31/12
19:22

Chuvas, trovões e relâmpagos no interior de Sergipe

Chove neste momento em Estância, Boquim, Itabaianinha, Monte Alegre e Areia Branca. Mas durante à tarde houve ocorrências de trovões, relampados e ventos fortes em vários outros municípios de Sergipe, entre os quais Tobias Barreto, Tomar do Geru, Umbaúba, Cristinápolis, Poço Verde, Canhoba e Nossa Senhora de Lourdes.



Variedades
Com.: 0
Por Eugênio Nascimento
31/12
15:59

Tarifa do ônibus -PMA avalia proposta de empresas, mas pode até não conceder reajuste

O reajuste da tarifa do transporte coletivo ainda é tema em estudo na Prefeitura de Aracaju e pode até não acontecer. As empresas, através do Setransp (entidade sindical empresarial), fizeram a planilha de custo e encaminharam. A administração municipal está avaliando se seria justo elevar o valor, ainda que seja uma simples correção. Os comentários iniciais apontavam uma elevação de R$ 4,00 para R$ 4,50. Mas a prefeitura informa apenas que estuda a planilha e que não deverá anunciar a decisão nesses próximos dias.



Política
Com.: 0
Por Eugênio Nascimento
31/12
15:31

Reveillon 2020 - PMA quer reunir 20 mil hoje na praia de Atalaia

Um público estimado em cerca de 20 mil pessoas deverá prestigiar na noite desta terça-feira as apresentações de Winnie (participante do The Voice), Kaelzinho (revelação do arrocha romântico), Péricles e a banda Patusco (frevo e outros sons pernambucanos) na areia da praia de Atalaia, conforme informações do secretário de Comunicação da Prefeitura Municipal, Carlos Cauê. A estimativa é de cerca de 20 mil pessoas. A previsão é de que a última atração da noite (Patusco) entre no palco às 2h da madrugada.



Variedades
Com.: 0
Por Eugênio Nascimento
31/12
08:01

2020 - Belivaldo pensa em promover mudanças pontuais em sua equipe

O governador Belivaldo Chagas, em entrevista exclusiva ao Jornal da Cidade (www.jornaldacidade.net), anunciou que existe a possibilidade de promover mudanças em sua equipe e governo, mas isso não passará de mudanças pontuais. Ele destacou que 2019 foi um bom ano para organizar a administração pública e os seus gastos. Belivaldo avalia que 2020 será bem melhor e aposta que o gás, que Sergipe tem em abundância, puxará o desenvolvimento, assim como fez o petróleo até recentemente.

Política
Com.: 0
Por Eugênio Nascimento
31/12
07:44

Cânion de Xingó está entre os lugares mais bonitos do Brasil

A revista Bula, de Goiás, divulgou uma lista dos 20 lugares mais bonitos do Brasil e entre eles está o Cânion de Xingó, localizado no município de Canbindé do São Francisco, no Alto Sertão de Sergipe.  A enquete considerou paisagens naturais, monumentos e construções arquitetônicas. Entre os pontos turísticos mais votados estão locais paradisíacos, como a Baía dos Golfinhos, localizada na Praia da Pipa, no Rio Grande do Norte; as Cataratas do Iguaçu, em Foz do Iguaçu, no Paraná; e a Lagoa do Paraíso, em Jijoca de Jericoacoara, no Ceará. Já em relação a monumentos e construções arquitetônicas, os destaques foram o Cristo Redentor, no Rio de Janeiro;ose o Instituto Inhotim, em Brumadinho, no estado de Minas Gerais. Aqui destacamos 10 desses locais citados pela jornalista Jéssica Chiarelli.


Veja a relação à seguir:

- Cânion de Furnas, Capitólio, Minas Gerais

- Cânion do Xingó, Canindé de São Francisco, Sergipe

- Cascata do Caracol, Canela, Rio Grande do Sul

- Cataratas do Iguaçu, Foz do Iguaçu, Paraná

- Cristo Redentor, Rio de Janeiro

- Duna do Pôr do Sol, Jijoca de Jericoacoara, Ceará

- Dunas do Jalapão, Mateiros, Tocantins

- Galés de Maragogi, Maragogi, Alagoas

-Gruta do Lago Azul, Bonito e Mato Grosso do Sul,

entre outros.



