31/07
19:19

Subvenções - Gorete e Gilson negam envolvimento com ilegalidades

Os deputados estaduais Gorete Reis (DEM) e Gilson  Andrade (PTC) negaram qualquer envolvimento em esquema de desvio de verbas da subvenção da Assembleia Legislativa, conforme foi denunciado pelo ex-deputado Raimundo Vieira, em depoimento à polícia. Gorete se diz vítima e não cúmplice do esquema de corrupção, que envolve ONGs. Andrade afirmou ter a consciência tranquila e cobra provas de que recebeu de volta qualquer valor destinado a associações por ele indicadas à Assembleia Legislativa.



Política
Com.: 0
Por Eugênio Nascimento
30/07
21:23

Veja agora - "Mundinho" revela deputados envolvidos com uso ilegal de subvenções


O ex-deputado estadual Raimundo Lima Vieira, mais conhecido como ?Mundinho da Comase? (PSL) delatou os deputados estaduais Augusto Bezerra (DEM), Capitão Samuel (PSL), Gilson Andrade (PTC), Paulinho da Varzinhas (PT do B) e Gorete Reis (DEM), além do ex-parlamentar Zeca da Silva (PSC) em depoimento prestado à polícia, na quarta-feira, como personagens envolvidos no esquema de uso irregular de uso de verbas das subvenções da Assembleia Legislativa de Sergipe.

Os depoimentos de Mundinho e Augifranco Patrick de Vasconcelos foram prestados no Departamento de Crimes contra a Ordem Tributária e a Administração Pública e vazaram no final da manhã de hoje, chegando às mãos de jornalistas e radialistas. Mundinho informou que 70% de todo o dinheiro voltava para os deputados e que os saques eram feitos por Augifranco Vasconcelos e repassados aos parlamentares através de cheques ou transferências bancárias emitidos pela empresa MP-10, de Ygor Henrique, que foi presos junto com o ex-deputado e Augifranco.

O interrogatórios que vazaram na íntegra são os seguintes:

Mundinho da Comase:

Interrogatório com Augifranco Patrick:




Política
Com.: 0
Por Kleber Santos
30/07
20:40

Reforço do Confiança é apresentado durante entrevista coletiva

Apelidado de Robinho, o atacante Francisco Wellington Barbosa de Lisboa, de 20 anos, chegou do Ceará por empréstimo, na manhã desta quarta-feira (29), como fruto da negociação entre o Vozão e o Confiança, que selou o destino do goleiro Éverson, e já foi apresentado oficialmente pela diretoria azulina.

O reforço foi oficialmente apresentado durante uma entrevista coletiva realizada na sala de aquecimento da Arena Batistão, que contou com a presença do presidente Luiz Roberto, do diretor de futebol Ernando Rodrigues, e do vice-presidente Yago França, além de membros da imprensa.

Contratado para reforçar o ataque do Dragão do Bairro Industrial, o jovem atacante não vinha tendo grandes oportunidades no Vozão. Confiante, e com fome de bola, o garoto deus suas primeiras entrevistas e já foi treinar com os novos companheiros de equipe. A última partida oficial disputada pelo atleta foi, justamente, contra o Gigante Proletário, pela Copa do Brasil.

“Estou motivado, e confiante. Sinto que aqui terei mais chances do que no Ceará. Estou muito motivado, e espero poder ajudar meus novos companheiros, e dar muitas alegrias à torcida. Estou aqui para contribuir e tentar me destacar. Vai ser muito bom”, disse, confiante, o atacante, que não vinha sendo muito utilizado pelo técnico Silas.

Treino

O elenco do Confiança foi ao Batistão na tarde desta quarta-feira para realizar um treino técnico, mas o gramado foi recentemente tratado com um herbticida, segundo Sidrack Marinho, administrador da arena, e não foi possível treinar na área de jogo, pois o exercício poderia danificar o gramado, e o produto utilizado causar reações nocivas à pele dos jogadores.

Para que uma tarde de trabalho não fosse perdida, Betinho e a comissão técnica dividiram o elenco em dois grupos, e um trabalho técnico e físico foi feito com todos os atletas, nas áreas que margeiam o campo.

Enquanto um grupo treinou com Betinho na lateral, os demais atletas ficaram sob a coordenação do auxiliar técnico Alan Dotti, que comandou um intenso trabalho de toque de bola e entrosamento.

