Coluna Primeira Mão - Política e Economia

Maria do Carmo vai se afastar do Senado para assumir secretaria da PMA

A senadora Maria do Carmo Nascimento Alves vai deixar o mandato no parlamento federal para voltar a Aracaju e assumir o comando da Secretaria Municipal de Assistência Social, hoje ocupada por Selma Mesquita. Maria pretende vir lançar o Pró-Mulher Municipal e dar uma maior agilidade às atividades da pasta. Ela revelou que pouco se faz em Brasília e que pode fazer muito mais na Secretaria e perto do povo. O pastor Virgínio Neto, seu suplente, assumirá o cargo de Maria, no Senado, agora em outubro.


Rogério Carvalho é cotado
para Ministério da Saúde

O nome do deputado federal Rogério Carvalho tem aparecido muito nos últimos 15 ou 20 dias como cotado para o Ministério da Saúde. Tem sido divulgadas informações sobre o assunto na chamada grande imprensa e há muitos comentários entre parlamentares petistas e não-petistas. Ele admite que tem ouvido comentários em Brasília, mas deixa claro que “não houve qualquer convite”. É verdade. Mas se o convite vir a acontecer, suspeita-se, deve ser para o próximo mandato da presidente Dilma Rousseff. Ele aparece forte porque tem assumido a camisa do governo Dilma claramente no Congresso Nacional. Na Câmara, onde atua como parlamentar, Carvalho é o relator das medidas mais importantes para a Saúde do brasileiro, entre as quais os Programas Mais Médicos, Financiamento da Saúde Pública, Lei de Responsabilidade Sanitária e a da criação e funcionamento das fundações estatais. Isso lhe deu grande visibilidade junto ao governo e até a opositores.


Com novo poço, SE voltará a ser segundo maior produtor do Brasil


Não dá para negar. O anúncio de que Sergipe tem um mega poço de petróleo a 100 quilômetro da costa e com capacidade para produzir de 1 bilhão a 2 bilhões de barris de óleo foi a grande notícia da indústria petrolífera no mundo. Todas as agências de informações importantes cederam generosos espaços e deram grande visibilidade internacional para o menor Estado brasileiro. Sergipe, que hoje é o quinto maior produtor de petróleo do país, com esse achado, que não é novo, mas sim de 2011, e que estava propositadamente esquecido, deverá tronar-se segundo ou terceiro no ranking, perdendo apenas para o Pré-Sal e, talvez, Rio de Janeiro. Agora, aqui prá nós, é preciso elevar a participação dos estados e municípios nos royalties para que todos os produtores possam se beneficiar dos recursos gerados pelo “ouro negro”. Antes que esqueça, o óleo é de propriedade exploratória da Petrobras e da indiana IBV, que deve ter divulgado a informação mundialmente.


Sergipe terá 32 partidos em funcionamento


Ser dono de partido é um bom negócio político e financeiro. No segmento político, ele lhe permite atrair pessoas para militar sob o comando do dono e, a depender do número de filiados e sua representatividade, negociar bons acordos que possam garantir um mandato para o dono, o filho do dono, o irmão do dono, um cunhado ou bom amigo. No campo financeiro, pode-se disponibilizar o partido para alianças, ceder o tempo dentro da coligação e receber como agradecimento boas quantias em dinheiro. Há donos de pequenos partidos que dizem que não negociam nada com ninguém ou grupos políticos. É mentira. Mas há aqueles que deixam que “dá para fechar bons acordos e receber umas ajudazinhas boas”. É por isso que os 32 partidos hoje existentes no Brasil têm presença em Sergipe, em funcionamento ou se preparado para funcionar e garantir boa vida para o dono da franquia por aqui. Quanto a preço de venda de partidos ou acordos para alianças, isso pode variar de R$ 200 mil, com apoio financeiro para material de campanha para um ou dois candidatos, a R$ 2 milhões ou R$ 3 milhões, quando o dono é amigo do comprador e o partido parece ter alguma influência em algum segmento da sociedade. É bom lembrar que isso pode ser só a parte do dono. Mas, que fique claro, muitos dos acordos são fechados em Brasília, com a direção nacional do partido, e o metido a espertalhão daqui só sabe que perdeu seu “patrimônio” quando recebe o telefonema ou ofício informando que “já dançou”.


