Coluna Primeira Mão

Intromissão


Os políticos reclamam da excessiva intromissão do Judiciário na esfera do Legislativo. Eles têm razão. Mas os políticos não contribuem para que o judiciário fique longe dos conflitos envolvendo membros do legislativo. Em vez de resolverem seus problemas através de negociações entre seus pares, estão sempre a recorrer ao judiciário. Precisava o vereador Iran Barbosa ir ao judiciário contra o aumento dos vereadores de Aracaju? Resultado: intervenção do judiciário no funcionamento da Câmara de Vereadores. Mas isso não é só coisa de Aracaju. Acontece nos três níveis de governo.

Fim de governo


O clima é deprimente entre os servidores municipais de Aracaju, ao apagar das luzes da gestão de João Alves Filho. Servidores se queixam de que parte da imagem negativa do prefeito tem sido muitas vezes transferida para eles. Eles dizem não aceitar isso e acrescentam que entre eles a popularidade de JAF é também baixíssima. Mas os amigos insistem em tê-lo como candidato em 2018, pois entendem que João tem força no interior.


Velhos hábitos


Final de Governo é sempre assim. Tem prefeitos queimando ou rasgando documentos. Mas há também aqueles que costumam levar para suas casas as provas do que fizeram de errado.

 

 

IPTU reduzido


Em um breve bate papo com a coluna, o prefeito eleito e diplomado de Aracaju, Edvaldo Nogueira (PC do B) garantiu que assim que assumir o comando político e administrativo da cidade vai criar uma comissão para avaliar a política de reajuste do IPTU adotada pelo prefeito João Alves, que prevê reajuste de 30% ao ano até 2022. A ideia é revogar essa lei e promover reajustes com base na inflação.


Bem cotados

 

 

Os nomes mais cotados para a Secretaria de Comunicação da Prefeitura de Aracaju são os dos jornalistas Elton Coelho e Luciano Correia. Mas também são lembrados Max Augusto e Valter Lima.


Aposentados


Aposentado e pensionista que não atualizarem os dados terão pagamentos bloqueados. Para evitar que isso aconteça, o Sergipeprevidência está convocando os aposentados e pensionistas que ainda não participaram do Censo Funcional 2016, para comparecerem à sede do Instituto, localizado na Praça da Bandeira, n° 48, bairro São José, até o dia 15/01/2017. O não comparecimento dentro deste prazo, resultará no bloqueio do pagamento do benefício, até que seja regularizada a situação, conforme estabelece Artigo 12, § 3 do Decreto 30.232, de 19 de maio de 2016. A lista dos convocados encontra-se disponível, no Diário Oficial N° 27.599 de 16 de dezembro de 2016.

Sobre o Uber


Os sergipanos que usam o sistema privado de transporte Uber em outros estados fazem os maiores elogios. Dizem, por exemplo, que os motoristas são mais educados e atenciosos, guardam os seus nomes e as placas dos carros, são pontuais e, mais importante, cobram a metade da fatura que apresentariam taxistas tradicionais. Além disso, os táxis são limpos. Pra que tanta reserva de mercado em Sergipe?

Direitos humanos em questão


A Comissão Estadual da Verdade parece ter feito grandes avanços nos últimos tempos. Fala-se que o número de vítimas de violação de direitos humanos entre 1947 e 1964 chega a 200 nomes. Entre 1964 e 1985, esse número vai a 800. Progressos também têm sido a identificação dos nomes dos agentes públicos envolvidos em tais violações. Segundo membros da CEV, grandes revelações sobre dedos-duros civis e militares podem não abalar a República Sergipana, mas pequenos abalos sísmicos poderão acontecer.



Sinal da crise


A falta de dinheiro no mercado sergipano tem levado empresários a continuar usando a velha afirmação ‘o movimento está parado’.


Gastos com Saúde 1


Em conversa com a coluna, o governador Jackson Barreto destacou que o estado gasta muito para manter operando a sua rede de hospitais. Ele se queixou ainda que as deficiências na Saúde em Aracaju sobrecarregam e aumentam os gastos da rede estadual, que não deveria atender casos de baixa complexidade.


Gastos com Saúde 2

 

 

“Os médicos de Aracaju entraram em greve 14 vezes só este ano. Toda vez que a rede para o Huse e o governo tem que manter a assistência ao povo. A dor não tem partido e não podemos fechar as portas para a população pobre de Aracaju, que é quem procura o Huse quando estão fechados as duas Upas e os 42 postos de saúde. Agora mesmo o Huse está com superlotação. E para manter isso funcionando são necessários muitos recursos”, desabafou o governador.


Estacionamento


Tem servidor que confunde, mas os espaços dos estacionamentos das repartições são prioritariamente para veículos oficiais. Não existe nada garanta o uso por veículos pessoais (privados).


Fim de ano


Começou a fase de ‘Feliz Natal e Próspero Ano Novo’ nas redes sociais. Um saco.


Diretas já


Diante do desgaste cada vez nas esferas do Executivo e Legislativo, a OAB/SE está na campanha pelas Diretas Já. E Gerais.

Deixe um comentário

Seu nome (Necessário)
Seu E-mail (Necessário - Não será exibido)
Seu comentário
Código da imagem:

Enquete


Categorias

Arquivos