31/03
17:24

Coluna Primeira Mão - Política e Economia


João Daniel é contra aliança PT-DEM e sai em defesa do PMDB

O líder do PT na Assembleia Legislativa, deputado João Daniel, manifestou-se, em entrevista ao Jornal da Cidade, contra uma alin aça entre o seu partido e o DEM. Ele disse: “Sou totalmente contra. PT e DEM têm interesses antagônicos. O PT defende os interesses da classe trabalhadora, das pessoas mais pobres, defende as lutas sociais, o Estado democrático, a valorização daqueles que trabalham e enriquecem o Brasil. O DEM pensa diferente, tem história mais ligada ao autoritarismo, representa as elites brasileiras. É um partido atrasado. Acho que em Sergipe o PMDB é um aliado natural, já tem hoje o vice-governador (Jakson Barreto), é importante, pois a aliança é também nacional, e Jackson demonstra ter os mesmos interesses nossos. São interesses progressistas, bons para o Brasil, bons para os brasileiros, principalmente para aqueles mais pobres. Por conta da semelhança de interesses é que já se comenta bastante que o atual vice-governador deverá ser o nosso candidato a governador em 2014. Eu acho boa essa ideia. Jackson é um nome forte e representativo”.


“Déda pode reconstruir a maioria na Assembleia Legislativa”

João Daniel comenta a possibilidade de reconstrução da maioria governista na Assembleia Legislativa: “Se o governador Marcelo Déda realmente tiver interesse nisso e disposição, acho que constrói. Já ouvi comentários dando conta de que isso está perto de acontecer. Não se pode é cair no desespero. Em médio prazo, é possível obter a maioria na Assembleia Legislativa de Sergipe”.

Proinveste – “Eu acredito que há um clima bem favorável. Os blocos governistas e oposicionistas se entenderam em relação ao empréstimo, o governador Marcelo Déda conversou com todos os segmentos e hoje não há um motivo para justificar a não aprovação do projeto. Vai ser bom para todo o Estado, que vai ganhar muitas obras. São elevados investimentos – R$ 727 milhões. Depois desse período de conversações, parece estar claro que não há derrotados e nem vencedores. Todos venceram, Sergipe venceu.


“A seca justificaria situação de emergência em todo o Estado”

Sobre a seca que motivou a decretação de situação de emergência em 22 municípios, João Daniel diz: “A seca é grave e acho que justificaria declarar emergência em todos os 75 municípios. Há perda de rebanho, perda de safra e as pessoas não entraram em desespero até agora por que há o abastecimento de água via caminhões-pipa e o fornecimento de alimentos. E já vem por aí água para os animais. Se não tivéssemos programais sociais, os sertanejos estariam numa situação bem mais caótica. Os governos federal ou estadual realizam as ações de emergência – viabilizam o fornecimento de água e alimentos para os humanos. Nunca vi uma assistência assim. O grande problema é que não há definições de políticas para garantir a intensificação da produção de alimentos em perímetros irrigados, criação de áreas de aguadas, canais para levar água para locais em que sejam possível a produção, a exemplo do Canal de Xingó, e não temos grandes barragens para acumular água para a produção de peixe e garantir o consumo animal, justamente para esses períodos secos. Estamos vivendo essa seca há três anos e o quadro vem se agravando cada vez mais”. (Entrevista completa no Jornal da Cidade deste domingo).


Litoral Sul de SE - Proprietários fazem queimadas para lotear ou construir condomínios

Para viabilizar áreas para loteamentos, construção de condomínios, residências fora de espaço condominial, bares etc., proprietários de terra nos municípios de Itaporanga D’Ajuda (Caueira) e Estância (Abaís e Saco) estão promovendo queimadas. Sem vegetação, eles buscam alvará para colocar em prática seus projetos. Preocupado com o problema, o secretário de Estado do Meio Ambiente, Genival Nunes, fez um apelo aos prefeitos para que não autorizem obras, mas sim denunciem aqueles que adotam práticas que atingem a natureza. “A partir da denúncia, a Secretaria, a Adema e até o Ibama podem atuar conjuntamente com as prefeituras para punir os promotores de queimadas. É preciso estudo ambiental para construção nessas áreas de praia”, explicou. Já há casos nos dois municípios, onde houve boa valorização do solo por c onta da construção das pontes Joel Silva (Aracaju-Itaporanga) e Gilberto Amado (Estância-Indiaroba).


