Caixas coletoras viram lixeiras

31/01/2016 12:20:18 por Kleber Santos em Colunas
*Jorge Araujo

A Secretaria do Meio Ambiente da Prefeitura de Aracaju divulgou esta semana que estão sendo intensificadas fiscalizações de obras na cidade e orienta a população para a contratação de caixas coletoras de entulhos, tendo em vista a preocupação daquela secretaria com o destino final dos restos de construções, reformas etc.
 Esta medida é correta e não tenho dúvidas da preocupação e do compromisso do atual Secretário Municipal do Meio Ambiente, Eduardo Matos, com as questões ambientais e com a vida dos cidadãos aracajuanos.

 Todavia o que vem acontecendo no dia-a-dia da cidade com estas caixas coletoras é que elas estão se transformando em verdadeiras lixeiras. Não existe uma determinação no sentido de que as mesmas tenham um tempo mínimo para permanecer nas ruas. Como não existe esta disciplina as caixas estão ficando mais de dez dias, acumulando restos de construção e lixo de toda espécie. Nos tempos atuais, quando se promovem campanhas para evitar a dengue, as tais caixas coletoras estão se tornando um novo espaço para desenvolver focos do mosquito, ou seja, a Prefeitura termina trabalhando contra o próprio município e vai de encontro com a campanha da área da saúde.

 Na verdade, o que se observa é que a maioria das empresas que explora o aluguel das caixas coletoras não se preocupa com a questão. Instala o equipamento, às vezes nem sempre bem colocados, e contribuem para a formação de verdadeiras lixeiras a céu aberto em várias partes da cidade.

 Ficam aqui sugestões para a Secretaria do Meio Ambiente no sentido de que o município, através de leis, que também podem ser de iniciativa de algum vereador, estabeleça um prazo mínimo de permanência das citadas caixas nas ruas da cidade, evitando que as mesmas fiquem expostas durante muito tempo. Outra medida seria estabelecer a obrigatoriedade destas caixas coletoras ficarem cobertas com lonas evitando a sujeira que atualmente se observa. Do contrário, vamos continuar assistindo e convivendo com as verdadeiras lixeiras espalhadas nas ruas da nossa Aracaju, colocando em risco a vida das pessoas e indo de encontro aos esforços da Secretaria do Meio Ambiente. Não bastam apenas as boas intenções do atual titular do Meio Ambiente da capital. É preciso mais ação.

*Jornalista e Ex-Deputado
jorgearaujose@gmail.com

Deixe um comentário

Seu nome (Necessário)
Seu E-mail (Necessário - Não será exibido)
Seu comentário
Código da imagem:

Enquete


Categorias

Arquivos