21/02
15:00

Aracajuanos veem meteoro na Zona de Expansão

Sergipanos e baianos viram na noite de ontem, por volta das 22h30, uma imensa bola de fogo caindo do céu em direção à terra. Muitos acham que era um meteoro. Em Aracaju, muitos moradores da Zona de Expansão (região entre a Aruana e o Mosqueiro) viram a suposta bola. Josne Barbosa Figueiredo, o “Joi”, que estava com um grupo de amigos na área do conjunto Porto Sul.



Variedades
Com.: 0
Por Eugênio Nascimento
19/02
10:15

Cientistas do HU/UFS comprovam: microcefalia por Zika tem fator genético

Com a participação de dois pesquisadores do Hospital Universitário da UFS, a descoberta explica por que nem todas as grávidas expostas ao vírus têm bebês com microcefalia


O vírus Zika pode causar um dano significativo ao cérebro do feto, de acordo com estudos dirigidos por investigadores de faculdades de medicina de todo o mundo. Diante da necessidade de responder a mais perguntas sobre microcefalia em mães infectadas, o gerente de Ensino e Pesquisa do Hospital Universitário da Universidade Federal de Sergipe (HU-UFS), Roque Pacheco, e a pediatra do HU-UFS, Ana Jovina Bispo, unidos a diversos pesquisadores do Brasil, fizeram uma descoberta sem precedentes: a maneira como o vírus causa a microcefalia no feto depende de fatores genéticos.

A pesquisa, liderada pela Universidade de São Paulo (USP), examinou 91 bebês de vários estados brasileiros, incluindo nove pares de gêmeos que foram essenciais para a descoberta. Dentre os gêmeos, dois pares – um deles é acompanhado pelo HU-UFS – eram meninas monozigóticas (gêmeas idênticas) e os demais, dizigóticos (gêmeos diferentes). “Sem os gêmeos, não podemos ver a forma como a síndrome congênita se apresenta diante de alguma determinação genética”, destaca Ana Jovina. Os pesquisadores notaram que todas as gêmeas idênticas tinham microcefalia; no caso dos gêmeos diferentes, por sua vez, apenas um par era concordante para a doença. Assim, reforçou-se a hipótese de que um componente genético aumenta o risco de desenvolver a síndrome.

Na conclusão da pesquisa, os cientistas conseguiram relacionar mais de 63 genes com expressões distintas em alguns bebês, gerando uma pré-disposição genética no feto que é posteriormente exposto ao vírus Zika. “Agora que sabemos que algums fetos têm um risco maior de adquirir a microcefalia se forem expostos ao vírus durante a gestação, podemos pensar em políticas públicas para grupos distintos, o que será muito útil no caso de decidir quem tem prioridade para tomar, por exemplo, uma futura vacina”, explica Roque Pacheco.

Publicação

O artigo científico resultante da pesquisa foi publicado no início deste mês de fevereiro no periódico Nature Communications, um dos mais prestigiosos do mundo.



Variedades
Com.: 0
Por Eugênio Nascimento
16/02
03:09

54 pessoas foram autuadas na lei seca e 7 foram presas na Operação Carnaval Seguro

O BPRv (Batalhão de Polícia Rodoviária Estadual), órgão pertencente a Polícia Militar do estado de Sergipe, realizou no período de 09 a 14 de fevereiro, operações policiais nas rodovias estaduais sergipanas visando evitar acidentes e coibir que delinquentes cometam crimes nas malhas viárias sergipanas.

40(policiais) Policiais Militares em cada dia de operação foram utilizados, onde desses, bem como 15 (viaturas) viaturas, todas devidamente equipadas com o bafômetro, para inibir aqueles que insistem utilizar bebida alcoólica e conduzir seus veículos. 54(cinquenta e quatro) pessoas foram autuadas na lei seca e 07(sete) foram presas e conduzidas para a delegacia para o devido procedimento.

O litoral sergipano e as divisas foram reforçadas por se esperar um grande fluxo de turistas em nosso Estado, bem como municípios que farão grandes eventos como Estancia, Pirambu e a região da rota do sertão. Não se furtando aos veículos que sairão dos nossos municípios para outras localidades.


No ano passado, neste mesmo período, houve o registro 10 (dez) acidentes com 2(duas) vítimas fatais. Já este ano, tivemos 07 (sete) acidentes com apenas uma vítima fatal registrada no dia 10 (sábado), na SE 220, em Aquidabã.

“ Neste período, a nossa maior missão e a prevenção no trânsito afinal, o condutor deve ter consciência de que ele é a peça chave para uma viagem tranquila. O que queremos é justamente que a viagem de odos tenha ida e volta, para que famílias não entrem nos dados estatísticos da polícia como mais um acidente registrado”, afirma o Major Deny, Comandante do BPRv.

O BPRv é um órgão da Policia Militar de Sergipe e está à disposição da sociedade sergipana 24 horas por dia e 07 dias por semana pelos números 190 e 198 através do CIOSP.