Consumo de energia elétrica mantém crescimento no segundo mês do ano - 1

Dados divulgados pela Energisa, (que gera e distribui energia para 63 municípios sergipanos, alcançando 96% do território do estado), o consumo de energia elétrica em fevereiro de 2013, em Sergipe, chegou a 205,9 Gigawatt-hora (Gwh), representando crescimento de 10,7% em relação ao mesmo mês de 2012. Em relação ao mês anterior, o consumo manteve-se, praticamente, estável. O consumo industrial, somado aos consumidores livres, resultou em 84,5 Gwh, mostrando-se 4,2% maior quando confrontado com fevereiro de 2012. Comparando com o mês anterior (janeiro/2013), o consumo apresentou queda de 5%.


Consumo de energia elétrica mantém crescimento no segundo mês do ano – 2

O total de energia consumido pelas residências e pelo comércio, no estado, atingiu 79,9 Gwh e 43,8 Gwh, respectivamente, registrando crescimento de 14,6% e 7%, nesta ordem, quando comparado com o mesmo mês do ano anterior. Analisando a evolução mensal, o consumo das residências recuaram 4,2%, enquanto o consumo comercial manteve-se constante. No campo foram consumidos 13,2 Gwh, com elevações de 32% e 7,3%, nas bases de comparação anual e mensal, respectivamente.


Golpe militar completa 49 anos neste domingo

Há exatos 49 anos os militares brasileiros derrubaram o governo João Goulart e deram início a uma ditadura que durou 24 anos. Em Sergipe, por não aceitar seguir o novo regime, o então governador João de Seixas Dória perdeu o cargo foi preso e encaminhado para Fernando de Noronha. Ainda no Estado foram presas dezenas de pessoas.


Preços dos medicamentos podem ser reajustados

Os preços dos medicamentos vendidos no país podem ser reajustados desde o último dia 30, sábado. O anúncio foi publicado no Diário Oficial do último dia 12. De acordo com a Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos, do Ministério da Saúde, o reajuste deve ser calculado com base no Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), entre março de 2011 e fevereiro de 2012, nos ganhos de produtividade das empresas de medicamentos e no preço dos insumos usados na produção dos remédios. “É justo que as empresas reajustem o preço de seus produtos. É a lei do mercado. No entanto, o grave problema da falta de acesso a medicamentos deve ficar ainda mais complicado para a população. Precisamos de alguma saída que melhore as condições de quem precisa e não consegue seguir um tratamento medicamentoso, por não ter recursos suficientes para isso”, diz Rodrigo Bacellar, diretor da PBMA – Associação Brasileira das Empresas Operadora de PBM (Programa de Benefício em Medicamentos).


UFS quer área para estacionamento em Itabaiana

O reitor da Universidade Federal de Sergipe, professor Angelo Roberto Antoniolli, trem encontro na manhã desta segunda-feira, 01, com os vereadores de Itabaiana. Vai entrar em pauta a doação de um terreno nas proximidades do campus da instituição de ensino no município para uso como estacionamento por estudantes e professores da UFS. “Sinto que há condições de sensibilizar a Câmara. Acho que o diálogo é salutar e vou lá pedir esse pedaço de chão para oferecer um melhor serviço para os estudantes, professores e servidores da UFS”, explicou Antoniolli.


Prazo para pagamento do IPVA vence nesta segunda-feira 

Os proprietário de veículos de placa final 2 ganharam um prazo maior para pagamento do IPVA 2013. É que a Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz) prorrogou a data limite de pagamento para o dia 01 de abril, esta segunda. Mas a Sefaz alerta que a prorrogação é referente apenas ao vencimento referente ao mês de março, mantendo o calendário de pagamento inalterado para os demais meses.


Projeto de Sergipe sobre palma é destaque em publicação internacional

Mais uma vez os bons resultados obtidos com o cultivo intensivo da palma em Sergipe foram destaque em publicações científicas internacionais. A revista CactusNet, produzida pela Rede de Cooperação Técnica Internacional sobre Cactus (FAO Icarda),publicou em sua mais recente edição dois artigos sobre a técnica implementada na região semiárida do Estado. Desenvolvido pelo Sebrae Sergipe e executado pelo consultor Paulo Suassuna em 16 municípios, o projeto ‘Palma para Sergipe’ teve início no segundo semestre de 2007 e desde então já beneficiou mais de 500 produtores. O modelo de produção já garantiu o plantio de mais de dois milhões de palmas em solo sergipano.


