31/03
08:33

Coluna Primeira Mão

Eficiência 1

É complicado buscar eficiência nas repartições públicas sergipanas. Não acontece com todo mundo, mas é muito grande o número de pessoas apadrinhadas em empregos públicos. Essas pessoas podem ser funcionários públicos concursados e estáveis ou servidores temporários. Os seus chefes trabalham tendo à mão a lista de quem está ligado a que político.

Eficiência 2

Não pode exigir muita coisa desses empregados. Em caso de problema, não pode cobrar nada sob pena de arrumar confusão para si por ter mexido com gente deste ou daquele político. Assim, essa "lista do chefe" é uma das causas da ineficiência da administração estadual e municipais e de péssimos serviços prestados à população sergipana.

Instabilidade

O prefeito Edvaldo Nogueira (PCdoB) não disse, mas seus auxiliares comentam abertamente que a CPI do lixo só atendia ao interesse do senador Antônio Carlos Valadares (PSB) de gerar um quadro de instabilidade, usando o vereador Elber Batalha Filho.

Laércio queimado

O deputado federal Laércio Oliveira foi da glória ao fundo na semana em que foi aprovada a lei da terceirização na Câmara dos Deputados, da qual foi o seu relator. Demonstrou a sua sinceridade ao declarar que "ninguém faz tão boa limpeza quanto as mulheres", mas esqueceu que era político. Por causa disso, recebeu duríssimas críticas de grupos de mulheres brasileiras nas redes sociais. Alguém deveria tê-lo alertado que as mulheres são a maioria do eleitorado brasileiro, que têm maior escolaridade que os homens e lutam por direitos iguais com os homens. Ganhou fama negativa no país inteiro.

Terceirização 1

Ontem, sexta-feira, durante o ato público em defesa da Justiça do Trabalho, o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil em Sergipe, Henri Clay Andrade, destacou que a terceirização e a reforma trabalhista resultam em perdas de direitos sociais trabalhistas; em golpe mortal na Justiça do Trabalho e aniquila a advocacia trabalhista.

Terceirização 2

Henri Clay afirmou que Michel Temer e o Congresso Nacional não têm legitimidade para implementar a terceirização e as reformas trabalhista e previdenciária. "Aprovaram a terceirização sorrateiramente e à revelia do povo. Isso não é democracia; isso é golpe aos direitos sociais."

Turismo

É muito bom que o governo estadual queira estimular o turismo em Sergipe. Para isso precisa lembrar de duas coisas: a primeira é aumentar a oferta de atrações turísticas. Aracaju e as cidades sergipanas (à exceção das cidades históricas, cada vez mais abandonadas) ainda têm muito pouco a oferecer, para o turista preencher o seu tempo. A segunda consiste em manter abertos – e não fechados – os museus sergipanos nos fins de semana e feriados. Horário de museu não é o mesmo de repartição pública.

Mais discretos

Quais são os deputados federais e senadores por Sergipe mais "discretos" em Brasília? Esses políticos "discretos" são aqueles que têm pouco para mostrar do que fazem, que não aparecem na mídia nacional e estadual por nada que mereça destaque. Talvez já estejam cansados dessa legislatura e querem uma outra.

Adiamento

O governador Jackson Barreto já declarou que, por ele, a privatização da Deso e a reforma da Previdência estadual são tarefas para o próximo chefe do Executivo sergipano. Se é assim, a agonia mensal dos coletores (secretário, assessores, parentes e auditores) de impostos da Secretaria Fazenda para fechar a folha de pagamentos continuará indefinidamente.

Andar só

Valadares Filho já tem condições de continuar na política com suas próprias pernas? O senador Valadares, seu pai, foi decisivo para que ele obtivesse três mandatos de deputado federal. Nesse período tem ocupado funções importantes no seu partido e na Câmara Federal. No exercício de três mandatos federais, soube Valadares construir a sua própria base eleitoral? Afinal, já são quase 12 anos de vida política. Talvez 2018 já traga as primeiras respostas.


