31/01
19:08

Confiança lançará revista oficial do clube

Mais uma vez a Associação Desportiva Confiança sai na frente e inova na divulgação da imagem do time mais valioso de Sergipe. Nesta semana foi acertada a parceria do clube do Bairro Industrial com Dois Toques Comunicação para a criação de uma revista oficial.

O acordo, que será válido inicialmente até o final de maio, abrangerá duas edições da revista, que tem lançamento marcado para a metade do mês de março. Na ocasião será realizado um evento inaugural. A revista, que terá seu nome divulgado nos próximos dias, será vendida a preço popular para os sócios e torcedores do Dragão.

Segundo o diretor executivo do Grupo Dois Toques, Élcio Mendonça, o atual destaque do Confiança, na liderança do Grupo B do Nordestão, ajudou ainda mais na formatação da ideia de uma publicação de revista. “Estamos felizes por fecharmos essa parceria com o Confiança. É uma equipe tradicional, de camisa, e vamos nos empenhar ao máximo para entregarmos um produto à altura”, destacou.

Com esta parceria, o Confiança é o terceiro time a fechar uma publicação de revista com o Grupo Dois Toques. O Náutico (PE) e a Portuguesa (SP) já tiveram projetos semelhantes.

Da Assessoria


Esportes
Com.: 0
Por Kleber Santos
31/01
18:30

CBF divulga tabela da 1ª fase da Copa do Brasil; Confiança x Guarani e Itabaiana x Ponte Preta


A Copa do Brasil, que estreia novo formato neste ano, teve divulgados nesta quinta-feira os jogos da sua primeira fase, que acontecerão nos dias 3, 10 e 17 e 24 de abril. Pelos times sergipanos, Confira encara fora de casa o Guarani/SE e o Itabaiana vai até Campinas enfrentar a Ponte Preta.

A competição terá 86 clubes em sete fases, incluindo os participantes brasileiros na Copa Libertadores da América, exceto o São Paulo, que defenderá seu título da Copa Sul-Americana.

Pela primeira vez, o torneio se estenderá ao longo do ano. A final será disputada em 20 e 27 de novembro.

JOGOS
Guarani/SP x Confiança/SE
Ponte Preta/SP x Itabaiana/SE


Esportes
Com.: 0
Por Kleber Santos
31/01
17:22

Coluna Primeira Mão - Política e Economia

Proinveste é prorrogado por causa de indefinições em SE, AL e DF

O Programa de Apoio ao Investimento dos Estados e Distrito Federal (Proinveste), que vai emprestar R$ 20 bilhões para os Estados e Distrito Federal, deve ser prorrogado pelo governo federal. O prazo final de contratação dos recursos pelos bancos públicos BNDES, Banco do Brasil e Caixa, terminaria ontem. A informação foi publicada com exclusividade no Valor PRO, serviço de informação em tempo real do Valor.  Fontes do governo, porém, informaram que não foi possível fechar contratações de empréstimos em alguns Estados, como Sergipe, Alagoas e o próprio DF, o que vai levar a Secretaria do Tesouro Nacional (STN) a estender o prazo. O Tesouro está avaliando por quanto tempo o programa será estendido. Calcula-se que será prorrogado por mais dois ou três meses.



MPF/SE: sentença obriga órgãos a recuperar área degradada 1

Atendendo a pedido do Ministério Público Federal em Sergipe (MPF), a Justiça Federal determinou que a União, o Município de Aracaju e a Empresa Municipal de Obras e Urbanização (Emurb) reparem uma área de preservação permanente localizada na margem do rio Poxim. De acordo com a decisão, os réus devem apresentar à Administração Estadual do Meio Ambiente (Adema), no prazo de 30 dias, um projeto de recuperação de área degradada (PRAD). Caso seja necessário, os órgãos terão 10 dias para realizar as modificações sugeridas pela Adema para, em seguida, executar o PRAD.