Calor excessivo prejudica granjas do interior sergipano


Por conta do excessivo calor que atinge todo o Estado de Sergipe, as granjas estão produzindo e colocando no mercados frangos pequenos e magros. A situação é mais amena nas granjas que possuem sistema especial de refrigeração. Aquelas que funcionam à base de uso de ventilação natural, têm enfrentado maiores dificuldades. A média de temnçperatura em algumas áreas do Estado chega a superar os 38º. Os donos de granja dizewm que estão com custo elevado para a produção. O ruim dessa situação é que o preço do frango assado, ainda que seja menor, continua sendo o mesmo nos supermercados e no comércio de ruas.


Proinveste viabilizará mais de 30 projetos do governo do Estado

Os recursos avaliados em mais de R$ 500 milhões que o governo do Estado poderá obter com a provável aprovação do empréstimo do Proinveste vão garantir a realização de mais de 30 projetos na capital e interior. Ao que tudo indica, as verbas que seriam usadas pelo governador Marcelo Déda (PT) para contrapartida em projetos do PAC ficarão de fora do processo de votação na Assembleia Legislativa por enquanto. O governo pretende encaminhar o Proinveste para a Assembleia nos próximos dias e avalia-se, entre opositores e situacionistas, que a aprovação acontecerá sem complicações.


Valadares Filho quer urgência na efetivação de medidas contra a seca

O deputado Valadares Filho (PSB-SE), em pronunciamento feito hoje na tribuna da Câmara, destacou a gravidade da seca que atinge o Nordeste brasileiro e a necessidade de se agilizar o repasse dos recursos, previstos nos programas do governo federal para o combate à seca. “Não é a primeira vez que a região Nordeste é castigada por longos períodos de estiagem. Entretanto, essa seca que começou em 2011 tem-se mostrado uma das mais severas dos últimos tempos”. No Estado de Sergipe, Valadares Filho destacou que, em períodos de estiagem anteriores, a seca atingia praticamente só a região do sertão sergipano, sem maiores consequências para o restante do Estado. “Mas, neste momento, a estiagem já chegou a outras regiões, atingindo quase todo o Estado de Sergipe; até mesmo algumas cidades, por falta de água potável, estão sofrendo as consequências da seca”.


Pré-caju: dossiê vai ser entregue também ao Ministério Público Federal

Depois que protocolaram, a pedido, farta documentação sobre a prévia carnavalesca denominada Pré-Caju no Ministério Público Estadual (MPE), os integrantes do Fórum em Defesa da Grande Aracaju decidiram em reunião na noite da última quinta-feira que vão entregar o dossiê na Procuradoria da República do Ministério Público Federal em Sergipe. A decisão deveu-se, segundo alega o Fórum, ao fato de ter constatado que uma vultosa quantia de recursos públicos vindos do Governo Federal foi injetada na Associação Sergipana de Blocos e Trios (ASBT) e que parte expressiva desses recursos foram gastos no Pré-Caju. Entre os documentos que compõem o "dossiê do Pré-Caju" está um rol de recursos conveniados com a ASBT que totalizam, até o exercício de 2010, R$ 5.782.040,00 e os integrantes do Fórum pedirão ao Ministério Público Federal (MPF) que analise o fluxo desses recursos, desde a aprovação das emendas ou dos projetos, passando pela aplicação e chegando à prestação de contas. "Queremos saber como tanto dinheiro público foi destinado para a ASBT e o que se comprou ou se contratou. Não dá para admitir que o dinheiro do povo seja usado assim sem maiores explicações, enquanto tantas outras áreas estão precisando." Disse José Firmo, integrante do Fórum em Defesa da Grande Aracaju.