De olho

O deputado estadual e presidente da Assembleia Legislativa de Sergipe, Luciano Bispo, não fala sobre o assunto, mas os amigos insistem que o seu nome é a melhor opção para vice na chapa que JB lançar para a sua sucessão no Palácio de Despachos.

Viva a concorrência

A chegada do Uber a Aracaju tem provocado mudanças no mercado de táxi. A maioria está dando 30% de desconto como Uber e os taxistas estão usando gravatas e estão mais atenciosos. A qualidade do serviço tem melhorado muito. Viva a concorrência!

Farinha cara

O quilo da farinha de mandioca subiu de R$ 4,00 para R$ 7,00, em Aracaju.

Desemprego em alta

O desemprego no Brasil passou de 12 milhões para 13 milhões.

Laranja

As chuvas que atingiram os municípios de Boquim,. Tomar do Geru, Cristinápolis, Itabaianinha, Riachão do Dantas e Lagarto podem gerar colheita de laranja dentro de no mais tardar um mês. Caso contrário, os catadores de Sergipe vão atuar no interior da Bahia.

Plantio

O secretário de Estado da Agricultura, Esmeraldo Leal, informou à coluna que não houve plantio de mandioca, milho, feijão, amendoim e inhame motivado pelas recentes chuvas. O homem do campo deve iniciar o plantio no final de abril.



Coluna Eugênio Nascimento
Com.: 0
Por Eugênio Nascimento
30/03
18:34

Senador diz na Alese que quem votar na Reforma da Previdência nunca mais se elege

O plenário e as galerias da Assembleia Legislativa de Sergipe (Alese) ficaram pequenos na tarde desta quinta-feira, 30. por conta da Audiência Pública realizada por iniciativa da deputada Ana Lúcia (PT), sobre a Reforma da Previdência no Brasil. “A gente está percebendo que o golpe era contra o trabalhador e a gente tem que se levantar. Quem votar nessa Reforma da Previdência nunca mais se elege nesse país. O povo pobre desse país não vai ter direito a aposentadoria”, acredita o senador Lindbergh Farias (PT-RJ), palestrante da tarde.

O senador afirmou que nenhum país do mundo sustenta sua Previdência e seu sistema de Seguridade Social só com a contribuição de trabalhador e de empresário.

“É preciso a participação do Governo. São contas erradas e falsas. Nós conseguimos assinaturas com a iniciativa do senador Paulo Paim e vamos instalar na próxima semana a CPI da Previdência para mostrar que a Previdência não é deficitária. Gastamos 502 bilhões de pagamento de juros em 2015. Na Previdência foram 486 bilhões e eles falam do déficit da Previdência, só que não há déficit no sistema de Seguridade Social, que tem a contribuição do trabalhador, do empresário, mas tem também a contribuição do Governo Federal. Isso eles desconsideram. Só dá déficit quando tira a contribuição do Governo Federal”, ressalta.

Lindbergh Farias lembrou que já existe número suficiente de assinaturas para a instalação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI). “Nós conseguimos assinaturas com a iniciativa do senador Paulo Paim e vamos instalar na próxima semana a CPI da Previdência para mostrar que a Previdência não é deficitária. São contas erradas e falsas. Um grave problema nas contas da Previdência é a sonegação absurda feita por bancos e grandes empresas do país, que não pagam o que devem. Queremos abrir os gastos da Previdência pois o que estão querendo é uma coisa muito perversa, fazendo a gente retroagir todo o processo de conquista e voltar lá atrás”, entende.

Projeto

Ainda sobre o projeto que propõe a Reforma da Previdência Social no Brasil, o senador acrescentou ser um plano de austeridade em cima do trabalhador mais pobre. “O que tem para o andar de cima, dos banqueiros, dos grandes empresários, nada. É um plano de austeridade todo em cima do trabalhador mais pobre, como se o grande culpado do rombo das contas públicas do país, fosse o aposentado que ganha o salário mínimo. Aumentaram a idade para 70 anos. O nome disso é maldade, é perversidade, vai piorar a situação da economia”, entende.