Variedades
Com.: 0
Por Eugênio Nascimento
29/12
13:22

2020: um ano de resistência, luta e conquistas*

João Daniel
Deputado federal 

O ano ainda não terminou, mas os efeitos da política neoliberal e fascista implementada no Brasil com Jair Bolsonaro, em continuidade ao governo Temer, que o próprio quando ainda deputado apoiou, está cada vez mais se fazendo sentir.

Talvez tenha sido o pior ano da história do país, desde o fim da ditadura militar, para os trabalhadores e trabalhadoras das cidades e do campo, em especial populações indígenas, quilombolas, das águas e das florestas, sem terras e posseiros.

Um governo que chegou à Presidência da República por conta de um golpe, e que, todos os dias, só pensa e faz maldade com toda a população. São medidas e mais medidas que atingem de forma cruel aos brasileiros mais pobres e que têm levado ao desemprego e à miséria milhões de pessoas e aumentado as doenças físicas e mentais da maioria do nosso povo.

Mas, apesar de ter sido um ano de muita tensão, foi também um ano de compromissos assumidos pelo nosso mandato. Seja como coordenador do Núcleo Agrário da Bancada do PT, seja como vice-líder da Oposição na Câmara, seja como coordenador e relator da Comissão Externa que apura as causas e consequências do derramamento de óleo na costa do Nordeste.

Em todas essas frentes tivemos que atuar em resistência às medidas do governo de Bolsonaro, Moro e Paulo Guedes. Tivemos os desafios de pensar em saídas para reduzir os danos provocados por este governo que abandona o povo e só atua em defesa dos banqueiros e das grandes empresas que continuam aproveitando do momento para apropriar-se dos bens da natureza e do patrimônio público, construído ao longo de quase um século, como a Petrobras com seus 65 anos, a Eletrobras perto dos 50 anos e os Correios com 85 anos, que são marcos dessa sede privatista que quer entregar todo o nosso patrimônio, com a única intensão de beneficiar o mercado externo e prejudicar o nosso povo.

No Núcleo Agrário, deixamos registrado nosso repúdio a todas as políticas da área agrária do Governo Bolsonaro, que foram criminosas para os mais pobres do campo, daí o nosso compromisso com todos os movimentos, todas as entidades, agricultores e agricultoras, camponeses e camponesas, povos indígenas, quilombolas, pescadores e marisqueiras, povos do campo, das águas e das florestas e nas diversas comunidades.

Foi 2019 um ano vexatório para a política ambiental brasileira com a liberação de atividades de madeireiros, mineradores e exploradores de áreas ambientais, do grande incêndio na Amazônia e do derramamento, sem controle de petróleo na costa nordestina. Um ano em que o país, depois de rechaçar a realização da Conferência do Clima no Brasil (COP 25), compareceu e passou vergonha em Madrid, onde ela se realizou, ganhando o “Prêmio Fóssil Colossal” ofertado aos países que tiveram a pior atuação no campo ambiental.

Um ano de absurdos na política agrária. Por isso nosso total repúdio à liberação total e desenfreada de agrotóxicos feita este ano no Brasil, num desrespeito à natureza e à vida, a serviço das corporações capitalistas internacionais. Foram liberados este ano mais de 460 tipos. Dezenas deles venenos com substâncias banidas em países da Europa. Um absurdo conta a natureza, contra a vida, contra a saúde pública. É sem limites a vontade de fazer valer os interesses das grandes corporações internacionais, que são menos de meia dúzia que produzem o agrotóxico e que são donos também da indústria farmacêutica e detêm hoje um poderio que utilizam governos covardes, como o caso do governo brasileiro.

Foi também um ano de perseguição aos movimentos populares e sindicais que foram sufocados pelas políticas de supressão de direitos, inclusive com boicote às suas arrecadações, o que, aliado às forças do capital, trouxeram grande desemprego e limitações às mobilizações.