Deputado Antônio Passos preocupado com possibilidade de redução de água na barragem de Xingó

O deputado Antônio Passos (DEM) revelou estar preocupado com a possibilidade de acontecer a redução da liberação de água sobre a barragem de Xingó, no município de Canindé do São Francisco. O assunto foi tema de pronunciamento feito por ele na sessão de hoje, dia 27, da Assembleia Legislativa. O parlamentar disse que teve uma conversa com o professor Luiz Carlos Fontes, membro do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco, que externou sua preocupação com o pedido feito pela Companhia Hidrelétrica do São Francisco (Chesf) à Agência Nacional de Águas (ANA) para a redução da liberação da água sobre a barragem de Xingó. O deputado disse que se isso acontecer vai ter menos água a partir da hidroelétrica e isso deve comprometer determinados sistemas. “Porque quando chegou determinada época esse pedido nós tivemos problemas com o abastecimento de Aracaju, das adutoras que saem do rio São Francisco para abastecer nosso Estado”, disse Antônio Passos.


Coluna Eugênio Nascimento
Com.: 0
Por Eugênio Nascimento
31/03
14:34

Atendimento do Banese está presente em todo o estado

A presidente do Banco, Vera Lúcia de Oliveira, ressalta que os Pontos Banese facilitam a vida dos sergipanos

O Banco do Estado de Sergipe (Banese) possui a maior rede de atendimento bancário do Estado. A afirmação é da presidente do Banese, Vera Lúcia de Oliveira, ao destacar que o Banco, além de 61 agências, 12 postos de serviço, e 431 caixas eletrônicos, mantém 290 Pontos Banese em diversos estabelecimentos comerciais espalhados pelos 75 municípios sergipanos.
“Os Pontos Banese facilitam a vida dos sergipanos, já que estão distribuídos de forma  estratégica nos bairros das cidades, de maneira que possibilitam o rápido acesso dos clientes aos serviços da instituição”, ressaltou a presidente.

Conforme autorizado pelo Banco Central, mediante a resolução 3954, de 24/02/2011, os Pontos Banese, ou Correspondentes no País, disponibilizam vários tipos de serviços financeiros, como saques, depósitos e transferências, além do recebimento de pagamentos de contas em geral (água, luz, telefone fixo, celular, GPS, IPVA, FGTS, DARF, IPTU, ISS, DAE e DUA-Detran), entre outros.

NOVOS CANAIS
O Banese está desenvolvendo uma ampla reestruturação dos seus canais de atendimento. A iniciativa, que faz parte do Planejamento Estratégico do Banco, é chamada de “Projeto Novos Canais de Atendimento”. De acordo com o gerente do Projeto, Rodrigo Malta da Silva, ela abrange melhoramentos nos sistemas de Call Center, Caixas Eletrônicos e Internet Banking, para beneficiar os clientes com a oferta de novos produtos e serviços, mais modernos e eficientes.

Devido à complexidade do Projeto de Canais, estão envolvidas com o processo diversas áreas do Banese, toda a Superintendência de Tecnologia (Sutec) e a Diretoria Executiva do Banco, além de fornecedores e parceiros.

O Projeto, de acordo com o gerente da Área de Marketing e Relações Institucionais do Banese (Amari), Édivam Clinger, além de otimizar a inserção de novos serviços, vai permitir um conhecimento prévio das necessidades de consumo do cliente, o que possibilitará um atendimento mais rápido do que ele está buscando no Banco.

“Toda essa reestruturação está sendo feita com a visão de projetar cada vez mais o Banese como o Banco preferencial dos sergipanos”, finalizou Clinger, que é também o novo gestor do Projeto de Canais.


Variedades
Com.: 0
Por Kleber Santos
31/03
14:29

Destaques esportivos da TV deste domingo

9h - Nice x O. Marselha, Francês, SporTV
9h30 - Aston Villa x Liverpool, Inglês, ESPN
10h - Portuguesa x São Carlos, Paulista A2, RedeTV
10h - London Irish x Sale, Inglês de rúgbi, ESPN +
10h - Judô, Grand Prix da Turquia (finais), Bandsports, ESPN Brasil, Esporte Interativo e SporTV 2
11h30 - Ajax x NEC, Holandês, ESPN
12h30 - Greuther x Frankfurt, Alemão, ESPN Brasil
12h30 - Masters 1.000 de Miami (final), tênis masc., SporTV 2
12h30 - Macerata x Andreoli, Italiano de vôlei masc., Bandsports
13h - Curling, Mundial masc., SporTV
14h - Espanyol x Real Sociedad, Espanhol, ESPN +
14h15 - Independiente x Boca Juniors, Argentino, Fox Sports
16h - São Paulo x Corinthians, Paulista, Band e Globo (para SP)
16h - Flamengo x Audax Rio, Estadual do Rio, Band e Globo (menos SP)
16h - Lyon x Sochaux, Francês, ESPN Brasil e SporTV
18h - Curling, Mundial masc., SporTV 2
18h15 - San Lorenzo x Newell's Old Boys, Argentino, Fox Sports
18h30 - São Caetano x Mogi Mirim, Paulista, SporTV
21h - Houston Astros x Texas Rangers, beisebol, ESPN
23h - Chivas x América, Mexicano, ESPN +