O palestrante acrescentou que na questão da Previdência dá para todo mundo fazer conta. “Tem que trabalhar 49 anos para ter aposentadoria integral, ou seja, tem que começar com 16 para poder se aposentar com 65 com aposentadoria integral e ninguém trabalha direto 49 anos, tem sempre um período que a pessoa fica fora do mercado do trabalho, na informalidade, desempregado. Quem entra com 16 não vai se aposentar com salário integral com 65 anos, é com 72 e a mulher com 74. É um crime o que estão fazendo. Esse projeto não toca na essência dos salários do Judiciário, do Ministério Público e do Legislativo não, é todo em cima do povo. Vai ter professor que vai ter que trabalhar 10 anos a mais. Pensão por morte, estão desvinculando do salário mínimo e cai para 60% apenas e se tiver um filho, aumenta mais 10. Uma trabalhadora rural por exemplo que tem aposentadoria, quando o marido falecer, ela não tem mais direito a pensão por morte”, lamenta.

Foto: César de Oliveira


Política
Com.: 0
Por Kleber Santos
30/03
18:02

Plenário rejeita requerimento pedindo abertura da CPI do Lixo

Na pauta de votação desta quinta-feira, 30, os vereadores da Câmara Municipal de Aracaju (CMA) apreciaram um total de duas proposituras, sendo um Projeto de Decreto Legislativo e o Requerimento nº 124/2017, que solicitava a instalação da CPI do Lixo, que foi rejeitado por 16 a 7.

Proposto pelo líder da bancada de oposição, Elber Batalha (PSB), o Requerimento solicitando a abertura da CPI do Lixo foi amplamente debatido pelos vereadores. A finalidade da propositura era investigar os contratos de coleta de lixo e limpeza urbana firmados entre o município de Aracaju, através da Empresa Municipal de Serviços Urbanos (Emsurb) e a Empresa Torre Empreendimentos Rural e Construção LTDA (Torre), entre os anos de 2010 e 2016.

Após analisar alguns documentos do período indicado, a vereadora Emília Corrêa (PEN) sugeriu que houve um “superfaturamento” de alguns contratos da Empresa Torre e que essa situação precisava ser investigada com cuidado. O autor do Requerimento, Elber Batalha fez um histórico dos contratos emergenciais firmados pela Emsurb com as empresas Cavo e Torre nos últimos anos.

O parlamentar lembrou que no início da gestão de Edvaldo Nogueira em 2017, por quatro dias, a Cavo e a Torre prestaram os mesmos serviços na coleta do lixo em Aracaju. “O contrato da Cavo, com vigência de outubro de 2016 a março de 2017, incluíndo a limpeza de canais, foi mais barato do que o valor cobrado pela Torre, também com limpeza de canais, para o período de março de 2017 a setembro de 2017”, ressaltou Elber.

Dirigindo-se a base aliada do prefeito, o vereador Cabo Amintas (PTB) disse que houve direcionamento da atual administração para a contratação da empresa Torre. “A população não é burra. O Ministério Público está investigando, a Polícia está investigando e essa Casa vai se calar sobre isso?”, questionou.

Para o líder do governo, Professor Antônio Bittencourt (PCdoB), a propositura de se instalar uma CPI tinha cunho meramente eleitoral. "Somos os maiores interessados nesta investigação e torço que a Polícia e o Ministério Público apurem com rigor", exaltou o líder.

