Homem que utilizava Tinder para estuprar é preso em N. Sra. do Socorro

29/09/2016 00:37:59 por Kleber Santos em Variedades
Jovem foi preso em Nossa Senhora do Socorro, após usar perfil falso em uma rede social para atrair vítimas

Policiais Civis da 6ª Delegacia Metropolitana prenderam na manhã do último sábado, 24, no bairro Albano Franco, o jovem José Cleovânio Souto Santos Júnior, conhecido como “Júnior”, 21 anos, acusado pelo crime de estupro seguido de roubo, cometido contra diversas mulheres. De acordo com informações da PC, os crimes já vinham sendo praticados há pelo menos três meses e que ainda tem número impreciso de vítimas.

Os crimes eram cometidos contra usuárias do aplicativo Tinder, de relacionamento social, onde José Cleovânio possuía um perfil identificado como “Caixa 21”, onde expunha dados falsos como foto, nome e origem. Ele dizia se chamar Bruno, ser de Santa Catarina, estar de passagem em Aracaju e interessado em sexo casual. Para atrair suas vítimas, Júnior usava a fotografia de um outro rapaz.

Com um diálogo objetivo e direcionado a sexo, Cleovânio disse que selecionava suas vítimas também pelo valor do aparelho celular que elas próprias expunham em fotografias enviadas pelo tinder e WhatssApp.

Posteriormente, Júnior convidava para sair e informava que iria mandar um motorista (na verdade, era ele mesmo) pegar a vítima em um local previamente acertado. Dentro de um carro com vidros escuros, as vítimas eram então informadas do assalto, ameaçadas com faca e conduzidas para um matagal nas proximidades do povoado Cabrita, zona rural de São Cristovão, onde eram sexualmente violentadas, tinham seus pertences subtraídos e, por fim, eram abandonadas no matagal.

O autor admitiu ter cometido cinco ou seis estupros seguidos de roubo, admitindo não ter certeza do número exato, fazendo presumir que muitas outras vítimas possam ainda ser identificadas. Cleovânio acreditava que as vítimas, por estarem marcando encontro escondido de familiares, não iriam procurar a polícia, mas não foi o que ocorreu.

As vítimas que queiram denunciar qualquer constrangimento causado pelo Cleovânio Júnior devem procurar a 6ª Delegacia Metropolitana, no Eduardo Gomes, ou o DAGV de Aracaju para um atendimento inicial, podendo, ainda, informar o ocorrido através do 181 ou 3257-9550 (6ª DM).

Ascom

Deixe um comentário

Seu nome (Necessário)
Seu E-mail (Necessário - Não será exibido)
Seu comentário
Código da imagem:

Enquete


Categorias

Arquivos