Esportes
Com.: 0
Por Kleber Santos
31/03
14:25

O emprego doméstico em Sergipe

Ricardo Lacerda*
Professor do Departamento de Economia da UFS e Assessor Econômico do Governo de Sergipe

Na semana que passou, o Senado Federal aprovou por unanimidade, em segundo turno, a Proposta de Emenda à Constituição nº 66/2012 que igualou os direitos dos empregados domésticos aos dos demais trabalhadores. 

Foram agregados dezessete novos direitos, dentre os quais se destacam a jornada de trabalho semanal de 44 horas e o pagamento de hora extra pelo que exceder o horário normal. Prevista para ser promulgada na próxima terça-feira, dia 02 de abril, a emenda constitucional vem corrigir uma injustiça histórica e vai concorrer para profissionalizar uma atividade que tem a peculiaridade de ser realizada em unidades domiciliares e não em empresas constituídas. 

Ainda que conhecida como a PEC das domésticas, a emenda constitucional regulamentou direitos para todos os trabalhadores domésticos, incluindo jardineiros, babás, cuidadores de idosos, caseiros e motoristas. 

Resgate
A regulamentação desses direitos, com um atraso de quase vinte e cinco anos em relação à constituição de 1988 e de setenta anos em relação a CLT, ocorre em um momento de transição no mercado de trabalho do país, marcada pelo forte incremento da formalização do emprego e de taxas de ocupação próximas ao pleno emprego. 

O aquecimento no mercado de trabalho e o consequente incremento real dos salários da base da pirâmide nos últimos anos, em grande parte devido aos aumentos reais do salário mínimo, já vinham provocando mudanças no emprego doméstico. Do lado da oferta, parcela dos trabalhadores domésticos percebeu no mercado de trabalho em crescimento uma oportunidade para buscarem outras atividades. Do lado da demanda, a elevação no custo de contratação de empregado doméstico permanente tem levado à progressiva preferência de diaristas por parte das famílias. Com a nova regulamentação dos direitos, essa tendência deve ser acentuada. 

Brasil
A Pesquisa Nacional de Amostra Domiciliar de 2011 identificou 6,6 milhões de pessoas ocupadas que tinham o serviço doméstico como atividade principal, correspondendo a 7,1% dos 93,4 milhões de pessoas ocupadas na semana de referência. Naquele ano, as mulheres representavam 93% dos trabalhadores domésticos. 

Para se ter uma ideia do que isso representa, há mais trabalhadores domésticos no Brasil do que no setor de turismo ou no de transporte. O contingente dos trabalhadores domésticos é quase tão grande quanto a soma das pessoas ocupadas nas atividades de educação, saúde e serviços sociais, que alcançava 8,2 milhões em 2011. 

A relação de trabalho é mais precária do que na maioria das demais atividades. O grau de cobertura da previdência tem melhorado, mas continua muito baixo. Aumentou de 28%, em 2002 para 36,2% em 2011, quando a média nas demais atividades é de 60%. São 4,3 milhões de trabalhadores domésticos, quase 2/3 do total, sem cobertura previdenciária (ver Gráfico). Apenas na agricultura o quadro é mais grave, com apenas 17,6% dos trabalhadores com direito à cobertura previdenciária.

Nordeste e Sergipe
No Nordeste havia 1,5 milhão de trabalhadores domésticos em 2011. Na região, apenas um em cada cinco trabalhadores domésticos tem cobertura previdenciária, frente a um em cada três da média nacional. Há também outras diferenças até certo ponto surpreendentes, como o fato de a participação do emprego doméstico no total das ocupações ser um pouco menor na região, 6,5% frente 7,1% da média nacional. Por outro lado, entre 2002 e 2011,  a ocupação doméstica cresceu acima da média das demais ocupações na região e abaixo da média no Brasil.