Para Lucas Aribé (PSB), a CPI do Lixo trata sobre o dinheiro público que é oriundo dos impostos que são pagos por todos os aracajuanos. “Estamos debatendo isso hoje por falta de transparência, falta de respeito aos eleitores, confiando nos gestores”, analisou. O parlamentar disse ainda que a população espera que o gestor público trate a coisa pública como se estivesse tratando um bem seu. “Estamos tratando de apenas uma questão no meio de várias que precisam de atenção”, frisou, acrescentando que a solicitação da CPI é um pedido da sociedade e tem o objetivo de investigar uma série de irregularidades.

Já para o vereador Américo de Deus (Rede), o assunto não pode ser tratado como uma questão meramente política. “O povo brasileiro está cansado de politicagem. Nós temos o dever e a obrigação de fazer uma política diferenciada”, disse.

Isac (PCdoB) lembrou que houve um pedido de CPI em agosto de 2016 de autoria do ex-vereador Bertulino Menezes (PSB) e sequer foi lido na Casa, nem encaminhado para votação. “É esse mesmo partido que agora quer transparência, para tentar nos impor uma lógica que aquele que não quer votar na CPI não quer Aracaju limpa”. Para o vereador, essa CPI é só para vulnerabilizar a gestão de Edvaldo Nogueira. "Nenhum de nós teme e, não vou votar porque ela tem intenção partidária".

Sobre o Requerimento do ano de 2016, que tinha o mesmo objetivo do proposto por Elber Batalha na atual Legislatura, Vinicius Porto (DEM), que era presidente à época da CMA, informou que o anterior, apresentado pelo então vereador Bertulino Menezes, não foi dado prosseguimento porque, diferente de Elber, não estabelecia qual o prazo certo de investigação.

Prosseguindo com as discusões sobre a solicitação de instalação da CPI do Lixo, Dr. Manuel Marcos (PSDB) disse achar melhor aguardar a investigação que está sendo comandada pela Polícia Civil em conjunto com o Ministério Público. “Acho desnecessário nesse momento, pois quem vai concluir a investigação é a Polícia. A Câmara tem que ficar na expectativa”, afirmou.

Fábio Meireles disse que ficou sabendo do Requerimento que trata sobre a CPI do Lixo através das redes sociais. “Tinha as minhas dúvidas, não vim para essa casa para ficar fazendo joguinho. Nunca ouvi falar que a Cavo fez drenagem de canal e estou falando isso por conhecimento de causa, afinal moro numa comunidade que precisa de drenagem e a Cavo nunca fez. Estou aqui para me posicionar sobre o que é preciso. A população muitas vezes é deixada de lado,” disse.

Ao ocupar a tribuna, Kitty Lima (Rede) disse que os vereadores têm pensamentos diferentes, mas que o respeito deve prevalecer. “Precisamos de transparência, a população precisa disso. E isso não quer dizer que não estamos desconfiando de Edvaldo, apenas queremos esclarecer esta situação e que o respeito deve ser mantido na Casa,” afirmou.

Ainda durante o debate, o vereador Iran Barbosa (PT) ocupou a Tribuna e disse que durante o governo municipal de Marcelo Déda foi vereador e assinou uma CPI. “Quando fui deputado federal também assinei uma CPI, quando Lula era presidente", informou Iran.

Evandro Franca (PTB) informou que fala muito pouco, mas que é observador. “Tenho sete mandatos e digo que falar demais não dá voto".

Os vereadores Anderson de Tuca (PRTB), Zezinho do Bugio (PTB), Palhaço Soneca e Dr. Gonzaga (PMDB) ao falarem durante a análise do requerimento da CPI compartilharam da ideia de que confiam no trabalho que está sendo desenvolvido pela delegada Danielle Garcia, à frente das investigações, e que a polícia está cumprindo o papel de investigar.

Sobre os contratos feitos para a coleta de lixo, na gestão anterior, o vereador Juvêncio Oliveira (DEM) disse que foi secretário de João Alves e nunca viu favorecimento de empresa A e B.

Os vereadores Thiaguinho Batalha (PMB) e Bigode do Santa Maria (PMDB) afirmaram em discurso que as decisões políticas precisam ser deixadas de lado e que confiam na investigação da polícia.