Da assessoria


Esportes
Com.: 0
Por Kleber Santos
30/07
19:37

Jackson cobra à Dilma Rousseff investimentos da Petrobras e implantação de projeto Carnalita


Em Brasíla, o governador Jackson Barreto entregou à presidenta Dilma Rousseff ofício solicitando que a Petrobras acelere as atividades em Sergipe e a retomada do Projeto Carnalita pela Vale. O documento foi entregue durante encontro de governadores com a Presidenta.

No mês de junho, a Petrobras anunciou a descoberta de nova acumulação de petróleo em águas ultraprofundas da Bacia de Sergipe. Este é o terceiro poço perfurado na região, denominada Poço Verde. A descoberta da Petrobras se encontra a 5.350 metros de profundidade, e a operação de perfuração se estenderá até 5.500 metros.

“Sergipe tem se consolidado como um estado com matriz energética variada. Essa nova descoberta da Petrobras reforça o potencial do estado, além de abrir a perspectiva para geração de empregos e mais desenvolvimento. Entendemos o momento de crise pelo qual o país está passando, mas precisamos manter os investimentos e crescimento nacional. As ações da Petrobras em Sergipe são fundamentais para a economia do nosso estado”, afirmou Jackson.

No ofício entregue, o governador destaca que o Plano de Negócios da Petrobras 2015-2018 não traz nenhuma menção a investimentos em exploração na Bacia de Sergipe.

“Para Sergipe, a exploração da nova jazida multiplicaria por mais de três vezes a produção em seu território, passando dos atuais 40 mil barris/dia para mais de 140 mil barris diários. Sergipe tem sua história econômica recente marcada pela produção de petróleo, que se iniciou ainda nos anos 60 do século passado com o campo de Carmópolis. O Estado foi pioneiro na produção marítima com o campo de Guaricema e projetava com os novos campos realizar um grande salto de qualidade em seu desenvolvimento econômico e social”, diz o texto.

O documento pontua, ainda, que a exploração da nova jazida seria acompanhada por investimentos complementares, como uma nova unidade de processamento de gás natural e rede de gasodutos. Além disso, abriria enorme potencial de adensamento da cadeia produtiva de gás e petróleo, atrairia diversos investimentos para o Estado e proporcionaria emprego e renda para a nossa gente.

Carnalita

Jackson discutiu também a decisão da Vale de suspender, temporariamente, o projeto Carnalita. O projeto prevê um investimento de R$ 4 bilhões para a exploração do minério do qual se extrai o cloreto do potássio, matéria prima para a produção de fertilizantes. Hoje, o Brasil importa aproximadamente 90% do potássio que utiliza na agricultura.

A extração de minério acontecerá no subsolo dos municípios de Capela e Japaratuba, além isso, haverá a instalação de uma usina de beneficiamento do produto.

No ofício, a gestão estadual destaca que respeita o planejamento empresarial elaborado e sabe que somente dificuldades muito severas levaram a empresa a tomar essa decisão.

“Mas não pode deixar de expressar o pleito de todo sergipano para que, respeitadas as regras de mercado e os interesses empresariais legítimos, busquem-se alternativas que levem em conta os interesses do nosso Estado, detentor de reservas minerais muito relevantes, que são fontes de riqueza para todo Brasil, com quem partilhamos honrosamente”.

Da assessoria
Foto: Ascom


Economia
Com.: 0
Por Eugênio Nascimento
30/07
19:29

Banese detecta fraude na agência de Tobias Barreto

O Banco do Estado de Sergipe (Banese), através de suas áreas de controle, identificou a fraude ocorrida na agência Tobias Barreto e já fez o encaminhamento do processo para o inquérito administrativo e investigação policial. O Banco assegura que os clientes não sofrerão qualquer prejuízo e informa que as pessoas lesadas devem procurar o gerente da agência Banese em Tobias Barreto para saber os procedimentos que deverão ser adotados. O Banese esclarece, ainda, que esse foi um fato isolado.


Variedades
Com.: 0
Por Eugênio Nascimento
30/07
18:56

OAB se mobiliza para ajudar a salvar rio São Francisco

A OAB lançou nesta semana mobilização nacional para salvar o rio São Francisco. A parceria do Conselho Federal da Ordem com as Seccionais dos Estados banhados pelo rio propõe a criação de um fórum de debates acerca do problema e o ajuizamento de uma ação civil pública para obrigar as autoridades a enfrentarem a questão.


Segundo o presidente nacional da OAB, Marcus Vinicius Furtado Coêlho, a falta de planejamento na transposição do rio São Francisco e as constantes agressões em suas margens, com extensas plantações e destruição das matas ciliares, estão o matando.