Em Sergipe, havia 57 mil pessoas ocupadas em empregos domésticos em 2011, um crescimento de 16% em relação à situação de 2002. Os empregados domésticos representavam 6% do total das pessoas ocupadas em 2011. São cerca de 53 mil mulheres (93%) e 4 mil  homens. O grau de cobertura previdenciária vem aumentando, tendo passado de 20,4%, em 2002 para 31,6% em 2011, ainda muito baixo.   Cerca de dois em cada três empregados domésticos não têm acesso a esse direito. 

A situação da remuneração também é precária. Em 2011, quase um em cada três recebia até meio salário mínimo e 88% se situavam em uma faixa mais ampla de até 1 salário mínimo. A situação em 2002 era mais grave, com 92% se situando na faixa de até 1 salário, cujo valor real era bem inferior.

A emenda constitucional aprovada faz justiça a um grande número de brasileiras e brasileiros. Na sequencia de sua promulgação, e regulamentação de alguns pontos, esse mercado de trabalho vai passar por ajustes importantes em direção a uma mais profissionalização, com uma diminuição expressiva de empregados residindo no local de trabalho e aumento no número de diaristas, a exemplo do que já ocorre nos países de renda média mais elevada. A sua aprovação é um sinal intenso de que o Brasil melhora. Boa Páscoa para todos.

*Artigos anteriores estão postados em http://cenariosdesenvolvimento.blogspot.com/


Coluna Ricardo Lacerda
Com.: 0
Por Eugênio Nascimento
31/03
14:21

O corsário do rei

Clóvis Barbosa
Blogueiro e Conselheiro do TCE

A primeira vez que vi Darcy Ribeiro foi numa palestra que ele veio fazer na Universidade Federal de Sergipe, onde eu exercia o cargo de Procurador Federal. Após o término de seu compromisso, ao lado de alguns professores e estudantes, fomos todos a um restaurante na praia de Atalaia. Passamos aproximadamente quatro horas juntos, tempo necessário para ele se apaixonar perdidamente por uma estudante que estava conosco e para o conhecermos como uma figura fascinante. A mim, impressionou seu talento, seu raciocínio rápido e a capacidade de discutir todo e qualquer assunto. Toquei num tema tabu dentro do meio acadêmico de então, que era o livro do filósofo José Arthur Gianotti, publicado alguns anos antes pela Editora Brasiliense, “A Universidade em ritmo de barbárie”. Este ensaio foi uma crítica feroz ao processo de degradação que passava a universidade brasileira, chegando o autor a afirmar que um pacto da mediocridade havia sido firmado na comunidade de ensino superior, onde o professor fingia que ensinava e o aluno fingia que estudava. Gianotti dizia que "Se não se apostar no poder acadêmico, se não se lhe abrir um espaço próprio, a universidade será enervada por suas convulsões. E como o país não pode dispensar institutos de pesquisa que alimentem o desenvolvimento tecnológico, e escolas que formem suas elites, ela será marginalizada e posta em banho-maria, enquanto uma burocracia ilustrada, apoiada no estado, tratará de criar centros de excelência destinados a cumprir as tarefas que a universidade não soube desenvolver. Uma enorme rede de ensino universitário servirá para enganar a demanda das massas, enquanto o verdadeiro conhecimento tomará outros rumos”, profetizava.