Após a discussão e colocações feitas pelos parlamentares, que adentraram pela tarde desta quinta-feira, foi aberta a votação do requerimento pedindo a instalação da CPI do Lixo, que foi rejeitado pela maioria do Plenário.

Foto: Heribaldo Martins


Política
Com.: 0
Por Kleber Santos
30/03
15:31

Centro de Meteorologia de Sergipe alerta para chuvas no final de semana


Chuvas devem perdurar até a segunda-feira, 03, e atingirão municípios da Grande Aracaju, Centro-sul, Agreste e Alto Sertão (Foto: Paulo Tim Tim/Semarh)

A previsão climática para o fim de semana é de muita chuva em municípios da Grande Aracaju, Centro-sul, Agreste e Alto Sertão, é o que afirma o meteorologista do Centro de Meteorologia de Sergipe, ligado à Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Cemese/Semarh), Overland do Amaral.

Conforme o meteorologista, desde a semana passada o sistema avança da Bahia em direção ao litoral sul sergipano e deverá perdurar até a segunda-feira, 03. “Trabalhamos com a possibilidade desse sistema desde a última semana. Tivemos diversas reuniões com a Força Tarefa de Combate à Seca, apresentei as previsões climáticas estendidas, de ontem, 29, até a segunda-feira, 03, tendo uma maior distribuição de chuvas no domingo e na segunda-feira. Mostramos a possibilidade desse sistema, que está desde a Bahia, e passa pelo sul do estado de Sergipe, por municípios como Tobias Barreto, Tomar do Geru e Itabaianinha, nas regiões Centro-Sul e Sul, mais especificamente nos municípios que fazem divisa com a Bahia”, explica.

Grande Aracaju

Na Grande Aracaju, Overland alerta que a maior distribuição de chuvas deverá ocorrer no domingo, 02, e segunda-feira, 03. “Há possibilidade de chuvas mais volumosas, que poderá impactar as marés. Chamo atenção da população e dos órgãos municipais, para uma inundação mais acentuada em Aracaju”.

Agreste e Alto Sertão

O meteorologista também não descarta a chegada de chuvas no Agreste e no Alto Sertão. “As chuvas que chegarão ao Agreste no domingo e segunda poderão chegar ainda ao Alto Sertão, ao longo do São Francisco”, comenta. 

Defesa Civil 

O coordenador estadual da Defesa Civil, coronel Erivaldo Mendes, explana que as chuvas ocorridas nesta quarta-feira [nos municípios de Tobias Barreto, Poço Verde, Simão Dias, Lagarto, Pinhão, Ribeirópolis e Canindé de São Francisco] não trouxeram ocorrências de maior porte, mas frisa que a Defesa Civil segue monitorando o alerta meteorológico. 

“Até o presente momento nenhuma ocorrência que remeta a esse tipo de acionamento, de órgãos, estruturas, nem mesmo da Defesa Civil. Não tivemos nenhuma ocorrência de maior porte, apenas transtornos normais, o que é normal quando chove: quebra de árvore, muros, coisas simples, que não tem maiores consequências. Tudo dentro da normalidade”.

Plano de Contingência

De acordo com o tenente-coronel Erivaldo Mendes, o alerta meteorológico é transmitido para os municípios que têm a competência legal de trabalhar as questões da Defesa Civil em âmbito municipal e cada município tem seus plano de contingência, que mobiliza a estrutura municipal, que é coordenada pela Defesa Civil.

“O Estado tem um plano, que é monitorar toda essa questão meteorológica e caso necessário, acionar os órgãos estaduais para atendimento e resposta a desastre. O Corpo de Bombeiros para salvamentos diversos, o DER para recuperação e reabilitação de acessos de estradas estaduais e o sistema da Secretaria de Saúde para dar suporte para melhoramento de equipes para recepcionar possíveis vítimas. Então, existe uma articulação em âmbito estadual para atender demandas emergenciais que a gente coordena e fica monitorando e demandando aos órgãos estaduais que têm competência e a nós próprios, da Defesa Civil, para também atuarmos com avaliações de determinadas situações para avaliar riscos e encaminhar decisões de interdição, um trabalho coordenado nesse sentido”, esclarece Mendes. 