Encerramos este ano de 2019 reafirmando nossa luta contra a Medida Provisória 914/2019, que tira a autonomia e intervém nas universidades e institutos federais do país. Este é o presente do governo Bolsonaro a estudantes e toda comunidade acadêmica. Essa MP é um ataque a uma conquista histórica da autonomia das universidades como um espaço de produção de conhecimento, de democracia e de formação de mulheres e homens. O governo, desde o início, com os dois ministros da Educação, mostra a ignorância e a prepotência autoritária contra a educação brasileira, em especial contra as universidades e institutos federais. Essa Medida Provisória representa o que há de mais atrasado e covarde, ato de um governo desrespeitoso com a democracia e com a luta histórica da juventude e a educação do povo brasileiro.

Assim, 2020 será um ano de muita resistência e luta contra este governo reacionário, que não tem dado algum apoio às agricultoras e aos agricultores e tem apenas oferecido tudo agronegócio, as grandes mineradoras, os grandes exportadores de lucro do capital. 

Então, a nossa luta em continuidade à nossa resistência será no próximo ano de manter a defesa de nossa soberania, fazer uma verdadeira corrente em defesa da Petrobras, da Eletrobras, dos Correios, da Caixa Econômica e do Banco do Brasil e procurar dificultar as ações de privatização do saneamento. Reativar as forças sindicais e populares na perspectiva de retomada dos nossos direitos que estão sendo cassados e lutar efetivamente por justiça, solidariedade e igualdade.

Aproveito para desejar a todos Boas Festas e um Ano Novo de lutas e conquistas.


*João Daniel, deputado federal, presidente estadual do PT/SE e vice-líder da bancada de Oposição na Câmara dos Deputados
 


Colunas
Com.: 0
Por Kleber Santos
29/12
10:22

Petrobras renova contrato com Sergás e outras 11 empresas

A Petrobras renovou o contrato de suprimento de gás natural com a Sergas e outras 11 distribuidoras estaduais de gás canalizado, conforme informações da estatal. A companhia tornou público ainda o custo de aquisição do gás pelas concessionárias deverá ter uma redução média imediata estimada em 10% em relação aos contratos anteriores, considerando os preços de petróleo na faixa de US$ 60 o barril. Os contratos foram renovados com a GasBrasiliano (SP), São Paulo Sul (SP), Comgás (SP), BR Espírito Santo (ES), Gasmig (MG), CEG (RJ), CEG-Rio (RJ), Algás (AL), Bahiagás (BA), Sergás (SE), Potigás (RN) e PBGás (PB). No caso da Comgás, o contrato foi parcialmente renovado. Os novos contratos entrarão em vigor em janeiro de 2020.



Economia
Com.: 1
Por Eugênio Nascimento
28/12
14:48

Coluna Primeira Mão

Arguições da reforma

 

 

Centrais sindicais, sindicatos do serviço público e entidades associativas avaliarão a possibilidade de invalidar os votos dos 10 deputados estaduais que, às pressas, se aposentaram para não ser atingidos pela reforma da Previdência de Sergipe e que eles aprovaram. Há também o desejo de arguir essas aposentadorias judicialmente. Essa a votação da reforma vai render muito ainda.

 

 

Corra que a reforma vem aí

 

 

Sindicalistas e servidores públicos lotaram as galerias e o saguão da Assembleia Legislativa para protestar contra a PEC da Previdência Social do Estado, que terminou sendo aprovada por 19 deputados presentes. Ali mesmo ficaram sabendo que dez deputados, conhecedores do texto da reforma que iriam aprovar em seguida, se aposentaram segundo o regime e as regras que deixariam de existir com a aprovação da PEC referida. O que era um protesto virou uma indignação muito grande. Era para ser diferente?

 

 

O Iplese

 

 

Os deputados estaduais comentam que o Iplese é um instituto privado,  criado para atender exclusivamente ao parlamento de Sergipe, não é uma instituição do Poder Executivo, como muita gente levantou suspeita. Isso é verdade. Os deputados pagam para mantê-lo e dele se beneficiam depois.

 

 

Quando poucos são muitos

 

 

O acesso gratuito ao transporte coletivo em Aracaju é para poucos – policiais Civis, militares, bombeiros e agentes penitenciários. Eles são permissionados (beneficiados por uma permissão, sem lei)  e somam bem mais de 15 mil.