Quem esperava que Darcy fosse de encontro às teses de Gianotti quebrou a cara, pois, além de ratificar, em parte, os argumentos, levantava outros, como o pagamento de salário igual aos professores independentemente de sua produtividade, a falta de extensão e pesquisa, o despreparo dos professores, o péssimo percentual de doutores, etc. Darcy falava sem parar, ao tempo que investia com palavras dóceis e poéticas na beleza juvenil que aflorava em uma das estudantes que nos acompanhava. Fui levá-lo no hotel e no caminho ele falava maravilhas da encantadora jovem que acabara de conhecer. Falava da boca gulosa, dos olhos tristes, do sorriso e do seu charme. No dia seguinte fui levá-lo ao aeroporto. Ele não se esquecera da estudante da noite anterior. Queria um telefone, um contato. Prometi que conversaria com ela. Mas não falei. Ela namorava um colega estudante e ambos militavam num partido de esquerda. Depois, tive uns 3 ou 4 contatos pessoais com ele, sempre em reuniões do PDT em Brasília e Rio de Janeiro. Sempre se lembrava de perguntar de sua musa “sergipense”. Era gostoso conversar com Darcy. Ele sempre deixava uma dúvida, uma frase de efeito, uma tese que a gente carregava para reflexão. Era um homem tremendamente preocupado com o Brasil. Por que o Brasil ainda não deu certo? Era a pergunta que ele fazia ao chegar ao exílio, no Uruguai, em abril de 1964. Com essa idéia na cabeça começou a pensar numa forma de responder à pergunta. Trinta anos depois produziu, talvez, a sua maior obra, com o título de “O povo brasileiro – a formação e o sentido do Brasil”, que, para ele, foi a melhor forma de influenciar as pessoas que aspiravam ajudar o Brasil a se encontrar como nação. Mas, infelizmente até hoje, sua pergunta continua sem resposta?

Na manhã do dia 18 de fevereiro de 1997 soube de sua morte em Brasília. Imediatamente segui para o Rio de Janeiro, local do enterro, para lhe dar o meu último adeus. Na viagem e antes de chegar à Academia Brasileira de Letras, no Castelo, onde seu corpo foi velado, um filme passou em minha mente e passei a me lembrar das nossas conversas durante os parcos momentos de convivência. Desde 1995 que ele enfrentava um câncer nos ossos. No nosso último encontro até falamos sobre o assunto e eu falei de alguns amigos que tive e também sofria desse mal. Depois da doença, conheci um Darcy que tinha pressa em terminar alguns projetos, como a fundação que levaria o seu nome e que teria a sede na sua residência, em Copacabana. Lá estava eu, anonimamente, no Salão dos Poetas Românticos da ABL observando as pessoas e autoridades que vieram prestar a última homenagem. O escritor Dias Gomes foi quem melhor traçou o seu perfil: “O Darcy era um homem feito só de amor. Ele não tinha ódio no coração”. Enquanto o som de Bach contribuía para a nossa melancolia, chegava uma coroa de flores mandada por Fidel Castro com a frase “ao eterno amigo”. Era um cenário de tristeza, principalmente quando a presidente da ABL, escritora Nélida Piñon, fez o discurso de despedida. Na hora do enterro, ainda na sede da Academia, um quiproquó foi marcado pela falta de um veículo que levaria o caixão. Foi o que bastou para ataques e xingamentos serem desferidos contra o então governador do Rio de Janeiro, Marcelo Alencar. Os ânimos foram acalmados e o enterro saiu da ABL até o Cemitério São João Batista, num trajeto de 7 km, onde no mausoléu dos acadêmicos, já à noite, Darcy foi enterrado.

Sim, mas o que tem a ver Darcy Ribeiro com a peça “O corsário do rei”, texto e direção do teatrólogo Augusto Boal? Em 1982, eleito vice-governador na chapa de Leonel Brizola do Rio de Janeiro, Darcy Ribeiro vivenciou em Paris a experiência do Centro de Teatro do Oprimido da capital francesa e convidou Boal, então exilado, para que aplicasse nas escolas públicas do Rio de Janeiro uma atividade similar, dentro daquela perspectiva revolucionária no âmbito da educação, tendo inclusive sugerido que o mesmo montasse um espetáculo na capital carioca. Depois de 14 anos no exílio, Boal montou a peça que trata das aventuras do corsário francês, Duguay Trouin, que invadiu o Rio com o propósito de ocupá-lo e depois revendê-lo aos portugueses e brasileiros. Para ele, era perder tempo e dinheiro com as meras operações de pirataria. O rei da França autorizou a empreitada. Daí por diante, muita sátira e denúncias da corrupção da administração e do clero, a exploração do capitalismo e todas as mazelas do Brasil de ontem e de hoje. A peça não foi bem recebida pela crítica. Armou-se um “bafafá" no cenário cultural brasileiro, de um lado defensores do talento de Augusto Boal, de outro, um segmento atrasado, provinciano, cujo espírito estaria marcado pelo chamado jequismo. Na verdade, uma postura preconceituosa contra um brasileiro que viveu no exílio. O sarrafo sofrido por Boal respingou em Darcy e impossibilitou as crianças das escolas do Rio viver a experiência do teatro do oprimido, tão bem explorado na Europa e com efeitos positivos.


