Jackson Barreto e Michel Temer discutem repasse de recursos para o sistema penitenciário estadual

06/10/2011 23:56:01 por Eugênio Nascimento em Política

O repasse de recursos para o sistema penitenciário estadual foi tema de conversa entre o governador em exercício, Jackson Barreto, e o presidente em exercício, Michel Temer, na tarde desta quinta-feira, 6.  Acompanhado do secretário de Estado de Justiça, Benedito Figueiredo, Jackson entregou um documento solicitando a manutenção de convênios federais, formalizados através do Ministério da Justiça, na área de segurança. Temer veio a Sergipe participar, na condição de palestrante, da conferência Estadual da OAB e prestigiou coquetel promovido pelo ex-deputado federal Albano Franco e almoçou com Jackson Barreto.

Jackson Barreto explicou que os recursos federais serão aplicados na construção e reforma de unidades prisionais. “Nós aproveitamos a visita do presidente em exercício e entregamos um documento do Governo do Estado a respeito de recursos para o sistema prisional. Essas verbas já haviam sido liberadas pelo Ministério da Justiça, houve um reordenamento e estamos enfrentando problemas na liberação. O governador Marcelo Déda já tinha conversado com a ministra chefe da Casa Civil e achamos importante reiterar esse pedido junto ao presidente Michel Temer, no sentido de que ele faça alguma intervenção para que esses recursos sejam mantidos e liberados para Sergipe, para não atrapalhar  o cronograma de obras já traçado pelo governador e pelo secretário de Justiça”, disse.

O secretário de  Estado de Justiça, Benedito Figueiredo, pontuou que a construção de novas unidades prisionais integra a reformulação do sistema prisional do Estado. “Queremos evitar o acúmulo de presos em delegacias. Ao longo de nossa gestão, conseguimos diminuir esse problema e, atualmente, recebemos 50 presos por semana, uma média de 200 presos por mês. Por isso, existe essa necessidade de novas unidades prisionais. Há vários contratos de repasses para Sergipe, feito pelo Ministério da Justiça durante o governo Marcelo Déda. Nosso pleito é pela manutenção desses convênios e assinatura de novos”, disse, acrescentando que Sergipe possui uma população carcerária de 2.700 detentos. (Da assessoria)

Deixe um comentário

Seu nome (Necessário)
Seu E-mail (Necessário - Não será exibido)
Seu comentário
Código da imagem:

Enquete


Categorias

Arquivos