MPF/SE: sentença obriga órgãos a recuperar área degradada 2

Uma casa de alvenaria foi erguida na rua Alu Campos, na margem do rio Poxim, no bairro Farolândia, em Aracaju, sem autorização dos órgãos competentes. A casa era usada para guarda de equipamentos de pesca e depois foi abandonada. A casa já foi demolida pelo responsável pelo imóvel. Segundo o procurador da República que assina a ação, Rômulo Almeida, os réus permitiram a ocupação da área de preservação e, mesmo constatando a situação irregular (como foi informado em ofícios ao MPF), não adotaram as providências exigidas para a recuperação do meio ambiente, que deverão ser tomadas agora, após a condenação judicial. Os réus ainda podem recorrer da decisão.


Fortur será realizado em Canindé de São Francisco

 

A Secretaria de Estado do Turismo (Setur) anunciou que vai realizar nesta sexta-feira, 01 de fevereiro, mais uma reunião do Fórum Estadual de Turismo de Sergipe (Fortur), que será realizado no município do Canindé de São Francisco. Na 26ª edição do Fortur, além de Canindé, cidade anfitriã e parceira neste evento, os municípios que compõem o Polo Velho Chico também foram convidados a fazerem parte das discussões do Fórum, que terá o objetivo de realizar, através do Prodetur, Oficinas Públicas para apresentação e revisão dos Planos de Desenvolvimento Integrado do Turismo Sustentável (PDITS). O Fortur vai acontecer no Hotel Águas de Xingó, em Canindé do São Francisco, a partir das 13h.

Heleno apoiará luta dos irrigantes do Califórnia

Os irrigantes do projeto Califórnia no município de Canindé de São Francisco estiveram nesta quarta-feira (30), reunidos com prefeito Heleno Silva. Eles foram pedir ajuda para solucionar os problemas que atualmente está sendo enfrentado por todos. A pauta de reivindicação deles está composta por limpeza das barragens e canais, limpeza dos crives, número maior de “bombeiros”, reforma de canais, maior proteção e segurança nas estações de bombeamentos, acabar com o desvio de água para lotes sequeiros e acabar com os vazamentos nas redes de distribuição de água.


Projeto Califórnia está na UTI, diz irrigante

Segundo o irrigante, senhor Manuca “o projeto Califórnia está na UTI”. Isto acontece porque já se passaram 29 anos desde a construção do projeto e nenhuma reforma foi feito, o que estaria contribuindo para que os problemas se avolumassem. A Coidro não foi poupada de criticas, pois segundo os presentes na reunião, o governo do estado não vem dando importância a situação atual de Canindé. Durante o encontro o prefeito Heleno Silva disse que “os problemas dos irrigantes também são problemas meus, e vamos lutar juntos para que possamos solucionar cada um deles. Em seguida ele manteve contato telefônico com o secretário de agricultura do estado, Zezinho Sobral e marcou uma reunião para a segunda-feira (04), às 10h da manhã em Aracaju. Estará presente, além do prefeito, representantes do todos os 7 perímetros irrigados.


Sergipe Contemporâneo terá lançamento nesta quinta 1

É aguardado com ansiedade o lançamento do livro Economia Sergipana Contemporânea (1970-2010) do professor e assessor econômico do Governo de Sergipe, Ricardo Lacerda, hoje às 19 horas no Museu da Gente Sergipana. Edição conjunta da Editora Diário Oficial e da Editora UFS, a obra faz um amplo panorama da economia sergipana e vai se tornar de leitura obrigatória para aqueles que se interessam por entender as transformações na economia sergipana no período.

 


Sergipe Contemporâneo terá lançamento nesta quinta 2

 

O livro tem apresentação do Governador Marcelo Déda, que estimulou o autor a registrar em livro as análises que o autor elaborou sobre as diversas facetas da economia sergipana, desde os novos investimentos em petróleo e fertilizantes até as transformações na economia agrícola, com a expansão da pecuária leiteira e da produção do milho. A publicação traz também um conjunto amplo de indicadores econômicos e sociais de Sergipe. O Governador apreciou tanto o trabalho que entregou um exemplar à Presidente Dilma Rousseff durante a sua visita a Sergipe nessa semana. O prof. Josué Modesto elaborou um alentado prefácio sobre a obra.