Variedades
Com.: 0
Por Kleber Santos
16/02
03:05

SSP não registra ocorrências graves durante Carnaval

Secretaria detalhou trabalhou das polícias civil e militar na manhã desta quinta

Na manhã desta quinta-feira, 15, a Secretaria de Segurança Pública detalhou o trabalho das polícias Militar e Civil durante o período de carnaval na capital e no interior do estado. A delegada Viviane Pessoa, coordenadora de Polícia Civil da Capital; o delegado Jonathas Evangelista, coordenador da Polícia Civil do Interior; e o tenente-coronel Vivaldy Cabral, comandante do Comando de Policiamento Militar da Capital destacaram a redução de 11% no registro de crimes violentos durante as operações no período carnavalesco. foram 575 boletins de ocorrência registrados, sendo 389 na capital e 186 no interior, sendo a maior parte referente à perda de documentos.

A delegada Viviane Pessoa destacou o reforço policial nas Delegacias Plantonistas e o trabalho integrado entre as instituições na manutenção da segurança pública. A delegada citou ainda a importância do planejamento antecipado e integrado, atuando tanto nas ações preventivas quanto nas repressivas. Viviane também pontuou a importância da campanha "Carnaval da Permissão" como um dos pontos que colaborou nos resultados positivos obtidos durante o período das festas.

“Nós reforçamos as plantonistas e isso proporcionou uma agilidade no atendimento às guarniç?s da Polícia Militar. Foi um trabalho planejado e integrado, então essas equipes podiam retornar rapidamente aos circuitos e eventos, como também o atendimento à população teve agilidade por conta do reforço nas Plantonistas Norte e Sul. No período de carnaval tivemos muitas ocorrências de perda, furtos e roubos de documentos, mas casos mais graves não tivemos nenhum evento registrado. Então estamos comemorando uma redução de 11% nos crimes violentos", mencionou.

O delegado Jonathas Evangelista mencionou o planejamento feito para atender as cidades do interior do estado por meio dos plantões realizados nas unidades do interior. O delegado citou que o maior número de lavraturas de procedimentos estão ligadas à embriaguez ao volante. Já no tocante a registros de boletins de ocorrência, o furto e extravio de documentos como o tipo mais registrado.
 


Variedades
Com.: 0
Por Kleber Santos
15/02
23:02

Saúde de Aracaju solicita ampliação de doses da vacina contra a febre amarela ao Estado

Pensando na prevenção da população da capital, a secretária Waneska Barboza, juntamente com uma comissão da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), solicitou ao secretário de Estado da Saúde, José Almeida Lima, uma ampliação no número de doses da vacina contra febre amarela para o município de Aracaju. A reunião aconteceu nesta quinta-feira, 15, no gabinete do novo prédio da Rede Estadual.

De acordo com Waneska, uma estratégia de ação de prevenção que a SMS resolveu adotar é a ampliação da vacinação para grupos que têm maior vulnerabilidade ao contato com o vírus pela forma de trabalho como: aeroportuários, caminhoneiros, agentes de turismo, militares, instituições com atividades em campo e profissionais da saúde.


Variedades
Com.: 0
Por Kleber Santos
15/02
22:59

Ministério da Saúde alerta para a necessidade de ampliar a cobertura vacinal de febre amarela

Até quinta-feira (15), 3,95 milhões de pessoas foram vacinadas em São Paulo e Rio de Janeiro, 19,3% do público-alvo. A recomendação é que os estados continuem a campanha

O Ministério da Saúde reforça a importância da vacinação da população dos estados do Rio de Janeiro e São Paulo durante a campanha contra febre amarela. Dados preliminares dos dois estados apontam que, até esta quinta-feira (15), 3,95 milhões de pessoas foram vacinadas, sendo 3,6 milhões com doses fracionadas e 356,8 mil com doses padrão. O número corresponde a 19,3% do público-alvo previsto no Sudeste. A recomendação é que os estados continuem vacinando até atingir alta cobertura.

“A vacina é a medida mais eficaz para combater a doença e evitar casos e mortes. Por isso é necessário que toda a população que vive nos municípios onde a campanha está ocorrendo procure se vacinar. O vírus da febre amarela tem acometido pessoas que vivem em regiões próximas a matas e que nunca se vacinaram contra a febre amarela, ou seja, suscetíveis para a doença”, alertou o ministro da Saúde Ricardo Barros.


Variedades
Com.: 0
Por Kleber Santos
15/02
21:51

Ciência, responsabilidade social e soberania: tema SBPC 2018

José Vieira da Cruz - Vice-reitor da  Universidade Federal de Alagoas, Coordenador Geral da Comissão Executiva Local da SBPC 2018



A Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), fundada em 1948, promove  há 70 anos reuniões entre as sociedades científicas a ela associada. Atualmente mais de 130 sociedades, de diferentes áreas do conhecimento estão associadas a SBPC. Nestas Reuniões Anuais (RA), em regra, realizadas alternadamente em universidades de diferentes regiões do país, o evento costuma reunir, em média entre 12 a 15 mil pessoas de diferentes faixas etárias, desde pesquisadores seniores a jovens cientistas, além de está aberta a toda à sociedade.



