Produção sergipana de gás natural cresceu 135% e ntre o período de 2007-2011

08/10/2011 10:48:22 por Eugênio Nascimento em Economia

Análises realizadas na Superintendência de Estudos e Pesquisas da Secretaria de Estado dp Planejamento Orçamento e Gestão (Seplag), por meio do Observatório de Sergipe, constataram que houve um crescimento de 135% na produção de gás natural em Sergipe no acumulado de janeiro a agosto, entre o período de 2007-2011.  A produção de gás natural segue caminho contrário da extração de petróleo, apresentando uma franca evolução com aumentos significativos em relação aos anos anteriores. “Ao compararmos os oito primeiros meses dos anos de 2010 e 2011, percebemos uma alta de 7,6% na produção do gás natural, registro que chega a 21,8% se a mesma comparação for feita entre 2009-2011”, revelou Walter Uchôa, superintendente de Estudos e Pesquisas e coordenador do Observatório de Sergipe.

Já em uma análise evolutiva mensal, no último mês de agosto a produção de gás natural chegou a 98.80 mil m³, apresentando uma expansão de 7,10% em relação a julho. Ao contrário do petróleo, a extração de gás na plataforma continental, geralmente, é 10 vezes maior do que a produção em terra. Em agosto foi produzida 89.70 mil m³ em mar, ou seja, 89,8% da produção total, tendo a extração em terra alcançado 9.10 mil m³, equivalente a 10,2% da produção.  

Petróleo

A produção de petróleo em agosto foi de 1,36 milhões de barris. Em relação ao volume produzido no mês anterior (1,37 milhões de barris) registrou uma leve retração de 0,7 %. Ao comparar a produção em agosto deste ano com o mesmo período do ano anterior que obteve produção de 1,25 milhões barris verifica-se um aumento de 9% na produção.

A produção em terra alcançou a marca de 983 mil barris correspondendo a 72,27% da produção total, já o produzido na plataforma continental chegou a melhor marca para o mês nos últimos quatro anos, com produção de 377 mil barris, o que corresponde a 27,73% do total.

Já a produção total acumulada no ano (janeiro/agosto) chegou a 10,206 milhões de barris, comparando com os anos anteriores verifica-se que houve uma leve recuperação na produção em relação a 2010, quando a produção foi de 10,184 milhões de barris. Porém quando comparada com os anos de 2009 e 2008 a atividade ainda não conseguiu recuperar o mesmo patamar desses anos, como se vê no gráfico.

Segundo o Diretor Geral de Pesquisas, Estudos e Análises, “a exploração do petróleo na plataforma FPSO Sevan Piranema iniciada em 2007, foi considera a pioneira no Nordeste na exploração em águas profundas, sendo capaz de produzir, armazenar e transferir o Petróleo. Porém, desde 2009 o campo de Piranema vem apresentando problemas operacionais, o que vem impactando diretamente na exploração, sendo um dos motivos pelos quais a produção em plataforma continental tem se mantido constante durante os últimos anos”.

Sediado na Superintendência Estudos e Pesquisas, o Observatório de Sergipe tem por objetivo organizar e sistematizar dados estatísticos, econômicos, geográficos e cartográficos, bem como elaborar estudos econômicos e sociais sobre Sergipe, subsidiando o desenvolvimento de políticas públicas pelo governo estadual. (Da assessoria)

Deixe um comentário

Seu nome (Necessário)
Seu E-mail (Necessário - Não será exibido)
Seu comentário
Código da imagem:

Enquete


Categorias

Arquivos