Educação e política em tempos bicudos

08/03/2015 18:06:32 por Kleber Santos em Coluna José Lima
José Lima Santana
Professor de Direito da UFS


O governo federal de Dona Dilma Rousseff escolheu como slogan “Brasil, Pátria Educadora”. Uma beleza de marketing. Talvez uma beleza de boa intenção. Talvez. Todavia, vimos, nos últimos dias, a reação de alguns reitores de Universidades Federais por conta do corte nos gastos com o custeio da educação universitária. O último grito foi a nota expedida pelo reitor da Universidade Federal de Minas Gerais. Faturas de água e energia elétrica sem pagamento. Redução do pessoal terceirizado. E lá se vão. “Pátria Educadora!”. Na televisão e no rádio, as propagandas sobre a pesquisa que o governo está fazendo acerca do ENEM cita o slogan poderoso de um governo fadado ao desastre. Ao menos, está a caminho. Oxalá consiga recuperar-se para o bem do país e do povo. 

Na política, mais uma vez o braço da Justiça deverá estender-se sobre dezenas de senadores e deputados federais, dentre eles os presidentes do Senado e da Câmara Federal. Ainda estão arrolados políticos sem mandato. Mandatários do PP, PT, PMDB, PTB e PSDB. É o fim. Todos envolvidos, até prova em contrário, na sujeira da Operação Lava-Jato. É evidente que com o andar da carruagem, ou seja, do processo, nem todos sejam realmente culpados. De qualquer forma, Pobre Brasil, cuja cara mostrada, para lembrar Cazuza, é a mais feia possível. E poderá vir mais sujeira por aí. Dizem que a sangria na PETROBRAS superou a casa de 1 bilhão de reais. Uma “tuliça”! 

O dragão da inflação arreganhou os dentes. Soltou fumaça e fogo. A inflação de fevereiro último assustou. Os preços públicos se danaram. Pularam a cerca. O dólar pegou um balão colorido e foi às alturas. Os juros ditados pelo Banco Central, lá de cima dão adeus aos que dependem do crédito. Em suma e no melhor linguajar sergipanês, é o cabrunco da peste. 

Mas, na terra do cacique Serigy, tudo vai bem, obrigado. O secretário da Educação, Jorge Carvalho, foi criticado porque, exatamente em minha terra natal, Nossa Senhora das Dores, comparou a educação sergipana ao inferno, diante das péssimas avaliações oficiais. Membros do governo estadual e da imprensa bateram pesado no secretário. Aqueles, à surdina; estes, de bocas escancaradas. Alguns até disseram que o governador deveria tê-lo exonerado. Afinal, disseram eles, a situação da educação vem dos 8 anos da administração levada a cabo pelo mesmo grupo político: o que continua no poder. E não se deve falar mal da própria casa. Ou do próprio quintal. E é? Muito bem.

O que dizer, então, da matéria exibida por uma televisão do Paraná, a TV Tarobá, que reproduziu imagens da Escola Estadual Governador Lourival Baptista, no interior de Porto da Folha? Alunos da escola citada enviaram, via Facebook, fotos da escola, que se encontra em condições deploráveis. O apresentador da TV Tarobá bateu pesado no governo sergipano. Diante das condições mostradas, como não bater? Como dizer que Jorge Carvalho está errado? Só porque o grupo político situacionista é o mesmo desde 2007? Dever-se-ia, então, continuar jogando o lixo para debaixo do tapete? Ocorre que o tapete já está mais do que cheio. Por baixo. 

Na Prefeitura Municipal de Aracaju, aí, sim, não há nada que mereça um pito, um comentário negativo. Está tudo às mil maravilhas! Êpa! Já ia me esquecendo do probleminha do IPTU. Um desastre! Enfim, depois de tantas idas e vindas, como sói acontecer no mundo político-administrativo, e após sucessivas prorrogações, o prefeito da capital teve que dizer diante de câmeras televisivas que os prováveis erros cometidos, ou seja, os aumentos individuais acima de 30% (trinta por cento) serão corrigidos. Bem que o Negão poderia passar sem essa, no momento que ele tenta se reerguer, com os olhos postos no ano que vem. 

Afora essas e outras besteirinhas, tudo vai muito bem, no Brasil, em Sergipe e na jovem Aracaju, que completará 160 anos no próximo dia 17. 
Ora, deixemos rolar. E salve-se quem puder. 

Deixe um comentário

Seu nome (Necessário)
Seu E-mail (Necessário - Não será exibido)
Seu comentário
Código da imagem:

Enquete


Categorias

Arquivos