Darcy disse certa vez: “Fracassei em tudo o que tentei na vida. Tentei alfabetizar as crianças brasileiras, não consegui. Tentei salvar os índios, não consegui. Tentei fazer uma universidade séria e fracassei. Tentei fazer o Brasil desenvolver-se autonomamente e fracassei. Mas os fracassos são minhas vitórias. Eu detestaria estar no lugar de quem me venceu”. Perdeu, também, na ânsia de amar um amor juvenil “sergipense”, mas neste caso, o fracasso não significa que ele fracassou; significa que não venceu. Ou, quem sabe, ela é quem perdeu!


Coluna Clóvis Barbosa
Com.: 0
Por Kleber Santos
30/03
11:20

Destaques esportivos da TV deste sábado

9h - Anderlecht x Barcelona, Copa Futuro sub-17, Bandsports

9h45 - Sunderland x Manchester United, Inglês, Fox Sports

10h - Sesi x Cruzeiro, Superliga masc. de vôlei, Globo e Esporte Interativo

10h30 - Ajax x São Paulo, Copa Futuro sub-17, Bandsports

11h - Judô, Grand Prix da Turquia, Esporte Interativo e SporTV 3

11h30 - Stuttgart x B. Dortmund, Alemão, ESPN

12h - Southampton x Chelsea, Inglês, Fox Sports

12h - Manchester City x Newcastle, Inglês, ESPN Brasil

12h - Swansea x Tottenham, Inglês, ESPN +

13h - Americana x Sport, Liga de Basquete Feminino (final), SporTV

13h - Troyes x St, Etienne, Francês, SporTV 2

14h - Celta x Barcelona, Espanhol, ESPN

14h30 - Chievo x Milan, Italiano, Fox Sports

14h30 - Bayern x Hamburgo, Alemão, ESPN Brasil

14h30 - Everton x Stoke City, Inglês, ESPN +

15h15 - Acadêmica x Porto, Português, Bandsports e SporTV

16h - São José x Brasília, NBB, SporTV 2

17h - Torino x Napoli, Italiano, Fox Sports

18h - Levante x Sevilla, Espanhol, ESPN Brasil

18h - Curling, Mundial masculino, SporTV 2

18h30 - Ituano x Botafogo, Paulista, SporTV

21h30 - Minas x Rio de Janeiro, Superliga masc. de vôlei, SporTV

23h20 - Randon Rios x Mike Alvarado, boxe, Bandsports e SporTV 2


Esportes
Com.: 0
Por Kleber Santos
29/03
14:00

ENQUETE: Internautas não gostaram da decisão do Pré-Caju continuar na Beira Mar


Com 75% da votação da enquete do Blog Primeira Mão, os internautas optaram pelo "Não" sobre se "Foi correta a decisão do prefeito de Aracaju, João Alves Filho, de manter o Pré-Caju na avenida Beira Mar (bairro 13 de Julho)". O "Sim" obteve 25% dos votos.

Confira a nova enquete à direita:

1 - A legislação brasileira deve autorizar a realização de aborto até o terceiro mês de gravidez, aos moldes que prega o Conselho Federal de Medicina?

( ) Não

( ) Sim


Variedades
Com.: 0
Por Kleber Santos
29/03
11:49

Destaques esportivos da TV desta sexta-feira


14h30 - Crystal Palace x Birmingham, Inglês (2ª divisão), ESPN

16h - Masters 1.000 de Miami, tênis masc., SporTV 2

16h30 - PSG x Montpellier, Francês, ESPN Brasil e SporTV

16h45 - Leicester x Millwall, Inglês (2ª divisão), ESPN

19h15 - Barueri x Sertãozinho, Liga Paulista de futsal, SporTV

20h - Oregon x Louisville, basquete universitário, ESPN +

21h - Orlândia x Corinthians, Liga Paulista de futsal, SporTV

22h - Denver Nuggets x Brooklyn Nets, NBA, ESPN

22h30 - Michigan State x Duke, basquete universitário, ESPN +


Esportes
Com.: 0
Por Kleber Santos
1 2 3 4 5 6 » Próxima » Última

Enquete


Categorias

Arquivos