Chuvas fortes

No caso das chuvas se intensificarem, a Defesa Civil recomenda que a população esteja atenta ao surgimento de trincas, rachaduras, degraus ou rebaixamento do terreno. Outros sinais são a inclinação de postes e árvores; o aparecimento de valas com água mais barrenta que o normal, rachaduras nos pisos e paredes e de saliências nos muros. Diante de alguma dessas ocorrências, é recomendável sair da casa em direção a um lugar seguro e ligar para o Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (Ciosp), através do número 190.


Variedades
Com.: 0
Por Kleber Santos
30/03
14:29

Servidores recebem salário de março nesta sexta

Foto: Silvio Rocha

Nesta sexta-feira, 31, a Prefeitura de Aracaju pagará os salários referentes ao mês de março de todos os servidores (ativos e inativos) e estagiários. O anúncio do pagamento foi feito na última terça-feira, 28, pelo prefeito Edvaldo Nogueira e reafirma o compromisso da atual administração em priorizar a folha salarial. Em janeiro, quando Edvaldo assumiu, havia atraso do mês de dezembro e do 13º salário.

Apesar das dificuldades encontradas na administração, em decorrência das dívidas que superam os R$ 830 milhões - R$ 530 milhões de débitos de curto prazo e R$ 300 milhões de débitos de médio e longo prazo - deixados pela gestão passada, o governo municipal consegue, pelo terceiro mês consecutivo, honrar o pagamento dos salários em dia, dentro do mês trabalhado, algo que não acontecia desde agosto de 2015.

Ainda na sexta-feira pela manhã, os salários de todos os servidores ativos (efetivos e comissionados) e inativos (aposentados e pensionistas) já estarão disponíveis nas contas. 

O pagamento em dia e dentro do mês está entre as prioridades estabelecidas por Edvaldo Nogueira. "A primeira das prioridades foi pagar os servidores e regularizar os salários atrasados. Conseguimos. O 13º salário foi totalmente pago. O salário de dezembro foi pago. Mais de 70% dos servidores já receberam integralmente o salário de dezembro pela operação de crédito. Os salários de janeiro e fevereiro, os primeiros da nossa administração, foram pagos em dia, dentro do mês trabalhado. E agora anunciamos que também pagaremos o salário de março em dia", afirmou.


Economia
Com.: 0
Por Kleber Santos
30/03
14:28

Comissão reavalia a revogação do reajuste do IPTU

A comissão de trabalho esteve reunida mais uma vez nesta quarta-feira, 29, na Secretaria Municipal da Fazenda (Semfaz), para reavaliar a lei que estabeleceu o reajuste de 30% no valor do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU), aprovado na gestão passada e previsto para ocorrer anualmente até 2022. Essa reunião mostra o compromisso do prefeito Edvaldo Nogueira, que ao assumir o governo municipal, assinou o decreto para criação dessa comissão.

A comissão formada por cinco servidores e coordenada pelo secretário Jefferson Passos, tem o prazo de 90 dias para apresentação da conclusão dos estudos. Eles buscam encontrar mecanismos legais para a revogação do aumento anual. Segundo a servidora Ignez Melo Souto Maior, integrante da comissão, está sendo feito o levantamento do impacto na receita com a retirada dos 30%. “Iniciamos o estudo para encontrar uma forma de não comprometer a receita do município e garantir a justiça fiscal”, explicou.

