Alunos do Colégio João Costa praticam Cidadania e Direitos Humanos na Alese

09/08/2018 17:50:52 por Redação em Variedades
 Alunos do Colégio Estadual Professor João Costa, localizado no bairro Siqueira Campos em Aracaju, possuem na sua grade estudantil, uma nova disciplina: Cidadania e Direitos Humanos. Na manhã desta quinta-feira, 9, os estudantes do 1º Ano do Ensino Médio tiveram a oportunidade de aprender por meio de um projeto desenvolvido pela Escola do Legislativo, o funcionamento da Assembleia Legislativa de Sergipe.
 
 
 
 
Professoras Alessandra e Cleide
 
Acompanhados pela professora de História, Maria Cleide Leite Andrade Caldeiraro, pela professora de Sociologia, Alessandra Moreira Feitosa e pelo assistente técnico legislativo da Escola do Legislativo, Humberto de Oliveira, eles visitaram a Sala de Comissões e acompanharam nas galerias, a sessão plenária.
 
A estudante Camila Feitosa destacou a importância da disciplina Cidadania e Direitos Humanos e da aula prática na Assembleia Legislativa de Sergipe. “Essa disciplina é muito importante porque muitos alunos não entendiam o nosso direito de voto, o que é a cidadania e qual o nosso papel como cidadão. Com as aulas, a gente acabou conhecendo mais a Constituição e até mesmo todo o procedimento das sessões, como ocorrem os debates no plenário e como funciona a TV Alese”, ressalta.
 
 
Professora Cleide Leite destaca a importância da disciplina
 
De acordo com a professora Maria Cleide Leite, a disciplina foi montada juntamente com a professora de Sociologia, Alessandra para  ser administrada no ensino médio, tempo integral. “Os alunos escolhem qual a disciplina que eles querem e eles escolheram discutir Cidadania e Direitos Humanos e com isso estamos discutindo o papel dos jovens na sociedade, mostrando que eles têm direitos, mas também têm deveres”, destaca acrescentando a importância de debater a questão dos Direitos Humanos.
 
Casa Plural
 
 
 
 
 
 
 
 
Ana Lula interage com os alunos
 
Presente à sessão desta quinta-feira, a deputada Ana Lula (PT), aproveitou a oportunidade para tirar dúvidas dos estudantes quanto às atividades na Assembleia Legislativa de Sergipe e adiantar o assunto que iria falar na tribuna.
 
“Eu estou inscrita no Pequeno Expediente para registrar um problema de Direitos Humanos que é o respeito às religiões. Aqui vocês estão numa Casa onde tem a representação de toda a população sergipana. Cada cidadão que tem direito ao voto escolhe o seu deputado, por isso ela é uma casa plural considerada o espaço mais democrático do Poder. Aqui se tem as várias visões de mundo, de comportamento e de análises políticas”, enfatiza.
 
 
Aluna Camila Feitosa
 
O assistente técnico legislativo Humberto de Oliveira explicou aos alunos como funcionam as sessões, qual a composição da mesa diretora, as atividades dentro do plenário com destaque para os discursos e a representação de cada cor no painel, a exemplo de parlamentares presentes, ausentes e licenciados. Falou sobre a bancada da imprensa e sobre os funcionários que trabalham no plenário.
 
“Esse projeto já vem acontecendo há alguns anos e as escolas é quem sem inscrevem para conhecer os trabalhos desenvolvidos na Assembleia Legislativa de Sergipe”, afirma.
 
Ao final do Pequeno Expediente, o presidente da Alese, deputado Luciano Bispo (MDB) saudou os estudantes e os convidou para que acompanhados das professoras, fossem até o seu gabinete.
 

Fotos: Jadilson Simões.

Deixe um comentário

Seu nome (Necessário)
Seu E-mail (Necessário - Não será exibido)
Seu comentário
Código da imagem:

Enquete


Categorias

Arquivos