 

 

Realizações

 

 

Se os eleitores aracajuanos valorizarem as obras realizadas pelo prefeito Edvaldo Nogueira, por toda a Aracaju, os seus adversários terão poucas chances de vencê-lo na competição pela Prefeitura da capital de todos os sergipanos. São muitas realizações em bairros nobres e zonas periféricas. Ninguém vai poder dizer que ele só cuida dos bairros onde vive a classe média. Seus opositores vão ter que procurar outros argumentos!

 

 

Sem fundamento

 

 

O ex-deputado federal e presidente do PSB sergipano Valadares Filho, foi um dos convidados para o aniversário da delegada Danielle Garcia. De imediato vieram a comentar a possibilidade dele ser o vice dela na disputa eleitoral pela Prefeitura de Aracaju em 2020. Parece que essa ideia não prosperará.

 

 

Candidatura própria

 

 

No próximo dia 10 o PT tem reunião para discutir candidatura própria à Prefeitura de Aracaju. O encontro vai render. Tem petistas defendendo manter o apoio à reeleição de Edvaldo Nogueira, mas há um grupo grande querendo um nome do PT disputando a PMA. Há quem diga que essas rivalidades existem por que os petistas desejam espaços na gestão de Nogueira.

 

 

Olho na ilha

 

 

Cheia de condomínios bons para a classe média, dinheiro de royalties de petróleo, gás e da indústria de energias eólica de termelétrica, a Barra dos Coqueiros chama a atenção dos políticos. No mínimo seis candidatos disputarão o comando da ilha.

 

 

Muito quente e seco

 

 

Não é necessário buscar a ajuda de especialista para perceber que as temperaturas no Sertão sergipano estão mais altas. Facilmente chega-se a 40 graus à sombra. A explicação para isso é o aquecimento global, tão desprezado pelo governo federal. À diferença do que ocorre no Litoral  que é quente e úmido, o clima do Sertão está mais quente e seco.

 

 

Sombra e água fresca

 

 

Em qualquer verão tropical brasileiro, quem não quer um pouco de sombra e água de coco dita gelada? A sombra não está tão difícil de se encontrar, nem tampouco a água de coco. Mas essa água tem um problema: o seu preço! Com efeito, o preço da água saltou de 4 para 8 reais.  Fala-se até que pode chegar a 10 reais quando janeiro chegar. Nesse caso, a China não será a culpada do seu aumento, como ocorreu com o valor da carne vermelha. Hoje em dia toma-se água de coco em toda costa brasileira, uruguaia e argentina.

 

 

Dois Papas

 

 

Não são poucos os sergipanos que assistiram ao filme "Dois Papas", do diretor brasileiro Fernando Meirelles. A película trata do relação especial entre o papa Bento XVI alemão e o papa argentino Francisco. A narrativa é muito agradável. A maior parte do filme consiste em um diálogo entre dois religiosos tão diferentes, sendo o primeiro ultraconservador e o segundo um jesuíta progressista. Os temas espinhosos foram abordados superficialmente. Segundo o filme, o argentino foi convidado pelo alemão para ser papa, num  momento em que o argentino queria se aposentar. Vale a pena conferir.

 

 

Lata d’água na cabeça

 

 

No alto Sertão e no Agreste sergipanos a falta de água encanada se tornou uma constante. Moradores das cidades como Porto da Folha, Glória, Poço Redondo, Moita Bonita, entre outras, têm reclamado bastante de que suas adutoras não tem funcionado direitinho. A DESO precisa bons serviços para se mostrar para justificar a sua permanência como empresa estatal. Do jeito que tá, não dá!

 

 

Vacilo de prefeitos

 

 

A falta de responsabilidade de certos prefeitos sergipanos atinge, às vezes, níveis insuportáveis. Em 12 cidades tão carentes e dependentes de recursos federais, a sua população deixa de obter serviços públicos porque prefeitos deixam de receber o FPM (Fundo de Participação dos Municípios) por causa de inadimplência com a Secretaria da Receita Federal! Eis aqui a lista dos municípios inadimplentes: Arauá, Carira, Carmópolis, General Maynard, Indiaroba, Japaratuba, Laranjeiras, Pacatuba, Pedrinhas, Poço Verde e Santo Amaro das Brotas.



Coluna Afonso Nascimento
Com.: 0
Por Eugênio Nascimento
1 2 3 4 5 6 » Próxima » Última

Enquete


Categorias

Arquivos