 


Coral Vozes do Banese define temporada 2013

 

O Coral Vozes do Banese vai se reunir na próxima segunda-feira, 4, para começar a definir as suas atividades no primeiro semestre de 2013. Patrocinado pelo Banese, o coral é constituído por um grupo de funcionários ativos do Banco, aposentados e dependentes, além de funcionários do Banese Card. O grupo, além de se apresentar na rede de agências do Banese, tem tido participações marcantes em eventos locais e em outros Estados.

 

Corregedora Geral da Defensoria Pública será empossada nesta sexta-feira

A defensora pública, Isabelle Silva Peixoto, tomará posse nesta sexta-feira, 1º, no cargo de Corregedora-Geral da Defensoria Pública do Estado de Sergipe em solenidade a ser realizada às 11 horas na Central de Atendimento Defensora Diva Costa Lima, na Travessa João Francisco da Silveira, 94 - continuação da Avenida Barão de Maruim, Centro. Reeleita através de votação unânime dos membros presentes do Conselho Superior da instituição e escolhida pelo defensor geral, Raimundo Veiga, Isabelle Peixoto assumirá o mandato para o biênio 2013/2014.

 

 

 
 
 
 

Max Prejuízo reivindica segurança para o Augusto Franco

O vereador Max Prejuízo (PSB) reuniu-se com o comandante geral da Polícia Militar de Sergipe, coronel Maurício da Cunha Iunes, e lhe pediu apoio da PM para fazer a segurança do folião no Bloco Galo do Augusto Franco e voltou a reivindicar uma maior segurança para os moradores do conjunto. "É grande o número de assaltos e também de homicídios. O conjunto cresceu, a população e seu comércio também, o que tem atraído a atenção dos marginais. Precisamos que a segurança acompanhe o crescimento do conjunto", explicou Max. O coronel Iunes afirmou que a Polícia Militar de Sergipe dará todo o suporte à festa momesca, para que tudo ocorra com total segurança. Quanto ao policiamento no AF, o coronel Iunes informou que estão aumentando a frota e mais uma viatura será destinada para a região, além de aumentar o reforço do Getam - Grupamento Tático de Motos. "Um dos maiores problemas do Augusto Franco, como também da Coroa do Meio, são as drogas", lamentou Iunes.


Balanço; Feira de Sergipe gera mais de cinco milhões

 

Cerca de 100 mil pessoas visitaram os estandes da Feira de Sergipe armados na Praça de Eventos da Orla. A intensa programação, com apresentações de bandas locais, grupos folclóricos e manifestações culturais, envolveu 1200 participantes. Vale destacar a grande variedade de artesanato e comidas típicas, que agradaram sergipanos e turistas durante os treze dias de realização. Conforme explicou o superintendente do Sebrae/SE, Lauro Vasconcelos, a Feira tem como objetivo valorizar os pequenos negócios, artesanato e a cultura sergipana, proporcionando oportunidade para divulgação e conquista de novos mercados. “Com a presença de milhares de turistas em Aracaju durante o período de alta estação, a Feira se torna uma grande vitrine da nossa cultura, oferecendo entretenimento e oportunidade de negócios”, afirma Lauro Vasconcelos. O Superintendente disse que um evento do porte da Feira de Sergipe proporciona no seu entorno oportunidade também para centenas de pessoas que trabalham com segurança, receptivo, transporte, restaurantes, hospedagem além de outras atividades. Diretamente os expositores geraram ocupação temporária para cerca de 300 pessoas.

Fies atualiza cadastro empresarial

A Federação das Indústrias do Estado de Sergipe - FIES, através do seu Núcleo de Informações Econômicas - NIE, lançou recentemente o Cadastro Industrial de Sergipe, mas não foi possível obter os dados de todas as indústrias sergipanas. Tendo em vista a grande procura diária que a FIES recebe, através de e-mail e telefone, por indústrias sergipanas que possam ser fornecedoras/parceiras, este cadastro se torna uma grande oportunidade para que as empresas do Setor Industrial de Sergipe, possam ampliar seus negócios. Sendo assim, as Fies solicita aos empresários que visitem o site www.fies.org.br, verifiquem se sua empresa consta no cadastro e se as informações estão corretas. Caso não esteja, ele devem atualizar as informações. Dúvidas podem ser tiradas pelos telefones (79) 3226-7464 / 7418.


