10/05
06:58

Capitão Samuel cobra resposta para as reivindicações dos militares

Militares já encaminharam pauta de reivindicações ao governo
 

samuel plenario2.jpg

Com as galerias do plenário da Assembleia Legislativa ocupadas por policiais e bombeiros militares fardados, o deputado Capitão Samuel (PSL) fez pronunciamento durante o pequeno expediente da sessão desta segunda-feira, dia 9, para apresentar as reivindicações da categoria e cobrar uma resposta do governo do Estado. A pauta, com os pontos que foram definidos em assembleia pelos militares, foi entregue há 15 dias ao secretário de Articulação com os Movimentos Sindicais, Chico Buchinho, e segundo o parlamentar, ainda não foi apresentanda nenhuma resposta.

 

Entre esse pontos estão a Lei de Organização Básica, a definição da carga horária dos militares, a exigência de nível superior para ingresso na corporação e tratamento igualitário na segurança pública. O deputado iniciou seu pronunciamento exibindo um vídeo para mostrar um pouco do trabalho desempenhado por policiais e bombeiros militares diariamente em Sergipe.

Capitão Samuel disse que o que às vezes a categoria triste é que é dificil ser reconhecida, porque ela prende, mas na hora de aparecer na mídia é como se todo trabalho fosse feito pela Polícia Civil, tanto, disse ele, que a Polícia Militar, em nível de Brasil, é conhcecida como "polícia garçom". "Nós como militares somos hierarquizados, principalmente pacientes demais, nós reconhecemos as dificuldades dos outros, aguardamos, esperamos, compreendemos quando as pessoas chegam e nos dizem que não podem e acontece que acabamos sendo esquecidos", desabafou.

Ele informou que este ano os policiais e bombeiros fizeram uma assembleia unificada, da qual ele participou, e os pontos definidos falavam em aumento salarial, porque naquele momento a categoria compreendeu que o Estado estava passando por uma situação difícil, mas a pauta definida e aprovada trata da definição de carga horária, que foi um tema que já discutido em anos passados, mas que até hoje não foi definida ainda.(Da assessoria)



Política
Com.: 0
Por Eugênio Nascimento
10/05
06:41

Justiça Eleitoral cancela 12,6 mil títulos em Sergipe

O Tribunal Regional Eleitoral de Sergipe (TRE-SE) cancelou 12.693 títulos de eleitores  que não compareceram às urnas nas 3 últimas eleições no Estado. Além do total acima
também foram cancelados/suspensos 67 títulos de pessoas por outros motivos. O relatório  final de avaliação foi divulgado ontem de manhã pelo TSE, em Brasília.

Aracaju teve o maior número de títulos cancelados, exatos 4.694, sendo seguido por Nossa Senhora do Socorro, com 916 (mais dois posteriores), Itabaiana, com 609 (três
posteriores), Lagarto com 485 (dois posteriores), Estância com 432 (cinco posteriores) e São Cristóvão, com 380 (três posteriores). O menor número de cancelamentos aconteceu em
Pedrinhas, com apenas 8.

Política
Com.: 0
Por Eugênio Nascimento
09/05
20:33

Edvaldo participa da Marcha dos Prefeitos 2011 nesta terça-feira

A redistribuição dos royalties do petróleo, a Emenda Constitucional 29, melhor distribuição do bolo tributário e os restos a pagar do governo federal são os principais temas a serem debatidos em Brasília a partir desta terça-feira (dias 10, 11 e 12 de maio), durante a XIV Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios — a Marcha dos Prefeitos 2011. O prefeito de Aracaju, Edvaldo Nogueira, já se encontra na Capital Federal para participar do evento, que contará com a presença de cerca de 4 mil prefeitos que irão entregar suas reivindicações à presidente Dilma Rousseff.

Após a solicitação de prefeitos de todo o país, o governo federal decidiu prorrogar para o mês de junho a validade dos restos a pagar referentes a 2007, 2008 e 2009, que seriam cancelados em 30 de abril, mas a meta dos prefeitos é que o prazo seja estendido até dezembro deste ano, segundo lembra o prefeito de Aracaju.

