Obra de recuperação do corredor Hermes Fontes é autorizada

04/12/2019 15:24:48 por Redação em Política
A obra conta com investimento de R$ 20.598.535,03

O prefeito Edvaldo Nogueira autorizou, na manhã desta quarta-feira, 4, o início da recuperação completa do corredor Hermes Fontes. Este é último eixo do Projeto de Mobilidade Urbana a passar por intervenções para modernização do sistema de transporte coletivo urbano. Fruto de um convênio com o Governo Federal, a obra conta com investimento de R$ 20.598.535,03. Entre as novidades estão a inclusão de uma faixa exclusiva para ônibus, ao lado esquerdo do canteiro central, e a construção de uma nova ciclovia na avenida José Carlos Silva.

Diferente dos outros corredores de transporte, o da Hermes Fontes terá uma sistemática de trabalho distinta. As avenidas Hermes Fontes, Adélia Franco e José Carlos Silva, até o bairro São Conrado, não passarão pela fresagem do pavimento para aplicação da nova camada. O projeto será executado por etapas e se inicia pela parte estrutural, segundo detalhou o presidente da Empresa Municipal de Obras e Urbanização (Emurb), Sérgio Ferrari. Também haverá a retirada e o plantio de novas árvores. Com 6,8 km de extensão, o corredor corta os bairros São José, Salgado Filho, Suíssa, Luzia, Grageru, Inácio Barbosa e São Conrado. As três avenidas do eixo serão recapeadas e terão a implantação de faixas exclusivas para o transporte coletivo. Também serão construídas calçadas com rampas de acesso para pessoas com deficiência e serão implantadas sinalização vertical e horizontal. Outro destaque da obra é a construção uma nova ciclovia na avenida Empresário José Carlos Silva. O prazo para execução é de seis meses.

Trabalho educativo

Para que a obra fosse iniciada, a Prefeitura, por meio da Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito (SMTT), elaborou um esquema para que a população fique bem orientada sobre o trânsito da região onde as intervenções acontecem. “Uma obra de grande impacto, que se inicia com o trabalho social, de distribuição de informativos e de orientação, tantos dos comerciantes como dos moradores e motoristas. De acordo com seus avanços, cada trecho terá um desvio diferente. Com isso, também emitiremos comunicados diferentes, a exemplo do que vem acontecendo com os outros corredores. Pedimos que a população acompanhe os canais de comunicação da Prefeitura para receber as nossas orientações”, ressaltou o superintendente da SMTT, Renato Telles.

Com relação à melhora na fluidez do trânsito, o superintendente afirmou que a inclusão da faixa exclusiva para o transporte coletivo trará um ganho substancial à população. “Aqui passa uma das linhas mais pesadas do sistema, que é a Augusto Franco/Bugio, com mais de 30 ônibus. Além disso, o fluxo de veículos particulares é bem alto. Então, quando você inclui uma faixa exclusiva, você dá velocidade ao transporte, reduzindo o tempo de deslocamento dos veículos de passageiros. Ganha quem utiliza o sistema e ganha quem usa carros particulares. Essa terceira faixa será segmentada. Diferente da avenida Augusto Franco, ela funcionará no canteiro central, à esquerda da via, mas será completamente segura. Tudo foi bem arquitetado”, frisou.

Fonte: CMA
Foto: Ana Lícia Menezes

Deixe um comentário

Seu nome (Necessário)
Seu E-mail (Necessário - Não será exibido)
Seu comentário
Código da imagem:

Enquete


Categorias

Arquivos