Sergipe sedia encontro de presidentes dos CREAS do NE


Tem início nesta sexta-feira (1), o 1º Fórum de 2013 do Colégio de Presidentes (CP) dos Conselhos Regionais de Engenharia e Agronomia do Nordeste. O Crea-SE é o anfitrião do encontro, que tem por objetivo discutir assuntos de interesse da categoria e que impactam a sociedade. Para o engenheiro civil, Jorge Roberto Silveira, presidente do Crea-SE e coordenador do CP: “esse Fórum assumiu um papel político muito importante por dar mais visibilidade às questões pertinentes ao Nordeste, além de contribuir para a consolidação do posicionamento dos Creas em nível federal”.

 

 

 



Coluna Eugênio Nascimento
Com.: 0
Por Eugênio Nascimento
31/01
16:24

Confiança vai enfrentar o Guarani (SP) na Copa do Brasil

A Associação Desportiva Confiança já tem adversário para a disputa na Copa do Brasil. A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) anunciou na manhã desta quinta-feira os adversários das equipes que vão disputar o torneio em 2013. Os azulinos vão enfrentar a equipe do Guarani de Campinas (SP).
 
A Copa do Brasil terá sete fases, conhecidas como “mata-mata”, com jogos de ida e volta. Nas duas primeiras fases, o jogo de volta pode ser extinto, caso o time visitante vença os donos da casa por uma diferença maior que dois ou mais gols.
 
O Confiança tem o direito de participar da Copa do Brasil deste ano, após levantar o título da Copa Governo do Estado de 2012. De acordo com o site da CBF, a tabela completa do torneio será divulgada na próxima segunda-feira, dia 04 de fevereiro.

Da Assessoria
 


Esportes
Com.: 0
Por Kleber Santos
30/01
08:01

Cadê o Prejuízo? - SOBRE AUMENTO DA TARIFA DO TRANSPORTE COLETIVO

Empresários do transporte cobram reajuste, mas não apresentam nenhum dado concreto

Por Demétrio Varjão*

Nesta terça-feira (29/01), o SETRANSP, Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Município de Aracaju, entregou à SMTT um ofício solicitando um reajuste na tarifa de ônibus para R$ 2,52. O fundamento desse reajuste é o crescimento dos custos com a manutenção do sistema, que tornou o preço da tarifa defasado. Mas se tal argumento é verdadeiro, por queas empresas não apresentam os custos e os lucros do sistema de transporte coletivo?

O fato é que as empresas de ônibus nunca revelam demonstrações contábeis, ou quaisquer dados que comprovem que operam em déficit, ou que o passivo está maior que o ativo.Aliás, a própria prefeitura contribui para que não haja transparência nesse processo.

Nas últimas décadas o reajuste da tarifa vem se dando a portas fechadas, num acordo obscuro entre gestores municipais e empresários do transporte. Agem, inclusive, contrariando a Lei Orgânica do Município, que em seu artigo 241 obriga que todo aumento na tarifa de ônibus passe pela Câmara de Vereadores.

Nesse interim uma constatação é clara. Mesmo com tantos reajustes acima da inflação, a qualidade do transporte público de Aracaju só piora.

Ainda em 1984, forçada pelos reclames da população aracajuana, a Câmara Municipal instalou uma Comissão Parlamentar de Inquérito para apurar a necessidade do reajuste tarifário. No relatório da CPI dos Transportes ficou claro que as alegações das empresas eram completamente infundadas, não havia déficit, tampouco era justificável uma majoração na passagem.

À época, o prefeito Heráclito Rollemberg passou por cima do relatório do legislativo municipal e concedeu o reajuste.