Caso sejam cancelados, os municípios brasileiros irão perder, pelo menos, R$ 1,24 bilhão em restos a pagar. “Neste caso específico, nós já demos um passo importante, já que conseguimos adiar o prazo até junho. Mas a luta continua porque a nossa meta é estender o prazo até o dia 31 de dezembro desse ano”, explica Edvaldo. (Da assessoria)



Política
Com.: 0
Por Eugênio Nascimento
09/05
19:58

Danilo pede que iniciativa privada dê oportunidade de emprego aos jovens


Ao fazer uso da tribuna da Câmara Municipal de Aracaju (CMA) na manhã desta segunda-feira, 9/5, o vereador Danilo Segundo (PSB) fez um apelo ao empresariado sergipano para a contratação de jovens em suas respectivas empresas, proporcionando-lhes a inserção no mercado de trabalho. De acordo com Danilo, a juventude é o presente do país e, por isso, merece ser absorvida pelos segmentos econômicos do Estado e da capital sergipano. 

“Faço um apelo aqui à iniciativa privada, aos empresários de Aracaju para que dê uma chance à nossa juventude na questão do primeiro emprego. Vamos parar com essa história de que os jovens são o futuro do país. A juventude é o presente do Estado e da nossa capital. É preciso que os jovens tenham espaço na iniciativa privada e também nas repartições públicas para que possam adquirir a experiência tão solicitada pelas empresas quando da contratação de funcionários”, disse o parlamentar. (Da assessoria)



Política
Com.: 0
Por Eugênio Nascimento
09/05
11:00

Votação do Novo Código Florestal - Quando a pressa é amiga da malandragem

Eugênio Nascimento

Na semana passada o Brasil assistiu ao desespero de congressistas querendo colocar em votação às pressas o projeto do Novo Código Florestal Brasileiro. Por trás de toda aquela insistência para que a votação acontecesse logo estavam os interesses de 27 deputados federais e senadores que desmataram, desviaram rios, exploraram  ilegalmente o solo e/ou ainda destruíram vegetação nativa e foram multados pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis (Ibama).

Os segmentos políticos mais comprometidos com a sociedade e as entidades ambientalistas “peitaram” os oportunistas, que desejam o uso abusivo de agrotóxico, desmatamento indiscriminado, desviar rios para beneficiar suas propriedades e prejudicar à população de vários municípios brasileiros. Esses problemas estão em todo o país e em todos os Estados. Há sempre alguém querendo tirar vantagem da natureza e com isso esmagar as pessoas mais pobres e trabalhadoras que dela também precisam.

Felizmente, o projeto não foi votado, mas isso pode acontecer nesta semana. É preciso que a opinião pública faça valer os seus interesses, induzindo-os a serem superiores aos dos políticos espertalhões, que, sem escrúpulos, se elegem comprometidos com as causas sociais e quando chegam no Congresso trabalham a favor de interesses pessoais e de grupos de amigos ricos. O Brasil precisa ficar de olho nesse tipo de político e exigir do Ibama a cobrança das multas aplicadas contras eles, que variam de R$ 500 mil a quase R$ 7 milhões.



Política
Com.: 1
Por Eugênio Nascimento
09/05
06:35

PSDB e DEM estão atordoados

O PSDB dividido e encolhendo e o DEM sofrendo um processo de esvaziamento trabalham a  tese de se unirem num único partido, provavelmente o ninho tucano, em busca da
sobrevivência. O problema do PSDB é a disputa intensa entre o ex-candidato à Presidência  da República José Serra (SP), governador Geraldo Alckmin (SP)e o senador Aécio Neves (MG)  pelo comando da agremiação e o consequente direito a disputar a sucessão da presidente  Dilma Rousseff. Já no DEM, a crise surgiu com a saída do prefeito Kassab (SP) para o PSD,  buscando uma aproximação maior e melhor com o governo federal e os petistas.

Com pouco mais de 90 congressistas num universo superior a 500, a oposição, ainda assim,  tende a perder parlamentares. Longe do governo, muitos daqueles eternos agregados ao  poder, vivem zonzos, desesperados para conseguir prestígio e cargos na esfera federal  para seus apadrinhados, que nos estados perderam o comando o comando de uma série de  repartições da União. Sem prestígio para conseguir verbas e programas federais, muitos prefeitos também optaram por deixar a oposição e se encostar um pouco nos braços dos
governistas .

