28/06
00:04

Luciano Bispo pode ser indicado vice de Belivaldo Chagas

Dirigentes e lideranças do MDB Sergipe pretendem lançar o deputado estadual e presidente da Assembleia Legislativa, Luciano Bispo, para compor a chapa encabeçada por Belivaldo Chagas(PSD) para o Governo do Estado. A condição de vice-governador. Ao ser consultado, Bispo disse que continua trabalhando seu projeto de reeleição e afirmou que o MDB tem também o deputado estadual Garibalde Mendonça como opção para vice e lembrou que o bloco goverrnista dispõe de outros bons nomes.


Política
Com.: 0
Por Redação
27/06
23:52

Cezar Britto desabafa sobre informações falsas

Em tom de desabado, o advogado Cezar Britto divulgou comentário sobre a postura  de jornalistas que insistem em afirmar que ele se tornou bilionário com a ação em que atuou, junto com outros 100 profissionais do direito, em defesa dos interesses dos trabalhadores da Petrobras. 

A nota na íntegra diz o seguinte:

Não há mais limites para o ódio mascarado em "jornalismo"...  em Tempo das Máscaras Caídas os que odeiam  assumem a ausência de caráter que sempre portaram em seus corações...

Após o TST proibir a Petrobrás de desrespeitar a Constituição Federal e a legislação trabalhista, a mentira deliberada ganhou escrita  em  descarado e assumido "fake news", acusando-me, cinicamente, de "bilionário de esquerda", colocando, com este gesto perverso,  em risco a segurança de minha família, escritório e amigos...

Tenho muito orgulho de ter atuado, em conjunto com centenas de outros advogados, da ação que restabeleceu a dignidade dos petroleiros brasileiros, pois acredito na importância da luta e na resistência à toda forma de opressão...  é assim que exerço e sempre exercerei a advocacia...

Desculpe o desabafo matinal, mas eu precisava esclarecer a verdade... não terei bilhões de reais  para pagar resgates exigidos pela falsidade de alguns, mas não me importo, pois  dinheiro é desnecessário quando são os  amigos, a família, as ideias e os ideais são os valores que acredito ...


Política
Com.: 0
Por Redação
27/06
10:30

Goretti apresenta emenda para incluir no orçamento o Fundo Estadual de Defesa dos Direitos da Mulher

Na última terça-feira, 26, a presidente da Frente Parlamentar e procuradora da Mulher na Alese, deputada Goretti Reis, apresentou a emenda ao Projeto da Lei de Diretrizes Orçamentária para 2019, visando incluir o Fundo Estadual de Defesa dos Direitos da Mulher, o qual irá ampliar a política de enfrentamento a violência contra o sexo feminino. A emenda é uma iniciativa das deputadas Goretti e Ana Lucia.

Semana passada a parlamentar apresentou a indicação de número 179 que trata da criação deste projeto, que é vinculado à Secretaria de Estado da Mulher, da Inclusão e Assistência Social, do Trabalho e dos Direitos Humanos – SEIDH.

 
“Essa é uma forma de garantir recursos mínimos para a implantação de políticas públicas estaduais para ações de prevenção e combate à violência de gênero, em suas diferentes formas. Existe a necessidade dessas garantias no orçamento para o enfrentamento à essas violências. Esperamos que nossas solicitações sejam atendidas o mais breve possível e possamos trabalhar também com a prevenção dessas discrimanções que insitem em tirar tantas vidas. Os indicadores de violência contra a mulher, infelizmente ainda são assustadores. Fica aqui a nossa reivindicação”, explicou a parlamentar.

Por Alese


Política
Com.: 0
Por Redação
27/06
00:31

Comissão aprova projeto que muda a legislação brasileira sobre agrotóxicos

 
Após longa discussão, os vários argumentos não foram suficientes para a garantia da reprovação do relatório favorável ao projeto de lei 6299/02, conhecido como “pacote de veneno” pela oposição, porque permite a aprovação de produtos com características teratogênicas, carcinogênicas ou mutagênicas, desde que comprovado o baixo risco destes defensivos em uso.
 

Mesmo a proposta sendo rechaçada por vários parlamentares e entidades como Agência nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), Instituto Nacional do Meio Ambiente e Bens Renováveis (Ibama), Instituto Nacional do Câncer (Inca), entre outros, a bancada ruralista conseguiu aprovar na Comissão Especial que analisou a proposta na íntegra, do deputado Luiz Nishimori (PR/PR).