“Não estou desesperado e não compro partido”, diz JB


O governador em exercício de Sergipe, Jackson Barreto (PMDB), já deixou claro que a sua prioridade é a administração do Estado, mas disse em tom de descontração que está acompanhando tudo e vendo tudo através dos seus óculos de grau. “Estamos focados nos problemas da administração, no pagamento dos servidores em dia, nos recursos do décimo terceiro salário e nos investimentos para Sergipe”, informou. Ele voltou a dizer que no momento certo irá tratar de política e que não está desesperado, mas faz contatos “sem comprar partidos, como quem compra pencas de banana na feira”, disse ele. Jackson Barreto acredita que quem age desta maneira é porque está desesperado em busca de segundos de horário de televisão e que o povo está ai para julgar quem age desta maneira. “Os partidos da nossa base aliada nos garantem uma boa quantidade de minutos de horário de televisão. Não tem desespero”, citando que no arco de alianças estão os seguintes partidos: PMDB, PT, PSB, PSD, PRB, PROS e PC do B.


Maria Mendonça e Antônio Neto vão para o PP


Tudo está encaminhado para que o advogado Antônio Neto se filie nos próximos dias ao Partido Progressista. Durante a Plenária Pluripartidária ocorrida nesta sexta-feira, 27, na Assembleia Legislativa, o presidente nacional do PP, senador Benedito Lira (AL), fez questão de registrar o acolhimento do partido a Antônio Neto. “O PP está de braços abertos para Antônio Neto, que além de ser uma revelação para a renovação política, é neto do meu grande amigo Antônio Monteiro”, comentou Benedito Lira, que, logo após a plenária, almoçou com Antônio Neto e seu pai Adierson Monteiro. Em concordância, o deputado Venâncio Fonseca, presidente do PP em Sergipe, frisou sua satisfação em receber de uma só vez a deputada estadual Maria Mendonça e Antônio Neto, destacando sua candidatura pelo partido na disputa por uma vaga à Câmara Federal em 2014.


“Sou Candidato como alternativa ao “ Principado” do PT”, diz Rogério Carvalho


Em sua saudação inicial, Rogério Carvalho comentou: “Sou filiado ao
Partido dos Trabalhadores desde 1990 e foi através dele que fiz todas as minhas atividades e venho percebendo que a maioria dos partidos tem se transformado em um cartório para eleição. O PT não é assim. Esse partido tem um grande desafio que é ser um partido que não discrimina Quem faz política quer dar sua colaboração, mas é preciso que a direção esteja presente junto a militância. Por isso digo, que esse partido precisa definir claramente qual é o seu projeto. Se a gente não tem um sonho, se a gente não tem projeto, a gente definha, a gente não transforma a sociedade. Precisamos disso. Nós precisamos retomar o nosso tempo”. O deputado federal também falou sobre o próprio afastamento da presidência em exercício nessa semana: “ Eu fui exonerado do PT Sergipe essa semana porque ousei ser candidato. E o acordo foi descumprido.. Eu me coloquei como alternativa ao "principado do PT pois o partido não tem dono". O candidato a presidente do Diretório Municipal de Aracaju, deputado estadual Francisco Gualberto também defendeu mudanças na direção do Partido: “Nosso compromisso é dirigir o partido com todas as forças políticas dentro do partido. Mas o dialogo tem que ser a força principal. É essa esperança que nos move, de um PT unido, do interior a capital, do mais humilde militante ao mais nobre dirigente”, concluiu.


Rogério Carvalho diz que encontrou o PT abandonado


Quando indagado sobre a presença jovem no PT, Rogério foi categórico: “ A
juventude do PT será do PT e não vinculado apenas a um mandato”. Rogério também foi questionado sobre algumas alianças e posições que aconteceram em 2012 em alguns municípios sergipanos em que ele, como presidente se posicionou de forma diferente: “ Eu assumi a presidência em 26 de junho de 2012, faltando 5 dias para as composições de chapas nos municípios e encontrei um total abandono. Não tivemos tempo de construir. Não me culpem por problemas ocorridos quando eu não era o presidente”, defendeu-se Rogério. Outra pergunta foi sobre uma suposta acusação de que Rogério Carvalho teria tido uma atitude machista em uma entrevista: “A afirmação que eufiz foi com base na Organização Internacional do Trabalho –OIT e não ha nenhum demérito nisso, as mulheres têm outras atividades, e isso é comprovado estatisticamente. Agora não vou admitir de companheiros de partido, fazer essa campanha vexatória sobre mim, com prática de direita”, comentou Rogério. Representando a chapa Militância Presente, Partido Forte, a ex vereadora de Aracaju, professora Rosângela Santana, comentou que o modelo de direção do partido está ultrapassado “Não devemos admitir que nós tenhamos feudos, donos e capas pretas. Está fechado o ciclo de quem mandou nesse partido. Esse modelo se superou porque ele é excludente e a exclusão não faz parte da prática do PT”