Ainda de acordo com a servidora Ignez Melo Souto Maior, assim que a comissão tiver uma proposta para mudança da legislação, ela será encaminhada ao prefeito Edvaldo Nogueira. “Estamos analisando tudo com calma e atenção para depois apresentarmos uma proposta consistente e dentro do que foi proposto pelo atual prefeito à população”, finalizou.


Política
Com.: 0
Por Kleber Santos
30/03
13:25

Jackson Barreto e superintendente do Dnit discutem continuidade da duplicação da BR-101

O governador e Alexandre Monteiro da Cunha fizeram também um balanço das obras que estão em andamento no estado (Foto: Marcelle Cristinne/ASN)

A duplicação da BR-101 em Sergipe foi uma das questões debatidas pelo governador Jackson Barreto e o superintendente do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), Alexandre Monteiro da Cunha, na manhã desta quinta-feira, 30. Em audiência ocorrida no Palácio dos Despachos, também foram abordadas outras obras que estão em execução no estado, assim como, a iluminação da avenida Osvaldo Aranha, em Aracaju.

De acordo com o governador, o encontro teve o objetivo de fazer um balanço geral das ações do Governo juntamente ao órgão. “Foi muito importante a presença do superintendente do Dnit, Dr. Alexandre, aqui conosco, em tratativas de obras do interesse do estado, discussão da continuação das obras de duplicação da BR-101, liberação de áreas para que o Dnit tenha acesso à matéria-prima necessária para uso na obra de duplicação da rodovia no município de Capela. Discutimos muito a respeito da duplicação da BR-101, na altura do município de Estância até a fronteira com Cristinápolis, já que essas tratativas em Brasília  estão sendo feitas também pelo Governo do Estado. Também conversamos algumas questões ligadas às obras que o estado está executando, como a rodovia que liga Itaporanga à Itabaiana, a discussão da rotatória que vai ficar no limite da BR-235  com essa nova rodovia, enfim, fizemos um balanço geral de obras de interesse do estado, de obras do governo federal, buscando harmonizar os interesses”, detalhou.

Para Alexandre Monteiro, a reunião serviu para ajustar detalhes que resultem na agilidade da continuação da duplicação. “A reunião foi para somar forças no intuito de dar prosseguimento a duplicação da BR-101, temos licenciamentos ambientais com a Adema, e outras questões que o governador se prontificou a resolver. Falamos também sobre a luta do governador pela duplicação da BR-235”, disse o superintende.

Jackson contou que pediu a colaboração do deputado federal e líder do governo no Congresso, André Moura, nas tratativas com o governo federal para a viabilização da obra. “Pedi a cooperação, já que o Ministério dos Transportes assumiu conosco o compromisso, mas ainda não foi possível lançar o edital”, explicou.

O governador também solicitou o reforço da iluminação da avenida Osvaldo Aranha. “A gente observa que aquela área está praticamente sem iluminação e essa questão o Dnit está trabalhando na perspectiva de  convocar tanto o município de Aracaju, quanto de Nossa Senhora do Socorro para dividir as responsabilidades com o órgão”, comentou.
 


Política
Com.: 0
Por Kleber Santos
31/03
01:23

Prefeito convida Avilete Ramalho para presidência do Ajuprev

O prefeito Edvaldo Nogueira convidou a economista Maria Avilete Ramalho para ser a nova diretora-presidente do Aracaju Previdência. Em reunião realizada nesta quinta-feira (30), no gabinete do prefeito, da qual também participaram os secretários Augusto Fábio (Planejamento) e Jefferson Passos (Fazenda), ela aceitou o convite para ocupar o cargo.

Maria Avilete é funcionária do Banco do Estado de Sergipe (Banese) há 35 anos, já tendo ocupado cargos de direção nas diversas empresas e setores da instituição financeira. Atualmente, ela é presidente da Caixa de Assistência dos Empregados do Banese e presidente do Conselho da Previdência Complementar.


Política
Com.: 0
Por Kleber Santos
1 2 3 4 5 6 » Próxima » Última

Enquete


Categorias

Arquivos