O deputado federal João Lula Daniel (PT/SE), integrante titular da comissão, foi um dos que lamentou a decisão e ressaltou que essa é uma derrota não da oposição, mas de todos que defendem a vida, uma alimentação mais saudável e o meio ambiente.


“Agora vamos à luta, no plenário e na sociedade, defender a vida e a natureza, dizendo não aos venenos”, disse João Daniel. Até mesmo os vários destaques apresentados pela oposição ao relatório do projeto foram derrotados pela bancada ruralista, que tem maioria na comissão. “Entramos noite a dentro nessa reunião da Comissão Especial, na defesa da agricultura, da pecuária e da pesquisa, mas, em especial, na defesa da saúde do nosso povo. A sociedade brasileira a cada dia mais se conscientiza da importância do alimento saudável, por isso vamos seguir na luta”, acrescentou.


O deputado João Daniel explicou que o PL 6299 permite a liberação do uso de agrotóxicos no Brasil, que já é o país campeão mundial no consumo de veneno em suas lavouras. Entre esses produtos estão substâncias cancerígenas e que podem causar má formação congênita, vários deles já banidos em diversos países. Um dos pontos mais questionados pelos deputados contrários ao PL foi o que dá ao Ministério da Agricultura o poder de liberação da utilização dos agrotóxicos, mesmo sem a análise de órgãos como a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e o Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e Bens Renováveis (Ibama). Outra questão também foi que este projeto de lei retira o termo “agrotóxico” para que seja usado “pesticida”


O texto principal do relatório foi aprovado nesta segunda-feira, 25, por 18 votos a nove e todos os destaques apresentados pela bancada do PT, que tinham como objetivo atenuar alguns pontos do PL,foram rejeitados. Um deles foi o que atribuía exclusivamente ao Ministério da Agricultura a palavra final sobre o registro e a autorização de comercialização de venenos, retirando o poder de veto de instituições como a Anvisa e o Ibama
.

Consequências

 

Deputados e entidades que rejeitam esse projeto alertam que será inevitável o aumento de casos de problemas de saúde entre os brasileiros, seja de agricultores ou consumidores desses produtos, e de contaminação do meio ambiente, além afetar também as exportações, pois vários países têm outra visão sobre a produção de alimentos, livre de agrotóxicos

Para o deputado João Daniel, é preciso não apenas que se rejeite a liberação do uso de veneno na produção de alimentos, mas que também seja pensado um novo modelo de agricultura. “Esse projeto prejudica a agricultura brasileira em um mundo que debate cada vez mais o alimento saudável. Precisamos de um novo modelo de agricultura, que esteja não a serviço de empresas multinacionais, mas da produção orgânica, sem veneno e que não contamine a natureza e as pessoas”, defendeu o parlamentar que em Sergipe é o autor da lei que criou a Política Estadual da Agroecologia.

 

 

 

Fonte: Edjane Oliveira, da Assessoria de Imprensa



Política
Com.: 0
Por Redação
26/06
17:07

Deputado destaca a importância de receber recursos para municípios sergipanos

Liberação de recursos federais para municípios sergipanos, este foi o tema que voltou a ser discutido na sessão desta terça-feira, 26, na Assembleia Legislativa de Sergipe (Alese). Na ocasião, o deputado Venâncio Fonseca (PSC) destacou ações desenvolvidas no Estado através do mandato do deputado federal André Moura (PSC). 

Para Venâncio, o mandato do deputado federal  tem sido relevante aos sergipanos, principalmente em decorrência das ações voltadas para a liberação desses recursos que são necessários ao estado de Sergipe. De acordo com o parlamentar, André Moura tem o seu mandato voltado principalmente para ações dos municípios.

"A crise é profunda e todos nós sabemos das dificuldades enfrentadas pelos Governos dos Estados e pelas prefeituras. Graças a Deus, Sergipe tem a felicidade de ter à frente da liderança do Congresso Nacional, um filho da terra, uma revelação dessa nova geração política que tem uma força de trabalho enorme e tem demonstrado através de suas ações, principalmente na liberação de recursos para o nosso Estado através de um mandato republicano”, ressalta.

Venâncio Fonseca enfatizou a assistência dada a todos os municípios sergipanos. “Seja da situação ou da oposição,  de qualquer partido. O prefeito, a liderança política que necessita do apoio, da ajuda do deputado André Moura, ele tem feito indistintamente e a maior prova está na nossa capital. Aracaju é a prova inconteste das ações desenvolvidas pelo deputado e o próprio prefeito reconhece a liberação de mais de 320 milhões de reais em obras e outras ações para o desenvolvimento do bem estar dos aracajuanos. Triste do prefeito de Aracaju se num momento como esse não tivesse o apoio decisivo e o prestígio político do deputado André Moura”, completa lembrando que as ações também estão sendo feitas no interior, a exemplo de ajuda para a realização dos festejos juninos.