Esse quadro provocou o caos no DEM e o enfraquecimento do PSDB, partidos que sempre estiveram juntos, mas que agora, na hora da fusão, não se mostram muito desejosos de que  isso aconteça. Até mesmo o pai do PFL, partido que antecedeu o DEM, ex-governador e ex-deputado federal Jorge Bornhausen, abatido pelo abandono e pelo desespero adesista dos demistas, deixou a agremiação na última sexta-feira, dia 6 de maio último. Ele anunciou que não pretende mais ter militância política partidária, continuará um DEM sem partido.

O DEM não está bem das pernas em nenhum lugar do país. Mas em Sergipe as suas principais lideranças não abriram mão da sigla.  Saíram apenas as chamadas “arraias miúdas”. O partido ganhou um novo fôlego com a divulgação de uma pesquisa em que o ex-governador  João Alves Filho e o deputado federal Mendonça Prado aparecem como os primeiros colocados  em cenários da disputa pela Prefeitura de Aracaju. Por causa disso, os demistas sobreviventes os empurram para a disputa. Mas ainda é muito cedo, ainda falta 17 meses
para o povo ir às urnas escolher quem comandará a capital.

Mas, com uma crise aqui e outra acolá, cumpre-se a profecia do ex-deputado federal e ex-ministro da Casa Civil, José Dirceu, de que o PT governará o Brasil por pelo menos 20
anos. Já se foram oito anos de Lula e agora chegaram os oito anos de Dilma Roussef. Quem será opróximo?



Política
Com.: 0
Por Eugênio Nascimento
08/05
17:40

Governo do Estado de Sergipe cancelará multas dos pardais

Após tomar conhecimento da auditoria que solicitou sobre os contratos do Detran, o governador Marcelo Déda determinou que fosse feito o levantamento de todas as multas aplicadas pelos pardais contratados pelo Governo do Estado para que o Estado possa ressarcir os valores pagos pelos contribuintes e para que sejam canceladas as que ainda não foram pagas.

A decisão do governador baseou-se no resultado da auditoria especial que a Controladoria Geral do Estado realizou nos contratos celebrados pelo Detran com a Splice Indústria e Comércio, onde se constatou que a empresa não cumpriu a exigência contratual de aferir os equipamentos pelo Inmetro.

O objeto do contrato com a Splice foi a locação de três radares fixos instalados nas Rodovias Estaduais Melício Machado, Airton Senna e Rodovia dos Náufragos. Teve iniciou em outubro de 2010 indo até fevereiro deste ano, período no qual se observou considerável diminuição de acidentes.

Pelo contrato com a Splice, a empresa limitava-se a fornecer as imagens ao Detran, cabendo a este, exclusivamente, a decisão de julgar e aplicar as multas. O preço pela locação dos radares foi estabelecido de forma fixa e sem qualquer participação da empresa no valor das multas aplicadas.
 
O contrato com a Splice foi celebrado de acordo com processo licitatório regular, onde não foi identificada nenhuma irregularidade.

O Detran também realizou processo licitatório e chegou a celebrar contrato com a empresa Eliseu Kopp para a locação de dez radares móveis, mas suspendeu o contrato antes mesmo de sua execução por constatar a ausência de estudo técnico prévio, conforme exigência do Código Nacional de Trânsito (Contran).

Em face da importância da fiscalização eletrônica do trânsito, principalmente nas Rodovias estaduais, o Governo vai reiniciar processos administrativos com vistas à contratação de novos equipamentoss para dar seguranças nas estradas.


Política
Com.: 1
Por Eugênio Nascimento
06/05
21:56

Ministra Maria Rosário adia visita a Sergipe

A ministra Maria Rosário, dos Direitos Humanos, informou no início da noite de hojke (06/05) que a visita que faria a Sergipe na próxima segunda-feira foi adiada. Surgiram compromissos mais urgentes. Ela viria  ao Estado para se reunir com o governador Marcelo Déda e o secretário Iran Barbosa pára discugtir linhas de atuação na defesa dos direitos humanos no Brasil.


Política
Com.: 0
Por Eugênio Nascimento
Primeira « Anterior « 692 693 694 695 696 697 698 699 700 701 702 » Próxima » Última

Enquete


Categorias

Arquivos