Em debate, Márcio apresenta propostas para um novo ciclo do PT - 1


O deputado federal Márcio Macêdo participou neste sábado (28) de mais um debate do Processo de Eleições Diretas (PED) do Partido dos Trabalhadores (PT) em Sergipe. Desta vez em Propriá. O parlamentar, que é um dos candidatos a presidente do Diretório Estadual da legenda, apresentou as 13 principais propostas da sua chapa, rechaçou críticas feitas pelo candidato Rogério Carvalho, respondeu aos questionamentos da militância e voltou a defender o legado dos governos de Marcelo Déda no Estado. O parlamentar, que é candidato da chapa “O partido que muda Sergipe”, anunciou como suas propostas: trabalhar pelo fortalecimento e unidade do PT, estabelecendo um diálogo democrático e horizontalizado com as correntes e agrupamento visando à construção de uma direção partidária colegiada; debater e fazer a defesa do legado do PT nos 10 anos de governo de Lula e Dilma e nos oito anos de governo de Marcelo Déda; criar uma política de comunicação que permita a todos os militantes acesso à informação de forma transparente, rápida, democrática e objetiva, potencializando o diálogo através dos modernos mecanismos de interação nos meios digitais.


Em debate, Márcio apresenta propostas para um novo ciclo do PT – 2


Márcio Macêdo disse que também defende a promoção de mais ações de formação política da militância; o estabelecimento de uma relação política qualificada com os movimentos sociais e populares; a consolidação da política de fortalecimento dos setoriais do Partido (Juventude, Mulheres, Negros); a realização de debates regionais, através das caravanas temáticas do PT; a ampliação da participação da militância, da juventude, dos negros e das mulheres, garantindo o protagonismo político e a paridade e a criação de um Grupo de Trabalho Eleitoral para elaborar o projeto estratégico de enfrentamento das eleições em 2014.


D
iretoria do Banese recebe comissão de deputados que apura venda da conta da PMA


A Comissão Especial Temporária constituída pela Assembleia Legislativa de Sergipe para acompanhar a questão da venda da conta da Prefeitura de Aracaju no Banco do Estado de Sergipe (Banese) foi recebida nesta sexta-feira, 27, pela Diretoria Executiva do Banco, no Distrito Industrial. Participaram do encontro a coordenadora da Comissão, deputada Ana Lúcia (PT), além dos deputados Garibalde Mendonça (PMDB), Zeca da Silva (PSC) e Capitão Samuel (PSL). A presidente do Banese, Vera Lúcia de Oliveira, fez uma apresentação dos principais indicadores do Banco, classificando-o como uma instituição financeira sólida, muito bem avaliada pelo Banco Central. Apesar disso, a presidente confirmou que o Banese não participará da licitação proposta pela Prefeitura e que o Banco certamente terá prejuízos com a perda da conta do município, o seu primeiro maior cliente depois do Governo do Estado. Os parlamentares saíram satisfeitos da reunião, que avaliaram como positiva para os trabalhos da Comissão. “A Assembleia Legislativa é um Poder constituído para legislar e fiscalizar, mas tem também um papel mediador”, explicou a deputada Ana Lúcia, acrescentando que o Colegiado de 24 deputados autorizou a formação da Comissão Temporária para mediar essa questão da conta do Banese porque não deseja que o Banco do Estado seja prejudicado.


Banese tem valor entre R$ 800 milhões e R$ 1 bilhão

Há uma tese conspiratória entre os funcionários do Banco do Estado de Sergipe (Banese) dando conta de que os opositores do atual governo estariam tramando para sujar a imagem da instituição financeira e depois, caso cheguem ao poder em 2015, vender. Na mais recente avaliação, o Banese valeria hoje entre R$ 800 milhões e R$ 1 bilhão. Isso é dinheiro suficiente para encher Sergipe de obras, conquistar a reeleição e até eleger o sucessor.


Feira da Reforma Agrária de Sergipe


O MST (Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra) realiza de 01 a 04 de outubro, na praça Fausto Cardoso, a Feira da Reforma Agrária de Sergipe. Será um espaço de exposição e comercialização de vários produtos dos assentamentos e acampamentos do MST. Lá vão acontecer apresentações culturais, exposições, serão comercializados produtos artesanais e comidas típicas. Na abertura da feira, será realizada a apresentação de Pefro Munhoz, às 18h, conforme informações da direção do MST.


Prefeito de Aracaju entrega 30 ônibus nesta 2ª feira


Até o final de outubro serão entregues 90 novos ônibus. Nesta segunda,30, o prefeito de Aracaju, João Alves Filho, dará início a uma programação que irá amenizar a situação da falta de ônibus que estava ocorrendo na capital. Assim, serão entregues 30 novos ônibus, às 7h, na praça dos mercados, no centro da cidade. Atualmente, rodam em Aracaju,40 ônibus da empresa Atalaia Transportes. Os novos ônibus da empresa possuem carroceria alongada, além de elevador para as pessoas com deficiência. Outra novidade é que todos estes novos ônibus que serão entregues possuem o sistema "Anjo da Guarda", um sistema para a segurança do usuário, ou seja, o ônibus só se sai do lugar com as portas fechadas, caso alguma porta esteja aberta ele não se movimenta.


