É puro ciúme

02/05/2017 21:19:25 por Eugênio Nascimento em Política

As movimentações que estão acontecendo no bloco governista no sentido de criar um segmento com força política para disputar o Governo de Sergipe em 2018, comenta-se a boca miúda, são consequência da aproximação do governador Jackson Barreto (PMDB) aos deputados federais André Moura (PSC) e Laércio Oliveira (Solidariedade). Então, tudo não passa de ciúmes.

Os deputados federais João Daniel (PT), Fábio Mitidieri (PSD) e Fábio Reis (PMDB) e os presidentes do PRB, Heleno Silva, e do PT, Rogério Carvalho, aliados de primeira hora do governador, têm conversado com muita frequência sobre a chegada de Laércio Oliveira ao grupo. Ninguém assume a crítica, mas sabe-se que acham Oliveira extremamente vaidoso e não se posiciona como político, deixando claro ser empresário no exercício de mandato. Apenas isso.

A chegada de Laércio Oliveira ao grupo ampliou a chamada bancada governista federal, entusiasmou o grupo a colocá-lo como líder, a afastar-se cada vez mais do senador Antônio Carlos Valadares (PSB) a ponto de querer tirá-lo do posto de coordenador da bancada e a apostar que o “cristão novo” do bloco Jacksista não lhes causaria danos. E aí, Laércio foi conquistando espaço. Diante disso, foi isolado pelos novos aliados.

André Moura foi escolhido pelo presidente Michel Temer para ser seu líder no Congresso Nacional e o governador Jackson Barreto sentiu a necessidade de se aproximar dele. Moura passou a abrir portas nos ministérios e a estar cada vez mais próximo de Temer. Tornou-se necessário a JB, que também passou a lhe dar asas, isso pela reforma do aeroporto, pelo canal de Xingó, pela conclusão das obras da duplicação da BR-101 e, quem sabe, pela possível duplicação da BR-235.

O contexto das aproximações e o avançar dos dias rumo ao pleito de outubro de 2018 têm levado os governistas antigos, aqueles que o deputado Fábio Mitidieri diz que “valem ouro”, a ficarem de olho nos cristãos novos, aqueles que estão chegando para o bloco agora e que “valem prata”. A marcação é ferrenha e tem gente acreditando que JB abandonaria todos os velhos aliados e poderia viabilizar uma chapa majoritária com ele, André Moura e Laércio Oliveira.

É isso o que está acontecendo. É puro ciúme.

Deixe um comentário

Seu nome (Necessário)
Seu E-mail (Necessário - Não será exibido)
Seu comentário
Código da imagem:

Enquete


Categorias

Arquivos