou-se no curso Bacharelado em Flauta Transversal pela Escola de Música e Belas Artes do Paraná, sob a orientação do Prof. Luiz Pedro Krull. Teve como principais professores: Fabrício Ribeiro, Fabíola Alves, Tadeu Coelho, Maurício Freire, Marcos Kiehl e Luís Miguel Garcia. Atuou como flautista convidado das principais orquestras do sul do Brasil, entre elas: Orquestra Sinfônica do Paraná, Orquestra Sinfônica da Universidade de Londrina, Camerata Antíqua de Curitiba, Orquestra de Câmara da PUC-PR, Camerata Florianópolis, Orquestra da Universidade Federal do Paraná, entre outras. Como solista, se apresentou frente à Orquestra Sinfônica de Sergipe, Orquestra da Universidade Federal do Paraná e Orquestra Sinfônica da Escola de Música e Belas Artes do Paraná.



Variedades
Com.: 0
Por Eugênio Nascimento
Primeira « Anterior « 1 2 3 4 5 6 7 8 9 » Próxima » Última

Enquete


Categorias

Arquivos