MPF/SE: Policial rodoviário denunciado na Operação Passadiço é condenado

06/10/2011 09:58:14 por Eugênio Nascimento em Variedades

Ele foi condenado em processo de improbidade por liberar veículos e motoristas infratores

Mais um policial rodoviário federal denunciado pelo Ministério Público Federal em Sergipe (MPF/SE) na Operação Passadiço foi condenado. O réu foi denunciado por improbidade administrativa ao descumprir suas funções de policial, liberando veículos infratores e pedindo a outros policiais rodoviários que fizessem o mesmo.

A Justiça Federal condenou o policial às penas de cassação dos direitos políticos por três anos e seis meses, aplicação de multa de 20 vezes o valor de sua remuneração no mês de agosto de 2011 e proibição de contratar com o poder público, receber crédito, benefício ou incentivos fiscais, de acordo com a sentença proferida pelo juiz federal Marcos Antônio Garapa de Carvalho.

O policial já recorreu da decisão e o MPF/SE atuará pela manutenção da condenação junto ao Tribunal Regional Federal da 5ª Região.

Histórico - Em junho de 2008, a Operação Passadiço foi realizada em conjunto entre o MPF/SE, a Polícia Federal e a própria PRF e chegou a prender 19 pessoas. Todas foram acusadas de envolvimento em uma rede de corrupção que atuava nos postos de fiscalização em Malhada dos Bois e Cristinápolis. No esquema, policiais liberavam veículos irregulares mediante pagamento de propinas.

A denúncia apresentada pelo MPF contra 14 policiais envolvidos no esquema apontou diversas conversas dos réus com outras pessoas e até mesmo outros policiais rodoviários federais que provam os diversos crimes cometidos por eles. Todas essas escutas foram feitas com autorização judicial. (Da assessoria)


Enquete


Categorias

Arquivos