Fonte: Rede Alese






















 



Política
Com.: 0
Por Redação
26/06
07:36

Alese vota LDO e projetos do Executivo nesta quinta, 28

Próxima quinta-feira, 28, os deputados estaduais vão analisar e votar em terceira discussão e em redação final ao projeto do Poder Executivo que aborda sobre a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), para o exercício de 2019. Na ocasião serão votadas as emendas propostas pelos parlamentares, à LDO.

A LDO define quais as prioridades e metas que devem ser traçadas para o ano seguinte, fixando os recursos que o G0overno do Estado pretende economizar, traçar regras, vedações e limites para as despesas dos poderes. Só após a sua aprovação o parlamento iniciará o recesso por 30 dias.


Também na quinta-feira, nas Comissões Temáticas e em plenário, entrarão na pauta diversos projetos de autoria do Poder Executivo, que ainda estão sendo enviados para a Assembleia Legislativa, além de proposituras de autoria de vários parlamentares.

O que?
Votação da LDO e de projetos do Executivo e Parlamentares
Onde?
Comissões Temáticas e plenário da Assembleia Legislativa
Quando?
Quinta-feira (28), a partir das 10 horas.

Por Rede Alese


Política
Com.: 0
Por Redação
25/06
20:34

Eleições 2018 - Patriota/SE lança pré-candidatos nesta terça-feira

O “Patriota” lança nesta terça-feira (26)  a pré-candidatura ao Senado de Emília Corrêa. O encontro que acontece a partir das 07:30h, no hotel Quality,  e marca também o lançamento das pré-candidaturas dos deputados federais e estaduais. “Será um encontro para unificar o grupo e declarar apoios”, disse o presidente do partido,  João Nascimento.

Emília Corrêa, um dos principais nomes da sigla, comentou que o Patriota em Sergipe tem crescido e essa confirmação das pré-candidaturas, para Estadual e Federal respaldam esse fortalecimento.

Segundo a pré-candidata ao Senado, “novos nomes chegando, pessoas com fichas limpas para concorrer a vagas importantes como deputado federal  e deputado estadual. Estamos aqui para contribuir e, verdadeiramente, fazer a história da política que se espera”.

Ela afirmou ainda que o partido estava sem rumo, mas  a condução zelosa do Patriota, feita  pelo presidente João Nascimento, tem mostrado a força de uma unificação em prol de um projeto que tem como foco a justiça para todos.

“A sociedade está cansada, frustrada.  Temos consciência do compromisso de mudanças  que pretendemos assumir. E o partido, avança nessa direção”, concluiu a parlamentar.

Política
Com.: 0
Por Eugênio Nascimento
25/06
14:45

Advogado sergipano apontado como bilionário desmente informação

O advogado sergipano Cezar Britto, ex-presidente do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil, é o primeiro militante da esquerda brasileira à tornar-se bilionário, conforme divulgou o Diário do Poder, do jornalista Cláudio Humberto. Britto nega.


Segundo o jornalista, ele terá direito a receber de honorários de 10% a 30% (de R$ 1,5 bilhão a R$ 4,5 bilhões) da causa trabalhista contra a Petrobras e que rendeu R$ 15 bilhões aos trabalhadores, conforme decisão do Tribunal Superior do Trabalho (TST).


“Como fiz a defesa das ações no TST, na semana passada, isso pode ter gerado a confusão na avaliação do jornalista Cláudio Humberto, que me prometeu corrigir a informação”, explicou.

Esclarecimento

Cezar Britto disse que não há fundamento na informação. “A causa beneficia cerca de 19 mil trabalhadores, dos quais cerca de 500 do total de empregados da Petrobras em Sergipe, que conta com 1.000. Há centenas de advogados na causa. Portanto, a informação é descabida”, comentou.


Cezar, que é natural de Propriá, responde por trabalhadores de Sergipe, Alagoas e parte da Bahia. Ele lembra que a Petrobras vai recorrer da decisão do TST junto ao Supremo Tribunal Federal (STF).



Política
Com.: 0
Por Eugênio Nascimento
Primeira « Anterior « 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 » Próxima » Última

Enquete


Categorias

Arquivos