Esse autoritarismo do poder executivo continua sendo regra tanto em Aracaju como noutras capitais do país. Face à inércia dos demais poderes instituídos, estudantes e trabalhadores organizados vêm combatendo esse processo.

Em Maceió, no ano 2012, os levantes contra o reajuste de R$ 2,10 para R$ 2,49 fizeram com que o Ministério Público acionasse o judiciário. Em seu despacho, na Ação Cautelar Nº 2012.005580-6, a Desembargadora Nelma Padilha questionou o argumento do empresariado, alegando que não fora comprovado prejuízo em virtude da manutenção do valor da tarifa. Sua decisão o manteve no patamar de R$ 2,10.

Já em Aracaju,em janeiro do mesmo ano, o Movimento Não Pago levou uma representação ao Ministério Público estadual na qual apontava a existência de indícios de irregularidades no reajuste tarifário, fazendo necessária a realização de uma auditoria nos custos e lucros das empresas de ônibus. Passado um ano, o órgão ainda não se posicionou sobre a possibilidade de iniciar uma ação judicial.

Com o aceno positivo do prefeito João Alves filho diante da pressão do empresariado por um novo aumento, a questão volta à tona.

É absurdo e imoral que as próprias empresas realizem o cálculo do reajuste, e que a prefeitura não o questione e nem se esforce para tornar os dados públicos. É necessário haver auditorias detalhadas e permanentes sobre os custos e os lucros das empresas do setor, com participação direta da sociedade civil e dos poderes instituídos.

Embora a maior parte da imprensa local não aponte, as contradições do sistema privado de transporte coletivo - tarifa alta e péssima qualidade do serviço - colocam uma pulga atrás da orelha da população, sobretudo quando o argumento do empresariado é flagrantemente descolado da realidade. Ou será que ninguém percebe que enquanto alegam grandes déficits no seu orçamento, as empresas de ônibus gastam muito dinheiro patrocinando festas, além de figurarem entre os principais financiadores das campanhas eleitorais em todo o país.

* Demétrio Varjão é Economista, Mestrando em Comunicação pela Universidade Federal de Sergipe e Militante do Movimento Não Pago.


Política
Com.: 0
Por Eugênio Nascimento
30/01
07:51

Justiça Eleitoral inaugurará fórum em Campo do Brito

O Fórum Eleitoral “Conselheiro Manoel Cabral Machado” é o 17º prédio da Justiça Eleitoral inaugurado

Após a inauguração do Fórum “Juiz Osório de Araújo Ramos”, em Lagarto, no dia 25 de janeiro. A Justiça Eleitoral inaugurará nesta sexta-feira (1º), a partir das 10h, o Fórum Eleitoral “Conselheiro Manoel Cabral Machado”, nova sede da 24ª Zona Eleitoral, no município de Campo do Brito, que engloba também Macambira e São Domingos.

A edificação, localizada na Rua Gabriel Lima, possui 265,23m² de área construída e segue o modelo padrão adotado pela Justiça Eleitoral, que atende as principais normas de acessibilidade e sustentabilidade ambiental.

Ao custo total de R$ 410.044,84, entre projetos e construção, o empreendimento foi erguido em um terreno doado pela prefeitura de Campo do Brito e executado pela empresa Padrão, vencedora do processo licitatório.

O nome do Fórum é uma homenagem ao professor, intelectual e homem público Manoel Cabral Machado. Político com uma longa carreira, foi o primeiro presidente e fundador do Tribunal de Contas do Estado de Sergipe.

A solenidade de inauguração contará com a presença da presidente do Tribunal Regional Eleitoral de Sergipe, Desembargadora Aparecida Gama, autoridades do estado e familiares e amigos do homenageado.

(Da assessoria)
 


Política
Com.: 0
Por Eugênio Nascimento
30/01
07:42

Hemose precisa de sangue Rh negativo

O Centro de Hemoterapia de Sergipe (Hemose) está com um déficit de 60% no estoque de sangue fator Rh negativo. Ontem, a unidade tinha à disposição apenas 23 bolsas de sangue distribuídas da seguinte forma: A negativo (12); Ab negativo (02); B negativo (02) e O negativo (07).

