7 mil produtores rurais podem perder desconto na conta de energia

05/09/2019 17:09:05 por Redação em Economia
Governo Federal exige recadastramento de unidades consumidoras beneficiadas
 
O Governo Federal, por meio da Aneel – Agência Nacional de Energia Elétrica, instituiu a Resolução Normativa nº 800, de 19 de dezembro de 2019, obrigando as concessionárias de energia a efetuarem, a cada três anos, recadastramento dos clientes das classes rural irrigante e serviço público de bombeamento. O objetivo do recadastramento é a manutenção dos descontos tarifários concedidos a clientes destas classes. Os consumidores que recebem o benefício e devem se recadastrar têm o seguinte perfil: Produtor de agropecuária rural ou urbana, Cliente Residencial rural, Cooperativa de eletrificação rural, Produtor Agroindustrial, Escola Agrotécnica e Aquicultura e irrigante.
 
Em 2019, as concessionárias devem recadastrar 1/3 das unidades dessas classes (em torno de 8 mil clientes). Na área de concessão da Energisa Sergipe, cerca de 24 mil clientes perfazem essas classes. Primeiramente estão sendo recadastrados clientes dos seguintes municípios: Lagarto, Salgado, Poço Verde e Simão Dias. Nesses quatro municípios, há 9.282 consumidores que recebem o benefício, mas apenas 2.234 fizeram o recadastramento. Caso não sejam recadastradas na empresa até o dia 31 de outubro, cerca de 7 mil dessas unidades consumidoras perderão o benefício. Em razão disso, a Energisa começou desde abril uma campanha de notificação e divulgação da necessidade do recadastramento. A empresa já enviou cartas a todos os clientes, entregou panfletos, enviou SMS, divulgou informações em sites de notícias e emissoras de rádios, dentre outras ações.
 
Diante da proximidade de término do prazo, preocupada com a baixa adesão no recadastramento, a Energisa enviou novos lotes de SMS aos clientes, com mensagem curta, objetiva e direta. O efeito foi imediato.  Por conta da comunicação eficaz, o secretário de Agricultura do Estado, representantes da Cohidro, Emdagro, de sindicatos de trabalhadores e municípios, além da assessoria de um deputado federal, estiveram na tarde desta quarta-feira, 4, na Energisa, a fim de buscarem mais informações sobre os requisitos exigidos pela Aneel.
 
Representantes do Departamento de Serviços Comerciais da Energisa (DESC) receberam os visitantes e esclareceram todas as dúvidas. Após essa reunião, várias ações serão tomadas pelos representantes das classes de consumidores, dentre elas a postergação junto à Aneel do prazo final para o recadastramento.

Fonte e foto: Assessoria de Comunicação / Energisa Sergipe

Deixe um comentário

Seu nome (Necessário)
Seu E-mail (Necessário - Não será exibido)
Seu comentário
Código da imagem:

Enquete


Categorias

Arquivos