“O rio São Francisco está agonizando. É estarrecedora e preocupante a situação de um dos rios mais importantes do Brasil, essencial para milhões de pessoas, principalmente os habitantes do interior do Nordeste. A OAB não assistirá impassível à morte do Velho Chico”, afirmou Marcus Vinicius.


Em reunião com os presidentes Luiz Vianna (Bahia), Pedro Henrique Alves (Pernambuco) e Carlos Augusto Monteiro Nascimento (Sergipe), além do conselheiro federal Felipe Sarmento (AL), Marcus Vinicius destacou a escolha da água como tema central da III Conferência Internacional de Direito Ambiental, que ocorrerá em 4 e 5 de setembro em Campo Grande. Haverá um painel exclusivo sobre o rio São Francisco.


Os presidentes das Seccionais relatam a péssima situação do rio em seus Estados. Na Bahia, por exemplo, em alguns pontos é possível atravessar de margem a margem a pé. “Bom Jesus da Lapa já sofre com essa anomalia. Se continuar assim, pode ocorrer uma catástrofe imprevisível tanto para as pessoas como para a economia”, explica Vianna.


Pernambuco, segundo Pedro Henrique, sofre com a falta de planejamento na transposição do rio. “É urgente a criação de um comitê gestor das bacias do São Francisco, para que as ações sejam coordenadas, assim como o replantio das matas ciliares”, propõe.


“Há sinais claros de esvaziamento do curso do rio, inclusive com restrição de abastecimento em algumas cidades”, diz Carlos Augusto. “A salvação do rio é urgente e passa primeiro pela sua revitalização.”



Política
Com.: 0
Por Eugênio Nascimento
30/07
02:53

Rodada Multissetorial gerou mais de 770 encontros de negócios

Empreendedores satisfeitos com a segunda edição do evento

A “II Rodada de Negócios Multissetorial de Sergipe” foi um sucesso, com a presença no Quality Hotel de 15 empresas ancoras e 90 empreendimentos ofertantes fornecedores de bens e serviços. O evento contou com mais de 770 encontros de negócios realizados entre ancoras e ofertantes e ofertantes com ofertantes. “Tivemos duas salas de reuniões, uma destinada aos encontros dos pequenos negócios com as grandes empresas e a outra exclusiva aos encontros entre os empreendimentos ofertantes. Isso permite que um número maior de parcerias comerciais possam ser concretizadas”, explica Emanoel Sobral, superintendente do SEBRAE.

A Rodada promoveu um total de 772 encontros de negócios e a expectativa é que mais de R$ 48 milhões sejam comercializados nas futuras parcerias comerciais que irão acontecer nesses próximos meses. Foram 382 encontros entre as empresas ofertantes e os empreendimentos ancoras e 390 reuniões de negócios entre ofertantes e ofertantes.

Quem participou do evento ficou satisfeito, tanto quem representava as grandes empresas ancoras quantos os empreendedores ofertantes. É o caso de Michel Melo Andrade, gerente administrativo e financeiro da Sergisucos, que participou como empresa Ancora. O empreendimento, com mais de 20 anos no mercado, gera mais de 100 empregos diretos e indiretos.

“Foi uma oportunidade maravilhosa para a empresa, pois num único dia tivemos oportunidade de conversar com vários fornecedores. É a primeira vez que participamos e esperamos estar presente nas outras edições. Tivemos oportunidade de pegar o contato de diversos fornecedores de móveis, equipamentos elétricos, engenharia, entre outros, que serão uteis para os projetos da empresa”, diz Michel Melo.

Já Wilson Rocha, gerente de compras da Escurial, teve oportunidade de participar de outras rodadas de negócios e acredita na eficiência do evento. Com mais de 25 anos no mercado, a Escurial participou como empresa Ancora. Trata-se de um empreendimento que gera aproximadamente 280 empregos diretos, que demanda uma grande quantidade de produtos e serviços.

Da assessoria


Política
Com.: 0
Por Kleber Santos
30/07
02:47

XXXII Jogos da Primavera prestam homenagem à cultura sergipana e emociona o público

O público presente prestigiou uma apresentação de literatura de cordel, quadrilha junina e ginástica rítmica

Na noite da última terça- feira, 28, no ginásio do Sesi do conjunto Augusto Franco, ocorreu a cerimônia de abertura dos XXXII Jogos da Primavera, o maior evento esportivo estudantil, realizado pelo Governo de Sergipe, por meio da Secretaria de Estado da Educação (Seed).