Ano passado, em 2017, a SBPC foi realizada em Belo Horizonte, na Universidade Federal de Minas Gerais. Este ano, em 2018,  será realizada, no período de 19 a 28 de julho, em Maceió, na Universidade Federal de Alagoas. E no próximo ano, deverá ocorrer, em Campo Grande, na Universidade Federal de Mato Grosso do Sul.  .



Este evento científico, considerado um dos maiores da América Latina, tem promovido nas suas 69 edições anteriores, através das inúmeras temáticas abordadas, uma discussão objetiva sobre o papel da ciência para o autodesenvolvimento humano. A este respeito os debates promovidos pela SBPC, têm ao longo de décadas, consolidado a premissa de que a efetivação de políticas de Estado, focadas no desenvolvimento da ciência, são essenciais para reafirmar a soberania nacional. Dentro desta perspectiva, na edição de número 70, o tema escolhido para nortear o evento, construído a partir do diálogo dos membros da SBPC e da Universidade Federal de Alagoas, intitula-se: Ciência, Responsabilidade Social e Soberania.



O debate sobre o papel da Ciência, no contexto dos desafios postos a humanidade e, consequentemente, para a sociedade brasileira, obviamente já faz parte do cotidiano de atenções dos participantes deste evento. Já a discussão a respeito da Responsabilidade Social evoca um debate internacional associado à Agenda 2030, promovido pela Organização das  Nações Unidas (
https://nacoesunidas.org/pos2015/agenda2030/).



Neste fórum, da Agenda 2030, são estabelecidos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentáveis (ODS) e 169 metas para o desenvolvimento sustentável a serem compartilhados, enquanto Responsabilidade Social, pelos Estados Nações, empresas e diferentes instituições da sociedade civil dos países associados à Organização das Nações Unidas (ONU).



No Brasil, as duas organizações da sociedade civil que tomam assento no referido fórum são: a SBPC e a Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (ANDIFES). Esta última entidade, fundada em 1989, reuni cerca de 63 universidades federais de diferentes regiões do país, dentre as quais: a UFAL, UFMG, UFS, UNIFESP, UFBA, UNB, UFPE, UFRJ, UFMS, UFRGS, entre outras.



Associado a este debate, sobre o papel da Ciência e da Responsabilidade Social compartilhada, o tema da SBPC 2018 também incorpora a discussão a cerca da Soberania, enquanto um dos princípios essenciais à constituição dos Estados Nações.    Dentro desta perspectiva, ao longo do evento, será discutido o papel da ciência e, em particular, das políticas de governo e de Estado a ela relacionadas, como estratégia de desenvolvimento e exercício da soberania nacional.



Desta forma, em razão da atualidade e da relevância do tema a proposta apresentada por Alagoas, através da UFAL e do Governo do Estado, foi oportunamente acolhida pela coordenação Executiva Nacional da SBPC, que endossou a escolha do tema, “Ciência, Responsabilidade Social e Soberania”, para a SBPC 2018.



Nos últimos meses, temos observado o crescimento da expectativa em torno do evento, tanto por parte dos estudantes e dos docentes, quanto por parte das instituições parceiras, como o Ministério da Educação, o Ministério do Turismo, o Ministério da Cultura, o Ministério da Ciência e Tecnologia, a Capes, a FINEP, o Governo do Estado de Alagoas, a Prefeitura de Maceió, as universidades, os institutos de pesquisa e empresas de todo o país.  .



Os participantes e interessados no evento já podem e estão realizando as inscrições para a SBPC 2018 através do site: 
http://portal.sbpcnet.org.br/noticias/inscreva-se-para-a-70a-reuniao-anual-da-sbpc/ . Aqueles que desejam apresentar trabalhos científicos tem como prazo 28 de fevereiro de 2018.



A edição comemorativa dos 70 anos da Reunião Anual da SBPC será também a primeira edição realizada em Alagoas. Todo(a)s estão convidados para esse grande e decisivo evento da ciência no Brasil.




Variedades
Com.: 0
Por Eugênio Nascimento
09/02
08:20

Carnaval 2018 - Terminal rodoviário coloca 159 ônibus extras

Dezenove mil pessoas, fazendo uso de 159 ônibus extras, deixarão Sergipe nos próximos dias rumo às cidades do interior do Estado e Salvador (BA), Maceió (AL) e Recife/Olinda (PE), conforme o balanço feito na manhã de hoje pela superintendente administrativa do Terminal Rodoviário Governador José Rollemberg Leite, Elizabeth Gomes.



Variedades
Com.: 0
Por Eugênio Nascimento
1 2 3 4 5 6 » Próxima » Última

Enquete


Categorias

Arquivos