João Alves trabalha projeção de seu nome para 2014

O prefeito de Aracaju, João Alves Filho (DEM) já está começando a articular temas que pode puxar a partir de agora e até a campanha eleitoral de 2014. Já trouxe de volta a necessidade de revitalização do rio São Francisco, que fez uso intenso na campanha eleitoral de 2010, e também a insegurança pública, tema sempre atual no Brasil de hoje. João quer a sua Guarda Municipal com atuação destaca na capital, tomando conta do patrimônio público e enfrentando marginais, para demonstrar a sua disposição em prestar bons serviços de segurança para todo o Estado. O prefeito dá status de PM à sua GMA. Mas ele tem problemas graves para resolver, a exemplo do sistema de transporte coletivo, que é caro e ruim e ele prometeu solução para breve. Há também ruas e avenidas tomadas por buracos gerados a partir das últimas chuvas que atingiram a capital.

Fim de contrato com a Sefaz-SE induzirá CCP a demitir 194 digitadores

 

 
 

O contrato da CCP com a Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz) vence no dia 10 de outubro e não será renovado, em consequência de recomendação do Ministério Público do Trabalho e da redução da necessidade da mão-de-obra terceirizada. Por causa disso, 194 digitadores serão devolvidos à empresa privada, que, ao que tudo indica, vai demiti-los. Para evitar que eles sejam duramente atingidos, o governo do Estado, através da Secretaria do Trabalho, manteve contato com a Alma Viva e empresa disse ter interesse no pessoal.

Comentários (1)

DINHO SANTANA em 30/09/2013 às 08:33h
Infonet - Blogs - Cláudio Nunes
30/09/2013 - 05:03

DO LEITOR

Alguém tem dúvidas?...

Do leitor: “Do leito Dinho Santana: parodiando o ex-presidente Lula “Nunca antes na história deste país”, se assemelhou ao que sempre defino quanto a política: ser a arte de enganar o próximo quanto mais próximo e onde o eleitor sem o democrático direito ao Voto Facultativo, só é lembrado, chamado extorquido nos cinco meses ao ano dos impostos pagos sem direitos como segurança, saúde e educação? Uma vez que como bem definido: Quase nada é tão redundante quanto chamar uma eleição de festa democrática, num país onde o voto é obrigatório. - Demétrio Sena e que em não comparecendo as urnas deve-se pagar a exorbitante multa de R$3,51. Há 245 países no mundo, 192 deles filiados à ONU. De todos, somente 24 adotam, como o Brasil, o voto obrigatório. Desses 24, 13 estão na América Latina. O voto obrigatório transforma em dever o que deveria ser um direito, um direito sagrado, mas um direito, do cidadão. É preciso levar em conta a opinião da maioria, já que estamos numa democracia e, pelo que tem sido divulgado, a população tem-se se manifestado majoritariamente favorável ao voto facultativo algo em torno de 70%). Trouxe o Eugênio Nascimento na sua coluna do Jornal da Cidade, e que aqui transcrevo trechos Sergipe terá 32 partidos em funcionamento no estado - Ser dono de partido é um bom negócio político e financeiro. No segmento político, ele lhe permite atrair pessoas para militar sob o comando do dono e, a depender do número de filiados e sua representatividade, negociar bons acordos que possam garantir um mandato, para o dono, o filho do dono, o irmão do dono, um cunhado ou bom amigo. No campo financeiro, pode-se disponibilizar o partido para alianças , ceder o tempo dentro da coligação e receber como agradecimento boas quantias em dinheiro. Mais adiante ainda coloca ele: Quanto a preço de venda de partidos ou acordos para alianças, isso pode variar de R$200 mil , com apoio financeiro para material de campanha para um ou dois candidatos, a R$ 2 milhões ou R$ 3 milhões, quando o dono é amigo do comprador e o partido parece ter alguma influência em algum segmento da sociedade. É bom lembrar que isso pode só a parte do dono. Mas, que fique claro, muitos dos acordos são fechados em Brasília, com a direção nacional do partido, e o metido a espertalhão daqui só sabe que perdeu seu patrimônio quando recebe o telefonema ou ofício informando que já dançou. Conclusão nítida e clara com o Voto Obrigatório: o eleitor é um palha nas mãos dos políticos?... Saúde e paz.

Deixe um comentário

Seu nome (Necessário)
Seu E-mail (Necessário - Não será exibido)
Seu comentário
Código da imagem:

Enquete


Categorias

Arquivos