“O Hemose atende l6 hospitais e o consumo de sangue fator Rh negativo foi além do previsto”, informa a gerente da Coleta, Florita Aquino, ao advertir que a regularização do estoque depende do gesto voluntário dos doadores. “Na semana passada o serviço intensificou a captação de doadores de dois tipos sanguíneos, o A negativo e B positivo, e os doadores atenderam ao chamado. Esperamos que essa solidariedade permaneça”, disse.

De acordo com dados do Ministério da Saúde, apenas 19,5% da população do Brasil têm sangue com fator Rh negativo. Desse percentual, 9% da população estão inseridos no grupo de sangue O negativo, 8% têm sangue A negativo, 0,5% é de AB negativo e 2%, B negativo.

O cidadão interessado em contribuir com o serviço deve estar atento para as condições necessárias no dia da doação de sangue. Dentre elas, ter entre 16 e 67 anos de idade, estar em bom estado de saúde, pesar mais de 50 quilos e comparecer ao serviço bem alimentado. Também é imprescindível a apresentação de documento oficial com foto, válido em todo território nacional.

(Da assessoria)



Variedades
Com.: 0
Por Eugênio Nascimento
29/01
20:58

Na Barra dos Coqueiros, Dilma e Déda inauguram Usina Eólica

As 23 torres, de 100 metros de altura cada, que constituem a Usina de Energia Eólica (UEE) Barra dos Coqueiros formam uma paisagem admirável aos olhos de quem passa às margens da Rodovia SE-100, no município sergipano. Espalhadas numa área de 300 hectares mais do que encantar por sua bela e imponente imagem, o Parque Eólico, inaugurado pelo governador Marcelo Déda e pela presidenta Dilma Rousseff no início da tarde desta terça-feira, 29, é um marco para produção energética do estado. Antes, Dilma e Déda inauguraram a ponte Gilberto Amado, que liga os municípios de Estância e Indiaroba.
 
As necessidades relativas à segurança energética e mitigação das alterações climáticas têm levado empresas e governos, ao redor do mundo, a buscar novas alternativas relacionadas à produção de energia. Em Sergipe, a primeira Usina Eólica sergipana terá capacidade para produzir 34,5 megawatts, o que representa energia suficiente para abastecer uma cidade com 120 mil habitantes. Esta energia – gerada a partir da força dos ventos - é abundante, renovável, limpa e produzida através dos 23 aerogeradores instalados nas torres, os quais captam as forças dos ventos por meio das hélices ligadas a uma turbina que aciona um gerador elétrico.

"Essa construção na Barra dos Coqueiros pode abastecer qualquer município sergipano através de energia limpa, com exceção da capital Aracaju e de Nossa Senhora do Socorro", disse Marcelo Déda ao comparar a capacidade de produção da usina à quantidade de energia consumida pelas populações de cada interior sergipano, onde o número de 120 mil habitantes só é ultrapassado nos dois municípios citados por ele.

Fruto de um financiamento de US$ 56 milhões junto ao China Development Bank (CDB), a Usina de Energia Eólica, empreendimento do grupo Engevix, terá capacidade de abastecer uma cidade com 120 mil habitantes (Foto: Roberto Stuckert Filho/PR)


Em seu discurso, Déda falou ainda da importância do empreendimento para a contribuição de Sergipe em relação à produção e diversidade de fontes energética no Brasil. "O Brasil é um País que oferece segurança energética. Seguindo a mesma linha, Sergipe produz energia termoelétrica, a partir da biomassa das usinas da cana de açúcar; etanol; gás natural; petróleo; 14,44% da energia hidrelétrica do Nordeste, dividindo com Alagoas e a Usina de Xingó, e agora produzimos, também, energia eólica. Então, agora, com a Desenvix, Sergipe se consolida como produtor de energia, abrindo para os empresários as possibilidades de se investir aqui, porque o insumo fundamental que é energia, nós temos”. 

