Coluna Primeira Mão

Briguem, mas tragam dinheiro


É muito boa essa briga entre o governador Jackson Barreto e o senador Antônio Carlos Valadares por liberação de recursos federais para Sergipe, em Brasília. Conquanto que tragam dinheiro. Se um foi "golpista" e o outro não foi "golpista" é que menos importa, bem como se um passou na frente do outro e se é um governador e o outro não. Do ponto de vista do povo sergipano o que interessa é: briguem, batam boca nos meios de comunicação, mas tragam recursos!


Outro sergipano no STF?


Nos meios jurídicos sergipanos existe um consenso de que Sergipe não tem condições de emplacar um novo ministro no STF. Considerando o nível mais político do que jurídico dos membros da Corte Suprema do Brasil, muitos juristas sergipanos poderiam sonhar com a nova vaga, mas faltam um governador Marcelo Déda e um presidente Lula. Os estados do Nordeste não têm nenhuma chance de indicar ninguém. Mas, quem sabe...


Ainda CEV?


A nomeação do ex-reitor da UFS e da UNILA, Josué Modesto dos Passos Subrinho, para a Secretaria de Estado da Fazenda (SEFAZ) encerrará as investigações dos anos de chumbo em Sergipe ou o governador Jackson Barreto indicará um novo coordenador para a CEV e os trabalhos continuam?

Maria e JB


A senadora Maria do Carmo tem evitado falar sobre as informações que têm sido divulgadas apontando uma certa aproximação dela ao governador Jackson Barreto. Na verdade, ela nunca esteve muito distante dele. São bons amigos.


Bem cotado 1


O ex-reitor Josué Modesto, agora já anunciado para a SEFAZ, estava também bem cotado para assumir a Secretaria de Planejamento Orçamento e Gestão (Seplog), da Prefeitura de Aracaju. Ele assume a Fazenda segunda ou terça-feira, a depender da liberação do Ministério da Educação (MEC)


Bem cotado 2


Os amigos e correligionários apostam muito no futuro político do deputado federal Laércio Oliveira. Tem sido lembrado para senador e governador em 2018. Ele desconversa.


Profissão peregrinos


Os prefeitos do interior sergipano aprenderam o caminho das pedras. Logo depois da eleição de outubro de 2016, eles começaram as peregrinações em Brasília e não largaram mais. Toda semana tem quatro ou cinco prefeitos visitando os gabinetes de senadores e deputados federais. Sempre atrás de recursos para projetos e obras.

Absurdo


Tem gente dizendo por aí que o fracasso da Polícia Civil e da Polícia Militar na luta contra a bandidagem se deve ao aumento da escolaridade dos seus quadros. Segundo esses comentários, policiais com diploma superior seriam " almofadinhas" que não fazem o combate à criminalidade de frente. Responsábilizar o diploma é uma coisa absurda. É preciso buscar outras explicações. OU não?


Sonegação

A sonegação de impostos no Brasil é uma festa. Para cada orçamento arrecadado, um outro foi sonegado no Brasil e nos estados. Os governantes parecem não fazer nenhum esforço de cobrar os devedores na Justiça e esses processos se arrastam por anos e anos. Corpo mole da parte de muita gente. As más línguas de Aracaju dizem que não há jogo duro contra os grandes devedores porque são eles que financiam as campanhas eleitorais. Se for assim, parece mesmo muito difícil superar a crise fiscal vivida no Brasil e nos estados.


Interesses pessoais


Adelson Alves, cantor, compositor, político sem mandato e que, embora esteja filiado ao PSC e atuando no sentido de criar a União Democrática Cristã em Sergipe (UDS), avalia que os interesses pessoais no grupamento a que pertence, a oposição, são mais fortes que os coletivos. ?Nós da oposição não temos um plano para enfrentar o Governo. Também falta unidade no grupo. Isso dificulta trabalhar junto ao eleitorado uma proposta concreta. Sobrevivemos na base do ?é cada um por si e Deus por todos nós?.


Tempos de crise


É péssima a situação das indústrias cimenteiras, de fertilizantes (Fafen), Petrobras e Vale em Sergipe. Sentem muito os reflexos da crise econômica que atinge o país. Não estão investindo em seus projetos no Estado.


Ofertão


As empresas que atuam no ramo imobiliário estão realizando um ofertão com até 40% de descontos.


Uber x táxi


Os dois segmentos do transporte de passageiros estão em pé de guerra. Os taxistas deduram a presença dos motoristas do Uber em Aracaju e municípios vizinhos.


Liberdade

A Rádio Liberdade FM vai mudar de nome e ganhar potência. A partir de fevereiro próximo a emissora chamar-se-á Fan FM e passará dos atuais 5 quilos para 12 quilos. Cobrirá todo o Estado. No dia 6 do mesmo mês, George Magalhães comandará programa das 5h50 às 9h.


Profissão em alta


Ladrão de celular é o segmento profissional que mais cresce em Sergipe. Eles se fazem presentes em todos os 75 municípios e, se todos forem presos, a Secretaria de Justiça precisará dispor de algo em torno de 500 mil de vagas.


Carnaval 2017

O Carnaval 2017 de Aracaju não terá participação da Prefeitura Municipal, exceto na oferta de limpeza, organização do trânsito e outros serviços essenciais para que a coisa funcione.

Feira problemática


A Prefeitura de Aracaju precisa organizar a feira do bairro Aruana. Ela acontece nas noites de sexta e os feirantes ocupam as calçadas, o que leva os moradores e compradores a ficarem no meio da rua. O trânsito na área é intenso. Há 9 dias um carro invadiu a área e atropelou algumas pessoas e na sexta-feira passada foi a vez de uma bicicleta atropelar consumidores.

 



Deixe um comentário

Seu nome (Necessário)
Seu E-mail (Necessário - Não será exibido)
Seu comentário
Código da imagem:

Enquete


Categorias

Arquivos