O público presente prestigiou uma apresentação de literatura de cordel, recitado pelo ator Augusto de Andrade, que falou de esporte e cultura sergipana. O evento envolve, competitivamente, a participação de 3.000 alunos, além de árbitros, dirigentes técnicos e mais de 280 escolas. A cerimônia contou com a presença de alunos, professores, atletas e autoridades.

A superintendente Executiva da Seed, Marieta Barbosa Oliveira, que representou o secretário de Estado da Educação, Jorge Carvalho, abriu oficialmente os Jogos da Primavera, lembrando a importância da prática esportiva que, aliada à educação, é fundamental para a formação de um cidadão pleno e atuante na sociedade.

Sergipanidade em destaque

"É com muita satisfação que vejo esse encontro entre alunos e professores num objetivo único: representar sua escola em um torneio esportivo que integra e fortalece os laços com a escola e o compromisso de fazer o melhor. Todos vocês já são vitoriosos e desejo um excelente com campeonato", declarou Marieta.

O tema da cerimônia de abertura dos XXXII Jogos da Primavera foi a "Sergipanidade". Logo após o cordel do Véio Hidelbrando, teve a apresentação da quadrilha junina infantil Xodó da Vila Mirim. Em seguida, entrou em cena um espetáculo circense com artista da Casa da Cultura. As apresentações terminaram com as ginastas rítmicas do Cris Vidal GR Club, apresentando o número 'Saudação à Primavera'.

A professora Maria Auxiliadora Pires, diretora do Departamento de Educação Física da Seed (DEF/Seed) ressaltou a importância do esporte para o jovem. "Fico feliz em coordenar esse evento que acredita no esporte como uma ferramenta de transformação para uma sociedade saudável. Que este encontro desperte em todos os sentimentos de perseverança, solidariedade e amor", disse a diretora do DEF.

Fofão homenageia os Jogos

Um dos pontos altos da cerimônia de abertura dos XXXII Jogos da Primavera foi o revezamento da tocha olímpica conduzida por Duda Lisboa (aluna-atleta do voleibol), Brendo Morais (aluno-atleta do ciclismo) e a ex-jogadora da seleção brasileira de voleibol Fofão, que acendeu a pira olímpica.

"Para mim é uma emoção participar desse evento tão grandioso e servir de exemplo para esses jovens. Comecei a praticar esporte na escola e foi através do voleibol que venci na vida. Conheci muitos lugares, muitas pessoas e trouxe vitórias para o meu país. Parabenizo a toda organização dos Jogos da Primavera e desejo a todos os alunos uma boa competição. Vocês já são vencedores", declarou a jogadora Fofão (Hélia Souza).

O professor de handebol, Alexandre Cerqueira, os alunos-atletas Duda Lisboa e Breno Morais, representado por sua mãe Sandra Morais e a jogadora Fofão, foram homenageados com a placa de honra ao mérito pela contribuição e incentivo à pratica esportiva.

Jogos da Primavera

As competições da Categoria A acontecem no período de 28 de julho a 10 de agosto e contarão com 18 modalidades, sendo quatro coletivas (futsal, basquetebol, voleibol e handebol) e 14 modalidades individuais: atletismo, natação, voleibol de praia, xadrez, badminton, ginástica artística, ginástica rítmica, ciclismo, judô, karatê, luta olímpica, para-atletismo, paranatação e tênis de mesa.

A segunda etapa da competição para alunos entre 15 e 17 anos, Categoria 'B´, ocorrerá no período de 24 de setembro a 8 de outubro. Os Jogos da Primavera representam a etapa classificatória para os Jogos Escolares da Juventude, promovidos pelo Comitê Olímpico do Brasil (COB), e para as Paralimpíadas Escolares, promovidas pelo Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB).

Presenças

Compareceram à cerimônia de abertura dos XXXII Jogos da Primavera Gilson Dória Filho, presidente do Conselho Regional de Educação Física - Seccional Bahia/Sergipe, Maria Cristina Lobo, do Comitê Olímpico do Brasil (COB), a professora  Maria Lúcia de Góis, diretora da DEA, assessores e dirigentes da Seed, alunos e professores de escolas de todo o estado.

Da assessoria
Foto: Ascom/ Seed


Esportes
Com.: 0
Por Eugênio Nascimento
1 2 3 4 5 6 » Próxima » Última

Enquete


Categorias

Arquivos