Já a presidenta Dilma Rousseff lembrou que investir na diversidade de produção energética fazia parte das metas e reformas iniciadas há dez anos, no início do Governo Lula, para que o País pudesse ter a segurança energética que apresenta hoje. "Ter energia significa garantir que o País cresça. Desde o início do Governo Lula, quando fui do Ministério de Minas e Energias, nossa preocupação era assegurar energia para o Brasil a curto, médio e longo prazo. E a Usina Eólica, além de gerar energia limpa, é algo bonito de se ver. O estado de Sergipe está contribuindo com as reservas de energia para o Brasil. Com mais essa contribuição da usina sergipana, o Brasil tem energia suficiente para assegurar o grande crescimento das oportunidades", reforçou Dilma.

A respeito da segurança energética do Brasil, questão muito comentada nas últimas semanas no país Déda, ressaltou que o Brasil é hoje um país que oferece segurança energética ao contrário do que alguns tentam pregar. “A partir de 2003, a palavra apagão pertence a um dicionário que foi jogado no lixo pela responsabilidade política e capacidade de gestão do presidente e das autoridades do setor elétrico”, afirmou.

Sobre a mesma perspectiva o ministro de Minas e Energias, Edson Lobão, criticou “o tsunami de desinformação” que foi propagado nas últimas semanas a respeito do sistema elétrico brasileiro e a presidenta Dilma reafirmou o seu pronunciamento da semana passada, garantindo a redução de 18% na conta de energia para o consumidor doméstico e 32% para o consumidor produtivo e que não irá faltar energia para o Brasil crescer.

O Parque Eólico
Fruto de um investimento total de R$ 125 milhões, com investimentos do Banco de Desenvolvimento da China – China Development Bank (CDB), a Usina de Energia Eólica é um empreendimento do grupo Engevix. O Governo do Estado apoiou a iniciativa através do Programa Sergipano de Desenvolvimento Industrial (PSDI) com a concessão de incentivo locacional, disponibilizando a área de 300 hectares, vizinha ao Porto de Sergipe.
A UEE Barra dos Coqueiros comercializou sua energia no primeiro leilão exclusivo de energia eólica do Brasil. A energia será contratada pela Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE) como energia de reserva por um prazo de 20 anos.

Os estudos para implantação foram iniciados em 2008. Já as obras começaram em outubro de 2011 e a instalação das turbinas em abril de 2012. Os critérios para escolha de Sergipe foram os seguintes: o potencial de ventos do local, que garante a produção de energia e torna o parque economicamente viável; as facilidades logísticas em razão da proximidade com o porto de Barra dos Coqueiros; e o fato de o local da usina estar inserido no plano de desenvolvimento da Companhia de Desenvolvimento Industrial e de Recursos Minerais de Sergipe (Codise), num local previamente destinado à implantação de projetos.

O Parque Eólico é controlado pela Desenvix, que tem como sócios a empresa de engenharia Jackson Empreendimentos, a norueguesa SN Powere, e a Funcef, Fundação de Previdência Complementar dos Funcionários da Caixa Econômica Federal. A operação de financiamento foi a primeira na modalidade de "project finance" realizada pelo banco chinês no mundo. O financiamento obtido com o CDB tem prazo de 15 anos e será amortizado em 29 parcelas semestrais. A empresa pagará juros de 5,1% ao ano mais a variação da taxa interbancária de Londres (Libor).

Para o chefe do Executivo estadual, o parque eólico, representa um grande passo no que diz respeito ao crescimento do estado alinhado à busca de alternativas para o desenvolvimento sustentável.  “Eu, na menor unidade da federação, me sinto orgulhoso de ver essas torres girando para que essa energia limpa chegue ao estado de Sergipe. Energia, que será no futuro, uma das grandes matrizes para a nossa luta contra o aquecimento global e cumprimento dos compromissos assinados nas reuniões e conferências ambientais mundiais”, explicou Déda.

Fonte: ASN


Política
Com.: 0
Por Kleber Santos
1 2 3 4 5 6 » Próxima » Última

Enquete


Categorias

Arquivos